O que fazer em Londres esta semana? (26/08-01/09)

Heyhey, galeura. Aqui estamos nós para mais um “O que fazer em Londres esta semana?”. E olha, não é por nada não, mas a lista de hoje tá linda por demais da conta. =D

Tem festival de jazz abrindo a semana, “exposição” (gratuita) ao ar livre de esculturas lindonas, evento noturno (gratuito!) no Science Museum e muito mais. Espero que o sinhozinho Malta e sinhazinha Malta que se encontram em terras inglesas aproveitem nossas sugestões. E, quem curtir qualquer coisinha que seja, que não se esqueça de vir aqui contar pra gente depois. Vocês não sabem o poder de um comentariozinho na motivação destes que vos escrevem. hehe

Blablabla inicial de sempre concluído, vamos ao que interessa. Preparado para uma programação de fazer você querer sair de casa/do hotel/do hostel/da casa de família tipojá?

Highgate Jazz with soul festival

Semana que começa com jazz de qualidade é semana que começa bem, certo? Pois então a dica para esta segunda-feira de feriado em Londres não podia ser melhor. O Highgate Jazz with soul festival tem vários shows super legais programados para hoje. As apresentações começam às 13h e se estendem pelo dia todo. Os ingressos custam a partir de £5.

Se interessou? Clique aqui, saiba mais e programe-se! ;)

Sculpture in the city

Desde junho nove esculturas estão espalhadas pela “City” em Londres. Elas fazem parte do projeto “Sculpture in the City”, que está em seu terceiro ano e que tem como objetivo espalhar arte pelas ruas dessa região da cidade. Obviamente, esta é uma exposição gratuita. As esculturas merecem sua atenção…

Fotos: José Farinha
Fotos: José Farinha

Né? :)

Você encontra o mapa com a localização das esculturas aqui. Para entender melhor o projeto clique aqui.

Science Museum Lates - Science of Food and Drink

Toda última quarta-feira de mês o Science Museum promove um evento gratuito, noturno e temático para adultos com shows de ciências, pub quiz, djs, bar e muito mais nos três andares do museu. O vídeo abaixo é uma mostra do que pode rolar.

É, com certeza, uma experiência completamente diferente de tudo o que você já viu em Londres. Confira a programação completa do evento deste mês e anime-se para aproveitar tudo que ele tem a oferecer clicando aqui.

Horrible Histories- Spies

Quem gosta de História e de boas histórias não pode deixar de visitar a exposição Horrible Stories: Spies, em cartaz no Imperial War Museum até 04 de janeiro de 2015 (é, tem tempo! haha).

A mostra, que é baseada no livro homônimo de Terry Deary, revela como era vida dos espiões durante a Segunda Guerra Mundial. Ao visitar a exposição você conhecerá segredos dos espiões, técnicas usadas por eles, acessórios que carregavam para cima e para baixo em suas missões, os principais truques utilizados e muito mais.

Ao que tudo indica, a exposição é bem interativa e agrada principalmente o público infantil, como mostra este vídeo:

Mas não é porque os pequenos curtem que não é pra você, né? Os ingressos custam £6.20 para adultos, £3.30 para crianças entre 4 e 15 anos (até 3 anos não paga!) e há preços especiais para famílias. Quer saber mais e programar sua visita? Clique aqui.

Club to Catwalk- London Fashion in the 1980s

Nos anos 80, a moda em Londres percorreu o seguinte caminho: primeiro os jovens usavam nos clubes noturnos da cidade, depois a tendência ia para a passarela. E é a explosão criativa desta década e o resultado disso na cultura da capital inglesa que você vê de perto na exposição “Club to Catwalk: London Fashion in the 1980s”, em cartaz no Victoria & Albert Museum.

Só pra você ter uma ideia, a mostra reúne 85 looks da época, incluindo criações de estilistas como John Galliano, Vivienne Westwood e Katharine Hamnett.

club to catwalk - O que fazer em Londres

Animou? O site oficial do museu traz informações detalhadas. Programe-se! ;)

Para os mais interessados este vídeo da Crane.tv é imperdível:

Old Brewery

Pro sabadão a sugestão desta semana é especial pros cervejeiros amados que nos acompanham. Que tal se mandar pra Greenwich, curtir o dia por lá (parque, mercado, Cutty Sark, etc.) e depois se jogar na Old Brewery, da cervejaria Meantime (aquela linda)?

Foto: Scott Wishart
Foto: Scott Wishart

Não vou nem falar muito sobre ela, não. Você que se interessa por boas birras é que deve clicar aqui, saber qualé dessa sugestão e se jogar.

Cheers! ;)

Rainforest of the sea-

Assim que descobri a exposição “Rainforest of the Sea”, em cartaz no Horniman Museum, lembrei-me da Ariel, uma das minhas princesas Disney preferidas. Afinal, a Pequena Sereia queria muito sair do mar e vir para o mundo humano, mas o Sebastião (siri) bem que tentava mostrar a ela que é tão belo o fundo do mar que não havia motivos para ela querer mais…

 E são as belezas do mundo de Ariel que você vai ver em fotos incríveis nesta exposição (que só pode ser visitada até dia 15/09. Agilizaí!).

Clique aqui, saiba mais e bora lá! ;)

Diz aí, mandei ou não mandei bem demais na seleção de hoje? =D

Aproveeeeeite!

Beijobeijo,

Nah.

Eieiei, antes de ir embora assine a nossa newsletter. A segunda edição vem aí (e ainda por cima você vai começar a saber das novidades do blog sem ter que vir aqui todo dia. UHU!).

[wysija_form id=”1″]

Leve Londres para sua casa!

Depois que escrevi o post 8 dicas para lidar com a depressão pós-Londres (não leu? Corre!) percebi que cometi uma enorme, gigante, terrível gafe. Não falei de dois remédios de fundamental importância no meu tratamento: a gastronomia (comidas e bebidas) e a decoração.

Sobre a gastronomia falarei em outra ocasião. O assunto de hoje são as belezuras que retratam um pouquinho de Londres e que deixam minha casa mais bonita – e minha vida mais feliz. :)

Do que essa louca tá falando?

Logo que voltei da minha primeira viagem a Londres, em 2005, comprei em um desses quiosques de quadros de shopping este quadro:

O pobrezinho tá todo judiado, mas eu amo ele.
O pobrezinho tá todo judiado, mas eu amo ele.

E foi assim que tudo começou…

Eu dormia e acordava olhando pra essa belezinha. E sonhava que mais do que um quadro, era um portal que me transportava direto pra Londres (só precisava cuidar pra não me afogar, já que desembarcava direto no Tâmisa. hahaha). #alouca

E aí eu me tornei uma compradora compulsiva de coisas com o tema “Londres” (e Reino Unido). Tátátá, não é pra tanto, até porque consumismo nunca foi comigo. O fato é que minhas pequenas comprinhas me faziam bem. Deixavam minha casa mais bonita e minha vida mais feliz.

Pequena seleção das muitas coisinhas com cara de Londres que a gente tem aqui em casa. :)
Pequena seleção das muitas coisinhas com cara de Londres que a gente tem aqui em casa. :)

Sabendo que pode acontecer o mesmo com você, decidi reunir neste post alguns achados da internet que podem te encantar. Não é jabá nenhum, é só uma louca querendo ajudar outros loucos. =D

Mas, apesar de não ser jabá, já aviso que consegui um mimo bem bom pra você. Bora saber qual é?

