Londres a pé: roteiro por Hampstead, um dos bairros mais charmosos de Londres

Pra mim, uma das coisas que mais fazem Londres ser Londres é poder ver diversas cidades dentro de uma. E não tô falando da diversidade cultural proporcionadas pelas mais de 270 nacionalidades que vivem na cidade e falam 300 idiomas, mas de seus bairros.

Basta sair um pouco do centro para se sentir em outra cidade – ou até mesmo país, por que não?

A lista de bairros que merecem a visita em Londres é imensa e formatar um roteiro de três, cinco, dez ou 100 dias na cidade é uma missão complexa que deve ser muito bem planejada para você aproveitar ao máximo sua temporada aqui.

Um dos meus bairros preferidos se encaixa bem nessa definição. E é sobre ele que vou falar um pouco hoje. Hampstead é, seguramente, uma das áreas mais charmosas de Londres. Não faltam motivos pra você incluí-lo em sua lista pra ver em Londres. =)

bairros de londres- hampstead

O bairro fica na zona norte de Londres, no borough de Camden. É conhecido por ser um reduto dos ricos e famosos. Fica a 10 minutos de metrô da estação Camden Town e a cerca de 20 minutos da Oxford Street.

Nem sempre é uma opção de quem visita a cidade pela primeira vez, mas é um passeio que eu aconselho. Talvez até mesmo se você tem poucos dias aqui. Isso, é claro, desde que não se importe em abrir mão de uma atração ou outra da lista de “como assim você foi para Londres e não viu tal coisa?”.

Falo isso porque é normal a gente se prender a visitas “obrigatórias” quando viaja, mas não se sinta mal em trocar várias horas investidas na fila da London Eye por uma ida a um bairro especial como Hampstead, se essa for sua vontade. Não que o passeio na London Eye não valha. É lindo, mas pode consumir boas horas do seu dia.

bairros de londres- hampstead

Mas, enfim, esse foi apenas um exemplo para ilustrar a ideia. Viajar é um ato de liberdade, mas muitas vezes acabamos nos prendendo nessas obrigações simplesmente “porque tem que ir/ver/fazer”.

Se me permite o conselho, a gente tem procurado praticar um turismo mais livre quando viaja, abrindo mão de certos lugares clássicos e imperdíveis pra curtir programas que têm mais a nossa cara. E tem sido ótimo. =)

bairros de londres- hampstead
Um dos muitos incríveis jardins e cantinhos “secretos” de Hampstead

Curtir bairros foras do circuito turístico é um desses programas!

O que fazer em Hampstead: uma sugestão de passeio a pé

Vou contar aqui um resumo do passeio que fizemos na última vez que fomos pra lá. Nossa missão naquele sábado de calor e céu azul era andar pelo bairro já pensando em escrever esse post que você está lendo agora!

Como bem diria Barney Stinson (personagem do seriado How I met you mother), challenge accepted!

O resultado da nossa caminhada estratégica foi algo bem perto do mapa abaixo. É um passeio sugerido que eu garanto que vai te encantar, mas não deixe de virar à esquerda quando o mapa aponta a direita vez ou outra. Não tenho dúvidas de que você vai descobrir outros lugares legais! =)

Seu dia vai começar na estação de Hampstead (linha preta – Northern Line).

Na Hampstead High Street, principal rua do bairro (que fica em frente à estação) você vai encontrar diversas lojas legais, livrarias, cafés e restaurantes. Mas, antes disso, cruze a “avenida” e desça a Heath Street. Logo você vai passar em frente a Louis, uma confeitaria húngara cheia de delícias na vitrine. Pode ser uma pausa interessante antes de começar o passeio.

bairros de londres- hampstead - louis patisserie

Pouco adiante está o The Horseshoe, melhor pub da região para apreciar cervejas artesanais! O pub é comandado pela Camden Town Brewery. As ótimas cervejas dos caras estão em peso lá – além de várias outras. 

bairros de londres- hampstead - cerveja artesanal em londres

Logo ao lado do pub fica a Melrose and Morgan, lugar perfeito (apesar de um pouco caro) para se abastecer para o picnic de mais tarde no Hampstead Heath. Eles vendem kits prontos ou customizáveis!  Se quiser fazer o picnic gastando menos tem um supermercado Tesco Express quase em frente a Louis.

bairros de londres- hampstead - Melrose and Morgan

Seguindo rua abaixo você verá um beco que tem um antiquário e algumas lojas de roupas e joias. Nada sensacional, mas vale dar uma olhada.

bairros de londres- hampstead

Saindo do beco continue a descida e vire à esquerda na Perrin’s Court. É uma rua para pedestres com alguns restaurantes. Mas a “atração” principal da rua é, sem dúvida, esta casa:

Ao fim da Perrin’s Court você estará na High Street, via principal do bairro. Suba até chegar novamente ao seu ponto de partida. Agora você vai pegar a mesma Heath Street em que começou o passeio, só que na direção oposta.

Suba por uns 200 metros e atente-se à escadaria à esquerda da rua (Holly Mount Steps). É por ali que você vai seguir e, provavelmente, começar a se apaixonar por Hampstead.

bairros de londres- hampstead

Você sai da muvuca central do barro e começa a ficar com vontade de morar ali.

bairros de londres- hampstead

pubs em londres - the holly bush - hampstead

Seguindo pela rua da escadaria você chegará ao pub The Holly Bush. Adianto que será um dos pubs mais lindos que verá em Londres. Entre e suba as escadas nem que seja apenas para admirar as salas.

Esse é um pub frequentado por locais, é supertradicional e assinado pela Fuller’s, maior cervejaria artesanal do país. É tudo o que você esperar de um verdadeiro pub inglês.

pubs em londres - the holly bush - hampstead

Continue a caminhada, atravesse a rua e siga pela calçada cercada de  árvores. Nessa área, em qualquer rua que caminhar, como a da foto abaixo, estará vendo e vivendo o bairro. “Perca-se” por ali. Você vai curtir demais!

bairros de londres- hampstead

bairros de londres- hampstead

bairros de londres- hampstead

bairros de londres- hampstead

A segunda parte do passeio começa novamente na estação. É hora de seguir para a Flask Walk, uma travessa exclusiva para pedestres que vai fazer você ter certeza de estar numa pequena cidade do interior. Lojinhas, restaurantes, cafés, floricultura, barbearia e por aí vai. Se a sede bater, o pub The Flask é uma ótima pedida. Ambiente lindão e boa carta de cervejas locais (Young’s e Camden Town Brewery estão entre os destaques).

bairros de londres- hampstead - flask walk

bairros de londres- hampstead - flask walk

bairros de londres- hampstead - flask walk

bairros de londres- hampstead - flask walk

Ao cruzar a travessa, que deve ter uns 100m, siga à esquerda pela Back Lane para admirar a simetria da arquitetura londrina e começar o trajeto rumo ao parque Hampstead Heath.

bairros de londres- hampstead

Logo à frente você vai ver a Heath Street novamente. Mas poucos metros antes eu arrisco dizer que seu instinto vai te puxar para essa ruela da foto, que fica à direita.

bairros de londres- hampstead

Siga por ela para chegar aqui:

bairros de londres- hampstead

Uma rua que leva ao nada. No curto caminho, muito verde e casas com jardins floridos. Olha só…

bairros de londres- hampstead
Vista do lado oposto à foto anterior

bairros de londres- hampstead

Ao voltar, continue a caminhada à esquerda. Olha a ignorância da beleza da casa que estará em seu caminho.

bairros de londres- hampstead

Pouco adiante fica uma das primeiras mansões erguidas na região, em 1704. A Burgh House & Hampstead Museum é linda e aberta a visitas. Há um pequeno museu que conta a história do bairro e um café com mesinhas ao ar livre que pode ser mais um bom refúgio antes de continuar o passeio. Enquanto visitávamos, ela servia de locação para um ensaio fotográfico de noivos. 

bairros de londres- hampstead

Ao sair dali continue sua jornada rumo a um dos mais belos parques de Londres. Antes dele, porém, dá tempo para curtir mais um pub (The Wells Tavern). Surgiu um pub crawl em Hampstead ou estou enganado? =)

bairros de londres- hampstead
Último pub no caminho até chegar ao Hampstead Heath

Siga pela mesma rua (Wells Walk) para chegar até o parque. 

