O que fazer em Londres em maio de 2016

Mesmo que tenha nevado em Londres no final de abril, já é primavera na capital inglesa. E, por isso, é possível aproveitar várias atividades ao ar livre. Em maio, além de diversos festivais de comida, bebida e arte, a terra da rainha oferece também teatro ao ar livre, festival de flores e muito mais.

Confira a seguir algumas opções de atrações para aproveitar Londres em maio:

festivais em londres

Festival de Falafel

festival falafel londres

Se você curte o bolinho de grão de grão-de-bico originário do oriente médio não pode perder o London Falafel Festival, que acontece no Borough Market – que, por si só, já é uma atração e tanto! <3

–> Tem post sobre esse mercado incrível aqui no blog. Clique neste link para ler!

Canalway Cavalcade

little venice festival londres

Esse evento é uma ótima oportunidade de conhecer Little Venice, um charmoso trecho do Regent’s Canal. Anualmente, mais de 130 barcos se reúnem deixando o local ainda mais colorido. Além disso, os visitantes podem esperar milhares de atrações artísticas e comidas e bebidas típicas.

–> Aliás, também tem post sobre o Regent’s Canal aqui no blog. Dá uma olhada!

Brixton Beer and Bread Festival

Brixton Windmill londres

Que tal saborear cervejas e pães de produtores locais de Londres? Isso é possível no Brixton Beer and Bread Festival, que acontece no Windmill Gardens, em Brixton – no evento, haverá ainda venda de trigo feito no próprio moinho. Legal, né?

London Craft Week

festival artesanato londres

O mundo do artesanato pode ser muito mais encantador do que você pensa. Joias, moda, arte e design feitos à mão, utilizando técnicas do passado e também as mais modernas. Tudo isso você vai encontrar no London Craft Week, que mostra o trabalho de talentosos artistas artesãos de Londres.

Covent Garden May Fayre and Puppet Festival

festival marionete

Você pode achar que teatro de marionete é coisa do passado. Mas em Londres, essa tradição permanece viva até hoje, graças ao May Fayre and Puppet Festival, que acontece há 41 anos! Além das marionetes, este ano o evento estará repleto de atrações como workshops, música folk e comida de rua.

Alchemy

alchemy

Esse festival mostra o melhor da dança, música, teatro, design, moda e literatura do Reino Unido e do Sul da Ásia. Em sua sétima edição, além de shows e apresentações, o Alchemy traz também wokshops, exibições artísticas e um cheirosíssimo mercado de comidas típicas.

Peckham Rye Music Festival

Peckham Rye Music Festival

Este festival é perfeito para quem quer conhecer a cena local de música independente de Londres (especificamente de Peckham, claro). Além de artistas, estarão presentes gravadoras e profissionais da área. Um programa ideal para quem prefere opções menos turísticas e mais locais.

Urban Village Fete

Urban Village Fete

Essa é uma tradicional “festa da vila” com toque contemporâneo. O evento ao ar livre traz atrações artísticas variadas: design, música, dança, workshops, artesanatos e barraquinhas de comidas internacionais.

Spin – The Cycling Festival

spin festival bike

Seja você um ciclista profissional ou um biker de final de semana, vai adorar esse evento que reúne o mundo do ciclismo com arte, inspiração, moda, inovação e música. Mais de 150 marcas internacionais de bicicletas estarão mostrando as principais tendências e novidades desse mercado. Não sei por quê, mas acho que o João ia adorar… :)

Semana do vinho em Londres

london wine week

Amantes do vinho que estiverem em Londres entre 23 e 29 de maio irão se dar muito bem, pois nessa semana acontece a London Wine Week. O evento conta com diversas atrações: aulas com grandes mestres na arte de fazer vinho, experimentações guiadas, encontro com enólogos e festas e jantares especiais. Você pode adquirir ainda a pulseira da London Wine Week e provar vinhos por apenas 5 libras nos estabelecimentos participantes. São mais de 100 locais – entre bares e restaurantes.

RHS Chelsea Flower Show

RHS Chelsea Flower Show

Esse é um dos eventos mais tradicionais de Londres, que acontece desde 1913. Neste ano, mais de 500 expositores estarão mostrando verdadeiras obras de arte em forma de plantas, flores e composições incríveis de jardins.

MCM London Comic Con

MCM London Comic Con 1

Uma das maiores convenções de cultura pop do Reino Unido reúne expositores, vendedores, mangás, jogos, cosplays e muitos convidados especiais este mês em Londres. Haverá ainda uma MCM London Party.

Street Food and Craft Beer Festival

street food cerveja artesanal alexandra palace

Uma festa ao ar livre com comida de rua, cervejas artesanais e música ao vivo. Precisa de mais motivos para comparecer ao Street Food and Craft Beer Festival? Aí vai mais um: ele acontece no Alexandra Palace, um prédio histórico de Londres com uma paisagem incrível!

Udderbelly Festival

UdderBELLY by night

Se ao andar por Southbank, você encontrar uma enorme arena em forma de uma vaca roxa, não estranhe, pois ali acontece um festival incrível: o Udderbelly. Esse evento traz atrações de música, comédia, circo e entretenimento para a família. Além de muitas comidas e bebidas diferentes e deliciosas.

Punk London

punk-london

Ao longo de 2016, Londres será palco de diversas baladas, exibições e eventos que comemoram os 40 anos da cultura Punk e sua influência na moda, no cinema, na fotografia, no design, na literatura e na música.

Urban Food Festival

urban food festival comida londres

Todo sábado, das 12h à meia noite, os amantes da boa “baixa gastronomia” se encontram no Urban Food Festival, festival que oferece pratos típicos de diversos lugares do mundo no coração de Shoredicth.

exibições museus londres

Sony World Photography Awards Exhibition

exposição sony fotografia londres

Mais de 130 mil fotógrafos profissionais e amadores inscreveram-se no Sony World Photography Awards. Depois de uma curadoria de especialistas, foram escolhidos 500 finalistas. Essas obras de arte fazem parte da exposição do prêmio, que mostra imagens de todo o mundo, de paisagens e retratos à arquitetura e fotojornalismo.

Comix Creatrix: 100 Women Making Comics

ilustrações-mulheres-londres

Desde caricaturas do século 18 até as graphic novels da atualidade, as mulheres sempre estiveram fortemente presentes no mundo das histórias em quadrinhos, como mostra essa exposição com mais de 100 artistas femininas dessa área.