Meu Adorável Iglu

Há alguns dias minha mãe viu no Facebook um adesivo de parede que, segundo ela, era minha cara. Este aqui, ó:

A imagem leva direto pra página de compra. Clica para saber mais!
Demais, né? :) Clique aqui para saber mais e comprar!

Quando vi que esse sonho de consumo era da loja Meu Adorável Iglu eu pensei: “pô, essa é a loja incrível do Mahani (que foi meu colega nos tempos de colégio); vou ver se consigo um arrego pros leitores do blog”.

Na maior cara de pau, cheguei pro Mahani e falei: “não rola um desconto pros leitores do blog, não?”. No mesmo minuto ele criou o cupom de desconto PVLIGLU e me disse que nas compras acima de R$ 39 ao usar este cupom você tem 5% de desconto. UHUHUUUU! =D

E, gente, tem muita coisa linda de Londres. Olha só o que eu selecionei (links para a descrição dos produtos e para compra nas imagens!):

Meu Adoravel Iglu - prato Rainha
Compre aqui
Meu Adoravel Iglu - London Bus
Compre aqui
Meu Adoravel Iglu - Mary Poppins
Compre aqui
Meu Adoravel Iglu - Guarda Real
Compre aqui

Tudo muito lindo, né?

Então aproveite que leitor do Pra Ver em Londres tem desconto especial (cupom PVLIGLU; não esquece!) e deixe sua casa ainda mais bonita com um toque de Londres na decoração! ;)

Muito obrigada Mahani e Bruna pelo presentinho. Adoramos! ;)

E o que mais?

Outras lojinhas bacanas também usam ícones londrinos para fazer produtos que já entraram na minha lista de desejos (meu aniversário é dia 09 de dezembro, tá? =D).  Selecionei estes:

1) Wall Street Posters – R$ 23,90 (sem moldura)

E se este fosse o SEU portal para Londres? :)
E se este fosse o SEU portal para Londres? :)

2) O Segredo do Vitório – R$ 139

Morri com a fofura desse carrinho de compras, gente. Muito amor!
Morri com a fofura desse carrinho de compras, gente. Muito amor!

3) Amarello Art – R$ 29,25

Caneca perfeita para o chá das 5! :)
Caneca perfeita para o chá das 5! :)

4) I-Stick – R$ 189

Ai, meus livros nesse caixote... <3
Ai, meus livros nesse caixote… <3

5) I-Stick – R$ 30 (e tem vários outros modelos de Londres. Vale a pena fuçar bem a loja!)

skin celular UKDesculpae se deixei você com vontade de abrir a carteira e sair gastando preciosas “dilmas”, mas precisava mostrar aqui como é possível achar coisas lindas relacionadas a Londres em uma pesquisinha na internet e deixar nossa casa mais bonita assim.

A decoração da minha casa sempre agradece. A da sua vai agradecer também! ;)

Beijobeijo,

Nah.

O que fazer em Londres esta semana? (19-25/08)

Depois de um fim de semana delicioso na companhia dos nossos amigos do Curitiblogando, estamos aqui para reunir boas dicas para quem está em Londres esta semana que se encerra com um bank holiday. Isso mesmo, segunda que vem é feriado na terrinha, então apesar de nossas dicas irem só até domingo vou ver se dou um brinde pra você. Mas tem que se comportar. Combinado? :)

Mas antes do assunto do dia, aproveito para contar pra você que não passou por aqui nos últimos dias que teve post especial no fim de semana. Aham, aham. Aproveitamos o início da temporada 2013-2014 da Premier League (primeira divisão do campeonato inglês de futebol) para receber a visita do meu irmão Tom para falar um pouco sobre futebol na Inglaterra – e em Londres. Clique aqui para ler o post dele.

Agora sim, com vocês a agenda da semana!

Kew Gardens - London

incredibles

No “O que fazer em Londres esta semana?” de 03 de junho, uma das minhas sugestões foi uma passadinha pelo Kew’s Summer Festival.

Porém, eu sei que o precinho não muito agradável podia ser um entrave para quem se interessava por ver de pertinho o evento que este ano destaca a extraordinária diversidade de plantas comestíveis (edible plants – por isso o festival se chama incrEdibles :).

Só que, assim, vale muito mesmo a visita ao Kew Gardens, então eu não podia deixar de contar aqui que até o dia 26 (segunda que vem, feriado em Londres!) a entrada do Kew Gardens cai pela metade para adultos depois das 15h30. Isso mesmo, você tem o restinho do dia para aproveitar por lá gastando £7 – e não £14.50.

Nos dias de semana você pode curtir esse ingresso especial até 18h30, e no fim de semana até 19h30! Depois do dia 26 esse arreguinho vale sempre até 18h – até o dia 08 de setembro!

Bacana, né? Clique aqui, saiba mais e aproveite!

Life and death Pompeii and Herculaneum

Life and death Pompeii and Herculaneum - London

Quem gosta de história não pode deixar de visitar esta exposição que está em cartaz no British Museum até o dia 29/09. Afinal, ela reúne objetos que contam a história de duas cidades romanas que foram soterradas por uma erupção do vulcão Vesúvio em 79 d.C (!) e vestígios inéditos encontrados em escavações recentes e também feitos no século XVIII.

O que parece mais legal dessa exposição é que o foco dela é justamente a vida cotidiana destas duas cidades, e não a vida da aristocracia romana, sabe? São esculturas, pinturas, móceis de madeira e muitos outros itens (250, no total) que mostram um panorama da época.

Animou pra conferir de perto? Saiba que a exposição não está na parte gratuita do museu, e sim no Reading Room, e a entrada custa £ 15,00 (adulto) e os ingressos podem ser adquiridos aqui.

O museu abre diariamente de 10h às 17h e às sextas-feiras até às 20h30.

Aproveite!

lunchtime music

 Acharia uma boa ideia curtir o seu horário de almoço em Londres com boa música? Clique aqui e saiba qual é a minha sugestão pra você!

Bacana, né? E como você viu, a programação é delicinha. Tem pra todo mundo! :)

Oficialmente, esses recitais são gratuitos, mas a sugestão de doação é de £3.50. #ficadica

Só pra lembrar, é sempre às 13h30! ;)

bullshit london tour

bullshitlondonTá aí um tour diferentão em Londres, minha gente. Um monte de mentiras contadas de forma divertida e apresentando pontos legais da cidade.

Acho, sinceramente, que não é um tour para “principiantes” em Londres, mas pra quem já conhece bem a cidade. Por quê? Porque na minha cabeça não faz sentido ouvir fatos que não são reais se você ainda não conhece os fatos reais. Maaaas posso estar errada, claro.

Então, convido-o a clicar aqui, entender melhor o Bullshit London Tour e decidir se vale ou não pra você.

O tour rola toda quinta-feira, às 19h, saindo da St. Paul’s Cathedral, e custa £10 por pessoa.

beer festivals - LondonOs festivais cervejeiros continuam a todo vapor em Londres. Esta semana tem três:

Clique nos links acima, saiba mais sobre cada um dos festivais e aproveite. Programas perfeitos para o fim de semana!