Chegando ao Hampstead Heath

O parque é imenso e para qualquer lado que você ande “estará em boas mãos”.

Uma curiosidade legal é que ele tem três lagos em que você pode nadar. Há um exclusivo para mulheres, um para homens e outro misto. Se estiver no verão, é uma ótima pedida. Em dias quentes prepare-se para pegar uma boa fila. O acesso aos lagos custa £2.

parques de londres - hampstead heath

Como a essa altura você já deve estar cansado de tanto andar, caminhe em direção ao Parliament Hill, uma colina dentro do parque que é mais um lugar perfeito pra ver Londres do alto. A vista é mágica. Lembra quando sugeri que você fizesse compras para o picnic? A hora é agora! Torço para que seu dia esteja lindo como este!

parques de londres- hampstead heath - pra ver londres do alto

O passeio está quase acabando, mas antes de seguir com destino à estação de Hampstead Heath (não é a mesma que você chegou), ainda dá tempo de ter mais uma bela surpresa pelo caminho. Uma das primeiras casas na saída do parque teve ninguém menos do que George Orwell como residente. E ele dizia estar numa pior em Londres, hein?

casa de george orwell em londres - hampstead

Saindo do parque pela rota sugerida no mapa você chegará na estação de Hampstead Heath (overground). Você acabou de ter um dia delicioso em Londres.

parques de londres- hampstead heath - pra ver londres do alto

parques de londres - hampstead heath

Onde comer em Hampstead 

Você pode comer a boa e clássica comida de pub em qualquer um dos pubs que citei no post. Mas a área é cheia de restaurantes, cafés e padarias. Além do que eu citei anteriormente, recomendo a Gail’s Artisan Bakery e a Le Pain Quotidien, que já foram pauta de post aqui, a hamburgueria Spielburger e a barraquinha de crepe de rua La Creperie de Hampstead. São algumas dicas, mas você vai ver muitos outros legais por lá. Explore! =)

Todos eles ficam entre a Heath ou Hampstead Street ou na Flask Walk. Você certamente vai passar em frente a todos se seguir a rota sugerida. Só a creperia que está 50m abaixo da linha traçada na Hampstead Street.

Mapa do roteiro sugerido

Outros roteiros a pé em Londres

Londres a pé: Roteiro em Greenwich, um dos melhores bairros de Londres

Londres a pé: roteiro Tower of London e arredores

Quer sugerir algum outro roteiro a pé? A gente vai adorar conhecer sua sugestão, fazer o passeio e registrá-lo em fotos pra você! =)

Até a próxima!

João

10 programas para casais em Londres

João e eu fazemos (quase) tudo só nós dois. Claro que a gente adoooora encontrar os amigos, mas, ao mesmo tempo, a gente se basta, sabe? Nos divertimos bastante juntos e os programas nem precisam ser mega românticos para termos bons momentos juntos.

Assim, pra gente, qualquer programa é programa “para casal”. E por isso, foi difícil selecionar dez posts com essa pegada entre os quase 300 que já publicamos por aqui. Afinal, tudo é pra casal, certo? 🙂

Porém, depois de passar algumas boas horas analisando vááários de nossos posts, cheguei a uma listinha que acho que ficou bem bacana (mas espero sua confirmação!). Tem lugar pra ver Londres do alto, tem parque, tem restaurante, tem pub (como não, né?), tem mercado de rua… enfim, tem dez programas toptop pra fazer com quem você ama aqui em Londres.

Olha só:

1) Café da manhã: Towpath

Todo dia começa com um bom café da manhã, não é mesmo? Mas e se vocês fizessem dessa refeição obrigatória não apenas um momento de comer algo gostoso e nutritivo, mas também de diversão a dois? 🙂

Para isso, a gente recomenda MUITO o Towpath, um cafezinho delicioso que fica no Regent’s Canal (outra delicinha, aliás – já roubei e incluí um item extra na lista. Eeeelaiá. haha). Eu comi o melhor sanduíche de queijo da minha vida lá. E o chocolate quente era excepcional também. Maridones foi de iogurte com granola (moço saudável) e disse que estava excelente.

Contamos todos os detalhes sobre o Towpath (inclusive como chegar até lá) neste post.

A cozinha em um dos toldos, o balcão em outro, uma área com mesas no terceiro. Este é o Towpath. Simples, mas surpreendente. Você já vai ver!
A cozinha em um dos toldos, o balcão em outro, uma área com mesas no terceiro. Este é o Towpath. Simples, mas surpreendente. Você já vai ver!

2) Pra agradar a amada/o amado que gosta de flores: Columbia Road Flower Market

Pertinho do Towpath (20 minutos caminhando, segundo o Google Maps), todo domingo rola um mercado de rua diferente; um mercado dedicado às flores. É o Columbia Road Flower Market. Um lugar que encanta pela quantidade de cores e aromas que reúne em poucos metros de barraquinhas alinhadas. Uma excelente pedida para ir a dois no domingão. Que tal?

Columbia-Flower-Market-London

 

Neste post contamos tudo sobre o Columbia Road Flower Market. Leia e programe-se para visitá-lo logo mais! 😉

3) Mercado de rua: Covent Garden

Londres tem muitos, muuuitos mercados de rua bacanérrimos. Já falamos sobre dois deles aqui (Brick Lane e Notting Hill) e, ainda, apresentamos em vídeo um pouquinho do que eu acho mais romântico: Covent Garden.

A área é bonita, tem vários bons restaurantes, volta e meia tem músicos fazendo um sonzinho gostoso, tem muita lojinha legal… enfim, Covent Garden entra no top 10 programas para casais em Londres porque, na minha opinião, exaaaala romantismo. 🙂

caovent garden

O post com o vídeo e com os detalhes de como chegar lá é este aqui.

4) Bairro: Richmond

Olha só o por do sol que tivemos a sorte de curtir em Richmond:

sunset at richmond - london

E garanto pra você que não é um privilégio só nosso, não. As chances de você ir pra lá em um dia de sol e ver algo assim são grandes.

Do topo do bairro (que fica no oeste de Londres, na zona 4), logo em frente ao pub Roebuck (que entrou numa lista de pubs que achamos que você precisa conhecer), a visão que se tem é privilegiada. Muita natureza, o Tâmisa fazendo curva e um pedacinho da cidade que tanto amamos. <3

Com uma garrafa de vinho (de cerveja, de suco, de água…) e um por do sol desses, não preciso de mais nada para ser feliz com meu marido. 🙂

E você?

O post sobre Richmond está aqui. Fizemos um vídeo bem bacana lá. Está nesse link também. 😉

5) Parque: Kew Gardens

E se você quiser aproveitar a viagem para os lados de Richmond para curtir um parque bacana, a sugestão, que também é ótima para casais, é ir ao Kew Gardens, o jardim botânico real. Ele é lindão, tem muita história e, como eu disse no post, é de encher os olhos.

Casal de senhores só no romantismo no Kew Gardens. Oin. :)
Família também pode curtir momentos de romantismo, né? 🙂

Tudo que você precisa saber para programar sua visita ao Kew Gardens está aqui. O post também tem vídeo!

6) Pub: The Hawley Arms

Se você acompanha o blog faz tempo, já deve ter percebido que qualquer pub que sirva boas cervejas é um pub para João e eu irmos a dois, né? haha

Mas, claro, alguns parecem receber melhor os casais que querem tomar umas, mas não querem o agito de um pub cheio de bêbados pra lá e pra cá. 🙂

The Hawley Arms (o pub preferido de Amy Winehouse quando era viva) é um desses pubs.

The Hawley Arms - London - Amy Winehouses favorite pub-edited

Tá certo que não é o melhor pub de Londres em termos de cervejas artesanais (este, este e este são beeeem melhores para isso!), mas o resto compensa: a galera do bar é gente fina, sempre tem uma música boa rolando e o ambiente é divino. Sério. Lindão!