Photo London

exposição de fotos internacionais londres

Se você gosta de apreciar uma boa fotografia, vai se interessar por essa exposição que reúne fotos de grandes artistas e de fotógrafos desconhecidos, vindas de mais de oitenta galerias do mundo todo.

Above and Beyond

exposição National Maritime Museum

Uma viagem ao espaço. Assim é a exposição Above and Beyond, que explora o mundo das aeronaves, mostrando o passado e o futuro dos voos espaciais. Você poderá fazer simulações de voo e interagir com atrações que envolvem realidade virtual e realidade aumentada.

Conceptual Art in Britain 1964-1979

arte conceitual tate modern

Na década de 60, os artistas britânicos começaram a abandonar a abordagem tradicional e fazer das ideias a essência de seus trabalhos. Nessa exibição, você irá conferir peças dessa importante época, que mudou a forma de fazer arte no Reino Unido.

The Rolling Stones: Exhibitionism

exposição Rolling Stones londres

Um dos maiores grupos musicais abre seu arquivo pessoal nessa exibição toda dedicada aos senhores do rock. São mais de 550 objetos e fotos raras da banda, mostrando o início do Rolling Stones e muitas histórias de bastidores.

Cycle Revolution

exibição-bicicleta-em-londres

Quem deu essa dica foi o João. Se você, assim como ele, é um amante de bikes, não pode perder essa exposição que celebra a diversidade do mundo sobre duas rodas, trazendo, além de itens históricos, também inovações ciclísticas. Um evento para atletas do dia a dia e também para os mais profissionais.

Botticelli Reinventado

Botticelli Londres

Sandro Botticelli é reconhecido como um dos maiores artistas de todos os tempos. A exibição Botticelli Reimagined conta os 500 anos de história do artista, mostrando não apenas suas obras, mas também sua influência no cinema, na fotografia, na moda e no design. A exposição traz 50 trabalhos originais de Botticelli e outras de artistas inspirados por ele, tais como René Magritte e Andy Warhol.

Undressed: A Brief History of Underwear

exibição lingerie londres

Uma exibição que conta a história da lingerie, desde o século 18 até à época atual. Essa é Undressed: A Brief History of Underwear, que mostra como as roupas de baixo influenciaram a moda e a cultura em diferentes épocas.

cinema teatro em londres

Open-air theatre in London – Running Wild

TEATRO AO AR LIVRE LONDRES

Com a chegada da primavera, vem também a época de eventos ao ar livre, tal como o Regent’s Park Open Air Theatre. A primeira peça dessa temporada é Running Wild, que conta a história de um menino órfão que vai passar as férias na Indonésia e, por conta de um tsunami que assola a região, acaba em uma aventura no meio da selva.

Romeo and Juliet

romeo e julieta teatro londres

Londres e Shakespeare é sempre uma ótima combinação. E se você adora uma história de amor clássica, então, essa peça precisa estar na sua lista de atividades da cidade. Essa é uma versão contemporânea do romance proibido de Romeo e Julieta, com os mesmos atores do último filme da Cinderella.

–> Por falar em Shakespeare, aqui no blog tem um post bem bacana sobre a visita ao teatro que o “mantém vivo” no coração de Londres. Não deixe de ler – e de visitar, claro!

Motown the Musical

Motown-the-Musical-londres

Nesse musical você irá descobrir a história por trás de grandes artistas como Michael Jackson, Steve Wonder, The Temptations e muitos outros que influenciaram o mundo da música e passaram pela legendária gravadora Motown Records.

 

o que fazer em londres em maio 2016

Secret 7″

secret 7

Essa exposição funciona assim: são selecionadas sete canções de sete grandes músicos internacionais. Então, 100 artistas do mundo todo são convidados a interpretar as canções à sua própria maneira. O resultado são 700 artes expostas neste evento. E onde está a parte “secreta”? Os visitantes só descobrem o artista responsável pela arte e a música na qual a peça foi inspirada depois de pagar por ela. Que tal?

Carnaby Style Night

carnaby street style

Se você é chegado numas comprinhas e adora uma promoção, vai gostar de saber que das 17 às 21 horas do dia 5 de maio as mais de 100 lojas, bares e restaurantes da charmosa Carnaby Street estarão com 20% de desconto! Além disso, acontecerão várias atrações como palestras e música ao vivo nas lojas.

Friday drinks market

Friday drinks market

Essa festa funciona como um happy hour de fim de semana um pouco mais elaborado. A ideia é a seguinte: toda sexta-feira, das 17 às 22h, o Startisans, um mercado de comidas artesanais, oferece uma imensa variedade de bebidas, que vai desde gelatina de vodka até cervejas orgânicas artesanais. Vai encarar?

Para combinar com a primavera, temos aí uma agenda florida de opções! Espero que consiga aproveitar as atrações e que essas atividades ajudem a transformar sua estadia em Londres ainda mais inesquecível!

Bjs!

Fran

 

 

Um presente pra você pelos seis anos de blog

Lá se vão seis anos desde que embarcamos para uma jornada que mudaria nossas vidas para sempre. No dia 15 de abril de 2010, a Nah com 22 anos e eu com 24 e recém-formados, embarcamos para um intercâmbio de seis meses em Londres.

Começava ali uma nova vida profissional, nossos primeiros dias morando juntos e uma aventura épica de desbravar o mundo – que depois se tornou uma missão eterna de vida. Nascia, também, ele que foi responsável por boa parte da forma como viveríamos os próximos anos: este blog, que nos deu inúmeras alegrias, amizades e bons momento e sonhos pensados e realizados.

É louco pensar que seis anos se passaram e o quanto um simples endereço na internet movimentou e inspirou nossas vidas. Enquanto eu escrevo, lembro sorrindo os nossos primeiros dias na cidade e inúmeras histórias que vivemos graças ao blog.

Em 2010, uma das primeiras fotos que tiramos em Londres
Em 2010, uma das primeiras fotos que tiramos em Londres

Muitas das boas histórias, aliás, só foram possíveis graças a você, seja um leitor de longa data ou que nos acompanha há pouco tempo, mas eu vou deixar o papo emotivo pra Nah escrever em breve porque ela é muito melhor que eu nesse departamento. =)

Temos um presente pra você

Se você é um leitor antigo já sabe que a fotografia recebe tanta atenção por aqui como os textos. Fotografar durante viagens é uma de minhas atividades favoritas. Só de HDs externos são quatro (de um terabyte cada) aqui em casa. Eles são como um tesouro pra mim, pois guardam alguns dos momentos mais incríveis que vivemos juntos viajando.