Camden Fringe

Chega ao fim no domingo, 25, a edição deste ano do festival Camden Fringe. E há uma vasta programação prevista para esta semana. Quer saber do que eu tô falando? Clique aqui.

Curtiu? Enjoy!

Notting Hill Carnival

03fa730741478255b495e222bb158c88

Considerado o maior festival de rua da Europa (!), o Notting Hill Carnival acontece este ano nos dias 25 (domingo) e 26 (segunda, feriado). Nos dois dias, a festança começa às 9h. Imperdível, hein? Clique aqui para saber mais e se programar!

feriado em Londres

Se o que você quer neste feriadão em Londres é viajar, nosso bônus vem em forma de recomendação de para onde ir. Clique nos links abaixo, leia nossos posts sobre os destinos e decida em qual destas cidades curtir seu bank holiday!

carfaz-tower-oxford

E aí, que tal as dicas desta semana? :)

Aproveeeeite! =D

Nos vemos logo mais.

 

Beeijos,

Nah.

Apita o árbitro. Tem bola rolando no inglesão 2013-2014!

O futebol corre no sangue de todo mundo  aqui em casa. Mas na família Schiebel Brotto (João e eu, meus pais e irmãos) a cor desse sangue não é vermelha, não. É alviverde! Torcemos para o Coritiba Football Clube (o COXA!) e somos frequentadores de estádio, sócios, coxas roxos mesmo.

Mas não é “só” isso. A gente também curte o futebol de uma maneira geral. Modéstia à parte, temos em casa um segundo PVC (Paulo Vinicius Coelho, o comentarista da ESPN que nunca esquece nada). Meu irmão do meio, o Tom, é uma enciclopédia futebolística. Sério mesmo. Apesar da pouca idade (mano Mot tem 23 anos), o cara guarda na memória histórias do esporte bretão como poucos conseguem fazer.

E aí que assim que ele e o Duh (meu irmão caçula) voltaram de Londres eu avisei: “Mot, prepare-se para escrever sobre futebol para o blog”. Enrolado que só, ele esperou o nosso prematuro escrever o primeiro post (sobre o tour do Harry Potter, lembra?) para fazer a sua parte. Neste sábado, então, ele estreia por aqui. O assunto? O início da Premier League, claro.

Pra Ver em Londres - Wembley-

Seja bem-vindo, mano Mot. Manda ver! :)

Bola rolando!

Começou hoje um dos mais tradicionais e charmosos campeonatos de futebol no mudo: o campeonato “inglês” – entre aspas porque a Premier League conta com 18 times propriamente ingleses e 2 galeses (Cardiff City e Swansea City).

E para aqueles que moram em Londres ou pretendem passar pela capital inglesa nos próximos meses não faltarão opções para assistir bom futebol ao vivo. Só na cidade, seis times disputam a primeira divisão do futebol inglês. São eles : Arsenal, Chelsea, Crystal Palace, Fulham, Tottenham Hotspur e West Ham (GO HAMMERS rs).

Você encontra informações a respeito de ingressos nos sites oficiais de cada clube (linkados acima), podendo pagar em torno de 30 libras por ingresso. A experiência é única e vale cada pound investido!

Wembley, um dos principais palcos do futebol inglês (e mundial!) e onde meus irmãos viram o amistoso Brasil x Inglaterra. Morri de inveja.
Wembley, um dos principais palcos do futebol inglês (e mundial!) e onde meus irmãos viram o amistoso Brasil x Inglaterra. Morri de inveja.
... e onde meus irmãos estamparam as cores do nosso glorioso! :) #orgulhinho
… e onde estamparam as cores do nosso glorioso! :) #orgulhinho

Que jogo escolher?

Se o que você quer é ver alguns do melhores jogadores do mundo em ação (quem não gostaria?), as escolhas mais óbvias são os jogos de Chelsea, Arsenal e Tottenham.

Nah falando: gente, meus irmãos só fotografaram com celular em Londres. Desculpae. haha. Mas tá aí um dos registros do Stamford Bridge, estádio do Chelsea, onde meus irmãos assistiram a uma partida entre o time da casa e Sparta Praha, pela Euro League.
Nah falando: gente, meus irmãos só fotografaram com celular em Londres. Desculpae. haha. Mas tá aí um dos registros do Stamford Bridge, estádio do Chelsea, onde meus irmãos assistiram a uma partida entre o time da casa e Sparta Praha, pela Euro League.

Mas se você é um daqueles “saudosistas”, que gostam da atmosfera que existe em uma partida clássica de futebol, minha recomendação é que faça uma visita a East London no Upton Park (original estádio do West Ham – o time está se mudando para uma casa nova, o estádio olímpico de Londres), ou então desça mais ao Sul da cidade e vá a um jogo no Selhurst Park (estádio do Crystal Palace). Nesses dois estádios ainda poderá se encontrar um pouco do que foi o futebol inglês nas décadas de 70 e 80, com muita paixão de seus torcedores.

Pra Ver em Londres - Upton Park

É isso aí mais um campeonato inglês começando e para aqueles que, como eu, amam futebol, é uma alegria a mais. Estádios cheios, gramado perfeito, torcida apaixonada, grandes equipes são alguns dos fatores que fazem do inglês um dos melhores campeonatos que existem. Se você tiver a oportunidade de assistir alguns desses jogos ao vivo, VÁ! Com certeza não irá se arrepender.

YEY, valeu pela presença, Mot. Falaremos mais sobre futebol por aqui a partir de agora, até porque apesar de o título de País do Futebol ser nosso, foi lá que tudo começou, é lá que rola um dos campeonatos mais invejados do mundo e o futebol faz parte a cultura local. Pra Ver em Londres tem que estar presente, né? :)

Ah, e se no Brasileirão todo mundo aqui em casa apoia o mesmo time, no inglesão não é bem assim. Mot é West Ham, João é Tottenham e eu tenho o coração dividido entre Chelsea e Arsenal. Tá, eu sei que não faz sentido algum, mas sempre fui fã dos Blues e depois que descobri que minha cantora preferida no mundo (a Eliza Doolittle, já falei um monte dela aqui) era Gunners esse dilema se iniciou. haha. Mas acho que de coração mesmo eu sou CFC (duplamente – Coritiba [FC] e Chelsea [FC]. hihi).

E você, prefere qual?

Bom fim de semana.

Beijobeijo,

Nah.

Berna: 10 motivos para conhecer a capital da Suíça

pravernomundoComo contei no início da nossa série de posts sobre a lua de mel, dividimos nossa viagem em duas etapas. A primeira, italiana, já contamos por aqui (alguns posts se perderam na migração de servidor, mas logo estarão no ar novamente). Agora, chegou a hora de contarmos a segunda parte, na qual passamos por duas cidades na Suíça, duas na Alemanha e uma na República Tcheca.

E para começar o relato desta etapa da viagem apresento a você Berna, cidade que nos surpreendeu demais. Saímos de lá completamente apaixonados!