Clique aqui para ler o post completo e, claro, programar sua ida até lá. 😉

7) Pra ver Londres do alto: Vertigo 42

Londres é uma cidade excelente para quem, como eu, curte vistas do alto. Já apresentamos algumas opções aqui no blog (The Shard, Emirates Air Line e London Eye) e, sinceramente, acho todas excelentes. Porém, já que o propósito deste post é apresentar programas para casais, indico o Vertigo 42. Um Champagne Bar que fica no topo de um prédio de 42 andares (óbvio. haha). O João me levou lá de surpresa para comemorar meu aniversário em 2013 e a gente AMOU!

Nah e JG - Vertigo 42

Contamos por que neste post (que também tem vídeo). E os detalhes para programar sua visita também estão no post, claro. 😉

8) Musical: ao gosto do freguês 🙂

Nem todo mundo gosta de musicais (maridones é um dos que, quando pode, evita), mas se você encontra um que tem alguma coisa extremamente relacionada à história do casal (lua de mel na Grécia? Mamma Mia! Férias na Disney? Lion King! Casal curte dançar? Dirty Dancing! – e assim por diante), pode ter certeza que esse será um programa memorável para os dois.

No nosso caso, o musical que causou esse impacto foi Let it be, o musical dos Beatles em Londres. É que a gente curte demaaaais o fab four. No nosso casamento, por exemplo, contratamos uma banda que SÓ tocava Beatles!

Nós, nossos amigos de fé, irmãos camaradas, e a Liverpoolgas (banda que embalou a festa) lá atrás. <3
Nós, nossos amigos de fé, irmãos camaradas, e a Liverpoolgas (banda que embalou a festa) lá atrás. <3 Saudade desse dia. Saudade da nossa galera.

E o musical é um verdadeiro show dos Beatles. Incrível, incrível, incrível!

Se você se animar para ver, o post com todos os detalhes tá aqui.

9) Restaurante: Trattoria Mondello

Restaurante bom é outra coisa que não falta em Londres. Mas pra um casal com raízes italianas (quer dizer, o marido é que é cidadão italiano, mas eu já me sinto meio ragazza também), nada melhor do que jantar uma boa pasta.

Dentre vários italianos bons que já experimentamos em Londres, a Trattoria Mondello se destacou por sua autenticidade. Até uma briga entre familiares a gente presenciou! hahaha

Ah, e os familiares eram os donos do restaurante. Imagina a bagunça? <3 <3

Mas, brigas à parte, a comida é deliciosa. huhu. Então tá aí a indicação!

Restaurante em Londres - Trattoria Mondello_pratos
HUMMM… Me leva lá hoje, maridoooo? =D

Quer saber dos detalhes, né? Estão aqui! 😉

Buon appetito!

10) Pra fechar a noite: Ronnie Scott’s Jazz Club

Um bom jazz fecha com chave de ouro uma programação de casal em Londres, na nossa opinião. E um bom jazz é o que vocês vão curtir no Ronnie Scott’s Jazz Club, uma casa de jazz tradicionalíssima em Londres!

bass and drum - Ronnie Scotts - London

É só escolher um vinho ou um bom drink e curtir os excelentes músicos que se apresentam ali. Você vai voltar para casa ainda mais apaixonado/apaixonada… 🙂

O post completo tá aqui.

Como disse no começo do post, não foi fácil fechar essa lista. Temos muitos posts que são perfeitos para casais. hehe

Mas se você gostou dessa ideia e quer que a gente apresente mais sugestões perfeitas para quem vem a Londres acompanhado do amor da vida, deixa um comentário que a gente pensa numa série especial pra vocês. Que tal?

Bom, agora é com vocês, né? Comecem a programar o roteiro do casal na cidade e, se precisarem de ajuda extra, contem com a gente. 😉

Beijobeijo e até o próximo post,

Nah

Acompanhe a gente nas redes sociais! Dicas direto de Londres em tempo real!    

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Google+   |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

 

7 vídeos para amar Londres

De uns tempos pra cá a gente tem se dedicado bastante em criar novos vídeos. Só no último mês publicamos quatro novos. Ao todo, temos quase 40 vídeos publicados em nosso canal no YouTube.

Eles são bem diferente uns dos outros em formato, edição e duração, mas eu tenho meus favoritos. E o post de hoje vai reunir alguns deles.

São vídeos que eu gosto porque me trazem boas lembranças e/ou porque curto os lugares as histórias que foram contadas através deles. Aproveita pra se inscrever em nosso canal.

Vai rolar muita coisa legal por lá periodicamente. Uma das vantagens de estar inscrito é que você recebe alertas por e-mail ou no celular (se tiver o app do YouTube) e assiste sempre em primeira mão. A gente também está estudando a ideia de criar conteúdo exclusivo para o canal. Mas, enfim, vamos à lista?

1 – Richmond – Um dos principais pontos turísticos de Londres?

Esse vídeo não é um primor em termos de qualidade técnica, mas eu gosto muito porque mostra um dos meus bairros favoritos em Londres.

Richmond acaba ficando fora do roteiro de muita gente que visita a cidade porque ele fica um pouco afastado, mas é um lugar que eu super recomendo a todos, principalmente pra quem gosta de sentir a vida local e curtir a natureza. É lá que fica o Richmond Park, que é a maior área verde urbana do Reino Unido. E é do alto da Richmond Hill que você pode ver um por do sol inesquecícel às margens do Tâmisa.

2- Metrô de Londres: como colocar créditos no Oyster Card

Utilidade pública! Essa foi a razão de termos gravado esse vídeo. O metrô de Londres, quando se vê/usa pela primeira vez pode parecer um bicho de sete cabeças, mas ele é razoavelmente simples de entender. No vídeo, a Nah mostra como colocar créditos no Oyster Card, o cartão que você vai usar para se locomover em qualquer modal do transporte público da cidade. E no post a gente conta absolutamente tudo o que você precisa saber sobre o metrô de Londres.

3 – Pra Ver Londres Do Alto: Emirates Air Line – O Teleférico de Londres

Esse vídeo está aqui porque é mais uma “atração” Lado B de Londres. O Emirates Air Line foi criado originalmente para atender aos moradores da região. Uma alternativa para cruzar o rio. Contamos tudo sobre ele aqui. É um passeio bem legal, barato e diferente de se fazer em Londres. Por ficar mais longe do centro e do cenário clássico de Londres, você pode ver de perto uma outra versão da cidade. A vista da 02 Arena do alto também não decepciona. E se você planejar seu passeio ao por do sol de um dia bonito, vai ficar de boca a aberta e me deixar com inveja. Me manda foto! =)

4 – The View From The Shard: Pra Ver Em Londres

Quem aí não curte ver uma cidade do alto, hein? Em Londres não faltam opções pra fazer isso e, muito menos, cenários tops pra se ver de cima. O The Shard é um clássico moderno do skyline da cidade. O “cara” é nada menos do que o prédio mais alto da Europa. Demos uma sorte monstra de visitá-lo em um foggy day, quando a neblina toma conta da cidade. As imagens do vídeo revelam o que isso significa. E, nesse post, contamos os detalhes pra você que quer ir.

5 – Uma fazenda no meio de Londres – Surrey Docks Farm

Onde mais no mundo você pode alimentar porcos, ouvir vacas mugindo e sentir aquele cheirinho de café da roça enquanto está de frente para algumas das maiores corporações do planeta? A Surrey Docks Farm é exatamente isso a a poucos quilômetros de Canary Wharf, o novo distrito financeiro de Londres. No post contamos todos os detalhes para você programar sua visita.

6- Um lindo campo de lavanda em Londres para você visitar 

Esse vídeo mostra mais um lugar mágico em Londres. A pouco mais de uma hora de London Bridge você pode sentir que está na Provence. O Mayfield Lavender é lindo demais! A Nah conta todos os detalhes sobre ele no vídeo e nesse post aqui.

7 – Tour de pubs em Londres: A Rota da cerveja artesanal em Londres

Não podia encerrar a lista sem apresentar o vídeo que fazemos para divulgar nosso tour de pubs, né? A gente criou o tour pra levar leitores a alguns dos melhores pubs para beber cerveja artesanal em Londres e, é claro, falar muito sobre Londres e passear por uma das regiões mais legais da cidade. Se você está interessado aqui estão os detalhes e as próximas datas.

Quer mais vídeos?

