Um ano novo molhado (e divertido) em Londres

*Post escrito em 2014, mas atualizado em 2016 (no fim tem dicas para você que vai curtir a virada de 2016 para 2017 em Londres!)

Sabe aquelas imagens que bombaram no Facebook há algum tempo, que mostravam uma cena como a família pensa que é, como os amigos pensam que é, como você pensa que é e como na verdade é?

Então, eu poderia muito bem abrir este post fazendo uma montagem dessas para falar da nossa primeira experiência de Ano Novo em Londres.

Quer dizer, poderia, não. É isso que eu vou fazer. Toma aí:

Bom, como já deu pra entender, a gente não viu os fogos de pertiiiinho, então as fotos da expectativa não são nossas - são do jornal britânico Daily Mirror. A galera de fotos completa deles está aqui.
Bom, como já deu pra entender, a gente não viu os fogos de pertiiiinho, então as fotos da expectativa não são nossas – são do jornal britânico Daily Mirror. A galera de fotos completa deles está aqui.

hahaha. Desculpa o clichezão, mas achei muito apropriado. :)

Mas antes que você fique com dó da gente, já adianto que nosso primeiro Réveillon em terras londrinas foi divertidíssimo. E nos mostrou que nem sempre é preciso fazer o que todo mundo diz que é “A” opção de ______ (insira aqui o evento de sua preferência) para viver momentos inesquecíveis.

Ano Novo em Londres: a expectativa e a realidade

Ver os fogos da London Eye do outro lado do Tâmisa (ou de “dentro” do rio) é o sonho de (quase) todo mundo que vai a Londres para passar o Ano Novo, certo? Pois é, e era o nosso também.

Mas em uma pesquisa rapidex por outros blogs de viagem (links no fim!) vimos que, poutz, a função para ver os fogos nas ruas próximas à roda gigante não era bem o nosso tipo de programa preferido (teríamos que chegar meeeega cedo, tomar um chá de espera, aguentar empurra-empurra, etc. etc. etc.). Além disso, achamos os preços dos barcos com jantar + vista para os fogos meio salgados, então logo descartamos essa opção.

Nos restou, então, procurar um lugar alto (e menos muvucado) para apreciar o show – que, sim, é incrível!

E opções para isso não faltam. Tem pra quem não quer pagar nada – como Primrose Hill e outros parques localizados em regiões altas da cidade -, e para quem quer aproveitar pra participar de uma festa – como restaurantes que ficam em prédios altos (links para boas opções no fim do texto).

Com o convite do nosso amigo Chico para nos juntarmos a ele e seus roommates em Canada Water, acabamos assistindo no Stave Hill, que fica ali pertinho.

Stave_Hill,_Rotherhithe,_London_-_May_2008
A foto é da página da Wikipedia que apresenta o Stave Hill. Como fomos apenas à noite, direto para ver os fogos, e estava lotado (e chovendo), não conseguimos fazer um registro oficial do lugar. :) – Link para a página original está aqui.

A experiência de ver os fogos na chuva e de um morrinho

Nossa noite de 31 de dezembro de 2013 foi MUITO legal. Chegamos cedo à casa do Chico para ajudar nos preparativos da “ceia”. O cardápio? Um belo churrasco brasileiríssimo, comandado pelo time dos homens – Chico, marido e uns amigos do nosso conterrâneo.

Mas vou te contar que os meninos tiveram dificuldade pra acender o fogo. haha. Primeiro, o carvão não “funcionava” (e isso existe, gente?). Depois, a chama não ganhava força. Mas tão logo a fumaceira se esvaiu e  fogo finalmente começou a esquentar a galera que usava a churrasqueira de lareira (inverno, né?), a picanha começou a virar realidade. OMG, que dia feliz!! =D

Foi engraçado ver os amigos gringos do Chico experimentando essa iguaria da culinária brasileira e fazendo caras e bocas de “Hummm… que delícia”. :)

As meninas da festa se encarregaram dos bebes (tinha gelatina turbinada top!) e dos doces (dos deuses).

Papeamos bastante e quando faltavam uns 20 minutos para a meia-noite nos mandamos para o Stave Hill.

5, 4, 3, 2, 1… Feliz Ano Novo!