E aí que por esse motivo não foi possível resumir tudo o que vimos, fizemos e amamos em um único post. Nos próximos dias apresentaremos nossas dicas em posts bem detalhados e completos; hoje, a ideia é apresentar em fotos e fatos alguns motivos que fazem com que a gente acredite que você precisa conhecer Berna um dia desses. Vem comigo! :)

1) Berna é tão linda que parece de mentira

Sabe cidade de desenho animado, toda perfeitinha, linda em cada esquina? Berna é assim. Tem beleza por todos os cantos. Beleza natural, beleza feita pelo homem… não tem como não se apaixonar.

Berna - belezas

Berna - vista de cima

Berna - belezas-

Entendeu o que eu quero dizer com muuuuito linda, né? :)

2) O rio Aar é encantador

O que é a cor desse rio, minha gente? É algo surreal. Impressionante.

Ele tem 195 km de comprimento, nasce na região dos alpes – aos pés do Grimsel, a 1879m de altitude -, e corre em um vale que cruza as cidades de Interlaken, Tune até Berna.

Dá vontade de passar hooooras admirando ele… <3

Berna - Rio Aar

3) As fontes de Berna são verdadeiras obras de arte

Assim como em Milão, em Berna você pode economizar um bom dinheiro em água. Isso porque há espalhadas pela cidade diversas fontes de água potável, e você pode reabastacer sua garrafinha nelas. :)

E as fontes de Berna não são nada humildes, são cheias de charme, verdadeiras obra de arte. Tá certo que tem umas polêmicas, como a chamada “Ogre”, que representa um monstro comendo criancinhas (AHAM! =O), mas o que impressiona mesmo são os detalhes. Você vai ficar boquiaberto!

No centro histórico há um caminho com uma atrás da outra. Admire-as! ;)

PVEL - Berna - fontes

4) Do topo da Catedral de Berna tem-se uma visão privilegiada

Quando escrevi o post sobre o Duomo de Milão, contei que sou louca por uma cidade vista de cima (mesmo morrendo de medo de altura. Há!). E aí que quando comecei a pesquisar sobre Berna soube que a catedral da cidade também oferecia a possibilidade de subir ao topo e admirar a capital suíça de lá. Claroclaro que incluí o passeio no nosso roteiro, né? E claroclaro 2 que amei muito. Lá de cima dá pra ver o quanto a cidade é verde, como há um padrão arquitetônico que a  torna única e como os alpes estão ali pertinho. Muito amor!

Berna - from the cathedral-

Berna - from the cathedral

 5) Em Berna você vai conhecer melhor um dos maiores gênios da humanidade

Foi também na nossa pesquisa pré-viagem que descobrimos que Albert Einstein desenvolveu a Teoria da Relatividade (aquela famosa – e = mc², sabe? :) em Berna. Pois é, o gênio morou lá. E a sua passagem pela cidade será sempre lembrada, pois há um incrível museu dedicado a ele, é possível visitar a casa onde ele morou (infelizmente estava fechada para reformas quando fomos) e há um café bacaninha que leva seu nome. Lembre-se disso na hora de programar a sua viagem! ;)

Sério, o museu é DEMAIS! Vamos falar sobre ele mais detalhadamente logo, logo! ;)
Sério, o museu é DEMAIS! Vamos falar sobre ele mais detalhadamente logo, logo! ;)

6) Em Berna você pode ver ursinhos (ou seriam ursões?) bem de pertinho

Os ursos são o símbolo de Berna. Mas,  calma, não é preciso ter medo. Não há ursos andando pela ruas super uhu tranquilamente. haha. Pode ser que há algumas centenas de ano existissem, mas hoje, dentro da cidade, há apenas uma família formada por pai, mãe e duas meninas que mora feliz no Bärenpark. Quem me contou isso foi uma simpática moradora que nos viu admirando os mascotes da cidade e resolveu me contar todas as fofocas da família. Mas isso é assunto pra outro post. ;)

Onde está o Wally? :)
Onde está o Wally? :)

Berna - ursos

7) O Rosengarten (jardim das rosas de Berna) é ótimo para uma pausinha

Quem nos acompanha há um certo tempo sabe que a gente é rato de parque. Em Londres, Curitiba, Milão ou qualquer outra cidade do mundo basta sair um solzinho pra gente se animar para farofar em um parque. Na capital da Suíça, o Rosengarten exerce esse papel muito bem. Além de lindo, ele proporciona uma vista bacana da cidade, tem uma boa estrutura… enfim, uma excelente pedida pra um descanso em um dia de muito turismo.

Berna - Rosengarten - Nah e JG

Berna - rosengarten

Berna - Rosengarten1

8) Berna tem um relógio famoso

Acredito que esta seja uma das principais atrações turísticas de Berna. Nos três dias que passamos lá, sempre que chegavamos perto do tal do Zytglogge (não me pergunte como pronuncia, por favor!) havia uma boa quantidade de turistas olhando pra cima, apontando suas câmeras à espera dos movimentos do relógio astronômico.

Sinceramente, não achei nada tão excepcional, mas com certeza ir a Berna e não ver este relógio é o mesmo que ir a Londres e não ver o Big Ben. Então #ficadica.

Olhaí os turistas! =D
Olhaí os turistas! =D

Berna - Relogio Astronomico

9) O povo da capital da Suíça é muito acolhedor

Foi em Berna que nos hospedamos pela primeira vez na vida em um esquema de Couch Surfing (hospedagem gratuita em sofás, colchões e camas extras em casas de locais). Pois é, era lua de mel, mas viajantes econômicos não se importam com isso, né? :)

E aí que na busca por um lugar para ficar recebemos resposta positiva de várias pessoas. E isso só aconteceu lá. Tentamos também em Munique (onde ninguém queria abrir as portas da casa de graça em tempos de Oktoberfest – justo?!) e em Berlim, mas só rolou mesmo lá. Optamos por ficar na casa do casal da foto abaixo porque eles pareciam gente boa. Se eram mesmo a gente conta no post detalhado sobre a experiência. Aguaaarde! ;)

Berna - Couch Surfing

 10) Berna tem cerveja artesanal de qualidade! \o/

Cervejeiros de carteirinha, no nosso critério de avaliação de uma cidade é claro que está o fato de ela ser ou não boa para quem aprecia uma boa berinha. Assim, ficamos super-ultra-hiper-mega felizes quando descobrimos, logo no começo do nosso primeiro dia em Berna, que na cidade tinha uma microcervejaria com um bar na beira do Rio Aar que servia ótimas birras.

Berna - cerveja artesanal--

Olha a alegria da menina! :)
Olha a alegria da menina! :)

Meus 10 motivos apresentados, afirmo com convicção: há muito mais de Berna para fazê-lo querer visitar a cidade. Incluo aqui as comidas gostosas, o transporte público de qualidade, a organização, a limpeza e até o fato de ser possível comer bem gastando pouco por lá. É sério. Eu juro. E não tô falando em Mc Donald’s, não. Mas esta dica que considero a dica de ouro que trouxemos de lá eu conto logo mais. ;)

Gostou do post? Faz a alegria da blogueira; comenta!

Foi pra Berna e incluiria outro item na lista, comenta. haha

Nos vemos em breve.

Beijobeijo,

Nah.