E aí, gostou da lista? Em nosso canal no YouTube você pode assistir todos os vídeos que já produzimos. Não deixe de se inscrever no canal para receber os novos em primeira mão, hein? Estamos produzindo muita coisa legal!

Aproveitando, tem alguma sugestão de vídeo pra gente gravar? Deixa um comentário com sua ideia que a gente promete pensar com carinho na sua ideia. 😉

João

Já pensou em visitar um campo de lavanda em Londres?

“Quando um homem está cansado de Londres, ele está cansado da vida; porque há em Londres tudo o que a vida pode oferecer.” (Samuel Johnson)

Eu sei, eu sei, essa frase tá batida e já deu. Mas ela é tãããão verdadeira, e se encaixa tããão bem na apresentação da atração que destaco no post de hoje, que eu não podia deixá-la de lado. 🙂

Para e pense: um campo de lavanda em Londres? Mas como assim, gente? Isso não é coisa da França? Nanani, nananão. Isso é coisa da natureza – e, claro, dos esforços de um casal apaixonado pela florzinha roxa e cheirosa. <3 <3 <3

Preparado para se encantar com as fotos e o vídeo que preparamos para mostrar essa beleza?

Então vamos lá!

Nãããão, o casal que se esforçou para transformar o sonho de ter um campo de lavanda em Londres em realidade não somos nós. A foto é só para ilustrar o que vem aí! ;)
Nãããão, o casal que se esforçou para transformar o sonho de ter um campo de lavanda em Londres em realidade não somos nós. A foto é só para ilustrar o que vem aí! 😉

Mayfield Lavender: a história

Há muitos e muitos anos (na era vitoriana – século XIX e começo do século XX), em um passado quase esquecido, a região de Surrey (arredores de Londres) era um pólo superprodutor de lavanda. Mais do que isso, era conhecida como “a capital mundial da lavanda”. AHAM!

Tudo ia muito bem por lá até que surgiu no mercado um novo tipo (mais barato!) de lavanda: as francesas. Era o começo do declínio do mercado inglês da florzinha roxa e cheirosa. =/

Além disso, a área passou a se tornar cada vez mais residencial, e em pouco tempo os campos de lavanda foram desaparecendo da região…

Muito tempo depois, já no começo dos anos 2000, um inglês chamado Brendan Maye, que na época era diretor do departamento de fragrâncias finas da Wella UK, acreditando que os consumidores precisavam testemunhar a beleza da lavanda resolveu devolver a plantinha ao seu local original na Inglaterra!

Well done, Brendan!!

Repito: Well done, Brendan! :)
Repito: Well done, Brendan! 🙂

Mas até o sonho se tornar de fato realidade Brendan teve que enfrentar diversas dificuldades…

Primeiro foi a falta de apoio do pai (Brendan queria que a empresa dele patrocinasse o projeto). Depois que esse já tinha se rendido, um ataque de corvos destruiu a primeira grande plantação do novo campo de lavandas. Mais de 70.000 “pés” de lavanda foram perdidos no ataque… =/

Só que isso não fez Brendan desistir de seu sonho. Aliás, foi mais ou menos nessa mesma época que ele ganhou uma forte aliada: sua esposa Lorna, que entrou de corpo e alma no negócio e ajudou Brendan a transformar problemas em oportunidades.

(Sim, porque depois a empresa do pai do Brendan foi vendida eles enfrentaram mais um revés. Mas chega de falar das dificuldades, vamos para as vitórias! hehe) 

Os visitantes de hoje em dia agradecem…

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-7

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-10

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-8
Babando nas fotos? Não esqueça que ainda tem vídeo. UHUHU! =D

De 2006 para cá, o projeto de Brendan e Lorna só cresceu.

Hoje, o campo de lavandas que fica em Surrey (cerca de 1h15 da estação de London Bridge – detalhes sobre como chegar no fim do texto) abre para visitas geralmente entre o fim de maio e meados de setembro (depende do clima!).

São 25 acres preenchidos por lavanda (o equivale a aproximadamente 101 mil metros quadrados OU 14 campos de futebol – roxiiiiinhos e cheirosos. haha)…

Intruso, intruso. :)
Intruso, intruso. 🙂

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-6

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-16

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-15

… Uma lanchonete que serve alguns quitutes rápidos para quem quer matar a fome depois de curtir tanta beleza e uma lojinha que vende VÁRIAS coisas legais (a maioria com lavanda na “receita”, claro).

A gente trouxe uma geleia de frutas vermelhas + lavanda pra casa. É uma delícia! Pagamos £4.50 nela. Além disso, também compramos um scone (£2) e aí, ali mesmo, na área reservada para as mesas, abrimos nosso pote de geleia, deixamos nosso scone ainda mais delicioso, e aproveitamos. 🙂

Uma visita ao Mayfield Lavender é um EXCELENTE programa para um dia de sol, calor e de vontade de se reconectar um pouco com a natureza.

Pagando uma libra para entrar (!), você pode ficar o tempo que quiser por lá. E se caprichar nas fotos, pode até ganhar um prêmio de 200 libras! É que anualmente eles promovem um concurso fotográfico (detalhes aqui) e qualquer um pode participar.

Que tal? 🙂

Mayfield Lavender em vídeo

Encantados com tanta beleza, decidimos preparar um vídeo para mostrar ainda mais detalhes do Mayfield Lavender pra você. O vídeo está aqui:

E aí, curtiu? Espero que sim! 🙂

Nossa ideia é cada vez mais “levar” você com a gente nos passeios que fazemos produzindo vídeos assim. Por isso, se você curte a ideia, não se esquece de se inscrever no canal e, claro, dizer o que achou do vídeo. Assim a gente sabe se estamos no caminho certo. 😉

Beijos e até o próximo post,

Nah!

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-5

–> Quer ver mais fotos do Mayfield Lavender? Visite nosso álbum no Flickr (aqui!) e se encaaante! 😉

–> As amigas Heloisa Righetto (do blog Aprendiz de Viajante) e Liliana Stahr (do blog Catálogo de Viagens) também escreveram posts sobre o Mayfield Lavender (aliás, foi através delas que conhecemos esse lugar incrível). Quer saber o que elas acharam? Clique nos links que estão nos nomes dos blogs das duas!

Programe-se!

Mayfield Lavender

Site: http://www.mayfieldlavender.com/ 

Horário de visitação: Aberto todos os dias, das 09 às 18h

Endereço: Croydon Lane, Banstead, SM7 3BE

Como chegar: Na estação de London Bridge, busque um trem que tem como destino “Tattenham Corner Rail Station”. Mas não vá até o ponto final, desça em “Woodmansterne” (até lá são cerca de 35 minutos). Saia da estação pelo lado esquerdo dela e vire na primeira rua à esquerda. Ali, na frente de um mercadinho local, tem um ponto de ônibus. O 166 passa ali. Entrando nele, a “viagem” leva mais 15 minutos. Desça no ponto Oak Park e aproveite!

Ingresso: £1 por pessoa (que pode ser “recuperado” se você fizer compritchas de pelo menos 5 libras na loja) – visitantes de até 16 anos não pagam

Neste link você sabe como está o campo de lavanda atualmente (o que ajuda você a decidir quando deve fazer a visita).

Acompanhe a gente nas redes sociais! Dicas direto de Londres em tempo real!    

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Google+   |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

 

Palácio de Buckingham: Eu fui! Vá você também!

–> Post atualizado em 22/02/2017

Qual é a primeira coisa que você “vê” quando fecha os olhos?

Para mim, desde sexta-feira passada, a visão que tenho sempre que estou de olhos fechados é de cair o queixo. Vejo belíssimos lustres pendurados nos tetos altos…

O salão azul é um dos primeiros ambientes que visitei durante o tour no Palácio de Buckingham. Chega a ser engraçado pensar "nooooossa, nada vai bater esse" e, poucos metros adiante, ver que dá, sim, para uma sala ser ainda mais bonita. :) -- The Blue Drawing Room, photographer: Peter Smith The Royal Collection © 2009 Her Majesty Queen Elizabeth II
O salão azul é um dos primeiros ambientes que visitei durante o tour no Palácio de Buckingham. Chega a ser engraçado pensar “nooooossa, nada vai bater esse” e, poucos metros adiante, ver que dá, sim, para uma sala ser ainda mais bonita. 🙂

Incríveis quadros pintados por renomados artistas (e molduras igualmente belas).