Sabe aquele morrinho da foto ali de cima? Então, ele estava beeem cheio quando a gente chegou na área. Além de tomado de gente, o Stave Hill também estava tomado de guarda-chuvas (a garoa fina engrossava à medida que 2014 se aproximava!), de simpatia (todo mundo virou amigo imediatamente) e de ansiedade, porque o que a galera queria mesmo era iniciar a contagem regressiva e ver os fogos famosos, que apareceriam no céu a alguns quilômetros de distância.

Esse era um daqueles dias de bastante vento em Londres. Não havia um guarda-chuva “quieto”. O que mais se via eram umbrellitchas indo e vindo. Mas, sinceramente, isso deixou a festa ainda mais divertida. Na hora da virada, estouramos um espumante, nos abraçamos dizendo nossos votos por um 2014 maravilhoso e admiramos, maravilhados, os fogos que abriram o novo ano.

Amigos são tudo na vida, né? Depois de um Natal delicioso na casa da Liliana e do Klaus, a companhia do Chico para o Réveillon foi a melhor possível. Obrigada, amigo! :)
Amigos são tudo na vida, né? Depois de um Natal delicioso na casa da Liliana e do Klaus, a companhia do Chico para o Réveillon foi a melhor possível. Obrigada, amigo! :)

Ano Novo em Londres - London Eye - The Shard

Pra Ver em Londres - fogos de ano-novo (1 de 1)

Claro que não tivemos a vista mais privilegiada do mundo, mas valeu muito a pena. Foi divertidíssimo. :)

A vista de cima de hoje! #londoneye #london #londres

Uma foto publicada por Pra Ver Em Londres (@praveremlondres) em

Quem é que não queria ver os fogos desse ângulo aí? ahahaha. Mas até por motivos de segurança, não rola, não. Procure um canto pra chamar de seu e se divirta. É esse o barato da vida. ;)

Feliz Ano Novo!

Com essas boas lembranças do Ano Novo em Londres do ano passado, encerro o post de hoje indo ali arrumar minha mala para a viagem que vai encerrar 2014 e iniciar 2015 para nós.

Só temos a agradecer por esse ano que está chegando ao fim. Foi muito, muito bom. E você, que tá sempre por aqui, tem culpa no cartório por isso. Então, mais uma vez, muuuito obrigada. :)

Que o seu fim de ano seja liiiindo. Em Londres, na sua terra natal ou em qualquer outro canto do mundo.

Nos vemos em 2015! ;)

Beijão,

Nah e João

Programe-se para ver 2017 chegar em Londres!

  • O Metro UK tem boas dicas pra você ver os fogos da London Eye sem gastar nada. Clique aqui para ter acesso à lista.
  • A Time Out London tem um guia completo para você que vai curtir a virada do ano em Londres. Tá aqui!
  • A Helô Righetto já viu os fogos da London Eye de um barco no Tâmisa. Ela contou aqui como foi a experiência.
  • A Luiza Ferrari fez um guia pra quem quer ver os fogos das ruas próximas à London Eye. Tá aqui. Só importante lembrar que este ano pra ver de pertinho tinha que comprar ingresso antecipadamente.

Uma história de Natal em Londres

O clima de Natal chegou sexta-feira aqui em casa. Ele veio com o início das nossas férias (\o/) e com esta cena:

Essa fofura é o nosso afilhado João Gabriel, que alegra nossas vidas com esse jeitinho lindo de ser. :) #dindababona

E aí que o “click natalino” fez eu me dar conta que ainda não tinha falado aqui sobre nossa experiência no Natal em Londres. Pra acabar já com esse problema, abri um vinho branco, pedi para o João editar umas fotos e tô aqui escrevendo essas linhas pra você. :)

Minha ideia é falar sobre quatro aspectos que, na minha opinião, tornam o Natal em Londres tão especial. Tem bastante link espalhado no texto. Use-os para programar os seus próximos dias na terrinha – ou pra sonhar com o Natal do ano que vem, de 2016, de 2017… o importante é sonhar! ;)

Escolhi uma música natalina que a gente curte (e que tocou enquanto estávamos no Winter Wonderland ano passado!) para embalar o post. Se quiser, dá o play e curte comigo! :)

O Natal nas ruas de Londres

Iniciei esse post dizendo que o clima de Natal chegou sexta aqui em casa. Tarde, né? É que, pra mim, Natal tem a ver com luzinhas colorindo a cidade, trilha sonora de jingle bells em tudo quanto é canto e criançada dizendo que quer ganhar “biciqueta” do Papai Noel.