Ei, você, vem pro abraço!

curitiblogandoCuritibanos da gema, João e eu nos incomodamos muito com o clássicos clichês que ouvimos sobre nós e nossos conterrâneos… “Ih, todos os curitibanos são muito frios. Se for pra lá, nem tente fazer amizade com um local. Vai ser impossível”. “Sério que você é curitibana? Mas te achei tão simpática!”. “Em Curitiba, ou você conversa com quem vem de fora ou ficará sempre sozinho. Os curitibanos só são amigos dos seus amigos”.

Tá, talvez eu tenha exagerado, mas é inegável que sofremos bullying. Por parte de quem eu confesso que não sei. Talvez de nós mesmos, que colocamos na cabeça que todo mundo tem essa visão da gente e incorporamos essa imagem. Mas, enfim, basta conhecer a gente um pouquiiiinho pra saber que por aqui essa história é um super migué. Somos super simpáticos, pô. =D

Nós, nossas famílias, nossos amigos e todos os blogueiros lindos do Curitiblogando. E queremos mostrar isso pro mundo…

Curitiblogando - Vem pro abraco-7

Vem pro abraço!

E encontramos uma maneira bem legal de mostrar isso. Como? Promovendo um evento em que daremos um abraço sem cobrar nada a qualquer um que pedir. hihi. Que dizeeeer, sem cobrar nada, não. Pediremos em troca doações para duas instituições carentes da nossa cidade. Nada mais justo, né? (até porque não sei se alguém ia querer um abraço nosso sem um motivo nobre. Mas abafa o caso) :)

Curitiblogando - Vem pro abraco-

Ah, e sabe o que mais? Presentearemos um dos participantes da ação com uma viagem de trem para Morretes (para duas pessoas!)! \o/

Para concorrer, basta aparecer no Parcão domigo, fazer uma foto bem legal, postar no Instagram com a hashtag #vemproabraço e cruzar os dedos. A foto mais legal leva.

Viu como a gente pode ser legal, simpático e “caliente” como qualquer outro brasileiro? ;)

#vemproabraço

Curitiblogando - Vem pro abraco!

Não vai esquecer, hein?

 

O que fazer em Londres esta semana? (12-18/08)

Olha a segundona aí, minha gente! E com ela, nossa seleção de sete bons programas para curtir esta semana em Londres! \o/

Mas antes, um lembrete: quase todos os posts desta categoria têm dicas que valem não só para os dias seguintes, mas também para os próximos meses. Então, se você não tá na terrinha amada agora, mas planejando uma viagem para logo mais, clique aqui, leia todos os posts e organize sua trip com tranquilidade! ;)

Isto posto, meu nobre (Fernando Gomes feelings), vamos ao resultado da minha pesquisa dominical…

O que fazer em Londres - Opening the Olympics

Opening the Olympics - Londres

O Museum of London, um dos nossos museus preferidos em Londres (entenda por que clicando aqui), está promovendo uma exposição em “homenagem” aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos que aconteceram no ano passado em Londres.

A exposição, que fica em cartaz até o dia 31 de outubro, reúne objetos, roupas e histórias de pessoas que estiveram envolvidas na organização dos jogos e também de quem participou dele ativamente. O vídeo abaixo conta mais.

A entrada é gratuita e tudo o que você precisa saber para programar sua visita ao museu você encontra aqui.

Joao Bosco

Em julho, Hermeto Paschoal se apresentou no Ronnie Scott’s jazz club, um dos mais antigos e tradicionais clubes de jazz de Londres. Nesta semana (segunda e terça), a casa recebe outro brasileiro: João Bosco.

Os ingressos custam entre £25.00 – £40.00. Se interessou e quer saber mais? Clique aqui.

sensational butterflies

sensational butterflies-

Não sei você, mas eu acho que um dos bichos mais bonitos e interessantes do mundo é a borboleta. A “trajetória” dela me impressiona e as características me encantam. Tantas cores, “estampas”, tamanhos… ai, amo! :)

E aí que por conta desse fascínio que as borboletas exercem sobre mim não podia deixar de indicar a você a exposição Sensation Butterflies, que está rolando no belíssimo Natural History Museum até o dia 15 de setembro (com ingressos a £4,50). O vídeo abaixo mostra um pouco do que você pode esperar…

Incrível, né? :)

Informações detalhadas você encontra no site do museu. Acesse e anime-se para ver tudo isso de perto!

under the stars - Londres

under the stars

De quarta a domingo, o Central Park (East Ham) será palco de um festival musical gratuito. A cada dia, um novo estilo musical e novos artistas. Indo do jazz à The Royal Philharmonic Orchestra. Uma excelente pedida para esta semana. Sempre a partir das 18h30. Você definitivamente não pode perder. Clique aqui, saiba mais e programe-se!

beer festivals

CAMRA-Beer-Festival-2012-135-307x205Dois suuuper festivais cervejeiros rolam este fim de semana em Londres. Aliás, se você quiser a semana toda pode ser cervejeira, porque The Great British Beer Festival começa na terça-feira!

Nele, você poderá saborear centenas de boas birras locais e importadas. A lista de todas as cervejas está aqui. Pois é, amigão, coisa boa!

 Os ingressos custam a partir de £8 e você pode comprar antecipadamente por aqui.

Logo na sequência, entre sexta e domingo, rola o London Craft Beer Festival, perfeito para quem curte uma boa cerveja artesanal. Serão 18 cervejarias, 100 cervejas e três dias para você ter tempo de provar todas elas com calma! =D

Absolutamente TUDO o que você precisa saber está aqui e você pode comprar seu ingresso clicando aqui. Representa a gente, vai! ;)

CANARY WHARF JAZZ FESTIVAL

Com uma programação super legal e gratuita (!), o Canary Wharf Jazz Festival promete ser uma excelente forma de curtir o fim de semana em Londres. Clique aqui, dê uma olhada na programação e decida quando ir.

PREMIER LEAGUE

Uma das mais disputadas ligas de futebol do mundo terá o apito inicial da temporada 2013-2014 entoado neste sábado. E quem mora em Londres ou planeja ir à cidade logo mais pode ter o prazer de assistir a incríveis jogos se estiver disposto a buscar ingressos pelos sites oficiais dos clubes, comprar com dias de antecedência nas bilheterias ou buscar com cambista mesmo (quemnuncané?).

João e eu, como bons loucos por futebol (ESPN feelings) recomendamos a experiência. No site do campeonato você encontra informações sobre os clubes, sobre os jogos, fotos, vídeos, classificação e muito mais. Não deixe de acessar!

E se você quer marcar presença já na primeira rodada atenção aos jogos:

Sábado

  • Liverpool x Stoke City
  • Sunderland x Fulham
  • West Brompton x Southampton
  • Swansea City x Man United
  • West Ham x Cardiff City
  • Norwich City x Everton
  • Arsenal x Aston Villa

Domingo

  • Crystal Palace x Tottenham
  • Man City x Newcastle
  • Chelsea x Hull City Tigers

Pra escolher pra qual time torcer, que tal dar uma olhada no guia dos times que a BBC fez? Tá aqui. E para saber a programação completa do campeonato e poder se organizar para assistir alguns jogos vale clicar aqui.

Agora é com você! Veja qual (ou quais) das dicas te interessa(m) e programe uma semana maravilinda! ;)

Se aproveitar qualquer coisa conta pra mim, tá? Vou ficar super feliz.

Beijobeijo,

Nah.