O arquivo que tenho de fotos de Londres, como você pode imaginar, é enorme. São milhares e milhares de fotos, algumas das quais gosto muito porque registram “retratos” legais da cidade ou me fazem lembrar de bons momentos. Algumas das minhas preferidas estão nesses posts:

Mas a gente está em débito com você…

No fim do ano passado, nos inscrevemos em um concurso de fotografia organizado por uma pequena imobiliária que ficava em nosso antigo (que saudade!) bairro em Londres – Woolwich Arsenal. Conquistamos primeiro e segundo lugares (!) com estas fotos:

Fotos de Londres - Tamisa e City of London skyline

Fotos de Londres - BigBen

A grana que ganhamos no prêmio ajudou a bancar nossa viagem para Cotswolds, um dos lugares mais lindos do Reino Unido e uma das viagens mais legais que já fizemos.

Pausa para uma promessa: pode esperar que daqui uns anos vamos escrever o blog morando por aquelas bandas. ;)

Como retribuição a ajuda que recebemos dos leitores para ganhar o concurso (pessoal que está em nossa lista de e-mails votou em peso nas nossas fotos), prometemos que iríamos dar de presente um quadro com uma das fotos. Aliás, aproveita e se cadastra. Quem está na base sempre recebe um carinho extra. =)

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







O quadro ficou pronto há meses, mas na correria e mudança de vida que se seguiu (voltamos ao Brasil em fevereiro e o lado emocional passou por diversos altos e baixos de lá pra cá), a promessa demorou um pouco pra ser cumprida.

Hoje estou aqui para honrá-la. O quadro, que por enquanto está pendurado na parede da nossa sala, pode ser seu.

fotografia de londres em moldura
Lamento, mas o presente é só o quadro, ok? ;)

Fiz a foto em um ensolarado e geladíssimo dia de inverno enquanto caminhávamos pela face norte do Tâmisa em direção à ponte de Westminster. Se você já caminhou por ali sabe que a vista é linda, quase poética. A gente sempre gostou de parar por aquelas bandas pra ficar conversando sobre a vida, admirando o cenário e agradecendo pelo privilégio de poder viver na cidade mais incrível do mundo.

quadro de londres

Neste dia da foto, os raios de sol estavam criando belas sombras e contrastes na paisagem. Quando vi esas duas mulheres caminhando em direção ao grande Ben, fiz o “click”. Mais tarde, já em casa e fazendo uma das minhas atividades preferidas (rever as fotos do dia e editá-las), senti que renderia uma boa imagem em preto e branco e voilá, ficou assim.

foto de londres em quadro-2

Você quer ganhar o quadro de Londres de presente?

A gente quebrou a cabeça pra encontrar uma forma legal de escolher quem vai levar o quadro pra casa. Aí chegamos na seguinte ideia. Pra concorrer é só deixar um comentário respondendo a pergunta abaixo:

Imagine que seu melhor amigo está indo pra Londres e ele pediu que você desse uma única dica sobre a cidade. Qual seria sua dica e por quê? Vale uma atração turística, uma caminhada, um pub, um restaurante, um museu, uma pira de sua cabeça, enfim, qualquer coisa. Se você nunca foi a Londres, inpire-se aqui no blog e conte o que mais sonha em ver e por quê. Capriche nos detalhes, hein? Ah, e se quiser, pode deixar mais de um comentário. Avaliaremos todos os que forem registrados – tanto nos comentários nativos do blog quando os que são feitos pelo aplicativo do Facebook, que também está aqui embaixo!

Vamos divulgar o resultado no dia 30/04.

OBS. O quadro será enviado apenas para endereços no Brasil. Como vamos arcar com os custos de envio, infelizmente fica inviável despachar para fora do país. Só pra você ter uma ideia, dia desses enviamos uma simples chave para Londres e gastamos mais de 80 reais!

Dica: se você ganhar, mas morar fora do Brasil, que tal presentear um parente ou o seu melhor amigo que mora no Brasil com o quadro? :)

Estamos ansiosos para ouvir sua história e ver o quadro pendurado em sua casa (ou na de seu parente ou amigo). =)

Novamente, muito obrigado por estar aqui com a gente! Se o blog permanece vivo por todo esse tempo pode ter certeza que, em muito, isso se deve à linda comunidade que se formou aqui e que muito nos orgulha.

João

Saint-Émilion: vilarejo medieval francês que roubou meu coração

Ruas de pedra, vias estreitas, (bela) arquitetura padronizada, lendas antiquíssimas que tornam tudo ainda mais interessante, muita história, uma vista do alto de tirar o fôlego, comida deliciosa, vinhedos para todos os lados (e excelentes vinhos em todos os lugares), povo acolhedor, gatinhos circulando livremente… Motivos para se apaixonar por Saint-Émilion não faltam! saint emillion - vilarejo perto de bordeaux-4

saint emillion - vilarejo perto de bordeaux-2

saint emillion - franca-4

saint emillion - vilarejo perto de bordeaux-5 A gente precisou de um dia e meio na pequena cidade em que parece que o tempo parou para incluí-la na nossa lista de preferidas da vida (AHAM!). E as experiências que vivemos lá contribuíram muito para isso. É sobre elas, aliás, que eu falo hoje. :)

→ Esse é o segundo post sobre essa viagem. O primeiro, em que João contou o que fizemos no primeiro dia que passamos em Bordeaux, está aqui.

Um tour a pé guiado em um patrimônio mundial da UNESCO

Vou ser bem sincera com você: nossa passagem por Saint-Émilion começou com uma decepção!

Deixamos Bordeaux na sexta-feira pela manhã achando que chegaríamos ao pequeno vilarejo medieval francês que é considerado um patrimônio mundial da UNESCO pela sua paisagem repleta de vinhedos e faríamos um passeio de bicicleta pela região. As bikes já estavam reservadas e a gente estava bem ansioso.

Tínhamos explorado a região de Cotswolds (interior da Inglaterra) de bike poucas semanas antes e tínhamos curtido MUITO. Não víamos a hora de fazer o mesmo em Saint-Émilion... :( --> Começamos a contar as histórias da nossa trip para Cotswolds neste post.
Tínhamos explorado a região de Cotswolds (interior da Inglaterra) de bike poucas semanas antes e tínhamos curtido MUITO. Não víamos a hora de fazer o mesmo em Saint-Émilion…
–> Começamos a contar as histórias da nossa trip para Cotswolds neste post.