Só que em terras curitibanas, pouco tinha visto do “meu Natal” até então. Pra você ter uma ideia, no nosso bairro todinho, a casa dos meus pais deve ser uma das dez iluminadas especialmente para a época – meu “dads” pira nas luzinhas. Olha só:

*hahaha. Brincadeira. Esse aí é o belíssimo Palácio Avenida, um clássico do Natal curitibano – que, aliás, a gente mega recomenda. Mas um dia meu pai chega nesse nível de decoração. Pode apostar.*

Em Londres, no ano passado, foi diferente. Já em novembro a cidade estava inteira decorada para o Natal… <3

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-2

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-20

Acredite se quiser, o acendimento das luzes de Natal das principais avenidas da cidade é sinônimo de festança. Milhares de pessoas se reúnem para gritar “ooooooh” quando as luzes são acesas pela primeira vez. :)

A gente foi ver de perto o evento da Regent Street, que tinha show com ex-Spice Girl e minha ex-musa Eliza Doolittle – ex-musa porque confesso que não ando curtindo muito a vibe atual da moça. Alguém além de mim acha que o sucesso subiu à cabeça da inglesinha?

Anyway… confesso que a experiência não foi das melhores. Tinha tanta gente, mas tanta gente, que não vimos nada dos shows. Só ouvimos algumas músicas beeem de longe e, claro, vimos as luzes se acendendo – mas não é nada fenomenal, acho que vale mais a pena observar as luzes já acesas em dias “normais”, sem tanto empurra-empurra. :)

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-24

Enfiiim… Depois de todas as luzes estarem devidamente no modo “on”, andar por Londres é igual se sentir DENTRO daqueles filmes de Natal que a gente via quando era criança, sabe? E isso, aaaaah, isso é uma delícia…

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-22

Mercados de Natal em Londres

Outra característica que torna Londres ainda mais especial no fim do ano são os mercados/feiras de Natal, que podem não ser tão imponentes como os alemães, famosíssimos no mundo inteiro, mas que ajudam a fortalecer o “espírito natalino” de quem visita a cidade nessa época.

O Winter Wonderland, que fica no Hyde Park, é o maior e mais famoso, mas há vários outros espalhados pela cidade – como na Leicester Square, em Southbank, no Victoria Park e assim por diante.

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-3

 O Londonist fez um post apresentando um montão de opções de mercados de Natal em Londres. Vale a pena conferir (tá aqui!).

Basicamente, os mercados/feiras têm comes e bebes, pista de patinação no gelo (que, aliás, é outro clássico do “Natal” londrino – a Thais, colega de blogosfera de viagem, contou sua experiência neste post), brinquedos pra você gastar suas preciosas librinhas se divertir, trilha sonora natalina… é divertido. :)

Dá uma olhada nos registros que fizemos lá no Winter Wonderland:

Fish & Chips não pode faltar, né? :)
Fish & Chips não pode faltar, né? :)
Já que a neve de verdade não veio, que tal levar um pouquinho da artificial para casa? GENTE, é uma delícia ficar pegando essa nevinha na mão. hihi
Já que a neve de verdade não veio, que tal levar um pouquinho da artificial para casa? GENTE, é uma delícia ficar pegando essa nevinha na mão. hihi
Ó aí quanto você tem que  desembolsar pra levar neve pra casa. O que acha?
Ó aí quanto você tem que desembolsar pra levar neve pra casa. O que acha?
Delicinha de bar no meio do Winter Wonderland
Delicinha de bar no meio do Winter Wonderland

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-12

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-14

Esse brinquedo é MUITO legal, gente. Um labirinto de pequenas "armadilhas" que a gente percorreu muito bêbados na Oktoberfest, em Munique.
Esse brinquedo é MUITO legal, gente. Um labirinto de pequenas “armadilhas” –  a gente percorreu um igualzinho muito bêbados na Oktoberfest, em Munique.