O incrível caso da bicicleta roubada (e recuperada) em Londres

No início desta semana, nossa leitora e amiga virtual Mari Arakaki contou no Twitter que a bike do seu marido tinha sido roubada em Londres e que eles estavam pertinho de recuperá-la. Curiosa, pedi que ela me contasse essa história com mais detalhes. Achei tudo tão interessante que perguntei se podíamos contar a história aqui no blog. Ela topou, respondeu umas perguntinhas e hoje você conhece o incrível caso da bicicleta roubada (e recuperada) em Londres! =D

Mas, antes do relato da Mari, alguns números para você entender a realidade dos ciclistas ingleses…

  • Os ingleses passam em média 23 meses com suas bikes antes de elas serem roubadas (sendo que quando as compram esses ciclistas dizem pretender ficar com suas magrelas por 10 anos!);
  • Um em cinco donos de bicicletas tem sua parceira de pedaladas roubadas em até 6 meses!;
  • Pesquisas revelam que o número de roubos a bicicletas cresceu 7% no ano passado, mas esse dado pode ser ainda pior já que estima-se que apenas um terço dos furtados relatam o caso à polícia – isso porque quase metade dos outros dois terços (49%) não acha que compensa o esforço e 24% simplesmente acredita que a polícia não dará a mínima para esse tipo de crime;
  • Em 2011 a polícia recebeu registros de 114 MIL bikes roubadas na Inglaterra – 26 mil só em Londres. É muita coisa, nénão?;
  • E, pasme, até sua casa pode não ser um lugar seguro para sua bicicleta. Três em 10 órfãos de bike disseram que as suas bicicletas foram levadas da garagem de casa. =/

Fontes dos dados: BBC e Road.cc

Pois é, minha gente, além de enfrentar os perigos naturais de se pedalar (este post do Londonist mostra onde é mais perigoso andar de bike em Londres), os ciclistas londrinos e ingleses têm muito com o que se preocupar no que diz respeito à segurança DA bike. :(

Escolher um bom cadeado para prender sua bicicleta por aí é um bom começo. O que é um bom cadeado? Este vídeo explica:

Tá, mas o que você quer saber MESMO é da história da Mari, né? Okok, vamos lá! :)

Como tudo começou…

No domingo passado (04/08), a Mari e o Fernando (marido dela) iam receber alguns amigos para o almoço e o Fernando precisava comprar algumas coisinhas que estavam faltando para o rangones. Chegou lá e fez o de costume: parou a bike no paraciclo e prendeu com corrente e cadeado. 15 minutos depois, quando voltou, a bike tinha sumido. :(

A Mari não tem fotos da bike deles, então vou ilustrar o post com imagens nossas. E, oha, garanto pra você que se a bicicleta roubada tivesse sido  essa aí talvez hoje eu não estivesse aqui para contar a história. Na revolta do marido eu poderia ter dado adeus à vida. hahaha. Drama à parte, a Gigi, como o João chama a bike dele, é importante demais para o meu excelentíssimo...
A Mari não tem fotos da bike deles, então vou ilustrar o post com imagens nossas. E, oha, garanto pra você que se a bicicleta roubada tivesse sido essa aí talvez hoje eu não estivesse aqui para contar a história. Na revolta do marido eu poderia ter dado adeus à vida. hahaha. Drama à parte, a Gigi, como o João chama a bike dele, é importante demais para o meu excelentíssimo…

Naquele dia, com as visitas em casa, o casal preferiu não investigar o roubo. a Mari apenas entrou em contato com a polícia e informou o que tinha acontecido.

Na segunda-feira, porém, enquanto o marido trabalhava ela resolveu entrar no Gumtree (que tem fama de ter muitas bicicletas roubadas à venda) para ver se a magrela estava lá e, pum, a primeira que apareceu quando ela buscou pela marca foi justamente a deles. =O

“Entrei em choque! Quase não tinha informações, falava apenas que a bicicleta custa originalmente £500 e ele ‘fazia’ por £150! Um absurdo!”.

Sujeitinho safado esse, hein?

Corre nos canos da Gigi o sangue viajante. Olha aí ela com suas parceiras de estrada! :)
Corre nos canos da Gigi o sangue viajante. Olha aí ela com suas parceiras de estrada! :)

E aí que a Mari não deixou barato, né? Menina esperta, ligou pra polícia e… teve uma decepção. “Tinha toda certeza do mundo que eles iam pegar as informações (anúncio e telefone) e ir atrás do cara, né? Sonho meu! Não pegaram o número do anúncio nem o telefone. Disseram que em alguns dias alguém me telefonaria para pegar mais informações”, contou. Poutz. :(

Como você pode imaginar, isso deixou a Mari de cara (pra usar uma palavra leve). “Eu estava com as informações na mão e ninguém ia fazer nada? Eu disse para a policial que me atendeu que nesses ‘alguns dias’ a bicicleta já teria sido vendida, o chip do telefone jogado fora e eu nunca mais veria nem a cor dela! E ela calmamente me explicou que tinham muitos outros casos para serem resolvidos antes do meu (realmente é compreensível, afinal é só uma bicicleta, mas na hora eu estava revoltada!)”. A gente super te entende, amore. :)

Policial Mariana Arakaki Camargo Stefani em ação

bike-post1Se as verdadeiras autoridades não iam fazer nada, a Mari decidiu que devia fazer. Começou buscando no Google casos parecidos ao dela e encontrou a história de um rapaz que resolveu marcar ele mesmo o encontro com o “vendedor” e se inspirou nela…

“Eu mesma ia atrás desse ladrãozinho! Fiz um e-mail falso e mandei uma mensagem no anúncio dizendo que eu tinha interesse na bicicleta. Em menos de um minuto o dito cujo respondeu. Trocamos uns cinco e-mails e combinamos de nos encontrar em um ponto turístico aqui de Londres no mesmo dia para eu ‘comprar’ a bicicleta!”.

Boooooa, Mari! =D

Depois de combinado a hora e local com o cara resolvi ligar para a polícia para avisar o que eu ia fazer. Nossa, eu podia ter falado que eu ia colocar uma bomba no parlamento que eu teria a mesma reação! Em menos de 30 minutos 5 policiais diferentes me ligaram desesperados! Diziam para eu não podia ter feito isso, que eu podia me machucar. Eu disse que eu entendia os riscos e por isso estava pedindo ajuda para a polícia! Em algumas horas e após muuuuitas ligações da polícia tudo foi arrumado! A polícia ia se encontrar com o ladrãozinho no meu lugar! \o/”.

Aí sim, seu puliça!

quer lugar melhor que esse pra pedalar?
Imponência britânica sendo honrada. A gente curte!

O esquema armado

Uma policial feminina disfarçada ia se passar por mim enquanto outros 10 (DEZ!!!!) policiais iam ficar de tocaia. Antes do encontro uma policial veio aqui em casa falar comigo para pegar todos os detalhes e meu depoimento. Imagina a minha surpresa quando a policial me fala que esse rapaz é ‘conhecido’ da polícia (reconheram pelo número do telefone dele), que ela mesmo já tinha prendido ele três vezes (creio que seja menor de idade)! Me pediram para de maneira alguma chegar nem perto do local do encontro. E assim fiquei em casa! Quando meu marido chegou do trabalho ficamos os dois olhando para o telefone esperando a ligação. Eu morria de medo do cara não aparecer! Quase caí da cama quando meu telefone tocou 30 minutos depois da hora do encontro. Era a policial responsável dizendo que tinham pegado o cara e estavam com a bicicleta! =D”.