Porém, logo nos primeiros quilômetros de viagem (Saint-Émilion está a cerca de 40km distante de Bordeaux – no fim do post tem informações práticas para você chegar lá), uma chuva insistente começou a cair, e nossa animação foi junto. Afinal, no céu, sinal nenhum indicava que podíamos ter esperanças. Para todos os lados que olhávamos só víamos nuvens cinzas.

Assim que estacionamos o carro no nosso destino final concluímos que o plano B teria que ser colocado em prática. E qual era esse plano? Um city tour guiado!

Quer coisa melhor do que se perder para se encontrar nessas ruazinhas cheias de charme, né?
Quer coisa melhor do que se perder para se encontrar nessas ruazinhas cheias de charme?

Em pouco tempo, o que era frustração virou satisfação. #tudumpá

Audrey, nossa guia, uma local de vinte e poucos anos que fez intercâmbio no Canadá e falava um inglês impecável, sabia MUITO sobre a cidade e estava mais do que disposta a contar tudo pra gente.

Com seu guarda-chuva na mão, no maior estilo Mary Poppins, ela iniciou o tour nos fundos do escritório de turismo da cidade, onde ficava uma bela igreja que foi erguida entre os séculos XI e XV.

saint emillion - franca

saint emillion - franca-3

saint emillion - franca-2

Em um 1h30 de passeio, Audrey nos levou para conhecer o local onde o padroeiro do município viveu e construiu sua fama de santo (tá certo que tem quem questione suas histórias, mas que elas são bacanas é inegável), nos apresentou a bela igreja monolítica (ou seja, lapidada a partir de uma grande pedra! – é, chocante!) que é uma das principais atrações da cidade (mais informações a seguir), contou várias curiosidades sobre Émilion, mostrou uma rua perfeita para quem quer jogar a madrasta ladeira abaixo (calma, é uma brincadeirinha! :), nos levou para explorar construções subterrâneas que datam do século VIII (sim, OITO!) e muito, muito mais.

Selecionei algumas fotos para contar algumas das histórias que ouvimos…

saint emillion - catacumbas-2

Este aí é o santo que dá nome a esse apaixonante vilarejo medieval francês.

Segundo nossa guia, Émilion era um monge britânico que deixou para trás sua família para se dedicar à causa dos pobres e da religião. Existem algumas lendas a respeito da história dele, até hoje sobrevive uma que diz que a mulher que se senta em seu oratório, nas catacumbas em que fica essa imagem, engravida pouco tempo depois. A Audrey nos contou que o escritório de turismo da cidade recebe centenas de cartas por ano de mulheres que comprovam o “milagre”. Diz que tem muita gente que viaja por diiiias para colocar nas “mãos” do santo o seu futuro materno. E aí, você acredita nisso?

saint emillion - catacumbas

Você tem noção de que essa construção é SUBTERRÂNEA? A estrutura impressiona.

E esse é apenas um pequeno pedaço da Saint-Émilion que existe “debaixo da terra” e que só é possível visitar com a ajuda de um guia. A Audrey, guia que nos acompanhou, tinha as chaves das impressionantes galerias subterrâneas e nos revelou que essa é a maior construção desse tipo da Europa. Uma pena que tudo é muito escuro por lá e as fotos não conseguem registrar toda a suntuosidade desses “segredos” de Saint-Émilion.

Também no "underground" de Saint-Émilion, há uma igreja com ícones pagãos, arquitetura que mistura traços góticos com traços romanescos, enfim, uma mistura de "linhas de pensamento".

Também no “underground” de Saint-Émilion, há uma igreja com ícones pagãos, arquitetura que mistura traços góticos com traços romanescos, enfim, uma mistura de “linhas de pensamento”.

A chuva nos acompanhou durante todo o percurso, mas isso não foi um problema. Diversas das paradas eram cobertas, estávamos vestidos apropriadamente (aliás, muito importante passear por lá de tênis, já que o terreno é irregular, tem bastante subida e descida e, com chuva, os paralelepípedos ficam bem escorregadios) e o papo estava extremamente interessante.

Foi muito, muito legal. <3 Recomendo sem pensar duas vezes. É uma ótima forma de explorar a cidade e ver as coisas passarem a fazer sentido diante dos seus olhos. Uma boa guia faz toda a diferença. :)

saint emillion - vilarejo medieval franca
A igreja monolítica e os tesouros que seu “underground” guarda. Quer entrar aí nessas portinhas e ver o que a gente viu? Só pode se estiver acompanhado de um guia. Justo. Afinal, só assim é possível conservar tanta história!

Adultos pagam 13€ (22€ por casal), estudantes e adolescentes entre 12 e 17 anos pagam 10€ e crianças até 12 anos, acompanhadas dos pais, não pagam. Todos os detalhes sobre datas e horários (e também o link direto para reservas) estão aqui. É importante dizer que os tours são guiados apenas em inglês e em francês – e é preciso reservar com antecedência (até porque nem todos os tours acontecem durante o ano inteiro).

E esse não é o único tour guiado que você pode fazer em Saint-Émilion. Neste link estão todas as opções de tours oficiais do bureau de turismo local. Vale a pena dar uma boa olha na lista (que inclui opções para famílias, mais voltadas para o lado histórico, para quem quer saber mais sobre os famosos vinhos da região e assim por diante) antes de decidir qual tour fazer, até pra não se arrepender da escolha depois. ;)

Minha dica? Faz uma listinha com o que você considera mais importante em um tour, cruza os prós e contras de cada opção e manda ver na sua decisão. :)

Uma boa análise SWOT pode ajudar bastante!

Essa é uma ferramenta de gestão que sempre usamos quando estamos indecisos sobre o que fazer em nossas viagens. Basta listar forças e fraquezas, oportunidades e ameaças de cada opção a ser analisada e ver qual tem mais pontos fortes do que fracos. Dessa forma, as chances de errar em uma decisão são consideravelmente menores. ;)

SWOT

Comida que aquece a alma

No fim do tour guiado, Audrey nos levou para almoçar no Chai Pascal.

saint emillion - vilarejo medieval franca-3
Nossa mesa era a única que está vazia na foto. :)

Passava de meio-dia e meio e o salão estava lotado. A maître nos revelou qual era o prato do dia e todos acatamos sua sugestão: uma carne de panela que, segundo as duas, era um prato típico da região.

saint emillion - vilarejo medieval franca-2
Momento blogueira fail: não lembro o preço dos pratos, mas come-se bem com cerca de €25 por pessoa lá.