Espelhos cuidadosamente lustrados diariamente (juro que eu procurei sujeirinhas e não encontrei. haha)…

O espelho que está atrás do lustre do fundo, por exemplo, é uma "passagem secreta" usada pela família real quando quer chegar de mansinho no salão branco (esse aí). Que tal? -- White Drawing Room, photographer: Derry Moore The Royal Collection © 2009 Her Majesty Queen Elizabeth II
O espelho que está atrás do lustre do fundo, por exemplo, é uma “passagem secreta” usada pela família real quando quer chegar de mansinho no salão branco (esse aí). Que tal?

… Maravilhosos pianos (minha mãe ia PIRAR).

Uma enooooorme mesa em que volta e meia verdadeiros banquetes são servidos a pessoas importantes em diversas esferas (políticos, músicos, atletas, ativistas, militares…).

E até mesmo um trono real!

Os detalhes dessa sala impressionam. Os anjos que ficam bem em cima do trono são impecáveis! Parecem estar cuidando de quem está sentado logo abaixo. -- The Throne Room, photographer: Derry Moore The Royal Collection © 2009 Her Majesty Queen Elizabeth II
Os detalhes dessa sala impressionam. Os anjos que ficam bem em cima do trono são impecáveis! Parecem estar cuidando de quem está sentado logo abaixo.

É que no último dia de julho de 2015 eu visitei o Palácio de Buckingham, a residência oficial da Rainha Elizabeth II. E não podia ter saído de lá mais encantada. 🙂

Questões políticas à parte (muitos questionam o regime monárquico – que custa muito aos cofres públicos e que hoje em dia não tem tanto poder decisório quanto já teve no passado), a visita ao palácio é uma viagem na história local.

Grandes Reis e Rainhas viveram e trabalharam ali desde 1837. Importantes figuras mundiais reuniram-se com os monarcas britânicos naquelas salas e debateram questões cruciais sobre presente, passado e futuro. Banquetes cheios de pompa e formalidade (ao mesmo tempo em que têm seus momentos de descontração – pelo que mostram as fotos) foram servidos dentro daquelas quatro dezenas de paredes.

E estar ali é se imaginar vivendo tudo isso. Fazendo parte dessa história.

É emocionante. Algo praticamente inexplicável.

Foi logo ali, na sala do trono, que as fotos oficiais do casamento de Kate & William, em 2011, foram tiradas. -- Photo: Derry Moore
Foi logo ali, na sala do trono, que as fotos oficiais do casamento de Kate & William, em 2011, foram tiradas.

E você, claro, também pode visitar o Palácio de Buckingham e registrar na memória tudo isso que eu falei (e, repito, muuuuito mais!). Esse post, então, é para convencê-lo de que investir £23 nessa visita (valor de 2017!) vale a pena. 😉

–> Eu optei por pagar um pouco mais (£29.50, em 2015) para conhecer parte dos jardins privados do palácio também. 😉

Visitando as Salas de Estado do Palácio de Buckingham

Todos os anos, durante o verão europeu, a Rainha Elizabeth II e seu esposo, o Duque de Edimburgo, se mandam para a casa de férias que têm na Escócia. E aí, quando os gatos saem os ratos fazem a festa, claro. =D

É a oportunidade anual de visitar 19 dos mais de 700 ambientes da residência oficial de Dona Beth aqui em Londres. Residência e, claro, escritório – já que o Palácio de Buckingham é um dos poucos palácios de trabalho ainda em atividade no mundo todo!

Os ambientes que são aberto ao público entre o fim de julho e o fim de setembro são os chamados State Rooms, que nada mais são do que as salas em que os convidados da Rainha são recepcionados em atividades oficiais (como banquetes, visitas de estado e entregas de títulos).

A grande escadaria é um dos destaques do tour. Ela foi pensada pelo arquiteto John Nash, responsável pela "nova cara" do palácio solicitada pelo Rei George IV entre 1825 e 1830. E ela realmente impressiona! (se bem que preciso contar um segredinho: vi umas rachaduras na parede aí. Mas faz parte da vida, né? hehe) -- Photographer: Derry Moore
A grande escadaria é um dos destaques do tour. Ela foi pensada pelo arquiteto John Nash, responsável pela “nova cara” do palácio solicitada pelo Rei George IV entre 1825 e 1830. E ela realmente impressiona! (se bem que preciso contar um segredinho: vi umas rachaduras na parede aí. Mas faz parte da vida, né? hehe)

Como fotografias e filmes são proibidos, o convite para observar cada detalhe é irrecusável (até porque há, sim, fotos oficiais – como as que selecionei para este post – mas tem muitas pequenas-grandes preciosidades que só estando lá para ver e admirar).

Por isso, assim que coloquei meu pé direito dentro do famoso palácio, passei a me preocupar em eternizar o máximo possível de imagens na minha memória. Cada vez que entrava em um novo ambiente, olhava para todos os lados, olhava para cima e para baixo e logo acionava meu excelente áudio-guia (que está incluso no preço do ingresso, e tem versão em Português!) para saber o que a mocinha do outro lado do aparelho tinha a me contar.

E ela sabia de muita coisa, viu? 🙂

Na visita, foi possível conhecer toda a história do palácio (que inicialmente era “apenas” mais uma residência real), saber quais são os procedimentos para que uma visita de estado seja organizada (os preparativos podem levar até um ano!), ver alguns dos trajes utilizados pela Rainha em grandes eventos realizados ali, admirar as porcelanas utilizadas nos banquetes reais, além de ver alguns dos “tesouros” da coleção real (como quadros de artistas como Rembrandt e Vermeer) que impressionam.

Com o áudio-guia no ouvido, pude escutar um especialista explicando os detalhes desta obra (A Lady at the Virginal with a Gentleman,'The Music Lesson') e passei bons minutos analisando cada detalhe (o reflexo da garota no espelho, o instrumento no chão, o homem ao lado do piano, etc.). Superlegal!
Com o áudio-guia no ouvido, pude escutar um especialista explicando os detalhes desta obra (A Lady at the Virginal with a Gentleman, ‘The Music Lesson’, de Vermeer) e passei bons minutos analisando cada detalhe (o reflexo da garota no espelho, o instrumento no chão, o homem ao lado do piano, etc.). Superlegal!

Ao fim do tour (que levou cerca de 2h30), minha vontade era de passar por todas aquelas salas de novo.  

Eu queria olhar mais uma vez para cima e para baixo (e para todos os lados), admirar ainda mais atentamente as obras da coleção real e escutar outra vez todas as informações do áudio-guia (para poder ficar 100% preparada para apresentar tudo detalhadamente aqui para você). Mas logo percebi que essa missão era mesmo impossível. E resolvi que o melhor a fazer era contar para você o que eu vejo sempre que fecho meus olhos desde então e, ainda, fazer um apelo: se puder visitar o Palácio de Buckingham ainda neste verão, vá. Você não vai se arrepender! 😉

Se não estiver 100% convencido, faça um tour virtual por algumas das salas clicando aqui. Acho que você vai se impressionar e pensar “pra que ver pela tela do computador, se posso ver ao vivo?”. 🙂

É uma atração que, claro, ganhou cinco estrelas no ranking de avaliação do Pra Ver em Londres. Mesmo que o preço pareça salgado, esse é o tipo de investimento que se paga. Você sai de lá com menos dinheiro, mas com muito mais bagagem!

ranking-estelar-fazenda

A visita ao jardim do Palácio de Buckingham

Mas o meu tour não se encerrava na saída do Palácio. Passei apenas dez minutos na área do café (em que tomei um chá e comi um scone que estava gostoso, mas não muito fresco – parecia do dia anterior – por£6.45) e logo me juntei ao grupo que ia visitar também os jardins privados de Buckingham. E tive mais uma experiência incrível em uma hora!

No passeio, que foi liderado por uma experiente guia, pudemos ver o jardim de rosas do palácio, as árvores plantadas pelos três filhos da Rainha assim que estiveram aptos a isso, a quadra de tênis em que nomes como John McEnroe, Björn Borg e Steffi Graff exibiram seu talento para a realeza, o enorme vaso de cerâmica que certa vez pertenceu a Napoleão Bonaparte (Waterloo Vase) e mais.