Deu pra ver que é legal, né? Então procura um perto de onde você está hospedado/de onde você mora ou um que lhe agrade mais e se joga. ;)

O melhor do Natal em Londres: a noite de Natal!

Tudo muito bom, tudo muito bem. Mas o melhor ainda estava por vir: a noite de Natal!

Longe da família e dos amigos da vida toda, o 24 e o 25 de dezembro tinham tudo para ser dias meio tristonhos pra nós. Mas que nada. Os queridos Liliana e Klaus (do blog Catálogo de Viagens – que se você ainda não conhece, precisa conhecer) nos convidaram a passar o feriadão na casa deles, e foi tudo incrível.

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1) (2)
Bons amigos que Londres e o blog nos deram. :) João e eu você identifica, né? Bom, Klaus é o outro homem da mesa, a de cabelo branco é Aida, amiga deles que é maquiadora da MAC do Spitalfields Market e que é uma queridona, e a gata da lindona aqui na ponta é a Liliana.

Pra começar, o cardápio estava top!

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-2 (2)

João e eu fomos atééé Willesden para buscar um lombo recheado DOS DEUSES em um açougue brasileiro que merece a indicação: Açougue Ki Carne – ou Açougue do Gaúcho (além do lombo, compramos picanha brasileiríssima pra levar pra casa. Bom demais! hehe). Além disso, Liliana mandou super bem no peru e nos acompanhamentos e a decoração estava liiiinda. Olha só:

Tanto capricho, né, gente? <3
Tanto capricho, né, gente? <3
<3
<3

Mas o ponto alto da noite foi o mico que eu paguei ha hora da abertura dos crackers – uma tradição que merece destaque porque é muito divertida.

Funciona assim: no prato de todo mundo fica um pequeno tubinho que tem um presentinho dentro (o tal Christmas Cracker). Antes da ceia, todo mundo se dá as mãos e cada um puxa um lado de um cracker. Os presentinhos caem (e a Natasha também) e com eles surgem as coroinhas de papel que todo mundo tem que usar até o final da ceia. Ah, tem também umas piadinhas que fazem a galera dar boas risadas – se bem que eu acho que meu mico foi mais engraçado. Vê o que você acha:

hahahahah

Viu um ser caindo ali no cantinho? Pois é, sou eu, essa pessoa nada desastrada. :)

Foi uma noite agradabilíssima! E como dia 25 é feriado e não tem ônibus, metrô, trem, meio de transporte algum circulando, o casal de Vitória (ES) e a amiga Aida tiveram que nos aguentar por mais um dia. =D

Mas acho eu que eles curtiram tanto quanto nós. Tomamos boas cervejas, papeamos muuuito e tivemos um Natal inesquecível.

Obrigada pelo convite, gente. <3

Boxing Day

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-17

O último destaque do Natal de Londres que trago para cá é o famoso “Boxing Day”. O primeiro dia de liquidações pós-Natal. Que muita gente ama. Mas não eu.

Não adianta, “shopping” não é pra mim. Deteeeesto encarar lojas lotadas, cotoveladas para encontrar “o” vestido com 80% de desconto e afins. Na real, não sou consumista e ponto final.

Mas, como sei que o “Boxing Day” é um sonho para muita gente (talvez até para você aí!), no ano passado concordei com o marido que precisávamos viver essa experiência pra contar aqui como é.

No dia 26, então, deixamos a casa dos amigos amados e nos mandamos para a Oxford Street em dia de Boxing Day.

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-18

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-19

O que eu posso dizer? Tem bons descontos, sim, mas tem que ter mais paciência do que nunca pra conseguir fazer boas compras. Se você quiser aproveitar, vá com roupas confortáveis e esteja disposto a entrar de porta em porta para encontrar o que busca.

Não vou indicar loja “x” ou “y” porque acho que gosto cada um tem o seu, mas já digo que na região da Oxford Street tem muita coisa a preço de banana nessa tão famosa data. Aproveite!