Para acompanhar, pedimos uma taça do “vinho da casa”, que por essas bandas do mundo é sempre uma excelente pedida.

Fazia um frio danaaaaado naquele dia e a comida não apenas nos alimentou e aqueceu as pancinhas, mas emocionou, sabe? Era tudo simples e delicioso – além de o ambiente ser bem agradável. Saímos de lá satisfeitíssimos e prontos para o momento mais esperado da viagem para Saint-Émilion: o tour pelas vinícolas. \o/

A incrível experiência de beber um bom vinho direto da fonte

A chamada “Grande Saint-Émilion”, que abrange o vilarejo de mesmo nome e outras oito pequenas cidades ao redor, tem 7846 hectares de terra dedicados ao plantio de uvas para vinho, o que equivale a uma área de 78.46 km2 só de vinhedos. <3

No total, são 820 châteaux produzindo vinhos da melhor qualidade.

Infelizmente, a gente não escolheu a melhor das épocas para visitar Saint-Émilion. Em janeiro, as parreiras estava todas "peladas" - além de o clima estar frrriiiooo e bem cinza. Fecha os olhos e imagina esse cenário lá por maio, em que tudo está verdiiinho e carregado de uva. <3
Infelizmente, a gente não escolheu a melhor das épocas para visitar Saint-Émilion. Em janeiro, as parreiras estavam todas “peladas” – além de o clima estar frrriiiooo e bem cinza. Fecha os olhos e imagina esse cenário lá por maio, em que tudo está verdiiinho e carregado de uva. <3

Por isso mesmo, o que não faltam por lá são opções de tour para conhecer alguns dos produtores da região (dá uma olhada nesse link e nesse também para entender do que eu tô falando). Nossa programação incluía a visita a duas vinícolas: Lapelletrie e Toinet-Fombrauge. chateau lapelletrie - saint emillion_

Em ambas fomos recebidos pelos donos, que nos contaram um pouco da história do château e sobre os vinhos que produzem, apresentaram sua estrutura de produção, falaram sobre a distribuição (os dois vendem na França e em alguns outros países da Europa, infelizmente não é possível encontrá-los no Brasil) eeee… serviram seus vinhos para que a gente pudesse degustar! \o/

No Château Lapelletrie, quem conduziu a visita e nos serviu uma taça de seu vinho safra 2014 foi Anne Biscaye, que é hoje quem cuida da vinícola que foi inaugurada por seu avô, Pierre Jean, em 1930!
No Château Lapelletrie quem conduziu a visita e nos serviu uma taça de seu vinho safra 2012 foi Anne Biscaye, que é hoje quem cuida da vinícola que foi inaugurada por seu avô, Pierre Jean, em 1930!

As duas visitas foram muito legais. Na primeira, exploramos até uma cave subterrânea, sem luz e com morcegos. Haha

A cave em si não está mais em uso, hoje eles modernizaram o processo e os barris ficam em uma área menos roots, digamos assim. De qualquer forma, foi muito legal ver a evolução do processo de produção e saber como era quando o avô de Anne era o responsável pelo plantio, colheita e produção dos vinhos. :)

Anualmente, a Lappelletrie produz cerca de 65000 garrafas de vinho. A uva plantada nos cerca de 12 hectares de terra do châteaux é a Merlot.
Anualmente, a Lappelletrie produz cerca de 65000 garrafas de vinho. A uva plantada nos cerca de 12 hectares de terra do châteaux é a Merlot.
Uma história legal: viu que o rótulo da garrafa da foto anterior tinha o desenho de uma árvore? Então, a inspiração para o desenho é essa aí. Uma árvore plantada pelo avô de Anne no início da história do château Lappelletrie, lá nos anos 30. Legal, né?
Uma história legal: viu que o rótulo da garrafa da foto anterior tinha o desenho de uma árvore? Então, a inspiração para o desenho é essa aí. Uma árvore plantada pelo avô de Anne no início da história do château Lappelletrie, lá nos anos 30. Legal, né?

Mas o mais louco aconteceu no segundo château, o Toinet-Fombrauge.

Essa vinícola tem uma área de 7 hectares de terra para plantio de uva para vinho e utiliza esse espaço para produzir 60% Merlot, 25% Cabernet Franc e 15% Cabernet Sauvignon. Preocupados com a qualidade dos caixos selecionados, a colheita é feita inteira manualmente. No outro château, parte da colheita é manual e parte é automatizada.
Essa vinícola tem uma área de 7 hectares de terra para plantio de uva para vinho e utiliza esse espaço para produzir 60% Merlot, 25% Cabernet Franc e 15% Cabernet Sauvignon. Preocupados com a qualidade dos cachos selecionados, a colheita é feita inteira manualmente. No outro château, parte da colheita é manual e parte é automatizada.

Lá, o dono, Bernard Sierra, abriu um barril em que a safra de 2014 “envelhecia” e nos serviu uma taça direto dali.

chateau toinete fombrauge - saint emillion_-4

chateau toinete fombrauge - saint emillion_-2

chateau toinete fombrauge - saint emillion_

GENTE, foi um dos melhores vinhos que eu já tomei na vida. Era muito, muito bom (pode ser que eu estivesse emocionada demais, porque a experiência em si já era muito legal, mas lembro com carinho daquele primeiro gole. haha).

Depois da tacinha de degustação, eu não resisti e perguntei: “amigo, rola a gente comprar uma garrafa?”.

Ele fez uma firula, disse que o vinho não estava pronto, que precisava de mais uns meses, que a garrafa nem tinha rótulo ainda, pensou, pensou e pensou mais um pouco até dizer: “€20!”

Foi uma daquelas compras emocionais, sabe? Já compramos vinhos exceleeeentes por bem menos do que isso. Mas não dava pra resistir.

Vimos ele encher nossa garrafinha lisinha, sem informação alguma, colocamos ela embaixo do braço e partimos para o bed and breakfast que seria nossa hospedagem naquela noite prontos para beber aquele vinho até o último gole. #glup

chateau toinete fombrauge - saint emillion_-3

La Gomerie: é hotel, mas bem que podia ser casa

Até aqui, o dia tinha sido frenético.