Além disso, soubemos que aquele é o maior jardim privado de Londres, que oito jardineiros cuidam para que tudo esteja sempre impecável, que a Rainha precisa autorizar qualquer possível mudança no jardim e, ainda, que uma das funções dos jardineiros é, de tempos em tempos, pegar um dos ônibus que passam pelas laterais do palácio para ver se dá pra ver alguma coisa que não pode ser vista do segundo andar do busão. Se sim, é preciso plantar novas árvores para resolver esse problema. Que tal?

Foi uma caminhada gostosa, cheia de história e de beleza. Não me arrependi de ter incluído o jardim no combo. Pelo contrário. Achei que valeu o investimento extra. 🙂

Durante o passeio, fotos e vídeos também não estão autorizados. No entanto, beeem no finzinho, quando a guia nos libera para visitar a loja (que é SENSACIONAL! Tem de tudo, mas tudo é caro! haha), somos autorizados a fazer alguns registros (em um percurso de uns 100 metros – ou seria menos? Ai, não sei, João não tava junto e eu sou péssima quando o assunto é noção de distância. haha). Olha o que eu trouxe de lá:

O que será que tem do lado de lá da porteira, hein?
O que será que tem do lado de lá da porteira, hein?
O Palácio visto do jardim.
O Palácio visto do jardim.

Ah, e como bem lembrou nossa guia, no Google Maps (Satélite) dá pra dar uma espiada no jardim. Basta arrastar o mouse de um lado para o outro, dar zoom e explorar! =D

Consegui identificar a quadra de tênis (dã), o jardim de rosas e até as rosas plantadas em homenagem à Rainha Mãe e que ficam em uma área de visibilidade do quarto da Rainha Elizabeth II. Dá uma navegada aí pra ver o que você encontra e depois me conta. 😉

Esse dia com certeza ficará na minha memória para sempre. E no ano que vem, quando eu já não conseguir mais fechar os olhos e ver tudo que descrevi aqui, vou voltar sem precisar pagar um centavo a mais! É que ao comprar o ingresso direto no site oficial, você ganha direito de usá-lo mais uma vez no período de um ano se, ao final da sua primeira visita, carimbar o verso dele e afirmar que aceita que seu pagamento seja usado como doação. Eu, claro, já garanti meu retorno para o verão do ano que vem. =D

E aí, animou? Espero que sim. Para mim, foi um desafio escrever este post sem fotos próprias, sem anotações mais detalhadas e sem vídeo. Mas decidi contar um pouco do que vi e do que senti, porque acho que é isso que importa, afinal.

Um beijo e até o próximo post!

Nah

Programe-se para visitar o Palácio de Buckingham

Em 2017, o palácio estará aberto para visita 22 de julho e 01 de outubro. Garanta já seu ingresso (£23 para adultos ) clicando aqui. É preciso comprar o ingresso antecipadamente!

Como chegar:

De metrô: desça na estação Green Park (linhas: Jubilee – cinza; Piccadilly – azul escura; Victoria – azul clara)

De ônibus: 11, 211, C1 e C10

Acompanhe a gente nas redes sociais!  

Twitter  |  Facebook  |  Instagram

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube 

Créditos das fotos, em ordem:

–> The Blue Drawing Room, photographer: Peter Smith The Royal Collection © 2009 Her Majesty Queen Elizabeth II

–> White Drawing Room, photographer: Derry Moore
The Royal Collection © 2009 Her Majesty Queen Elizabeth II

–> The Throne Room, photographer: Derry Moore
The Royal Collection © 2009 Her Majesty Queen Elizabeth II

–> Photo: Derry Moore

Balada em Londres: que tal curtir uma incrível festa anos 40?

Este post ficará muito mais divertido e fará mais sentido se você der o play no vídeo abaixo antes de continuar a leitura:

Londres tem uma relação muito forte com a Segunda Guerra Mundial. Foi durante ela, por exemplo, que o “Keep calm and carry on” surgiu. Era uma campanha do governo para motivar e encorajar as pessoas a tocarem suas vidas durante os tempos difíceis. O Imperial War Museum conta muito bem os detalhes da Guerra e como ela afetou o cotidiano dos londrinos. Se você gosta do assunto, o museu vale MUITO a pena!

Além dele, o Churchill War Rooms também ajuda a preservar a história de uma das épocas mais marcantes do século XX. Há, ainda, ancorado ao lado Tower Bridge, um navio (HMS Belfast) que foi responsável por apoiar soldados britânicos na Normandia no “Dia D” e que hoje é um museu. Isso apenas para citar alguns exemplos de como a cidade preserva a história de um dos períodos mais nebulosos que já enfrentou.

blitz party - festa anos 40 em londres-5

Porém, o “legado” da época não se restringe a preservar as lembranças de dias conturbados. Recentemente, falamos sobre o Cahoots, um bar temático sensacional que simula o ambiente de uma estação de metrô de Londres durante os anos 1940.

E hoje é dia de de festa!

A Blitz Party é uma viagem! Uma festa que exige que as pessoas vão a caráter e simula o ambiente de um bunker enquanto DJs e bandas tocam músicas como as que você está ouvindo agora (deu o play lá em cima, né?). É louco pensar que minha avó provavelmente tenha lembranças de uma juventude vivida em cenários como esse, não?

–> Aqui, um parênteses: as fotos deste post foram feitas com o celular – e sem condições adequadas de luz. Por isso a qualidade não é das melhores. Mas o importante é curtir a festa, né? 😉

blitz party -festa anos 40 em londres-7

Antes de falar da festa, uma breve explicação sobre seu nome: Blitz é uma abreviação do termo alemão Blitzkrieg (guerra relâmpago), que diz respeito ao período em que Londres foi fortemente bombardeada pelos nazistas entre 1940 e 1941. Tempos duros muito bem retratados no Imperial War Museum.

Naqueles dias, as estações de metrô serviam de abrigo para a população. Existem fotos tensas das pessoas dormindo no underground. Acho surreal pensar que tudo isso ocorreu há tão pouco tempo.

Mas vamos para a festa!

Em busca do traje

A diversão começa na preparação para a festa. A gente rodou o Spitalfields Market e os brechós da região de Brick Lane para encontrar nossos trajes. A Nah comprou o vestido da foto por £10 e eu me virei com um suspensório de £5 comprado na Blitz, uma loja gigante dedicado à moda vintage. É certo falar moda vintage?

blitz party - festa anos 40 em londres-5

Uma passada na Primark também foi fundamental. Acabei encontrando lá outro suspensório por £2 além dessa camisa por £5. A Primark é uma rede estilo C&A, mas com melhor qualidade, variedade e preços super baixos.

blitz party - festa anos 40 em londres-5

A experiência da festa

Ao se aproximar do local da festa você já vai começar a ver pessoas com trajes típicos dos anos 1940. Ainda do lado de fora do armazém reformado, você é “recebido” por uma trincheira e uma mensagem de guerra impressa com tipografia militar. Basta dar os primeiros passos no corredor de entrada pra se teletransportar, de vez, ao passado.

blitz party - festa anos 40 em londres-5
A festa rola em Shoreditch, a meca hipster em Londres. Sem ofensas. Tem muita coisa legal por lá entre comes, bebes, arte e festa. Um bairro pra por na lista, com certeza!

Logo na entrada as meninas podem contar com o serviço gratuito de cabeleireiras e maquiadoras. Mas, atenção, chegue até às 23h se quiser um cabelão como o da Nah:

blitz party -festa anos 40 em londres-3

A casa abre às 20h. Quando entramos, por volta das 23h, um DJ tocava clássicos como o que está ouvindo agora. Aliás, ultima chance pra dar o play caso ainda não tenha feito. =)

Pouco depois a banda começou a tocar. Não lembro o nome dos caras, mas o som era top! Acelerado e super dançante. Eles tocaram por umas 2h30. Depois, o DJ voltou e a noite seguiu forte.

Dançarinos profissionais pelo salão

Uma das atrações da festa, além do astral, ambiente, atmosfera e música é ver as pessoas dançando. Rolava uma rodinha em que casais se revezavam. Mas não no estilo “Vou baixar naquela”. Os caras eram profissas. Pensa em algo nível Dirty Dancing e Grease.