Feliz Natal! :)

Reunindo aqui minhas quatro principais dicas do Natal em Londres – curtir as luzinhas nas ruas, passear pelos mercados, ter uma noite de Natal com amigos e aproveitar o Boxing Day (se você for desse time, claro) -, aproveito para deixar para você, que nos acompanha e nos motiva a seguirmos firmes e fortes com o blog, um Feliiiiz Natal.

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-21

Que você possa aproveitar essa data com as pessoas que ama e que receba de presente muito carinho, momentos inesquecíveis, bons drinks e boas festas. :)

Saiba que sua companhia aqui é um presentão para nós todos os dias.

Volto antes do dia 31 pra falar sobre nossa experiência no Ano Novo em Londres, ok?

Boas festas e até lá!

Beijão,

Nah (e João – que mais uma vez colaborou com a edição das fotos e do vídeo – thanks, marido!)

*Ps: tem mais fotos no Google+. Clique aqui para ver!

Um baú de tesouros em Londres chamado British Library

Começo o post de hoje fazendo uma confissão: eu sempre quis conhecer a British Library, em Londres, mas nem sabia direito por quê.

Imaginava eu, tolinha, que seria uma grande biblioteca. E só. E, claro, isso já enchia meu coração de alegria. Eu amo livros.

Mas a British Library é MUITO mais do que uma grande biblioteca. É um verdadeiro baú de tesouros no meio de Londres.

Vem comigo conhecer a British Library? :)
Vem comigo conhecer a British Library? :)

De que tesouros você tá falando, sua doida?

Ixi, de muitos.

A começar pelo prédio em si.

Gente, que coisa mais linda. Por fora e por dentro. No saguão principal e na galeria que guarda as maiores preciosidades. Na calmaria das áreas de estudo e na bagunça da lojinha.

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-17

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-6

Aaaaah, a lojinha! <3
Aaaaah, a lojinha! <3

Impossível não se encantar por esse lugar.

Por falar em lojinha, pra mim, a da British Library é a melhor de todos os museus de Londres (curti bastantão a do London Transport Museum, lembra? Mas amei ainda mais essa!). É tanta, mas tanta coisa bacana que dá vontade de abrir a carteira e jogar todas as Rainhas no caixa.

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-13

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-14

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-15

Mas como classe média sofre, trouxe pra mim só uma capinha liiiinda para o meu Kobo (que imita a capa de Orgulho e Preconceito e que custou £25) e uma nécessaire de Alice no País das Maravilhas (£12.99).  

compras British Library - Londres
Lindos, né? :)

O “mix de produtos” (jornalista que escreve sobre vendas em ação) completo você encontra aqui. Sisisi, tem loja virtual aimeuricodinheirinho.

Só que esses encantos todos nem chegam aos pés do verdadeiro diamante da British Library: a exposição “Treasures of the British Library”, que está nesta sala:

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)

Aí dentro, há cerca de 200 relíquias – tipo o original de Alice no País das Maravilhas (!), Yesterday (a música dos Beatles) manuscrita (entre outras composições do fab four), a Bíblia de Gutenberg (o cara que inventou a prensa moderna, que tornou a produção de livros em massa possível), peças originais de Shakespeare…

Enfim, tem muita, muita coisa incrível. Até a Carta Magna, que em 1215 limitou os poderes da Monarquia, também fica lá.

Pois é, é um acervo e tanto!

Para preservar essas jóias, a sala tem uma iluminação baixa, as obras são protegidas por vidros e a temperatura ambiente é controlada. Aliás, também com o objetivo de garantir que as obras continuem intactas, não é permitido fotografar nada que está lá. Pois é, triste, mas pra não deixar você na mão, selecionei algumas imagens de divulgação pra você ter um gostinho dessa belezinha. Ó só:

Putz, se bem que essas fotos nem motivam tanto,  né? haha. Mas vai por mim: a exposição é sensacional. Saiba mais sobre ela clicando aqui.
Putz, se bem que essas fotos nem motivam tanto, né? haha. Mas vai por mim: a exposição é sensacional. Saiba mais sobre ela clicando aqui.