Pegamos a estrada às 9h da manhã. Chegamos em Saint-Émilion e fomos direto para o city tour. Almoçamos e fomos direto visitar os châteaus. Com alguns mililitros de vinho no sangue e cansada por causa do dia puxado (não tô reclamando, pelamor, foi puxado, mas foi incrível!), tudo o que eu queria era tomar um banho e dar uma descansadinha/trabalhadinha (pois é, era preciso) antes do jantar.

Por isso, ainda de dentro do carro, dei um suspiro quando avistei o La Gomerie…

La Gomerie- hospedagem em saint emillion_-4

saint emillion - la gomerie

Casinha de pedra, cachorro correndo de um lado pro outro, os filhos dos donos (Maryjoe e William, um casal pra lá de gente boa) brincando na porta de casa, um montão de parreiras no entorno. Parecia cenário de filme.

O dono nos contou que tinha uns hectarezinhos de terra em que plantava sua própria uva - e, claro, depois produzia seu próprio vinho. Que vida boa, ôôôô!
O William nos contou que assim como boa parte da população de Saint-Émilion, ele também tem uns hectarezinhos de terra em que planta sua própria uva – e, claro, depois produz seu próprio vinho (que é orgânico, aliás). Que vida boa, ôôôô!

Aí entramos na casa e pensei: “aaaah, podia morar aqui pra sempre!”.

Era tudo muito bonitinho e aconchegante, além de limpo e organizado. Chuveiro bom, cama gostosa, áreas comuns (copa e cozinha) bem práticas… enfim, um lugarzinho incrível para passar uma noite.

Dois detalhes importantes: o La Gomerie não fica NO CENTRO de Saint-Émilion (está cerca de 1,5km distante do centrinho do vilarejo) e apesar de o WiFi ser gratuito, não funcionava bem no quarto. Mas, sinceramente, não acho que isso prejudique a qualidade da estadia. :)

OLHA ESSE QUARTO!
OLHA ESSE QUARTO! <3

La Gomerie- hospedagem em saint emillion_-2

saint emillion - la gomerie-2

→ Se quiser se hospedar lá ao mesmo tempo em que dá uma mãozinha pra gente, faça sua reserva por este link. A gente ganha uma pequena comissão e você não paga a mais por isso. ;)

De banho tomado, servimos nossas duas taças do vinho “desrotulado”, brindamos e tomamos um único gole. O resto teve que ficar para o dia seguinte, pois aquela sexta-feira inesquecível acabava ali.

Café da manhã delicioso, feito pelos próprios donos do La Gomerie.
O sábado começou superbem: com um café da manhã delicioso, feito pela Maryjoe.
Cara de criança feliz depois de uma noite bem dormida e com uma mesa cheia de quitutes franceses à disposição. :D
Cara de criança feliz depois de uma noite bem dormida e com uma mesa cheia de quitutes franceses à disposição. :D Ah, não deixe de olhar “pra fora da janela”. Tá vendo as parreiras ali? Tudo plantado e colhido pelo próprio William! :)

–> Antes de decidir onde vai se hospedar em Saint-Émilion quer dar uma olhada em outras opções? Aqui tem várias!

Dicas práticas para você curtir Saint-Émilion

Além desse dia inteiro que passamos em Saint-Émilion, tivemos mais uma manhã na cidade. Era sábado e dava pra contar nos dedos as almas vivas circulando pelas ruas. Tinha mais gatinho do que gente nas pequenas vielas do vilarejo. :)

Os donos de Saint-Émilion na baixa temporada
Os donos de Saint-Émilion na baixa temporada

Além disso, o comércio estava quase todo fechado, então só batemos perna mesmo.

Foi uma delícia, mas eu confesso que queria mais um dia útil por lá. Acho que dois dias inteirões – e com tudo aberto – tá de bom tamanho pra cidade. Claro, se você quiser visitar mais châteaux da região e explorar melhor a parte histórica do vilarejo, dá para incluir um terceiro dia, com certeza não será motivo para tédio. Ao mesmo tempo, uma daytrip bem planejadinha cobre bem os principais pontos turísticos, então é tudo questão de organização e de vontade mesmo. ;) saint emillion - vilarejo perto de bordeaux

Para se programar nesse sentido, recomendo uma visita ao site do escritório de turismo (aqui). É supercompleto e pode ajudar bastante. ;)

–> Como chegar

Saindo de Bordeaux, dá para chegar a Saint-Émilion de trem, de ônibus ou, como a gente fez, de carro.

Os preços variam bastante dependendo da época e da antecedência com que você compra os bilhetes. Então, sugiro que acesse os sites para se programar direitinho. Na cidade em si dá pra fazer tudo a pé – especialmente se você ficar hospedado bem no centrinho (o que não foi nosso caso), mas um carro ajuda bastante se seu objetivo for mais turistar pelos châteaux mais afastados (claro que isso vai impedir que você tome todas. Mas, honestamente, esse não costuma ser o foco dessas visitas. A ideia é conhecer a vinícola e degustar UMA taça de vinho – o que não será problema para você dirigir por ali).

–> Quando ir

Se a gente for fazer uma análise fria, janeiro, quando nós visitamos Saint-Émilion, é uma época PÉSSIMA para turistar na cidade. O clima não é dos melhores, a paisagem não está no seu ápice (a colheita das uvas é feita em setembro e elas só voltam a dar as caras lá pelo meio de maio), nem tudo fica aberto e não há muito movimento de pessoas. Porém, contudo, entretanto, nós AMAMOS a experiência. Ou seja, diria que sempre é tempo de conhecer esse pedacinho maravilhoso da França – até porque é bem bacana circular por Saint-Émilion deserta, como você vê nas fotos (isso é tipo praticamente impossível na alta temporada). :)

Mas se você quer pegar a cidade em seu auge, programe sua viagem no intervalo entre meio de maio e fim de setembro, pois as temperaturas estão melhores, a programação cultural é intensa, as cores da natureza deixam a cidade ainda mais fotogênica, dá para visitar os vinhedos DE VERDADE… enfim, é quando tudo colabora para a experiência ser a melhor possível!

–> Onde comer

Quer escolher os restaurantes em que vai comer antes mesmo de chegar a Saint-Émilion? Dá uma olhada neste link. Tem várias boas sugestões.