Muitos giros, passos impossíveis, saltos e pernas frenéticas. Eram uns 5 caras e outras 5 meninas que ficavam se alternando. Sempre um casal por vez enquanto os outros observavam e aplaudiam, bem como em filmes.

blitz party - festa anos 40 em londres-5

Mostramos um pouquinho de um desses “showzinhos da pista” em um vídeo no nosso Instagram, ó:

Back to the 40ies

Um vídeo publicado por Pra Ver Em Londres (@praveremlondres) em

A Blitz Party levou 5 estrelas, fácil, no nosso sempre rigoroso ranking. Uma ótima opção tanto para você que mora na cidade ou está visitando e quer curtir uma balada em Londres diferente e supertradicional.  A gente não só recomenda, como até aceita convites para ir de novo! =Dblitz party - festa anos 40 em londres-5

Programe-se!

Quando acontece: uma vez por mês. No site sempre há a data da próximo

Onde acontece: Village Underground – 54 Holywell Lane, Shoreditch, London EC2A 3PQ

Quanto custa: £ 25. Clique aqui para comprar seu ingresso para a próxima edição

Que horas começa: 20h, mas vai noite adentro

Com que roupa eu vou: Uma pesquisa rápida no Google vai te dar uma ideia de roupas, se você não souber bem o que vestir. Se você precisar comprar roupas e quiser dicas deixa um comentário que a gente escreve um post sobre nossa perigrinação por brechós e mercados de rua de East London. 😉

Preço das bebidas: – Cerveja: £5, – Gin & tonica £6.50 – Drinks mais elaborados: a partir de £8.50 

blitz party - festa anos 40 em londres

E aí, ficou afim de viver essa experiência?

João

Grécia: Vivendo um sonho na ilha de Ios (vídeo)

Se você acompanhou nossas redes sociais nas últimas duas semanas viu que estávamos na Grécia.

Se não, corre pro Instagram ver as fotos. Ah, segue a gente no Snapchat também. É só procurar praveremlondres por lá. Infelizmente, os vídeos de Ios já se foram porque eles ficam no ar apenas por 24h, mas a gente tem usado bastante essa rede social. É mais uma forma de nos conectarmos. =)

Passamos dois dias em Atenas e 12 em Ios, uma desconhecida ilha de nome estranho (se fala como se parece: Iôs) que fica a menos de uma hora de viagem da linda, porém lotada e inflacionada, Santorini.

Antes de embarcarmos, não sabíamos muito sobre o lugar, pois tem muito pouco conteúdo na internet a respeito. E ainda tem o fator concorrência com a Apple: experimenta jogar Ios no Google pra ver o que acontece. =)

Mas, pensando agora, visitar o desconhecido acabou sendo muito positivo. Desembarcamos sem saber o que esperar e saímos suspirando e planejando, quem sabe, voltar no próximo verão. Ios nos marcou profundamente. Veja algumas fotos que fizemos nos primeiros dias na ilha.

Pelas amizades que fizemos (fomos para um evento do Travel Massive que reuniu mais de 30 blogueiros de viagem e outros profissionais do turismo do mundo todo), pelas praias absurdas, pelo azul do mar e das portas e janelas, pela paz, tranquilidade e energia do lugar, pela fantástica comida mediterrânea, pelo por do sol, pelos gatinhos e por tantas experiências que me arrancam um sorriso sempre que lembro.

Quando estávamos voltando, no ferry, fiz um esboço de um texto com 20 e tantos motivos para você conhecer Ios. Em breve ele será publicado e você vai entender melhor a razão dos suspiros e dos planos de voltar.

Até lá, deixo o convite pra que dê o play no vídeo abaixo e sinta um pouco do que é Ios. Se gostar, não esquece de “dar um joinha” no YouTube e se inscrever no canal. Estamos entrando em uma nova era aqui no blog. Vídeos serão mais frequentes daqui em diante. Mas quero saber se você é a favor dessa ideia.

Afinal, como sempre falamos, o Pra Ver em Londres (na Grécia ou no mundo) é nosso, mas também é seu!

E aí, curtiu? Tem alguma sugestão de vídeo pra gente gravar? Vale uma dica pra mostrar um lugar legal em Londres, uma outra cidade, a gente falando bobagem ou qualquer coisa que sua curiosidade permitir. Eu tô bem curioso e ansioso por suas sugestões! Hehe

Até a próxima.

O que fazer em Londres em agosto – 2015

E aí, pronto para grandes emoções nessa primeira segunda-feira de agosto? Espero que sim, porque hoje preparamos uma surpresa e tanto para você!

Pensando (sempre!) em ajudar os leitores do blog a programar sua visita ou estadia em Londres, demos um passo a mais na agenda de atividades da cidade e, a partir de agora, ao invés de liberar a agenda semanalmente, faremos uma agenda mensal. Dessa forma, você consegue se programar melhor e com mais tempo, certo?

Aí vão algumas observações importantes:

  • Como muitos eventos surgem durante o mês, essa não é uma agenda fixa. Pode ser que, no meio de agosto, a gente descubra algo superlegal e venha incluir aqui. Por isso, é bom sempre ficar de olho porque estaremos constantemente atualizando a agenda mensal, ok?
  • Eu coloquei o máximo de informações que consegui nas descrições. Sempre no nome do local haverá um link com indicações de como chegar até lá, ou então o link do Transport for London, onde você também consegue programar sua visita.
  • Se vocês tiverem sugestões, dúvidas ou indicações de eventos, fiquem à vontade para deixar um comentário com elas, ok? Afinal, a agenda é para vocês. Queremos sempre saber o que vocês pensam e precisam. Por exemplo: dividi as atividades por categoria. Vocês gostam assim? Preferem por ordem de data? Como acham melhor? Contem pra gente!

Agora, chega de papo e vamos ao que interessa, né?

Com vocês, senhoras e senhores…

rufem os tambores

A agenda de atividades de agosto em Londres:

festivais em londres

Plaza Latina

festival latino londresFestival latino americano, com música, comidas, danças, artes e artesanatos típicos que celebram essa (nossa) rica cultura.

Kids Week

festival em londres para crianças

Durante todo o mês de agosto, crianças abaixo de 16 anos, quando acompanhadas de adultos, podem ir gratuitamente a diversos shows, teatros e musicais.

  • Onde: em vários lugares da cidade
  • Quanto: criança acompanhada de adulto não paga
  • Quando: 1º a 31 de agosto
  • Mais info: kidsweek.co.uk

London Beer City

festival de cerveja em Londres _ London Beer City

Uma semana com vários eventos relacionados à cerveja, em vários locais da cidade. Um dos temas desta segunda edição do London Beer City é o “There’s a beer for that” (há uma cerveja para isso), em que eles mostram qual comida harmoniza com qual cerveja.

  • Onde: em vários lugares da cidade
  • Quanto: eventos gratuitos e alguns pagos – que custam em torno de 10 a 25 libras
  • Quando:  7 a 16 de agosto
  • Mais info: londonbeercity.com

London Korea Festival

festival koreano londres

Festival que celebra a cultura da Coreia do Sul, trazendo a gastronomia, a música, a dança e as tradições do país.

CAMRA Great British Beer Festival

festival de cerveja em Londres_ Great-British-Beer-Festival

Um dos festivais de cerveja mais tradicionais de Londres, o Great British Beer Festival traz mais de 900 variedades de ales, cidras e perries (destas, cerca de 350 são britânicas). Além, é claro, de muitas opções de comidas incríveis para acompanhar.

London Craft Beer Festival

festival de cerveja em Londres_ London Craft Beer

Este festival traz cervejas artesanais da Inglaterra e também de cervejarias europeias e americanas. O ingresso é mais caro, mas dá direito a provas ilimitadas das bebidas que participam do evento.

The Elephant and the Nun Festival 2015

festival londres_Elephant-and-Nun

Um evento para conhecer o espírito de comunidade presente em Londres. O festival reúne artistas locais da região de Southwark para celebrar os talentos da cidade.