Sério, é demais. Demais. Demais. Apesar de não termos fotos das coisas que mais nos impressionaram, tá tudo muito bem guardado na memória – inclusive a cor do papel e a letra de Paul McCartney no manuscrito de Yesterday. <3 <3 <3

Avaliação criteriosa? 6 estrelas. haha

British Library - Londres

É que, gente, a entrada é gratuita (exceto para algumas exposições temporárias), tem muita, muita coisa legal, a lojinha é top, tem poltronas super confortáveis espalhadas pra você que quer ler seu livro de boa (ou estudar)… enfim, vale a pena conhecer.

Consegui te convencer? Diz que siiiiim. :)

Aqui vão mais algumas fotos pra animar os que aiiiinda não se convenceram a incluir esse baú de tesouros na programação em Londres:

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-3

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-4

Uma direto do nosso Instagram pra você:

Por falar em Instagram, já segue a gente lá? Te esperamos! @praveremlondres ;)

Como sempre, o álbum de fotos completo está no nosso Google+. Clique aqui para ver.

A British Library e a comunidade

Mais uma confissão: no site oficial da British Library encontrei uma informação meio chocante, meio inacreditável. Diz lá que a coleção da biblioteca tem cerca de 14 MILHÕES de livros. Tá tirando, né? É muita coisa. Ah, e no total tem mais de 150 milhões de itens, de diversos países, idiomas e formatos. Gente, isso é muita coisa. Sem falar que tem arquivo de 2000 ANTES DE CRISTO. Tipoassim =O

E sabe o que é melhor? Se você quiser, pode se associar à British Library e ter acesso às salas de estudo, consultar o acervo…

Incluir horas de estudo na British Library na rotina não é nada mau, hein?
Incluir horas de estudo na British Library na rotina não é nada mau, hein?

Mas não é muito simples, não. Você precisa ter um motivo real (tipo uma tese de mestrado em andamento) para aplicar para um “Reader Pass”. O processo todo está explicado aqui.

E já que estamos falando em bibliotecas, aproveito para falar que as bibliotecas de bairros de Londres são também super legais e menos burocráticas. Em 2010, ficamos sócios da nossa em Clapton, que era maravilhoooosa, e aproveitamos o espaço para trabalhar, alugamos livros, curtimos! No ano passado, também frequentamos a de Blackheath, que era mais simplinha, mas também tinha um acervo legal.

Ou seja, recomendo muito que você que mora em Londres, gosta de bons livros e é rato de biblioteca, dê uma procurada pela biblioteca da sua região. Geralmente, dentro dos sites dos “bairros”, você descobre onde é a mais próxima da sua casa. Pra ficar mais claro, deixo aqui os links da biblioteca de Clapton e de Blackheath. E no site da Biritish Library há informações sobre outras bibliotecas públicas. Aqui!

Eita cidade foda, né? (desculpa o palavrão, mamadi, mas é a melhor forma de expressar quão foda é Londres. haha)

Beijobeijo e até o próximo post!

Nah

Serviço

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-21

  • Site oficial: http://www.bl.uk
  • Onde fica? 96 Euston Road – NW1 2DB
  • Como chego até lá?

De trem → As estações St. Pancras International, King’s Cross e Euston estão bem próximas à British Library

De metrô →

  • King’s Cross/St. Pancras – linhas: Victoria Line – azul clara, Northern Line – preta, Piccadilly – azul escura, Hammersmith & City – rosa antigo, Bakerloo – marrom, Circle – amarela
  • Euston – linhas: Northern – preta, e Piccadilly – azul escuro
  • Euston Square Bakerloo – marrom, Circle – amarela, Hammersmith and City – rosa antigo

De ônibus → Passam ali perto os números 10, 30, 59, 63, 73 e 91

  • Quais são os horários de funcionamento?

Segunda e sexta: 09h30 – 18h
Terça, quarta e quinta: 09h30 – 20h
Sábado: 09h30 – 17h
Domingo: 11h – 17h

Para informações complementares (como horários de funcionamento em feriados) clique aqui.

  • O que fazer na região? Bom, se você vier pela estação King’s Cross, pode aproveitar para tirar a foto na plataforma 9 ¾, do Harry Potter (tem post aqui!). Depois, pode emendar uma boa cervejinha no Euston Tap, um dos pubs que indicamos neste post.