Diz aí, consegui convencer você a incluir Saint-Émilion na sua lista de viagens dos sonhos? Espero que sim, porque eu já estou louca pra voltar. <3

Como não querer voltar? :)
Como não querer voltar? :)

*Essa viagem teve apoio do Bordeaux Tourist Office, mas minha opinião é isenta e transparente (apesar de apaixonada). :)

–> Quer ver mais fotos de Saint-Émilion? Veja o álbum que criamos no Facebook. Ele reúne as imagens que tiveram que ficar de fora desse post. –> Logo mais faremos outros posts sobre essa trip. Se você não leu o primeiro relato, que conta o que fizemos assim que chegamos a Bordeaux, clique aqui.

Está planejando uma viagem para Saint-Émilion ou qualquer outro lugar?

Faça suas reservas de carro, hotel, seguro viagem e atrações com nossos parceiros. Você compra com segurança, bons preços e ajuda o blog  se manter firme e forte. A cada vez que você finaliza a compra a partir de um clique no blog a gente ganha uma comissão e você não paga mais por isso.

Acompanhe a gente nas redes sociais! 

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |   Pinterest

 

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)

O que fazer em Londres em abril de 2016

Enquanto as águas de março fecham o verão no Brasil, os ventos de abril abrem a primavera em Londres. E para celebrar a estação mais colorida do ano, atividades é o que não faltam na capital inglesa. Se você estiver na cidade este mês, poderá curtir festivais de circo, de comida internacional de rua, de café, de cerveja, de games, de arte e cultura urbana, de decoração… Pausa para respirar, porque não acabou. hehe Também tem diversas exposições, contando histórias incríveis, chá da tarde, maratona… Enfim, muuuuitas coisas superlegais!

Veja a seguir quais são nossas dicas pra você ver e fazer em Londres em abril:

FESTIVAIS EM LONDRES

Aniversário de um ano do Southbank Centre Market

Southbank Centre market

Já falei aqui que o Southbank é uma das minhas regiões favoritas de Londres. Um dos motivos é o famoso Southbank Centre Market, que oferece pratos típicos de todo o mundo. Em abril, esse mercado completa um ano e, para comemorar, traz diversas atrações, como música ao vivo, poesia e convidados especiais.

London Games Festival

London Games Festival

Durante dez dias, Londres irá celebrar a arte, a cultura e o mercado de videogames. Serão diversos eventos, em dez diferentes locais da cidade, trazendo temas como realidade virtual, esportes, cultura de games e muito mais sobre a indústria de jogos. Especial para os nerds de plantão! :D

Independent Label Market

mercado vinil

O Spitafields Market é uma das paradas obrigatórias (na minha humilde opinião, claro) para quem visita Londres e quer sentir a vibe da cidade. E, para os amantes da música, neste primeiro fim de semana de abril há ainda um motivo a mais: o mercado independente de vinil estará presente por lá.

Independent Ceramics Market

mercado cerâmica independente de londres

Procurando um artesanato exclusivo e diferente? O Independent Ceramics Market é o seu lugar. Esse mercado traz uma seleção de mais de 50 ceramistas e artistas independentes de Londres. Artigos de cerâmica nunca foram tão “cool”.

CircusFest 2016

Subcase 2014 Foto: Petter Hellman

Gosta de circo? No CircusFest você poderá não só apreciar diversos números circenses, como também aprender algumas técnicas nos workshops. O festival traz shows clássicos, com acrobatas e artistas que desafiam o limite do corpo.

London Coffee Festival

festival de café em londres

O João já escreveu um post aqui no blog falando sobre cinco cafeterias imperdíves em Londres (se ainda não leu, confere aqui). Mas o que não falta nessa cidade são bons cafés. E grande parte deles estarão reunidos no London Coffee Festival – imperdível!

Urban Festival

festival urbano londres

Esse é um festival que celebra a cultura e a arte urbana e traz diversas atividades inspiradas pela cidade. Terá apresentações de street dance, DJs, skate, parkour, hip hop e muito mais. Além de diversos workshops gratuitos.

Udderbelly Festival

UdderBELLY by night

Se ao andar por Southbank você encontrar uma enorme arena em forma de uma vaca roxa, não estranhe, pois ali acontece um festival incrível: o Udderbelly. Esse evento traz atrações de música, comédia, circo e entretenimento para a família. Além de muitas comidas e bebidas diferentes e deliciosas.

Love Beer

festival de cerveja em londres

Um evento para quem (perdoem-me o trocadilho) Love Beer! Neste festival, estarão reunidos mais de 100 cervejeiros artesanais. E, o melhor, com música ao vivo, comidas caseiras e videogames. Parece legal, hein?

–> Aliás, se você gosta mesmo de cerveja, vale a pena dar uma boa navegada aqui pelo blog. A Nah e o João já apresentaram vários pubs de Londres que têm ótimas cartas de cerveja artesanal. Estes são alguns dos posts que valem a leitura:

The Decorative Antiques & Textiles Fair Spring 2016

feira de decoração vintage londres

Esta é uma das feiras de decoração mais tradicionais de Londres. Ela acontece desde 1985 (vou entregar: o evento tem a minha idade, gente!). Lá, é possível encontrar artigos exclusivos e de alta qualidade. Vale a visita, nem que seja para se inspirar.

Feast of St George

homenagem St George londres

St. George é considerado o santo patrono da Inglaterra e todo ano, no dia 23 de abril, é celebrado um dia especial para ele. Além de muita música, comida e arte inglesa, esse ano terão algumas atrações com o tema especial “Shakespeare”, em homenagem aos 400 anos da morte do famoso poeta britânico.

Canalway Cavalcade

little venice festival londres

Esse evento é uma ótima oportunidade de conhecer Little Venice, um charmoso trecho do Regent’s Canal (sobre o qual a Nah falou neste post). Anualmente, mais de 130 barcos se reúnem deixando o local ainda mais colorido. Além disso, os visitantes podem esperar milhares de atrações artísticas e comidas e bebidas típicas.

Punk London

punk-london

Ao longo de 2016, Londres será palco de diversas baladas, exibições e eventos que comemoram os 40 anos da cultura Punk e sua influência na moda, no cinema, na fotografia, no design, na literatura e na música.

Urban Food Festival

urban food festival comida londres

Esse é um evento de comidas de rua internacionais, que acontece todo sábado do meio-dia à meia-noite. O festival oferece pratos típicos de diversos lugares do mundo.

 

exibições museus em londres

The Rolling Stones: Exhibitionism

exposição Rolling Stones londres

Um dos maiores grupos musicais abre seu arquivo pessoal nessa exibição toda dedicada aos senhores do rock. São mais de 550 objetos e fotos raras da banda, mostrando o início do Rolling Stones e muitas histórias de bastidores.