UHUHUHUUUU! #todascomemora

Mas e aí, Mari?

“Quando a polícial me disse que conhece o cidadão eu tentei pegar o máximo de informação possível! Ela me tranquilizou dizendo para não ter medo, que ele não é ‘perigoso’, que ele é ladrãozinho de bicicleta, mas só! Eles me disseram que agora reuniram informações suficientes para manter ele preso! Tomara mesmo!”.

Tomara mesmo. E tomara que ninguém mais tenha suas bikes roubadas por este “cidadão”. Hunf.

Mari, amada, obrigada por contar sua história por aqui. Que sirva de lição pra todo mundo que nos acompanha e que pensa em pedalar em Londres. :) Aliás, sobre isso tenho algumas sugestões de leitura…

1) O London Cycling Campaign fez um post sobre o que fazer em caso de bike furtada. O post está aqui. Aliás, vale a pena conhecer o projeto London Cycling Campaign (clicando aqui) e se animar para pedalar mais por Londres. :)

2) A City of London Police tem ótimas dicas de segurança para quem pedala aqui.

3) Este site é tipo um catálogo de bikes roubadas no Reino Unido. Vale a pena dar uma olhada e, quem sabe, ajudar um ciclista a recuperar aquela que você viu rodando por aí. ;)

4) Não esqueça que as bikes de aluguel são uma ótima opção para pedalar na cidade. Falamos sobre elas aqui e aqui.

É porque podem haver vários “riscos” do pedal em Londres (e em qualquer lugar), mas não há nada como conhecer uma cidade sobre duas rodas. Meu marido que o diga…

<3
<3

Bom fim de semana! ;)

Beijobeijo

Act like a local – Viena

Nas últimas três semanas, tivemos a oportunidade de conhecer Bruxelas, Bruges e Antuérpia e Budapeste na companhia da minha amiga Thalita Uba na série que chamamos de “Act like a local” – já que ela trouxe dicas fora do roteiro turístico basicones (coisa que a gente ADORA, né? :). Hoje, na última parada dessa viagem super legal, vamos a Viena, que na minha bucket list tá por um motivo mais do que especial: o “Schiebel”, meu sobrenome paterno, é originário de lá (da Áustria, não especificamente de Viena). :)

Mas, enfim, o post da Thali tá excelente e imperdível. Embarque com ela!

Eis que chegamos ao fim dessa nossa viagem maravilhosa pela Europa dos europeus. Este último post da série tem uma conotação muito especial pra mim, pois é sobre o país que me acolheu quando eu era uma adolescente chata e boba durante um ano – que se tornou, até hoje, o ano mais importante da minha vida. Meine Damen und Herren, herzlich willkommen in Wien!

Fonte: www.stadt-wien.at
Fonte: www.stadt-wien.at

Viena – Wien

A linda capital da Áustria tem cerca de 2,3 milhões de habitantes espalhados por 415 km2. Por três vezes (em 2007, 2011 e 2012), Viena foi eleita a melhor cidade para se viver no planeta (segundo a pesquisa “Qualidade de Vida no Mundo”, realizada pela Mercer). Antiga capital do império Austro-Húngaro e residência oficial da dinastia Habsburgo, o centro histórico da cidade é, desde 2001, patrimônio da Unesco, e suas raízes artísticas fazem com que Viena seja conhecida por muitos como a maior referência de música clássica dentre todas as cidades europeias.

 Act like a local in Wien

Pra começar, uma dica não muito agradável: se você não é fumante e não gosta de cigarro, prepare-se para passar por algumas situações desconfortáveis. Em pleno 2013, a maioria dos bares e cafés de Viena ainda permite que se fume em seus interiores. E olha, o pessoal fuma, viu? Fuma pacas, é impressionante. Então é importante tentar não se incomodar tanto com isso, senão você não vai aproveitar tudo que a cidade tem de bacana e interessante.

Deixando o fumacê de lado, pra viver como um bom vienense é preciso se inspirar um pouco nos curitibanos. Isso mesmo: os vienenses são um povo um tanto fechado, desconfiado, que vive reclamando disso e daquilo (mesmo morando em uma das melhores cidades do continente). Parece familiar aos meus colegas das araucárias? :) Eles não costumam, portanto, ser muito simpáticos e calorosos com os turistas, não. Mas como nós não somos turistas quaisquer, somos muito mais espertos e bonitos, vamos tirar tudo isso de letra e aproveitar ao máximo a terra da valsa. ;)

Pois bem, o pessoal de Viena – como de toda a Europa, essencialmente – adora ficar ao ar livre. Seja para bater papo, estudar, ler, fazer um piquenique ou simplesmente ficar de bobeira, os austríacos marcam presença diária nos diversos parques e praças da cidade. Os parques mais visitados pelos turistas são o Volksgarten e o Burggarten, pela proximidade com o centro histórico. Por isso, a gente vai correr pro outro lado, pro Stadtpark, que é um pouquinho afastado do centro, mas é um dos maiores da cidade. É lá que tem a famosa estátua do Strauss, o pai da valsa, mas os turistas costumam passar só pra tirar foto e ir embora correndo. Mas você, que é uma pessoa inteligente, vai aproveitar pra encher a sua garrafinha d’água no bebedouro público que tem lá (e que muitos não sabem que existe) e, de quebra, escutar uma música deliciosa, pois por ali sempre tem artistas de rua tocando algum instrumento.

Act like a local - Viena - Strauss
Pai da valsa…

Depois de um gostoso passeio pelo parque, hora de repor as energias (e as calorias) com uma deliciosa torta Sacher, certo? Errado! A torta típica do famoso hotel é até gostosa, mas ao invés de passar meia hora na fila ao lado de um monte de turistas tagarelas e gastar uma nota por um pedacinho de bolo de chocolate (que é, essencialmente, a que a torta Sacher se resume) seja um bom vienense e vá comer uma bela salsicha recheada com queijo, a deliciosa Käsekrainer, acompanhada de uma cerveja local – Gösser, Stiegl e Ottakringer são as mais populares. Se estiver calor, pedir uma Radler (cerveja feita com limão) é obrigatório. E para os que não conseguem viver sem um docinho, um Strudel sempre cai bem (e pra quem não resistir e quiser mesmo provar a torta, saiba que a receita dela não é segredo pra ninguém – apesar de eles dizerem que é – e praticamente todas as confeitarias a servem por um preço bem mais em conta do que o hotel).

Act like a local in Viena
Käsekrainer – Fonte: www.wildhandel-wieser.at | Ottakringer Radler – Fonte: www.austriansupermarket.com | Strudel – Fonte: www.pizzeria-diavolo.at

 Os vienenses costumam passar horas em cafés lendo, trabalhando ou simplesmente relaxando. Pra quem gosta de fazer o mesmo, uma boa dica é o Café Club International, onde muitas das figuras clássicas locais costumam dar as caras. Esse café fica na praça Yppenplatz, uma das mais populares entre o pessoal local por conta das suas inúmeras opções – desde loja de geleias caseiras até livrarias antigas.