Navegando pela maior avenida de Londres com o Thames Clippers

Thames Clippers - Pra Ver Em Londres 9No post que escrevi sobre o London Transport Museum (leia, vale a pena!), contei que havia uma época em que a maior avenida de Londres era o Tâmisa. É que até o século XIX, o rio que corta a cidade vivia lotado de embarcações que levavam londoners pra lá e pra cá. Era mesmo uma grande avenida. :)

Só que com a evolução dos meios de transportes, a importância do Tâmisa como “avenida” foi diminuindo com o passar do tempo – afinal, de maneira geral, é muito mais eficiente circular por Londres de ônibus, metrô, carro, trem, etc. Além disso, o rio também passou por períodos turbulentos de poluição, o que prejudicou ainda mais seu funcionamento como via de transporte público.

Mas, em 1997, o então Secretário de Estado para o Transporte, John Prescott, resolveu que estava na hora de mudar isso e fazer o Thames voltar a viver momentos de glória. Assim, lançou o Thames 2000, um projeto de 21 milhões de libras para revitalizar o rio e começar o novo milênio com ele bonitinho.

Por conta desse projeto, em 1999, nasceu  Thames Clippers, rede de linhas de “ônibus aquático” de Londres que é a dica deste post. :)

Nossa experiência com o Thames Clippers

Já adianto: ver Londres sob o ângulo “de dentro” do Tâmisa é incrível. E é possível para todos, porque não é caro. :) :)

Foi o que a gente fez em um sábado gelado, mas ensolarado, do último inverno londrino. Acordamos cedo, fomos direto ao Pier Canary Wharf , onde há uma das saídas dos barcos do Thames Clippers (informações práticas no fim do texto), e embarcamos em um delicioso rolê de barco por Londres.

Nossa avaliação? Cinco estrelas! Não cinco estrelas luxuosas, de navio de cruzeiro, mas cinco estrelas justas para um serviço de transporte público!

ranking-estelar-ronnies-bar-londres

O barco é simples (tem wifi, para os viciados. hehe. E alguns têm até um café dentro!), mas confortável, e o percurso encantador garante a oportunidade de ver Londres de uma forma MUITO diferente. Passar por baixo da Tower Bridge, por exemplo, é uma experiência incrível…

Diz aí: é ou não a ponte mais linda desse mundo? <3
Diz aí: é ou não a ponte mais linda desse mundo? <3
Aff, gente, quanto desbunde.
Aff, gente, quanto desbunde.

Thames Clippers - Pra Ver Em Londres 18

Mas não é só isso. Tudo muda sob a perspectiva “cidade na altura dos nossos olhos”. Você vê uma Londres completamente diferente e, se é possível, ainda mais bonita. Você foge do trânsito, do calor do tube (no verão, claro. No inverno vai passar friozinho, mas é um friozinho gostoso na minha modesta opinião. hehe) e ganha uma experiência e tanto.

A gente AMOU. Ficamos zanzando de um lado pro outro dentro da embarcação para poder curtir cada ponto de vista diferente. Sossegamos do lado de dentro (por uns dois minutos. haha), curtimos o vento do lado de fora, fomos para a direita, para a esquerda… não paramos. E recomendamos que você faça o mesmo. Como diria aquela personagem de uma novela do século passado, “cada mergulho era um flash”. haha. E cada flash um sorriso. :)

As fotos que selecionamos e o vídeo que está no fim têm mais poder do que minhas palavras.

Dá uma olhadinha:

Thames Clippers - Pra Ver Em Londres 11

Thames Clippers - Pra Ver Em Londres 12

Thames Clippers - Pra Ver Em Londres 6

A forma como o antigo e o novo se relacionam no skyline de Londres é algo que me encanta. A você também?
A forma como o antigo e o novo se relacionam no skyline de Londres é algo que me encanta. A você também?
Por falar em fotos, nossa página no Google+ tem mais algumas imagens que fizemos durante esse passeio. Clique aqui e confira!
Por falar em fotos, nossa página no Google+ tem mais algumas imagens que fizemos durante esse passeio. Clique aqui e confira!