Conceptual Art in Britain 1964-1979

arte conceitual tate modern

Na década de 60, os artistas britânicos começaram a abandonar a abordagem tradicional e fazer das ideias a essência de seus trabalhos. Nessa exposição, você irá conferir peças dessa época que mudou a forma de fazer arte no Reino Unido.

Undressed: A Brief History of Underwear

exibição lingerie londres

Uma exposição que conta a história da lingerie, desde o século XVIII até à época atual. Undressed: A Brief History of Underwear mostra como as “roupas de baixo” influenciaram a moda e a cultura em diferentes épocas.

Sony World Photography Awards Exhibition

exposição sony fotografia londres

Mais de 130 mil fotógrafos profissionais e amadores inscreveram-se no Sony World Photography Awards. Depois de uma curadoria de especialistas, foram escolhidos 500 finalistas. Essas obras de arte fazem parte da exposição do prêmio, que mostra imagens de todo o mundo, de paisagens e retratos à arquitetura e fotojornalismo.

Project Tobong

Project-Tobong

A diversidade cultural que você encontra nas ruas de Londres está presente também nos trabalhos artísticos da cidade, tais como essa exposição fotográfica, que mostra imagens de uma das últimas companhias de teatro nômades da Indonésia. O projeto é resultado da colaboração entre a artista britânica Helen Marshall e o artista indonésio Risang Yuwono.

The Crime Museum Uncovered

Museum-of-Crime-em-londres

Pela primeira vez na história serão expostos ao público, em uma exibição no Museum of London, objetos do Metropolitan Police’s Crime Museum. Ele foi criado em 1870 e, até então, só profissionais da polícia e convidados especiais tiveram oportunidade de ver suas peças. Não vai perder essa oportunidade, né?

Betty Woodman

Betty-Woodman-Londres

A americana Betty Woodman é uma das principais artistas de cerâmica no mundo. Essa primeira exibição exclusivamente dela no Reino Unido reúne os trabalhos que Betty tem realizado nos últimos dez anos, com diferentes técnicas e mídias. A tela Wallpaper, por exemplo, é feita toda a partir de pedaços que sobravam de outras peças produzidas por ela.

Facing History: Contemporary Portraiture

exposição-retrados-_-va

Uma coleção com 80 pinturas e fotografias que revelam a forma como cerca de 20 artistas vêm respondendo à ideia de produzir “retratos” ao longo dos últimos 20 anos. A exposição traz desde retratos bem tradicionais, miniaturas, medalhas até máscaras mortuárias.

Comix Creatrix: 100 Women Making Comics

ilustrações-mulheres-londres

Desde caricaturas do século XVIII até as graphic novels da atualidade, as mulheres sempre estiveram fortemente presentes no mundo das histórias em quadrinhos, como mostra essa exposição com mais de 100 artistas femininas dessa área.

Cycle Revolution

exibição-bicicleta-em-londres

Quem deu essa dica foi o João. Se você, assim como ele, é um amante de bikes, não pode perder essa exposição que celebra a diversidade do mundo sobre duas rodas, trazendo, além de itens históricos, também inovações ciclísticas. Um evento para atletas do dia a dia e também para os mais profissionais.

Botticelli Reinventado

Botticelli Londres

Sandro Botticelli é reconhecido como um dos maiores artistas de todos os tempos. A exibição Botticelli Reimagined conta os 500 anos de história do artista, mostrando não apenas suas obras, mas também sua influência no cinema, na fotografia, na moda e no design. A exposição traz 50 trabalhos originais de Botticelli e outras de artistas inspirados por ele, tais como René Magritte e Andy Warhol.

 

cinema teatro em londres

Backyard Cinema: Romeo e Julieta

Backyard Cinema Romeo e Julieta

Nesse cinema, você poderá ver uma versão diferente do clássico Romeu e Julieta. A sessão especial acontecerá dentro de uma igreja, à luz de velas e trará um coral cantando algumas músicas da trilha sonora do filme ao vivo. Uma história de amor contada em grande estilo!

Motown the Musical

Motown-the-Musical-londres

Nesse musical você irá descobrir a história por trás de grandes artistas como Michael Jackson, Steve Wonder, The Temptations e muitos outros que influenciaram o mundo da música e passaram pela legendária gravadora Montown Records.

 

atividades em londres

Django Bango

sjango-bango

Que tal ser transportado para uma cidade típica dos filmes de velho oeste americano? É isso que irá acontecer ao entrar Django Bango, uma cidade que reproduz construções e atrações no maior estilo faroeste – tem até um Saloon Bar.

Supper Club especial Chá da tarde

chá da tarde em Londres

Que tal um chá da tarde britânico, mas com um toque brasileiro? A Nah recomendou na agenda do mês passado, mas a boa notícia é que em abril tem mais! \o/ 

Esse chá da tarde é organizado por brasileiros que moram em Londres, traz um cardápio superespecial e feito com muito carinho. A Nah explicou mais sobre esse e outro chá da tarde que ela saboreou neste post:

  • Onde: O Supper Club acontece na casa dos organizadores, que fica no bairro de Greenwich, em Londres. O endereço será enviado uma semana antes do evento.
  • Quando: 23/04
  • Quanto: £30 por pessoa
  • Informações: http://bit.ly/1pE5Yr3

London Marathon

maratona de londres

A maratona de Londres é uma atração e tanto. Não importa se você não vai participar, só de assistir os participantes já vale a pena. Tem os atletas profissionais, os corredores amadores, que estão lá para se superar, e tem muita gente que vai só para se divertir, com fantasias engraçadas. E o melhor: é tudo por uma boa causa, pois o dinheiro arrecadado vai para instituições de caridade.

Greenwich Food Tour

Greenwich Food Tour

Passear por Greenwich é muito gostoso (o João fez um post bem bacana com sugestão de roteiro a pé por lá. Dá uma olhada aqui)! Se for em um tour gastronômico, então, fica ainda melhor! Além de conhecer o Greenwich Market, esse passeio irá levá-lo a diversos cafés charmosos da região, mostrará pratos típicos ingleses e internacionais. Tudo isso enquanto conhece curiosidades históricas do local.

Ufa, muita coisa bacana, não? :)

Espero que você possa curtir uma(s) dessas 31 sugestões que selecionei com muito carinho e que, dessa forma, sua estadia em Londres seja ainda mais inesquecível.

Beijos e até mais!

Fran