The Big Feastival

festival musica e gastronomia londres - big feastival

Que tal misturar rock & roll e gastronomia? Essa é a proposta desse evento, organizado por Alex James, da Blur, e pelo chef Jamie Oliver. Um festival com incríveis atrações gastronômicas e musicais para alimentar o corpo e a alma.

South West Four

festival musica eletronica em londres _ South West Four

Um festival de música eletrônica que traz grandes nomes como Fatboy Slim, Faithless live e mais de 80 atrações nacionais e internacionais. O South West Four promete trazer Ibiza para Londres.

Notting Hill Carnival

notting hill carnival

Não é igual ao carnaval do Brasil, mas o agito é bem parecido. O Notting Hill Carnival celebra a cultura afro-caribenha, com muita música, performances de dança e gastronomia típica.

Festival of love

festival em londres _ festival of love

Love is in the air em Southbank Centre, onde acontece o Festival of Love, com diversas atividades envolvendo o tema “amor”. Lá, você poderá ver artistas em performances musicais, exibições e diversos eventos gratuitos celebrando o mais nobre sentimento que existe. <3

BBC Proms

festival de musica em londres _ bbc proms

Um dos mais tradicionais eventos de Londres, que acontece há 120 anos. Traz uma série de concertos, palestras e atrações no Royal Albert Hall, com transmissão em alguns parques da cidade.

More London Free Festival

festival em londres_ the scoop

Do ladinho do Tâmisa, perto da Tower Bridge. Nessa bela localização com uma vista incrível é que fica a região de More London Riverside. E é lá que acontece há 30 anos o More London Free Festival. De junho até setembro, o prédio The Scoop é tomado por atividades de teatro, dança, música e cinema.

Urban Food Fest

festival comida de rua em londres _ urban food festival

Esse é um festival internacional de comidas de rua, que acontece todo sábado das 12h à meia noite. O Urban Food Fest oferece pratos típicos de diversos lugares do mundo.

museus em londres

Summer Screen Prints

exibição screen print londres

Uma série de pinturas contemporâneas retratando pôsteres de alguns clássicos do cinema como A princesa e o Plebeu, O último dos Moicanos, O silêncio dos Inocentes, entre outros.

Riviera Style

exibição de moda em londres _ riviera style

A exposição “Riviera Style”, que acontece no Fashion and Textile Museum, comemora 100 anos de trajes de banho inspirados na Côte D’Azur.

Travel Photographer of the Year

exposição fotografia londres - travel photography of the year

Esse é um concurso que une trabalhos de fotógrafos do mundo inteiro. Você pode conferir as fotos vencedoras do ano passado e transportar-se para lugares incríveis por meio das imagens.

  • Onde: Royal Geographical Society
  • Quanto: ingressos de 8 libras (inclui uma taça vinho, cerveja ou refrigerante) e de 15 libras (inclui uma taça de Prosecco, Gin & Tônica, Pimms ou refrigerante + uma cópia do livro Travel Photographer of the Year).
  • Quando: até 5 de setembro
  • Mais info: rgs.org

Buckingham Palace Summer Opening

Palácio de Buckingham

Se estiver em Londres até setembro, pode aproveitar que a família real está curtindo o verão para visitar o Palácio de Buckingham. É uma oportunidade e tanto, já que é difícil ver de perto os salões reais (a Nah já foi e, em breve, vai ter post dela aqui no blog contando como foi!)

  • Onde: Palácio de Buckingham
  • Quanto:  há diferentes opções de ingressos (e, consequentemente, diferentes preços. Visite o site para encontrar a opção ideal para você)
  • Quando: até 27 de setembro
  • Mais info: royalcollection.org.uk

The Alice Look

exibição de moda em londres _ alice look

Uma exibição que mostra como o clássico de Lewis Carroll influenciou a moda ao longo de 150 anos, desde sua criação. The Alice Look traz uma seleção de artigos de vestuário, fotografias e edições raras da obra.

Science Museum Lates

museu da ciência em londres _ Science Museum Lates

Um evento noturno promovido pelo Science Museum. Uma oportunidade única para conhecer esse museu incrível, com bebidas e atrações como uma “discoteca silenciosa”, onde cada um dança ao ritmo do seu fone de ouvido, e diversas outras atividades e instalações para se divertir e aprender.

Facing History: Contemporary Portraiture

exposição retrados _ v&a

Uma coleção com 80 pinturas e fotografias que mostram a forma como cerca de 20 artistas vêm respondendo à ideia de produzir “retratos” ao longo dos últimos 20 anos. A exposição traz desde retratos bem tradicionais, miniaturas retrato, medalhas até máscaras mortuárias.

cinema_teatro_londres

Film4 Summer Screen at Somerset House

cinema em Londres_ Film4 Summer Screen at Somerset House

Cinema ao ar livre em Londres é o que não falta no verão. Mas o Film4 Summer Screen é um dos mais tradicionais, que acontece nos jardins da Somerset House.

Open Air Theatre

Regent's Park Open Air Theatre

O Open Air Theatre, como o próprio nome diz, oferece apresentações de teatro ao ar livre. Nele, você pode assistir a peças incríveis curtindo o verão britânico. Em agosto, a peça em cartaz é baseada na obra clássica “Seven brides for seven brothers” (sete noivas para sete irmãos).

Backyard Cinema Film Festival

cinema-camden-londres

Este evento promove exibições ao ar livre e traz desde clássicos do cinema, como “Uma linda mulher”, até as novidades mais recentes, como “Mad Max”. Além da programação diversificada, ainda tem os “sing-a-long” e “dance-a-long”, em que você canta e dança suas trilhas de filmes favoritas (quem nunca? hahaha).

atividades em londres

Make Night Market

mercado noturno londres

Tudo que um bom mercado de rua de Londres tem a oferecer – música, gastronomia, drinks e artesanato – acontecendo sob a luz do luar.

Red Bull Air Race World Championship

corrida avião Londres

Curte esportes radicais e gostaria de ver algo diferente em Londres? Então, que tal uma corrida de avião? Essa corrida não é sobre chegar na frente, e sim sobre fazer malabarismos no menor tempo possível.

Royal Victoria Beach

praia em Londres - Royal Victoria Beach

Se não tem praia em Londres, bora construir uma, certo? No verão, você vai encontrar várias praias artificiais pela cidade, e essa da Royal Victoria Dock é uma das maiores – são mais de 200 toneladas de areia e tudo mais que o clima do litoral pede: comidas, bebidas e várias atividades para todas as idades.

Mind Sports Olympiad

MIND SPORT OLYMPICS

Uma olimpíada para atletas que gostam de exercitar a mente. São mais de 60 jogos de tabuleiro, tais como xadrez, Scrabble e Monopoly e ainda poker para amadores, programação de computadores, competições de cálculos mentais, Tetris e quiz de conhecimentos gerais.

  • Onde: JW3
  • Quanto: para participar, inscrições de 10 a 15 libras; para assistir, a entrada é gratuita.
  • Quando: 23 a 31 de agosto
  • Mais info: msoworld.com

Beach East

praia em Londres - Beach East

Mais uma praia artificial de Londres – artificial, mas não menos divertida. O Beach East é uma mistura de praia e parque de diversões, que vai fazer a alegria das crianças – e dos adultos também, claro. Tem ainda bares e barraquinhas de comidas e, além disso, também promove alguns eventos esportivos.

Ping London

festival de ping pong londres

Um festival de Ping Pong que acontece em diversos pontos da cidade. Você pode assistir ou até testar suas habilidades – é só chegar, emprestar uma raquete e entrar na competição.

Camden Lock Summer Night Markets

mercado noturno londres_ camden lock

Um evento já tradicional no verão de Londres, o mercado noturno de Camden acontece todas as quintas-feiras até 3 de setembro e traz lojas de diversas marcas da cidade, barraquinhas de comida e bebida e música ao vivo.

Full of Spice

kew-gardens

A vista ao Kew Gardens sempre vale a pena (como a Nah já comentou neste post). Nessa época, em especial, você poderá apreciar por lá o Full of Spice Summer Festival e imergir no mundo das pimentas.

Mais do que nunca: UFA! 🙂

Esperamos que você curta. Por favor, deixem um comentário dizendo o que achou, ok? Só assim a gente sabe se estamos ajudando você de verdade. 😉

Beijos e até mais :*

 

Imagens: divulgação