Outra atração bem popular em Viena são os Strandbars, ou “bares de praia”. Mas como assim, bares de praia? Viena não tem praia! Pois é, por isso mesmo os caras têm que improvisar. Pegue um monte de areia, coloque na beira do rio (o Danúbio, no caso), encha de cadeiras de praia e guarda-sóis, monte um barzinho com garçons bronzeados no meio e pronto! Você tem um Strandbar. É pra lá que todo mundo vai depois do expediente quando tá aquele solzão bonito (que, lá, só se põe perto das 22h). Um dos mais populares e divertidos é o Herrmann, que tem uma localização privilegiada e várias promoções de happy hour.

Fonte:  www.strandbarherrmann.at
Fonte: www.strandbarherrmann.at

Por fim, pra fechar esta viagem com chave de ouro, nada de consertos caríssimos na famosa ópera (já fomos à ópera em Budapeste, lembra? Por bem meno$$$), o negócio é curtir o bom e velho rock ‘n’ roll de uma banda local na Arena, um antigo matadouro transformado em casa de shows nos anos 70. Às vezes, eles transformam a pista em um grande cinema ao ar livre, então o negócio é se informar antes pra ter certeza do que vai estar rolando no dia.

E assim chegamos ao fim desse nosso breve passeio pela Europa dos locais! Espero que vocês tenham curtido as minhas dicas e que possam colocá-las em prática o quanto antes! Aqueles que quiserem continuar lendo coisas minhas, podem ficar ligados no Entretenha-me, onde eu e outros malucos damos dicas de cinema, música, literatura e cerveja diariamente. À Natasha, essa menina linda, querida e cheirosa, o meu agradecimento imenso por essa parceria tão legal e divertida! E aos leitores do Pra Ver em Londres, beijos, abraços e tapinhas nas costas (o que convier a cada um, vocês decidam). Até mais ;)

Owwww, Thali, que delícia de post de encerramento da série. Amei muito! :)

Sempre que quiser aparecer por aqui sinta-se à vontade. Para nós será um prazer ter acesso às suas dicas quentíssimas.

Beijobeijo!

 

 

O que fazer em Londres esta semana? (05-11/08)

Eu sei que datas como o Dia dos Pais existem mais para aquecer o comércio do que por qualquer outro motivo, mas como sou daquelas pessoas que adora um motivozinho extra pra dar e receber presente amor, achei que não podia deixar de começar o post de hoje homenageando o meu pai e todos os pais que nos leem. Afinal, a semana que se inicia hoje termina com o dia deles, e a gente é quem é porque eles fizeram o que fizeram por nós, né? :)

Dads, gosto muito!
Dads, gosto muito!

Claroclaro que separei um programa com cara de pai e filho pro domingones, mas antes dele tem outras seis sugestões que espero que você curta. Vamos lá?

O que fazer em Londres - mexico-a-revolution-in-art-

O que fazer em Londres - mexico-a-revolution-in-art

O que vem à cabeça pra você quando o assunto é “México”? Eu logo penso em comida bem temperada (e gostosa. Hummm!) e muitas cores. Do “muitas cores” vem, claro, arte. E arte boniiiita.

A exposição Mexico: A Revolution In Art, 1910-1940, em cartaz na Royal Academy of Arts até 29 de setembro, é uma das provas disso…

A entrada custa £11 e todas as informações que você precisa para programar sua visita estão aqui. Não deixe de ir. ;)

O que fazer em Londres - Thames Cultural Cycling

Pedalar em Londres é sempre uma delícia. Com um verão maravilhoso como o deste ano fica melhor ainda. Assim, para comemorar os 3 anos de Boris Bike (as bicicletas de aluguel da cidade, que a gente testou antes mesmo de serem oficializadas, lembra? Também falamos delas aqui e aqui) sugerimos que esta semana você alugue a sua e faça o Thames Cultural Cycling Tour, um roteiro suuuper legal que o VisitLondon sugere aqui – com informações extras aqui.

 bike-post1

Pare e pense: é legal, diferente e barato. Não podia ser melhor, podia? :)

O que fazer em Londres - dinosaur-zoo

Quando eu trabalhei na Disney (não sabia? Falei sobre isso aqui), “meu brinquedo” era o Dinosaur. E apesar de no começo eu MORRER de medo dos dinossauros – tinha CERTEZA que um dia eles iam escapar e sair correndo atrá de mim. haha -, no fm eu acabei me apaixonando por eles… <3

 Assim, quando vi que ia rolar dinos no Regent’s Park Open Air Theatre (que indiquei neste post!), dei pulinhos de alegria e resolvi colocar na lista de sugestões desta semana! :)

Pois é, eu sei que é bem infantil. haha. Mas, pô, às vezes é bom voltar a ser criança, nénão? Aproveita o clima de Dia dos Pais pra relembrar a infância e viver a experiência de interagir com dinossauros. ;)

Clique aqui para saber mais e comprar seu ingresso (a partir de £15.00).

O que fazer em Londres - Camden Lock Summer Night Markets

Todas as quintas-feiras até dia 29/08 Camden Town ganha um brilho extra com o Camden Lock Summer Night Markets, que reúne bons drinks, torneios de ping pong, música ao vivo, comida de rua de qualidade e muito mais. Interesting, hun? Clique aqui, saiba mais e programe-se para ir. Com certeza vai valer a pena!

O que fazer em Londres - Camden Lock Summer Night Markets-

 O que fazer em Londres - Watch This Space

 Curte uma boa peça de teatro, mas curte também economizar boas librinhas? Esta sugestão é pra você!

Ao longo do mês de agosto, às sextas e sábados tem teatro de graça na frente do National Theatre. A programação completa está aqui. #ficadica

O que fazer em Londres - Film4 Summer Screen

Entre 8 e 21 de agosto os jardins da Somerset House se transformam em sala de cinema e os londoners e turistas têm a oportunidade de assistir a ótimos filmes tendo o céu como teto…

Boa parte dos filmes já estão com os ingressos esgotados, mas ainda há algumas opções com vagas livres. Sinceramente, mesmo que o filme não seja o que você mais quer ver, acho que vale a pena pela experiência.

Tudo o que você precisa saber para garantir seu ingresso e programar esse dia inesquecível você encontra aqui e aqui. Aproveite!

O que fazer em Londres - Ping

image

Pro domingão de Dia dos Pais no Brasil sil sil (no Reino Unido o terceiro domingo de junho marca a data!), minha sugestão é simples: que tal jogar ping pong para relembrar a infância?

Sim, porque acredito que a maioria dos nossos leitores que está em Londres ou estará no domingo não estará com seus pais, certo? E aí, o bom mesmo é relembrar coisas que vocês faziam juntos. Uma partidinha de ping pong é um bom exemplo. E como em Londres há mesas gratuitas espalhadas pela cidade, a dica vem em boa hora.

Neste site você encontra os endereços das mesas e os eventos programados. Anima? :)

Well, e por hoje é só. Espero que você possa aproveitar pelo menos uma das dicas reunidas aqui e que depois me conte como foi.

Boa semana e um Feliz Dia dos Pais!

 

Beijobeijo,

Nah.

Ei, aproveita que você tá por aqui para assinar nossa newsletter! ;)

[mc4wp-form]