Thames Clippers e a sua temporada em Londres

Nosso objetivo com o passeio de Thames Clipper era simplesmente viver a experiência. Mas, com as diferentes rotas oferecidas, você pode chegar a lugares que provavelmente estão na sua listinha “pra ver em Londres”, e aí o que era uma simples experiência pode ser o meio de transporte ideal para aquele programa. :)

Por exemplo:

  • Descendo no Millbank Pier você tá pertinho do Tate Britain.
  • Se descer no Bankside Pier, chega fácil à Tate Modern, ao Shakespeare’s Globe, ao Museum of London, à St. Paul’s Cathedral, etc.
  • O Tower Pier é uma ótima parada para quem quer ir à Tower of London ou curtir a Tower Bridge.
  • Vai a um evento na O2 Arena? Desce no North Greenwich Pier.
  • Quer curtir um dia gostooooso em Greenwich? Vai até o Greenwich Pier.

Além disso, também há a rota Tate to Tate (que faz Tate Britain <–> Tate Modern) e a O2 Express (que passa pelos piers London Eye, London Bridge – onde você desce para subir ao topo do The Shard – e North Greenwich.

Pois é, pois é, é mais um serviço de transporte público de Londres bem servido. :)

Thames Clippers - Pra Ver Em Londres 13

Ainda não se convenceu a embarcar na próxima embarcação? Assiste o vídeo que o João preparou. Acho que você vai se convencer. :)

Bora deixar o adorado tube de lado um pouco, o amado segundo andar do ônibus, o trenzinho confortável para ver Londres da perspectiva da sua eterna avenida principal?

Você não vai se arrepender! A gente garante. ;)

Serviço

Onde eu pego um barquinho bonitinho desse? Pois bem, como falei no texto, há vários piers espalhados pela cidade de onde partem os Thames Clippers. Este link te ajuda a achar o “seu pier”. Além disso, o mapa abaixo serve de orientação:

Thames Clippers - Route Map

Quanto custa o rolê? Os preços variam bastante porque há diversas possibilidades – ida e volta; só ida; ticket pra uma semana, um mês e assim por diante. Apresento aqui a tabela vigente que, imagino eu, será mais útil pra você (o restante você pode conferir neste link), a de uma jornada única:

Veja que usuários do Oyster "pay as you go" (pré-pago, em bom português) e de Travelcards têm descontos bem interessantes. Cadê o seu, hein? :) Já disse nesse post que o Oyster é seu melhor amigo em Londres, lembra? :)
Veja que usuários do Oyster “pay as you go” (pré-pago, em bom português) e de Travelcards têm descontos bem interessantes. Cadê o seu, hein? :) Já disse nesse post que o Oyster é seu melhor amigo em Londres, lembra? :)

Onde mais encontro informações sobre o Thames Clippers? No site deles, claroclovis. Tá aqui!

Curtiu? Então aproveeeeita. E depois volta aqui pra contar como foi o passeio. Pleeeease. É sempre bom saber que nossa dica foi útil pra você que nos lê. Mas se não curtir, não precisa ter vergonha de falar. O Pra Ver em Londres é sua casa também, queremos saber sua opinião.

De acordo? :)

Beijobeijo e até o próximo post,

Nah – e João (que caprichou nas fotos e no vídeo, né? <3)

PS: Na pesquisa que fiz para escrever o post, encontrei duas reportagens bem legais relacionadas ao assunto. Esta fala sobre usar os “ônibus aquáticos” para o transporte do dia. E esta conta a história de um repórter do jornal The Guardian que um dia usou as águas do rio Lee e de alguns canais da cidade para ir de bote (ou caiaque?) para o trabalho. O vídeo é super legal! :)

PS2: Outra coisa que achei super legal durante minha pesquisa foi essa “Campaign for Real Time“, que convida a galera a aproveitar melhor os canais e rios da Inglaterra e do País de Gales. Conheça, participe e viva melhor! 

PS3: Viu que eu caprichei na pesquisa para fazer um post legal pra você, né? Então retribui meu esforço deixando seu carinho nos comentários. Eu fico sempre muito feliz. hehe. Ass: blogueira pidona. :) 

PS4 (tô cheia dos Ps hoje. haha): Ainda não é assinante da nossa newsletter? Não vai embora sem fazer isso. Ela leva as novidades pra você em primeira mão. E, claro, é gratuita! ;)

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)