EDITORIAS
 

Metrô de Londres: tudo o que você precisa saber

Quando você olha para o mapa do metrô de Londres pela primeira vez é fácil fazer cara feia e achar que você nunca vai entendê-lo. Justo.  O underground é mesmo monstruoso.

São 402 km de trilhos distribuídos entre 270 estações e 11 linhas que cobrem praticamente a cidade toda e transportam mais de 3,5 milhões de pessoas diariamente.

Curiosidade: O tube londrino foi inaugurado em 1863. Lá se vão 152 anos de história. É o mais antigo do mundo!

Pra quem vai a Londres por poucos dias, o metrô é a opção de transporte mais fácil de aprender e a mais rápida para se locomover. A não ser que você goste de pedalar, mas isso é papo pra outra hora.

Então já salva esse link nos seus favoritos porque o post vai ter tudo o que você precisa saber sobre o metrô de Londres. Ah, e relaxa. Na prática, ele é mais simples do que parece.

Pra Ver em Londres - metro de londres - vagão

Oyster Card: seu melhor amigo

A primeira coisa que você deve fazer ao chegar em Londres é comprar o Oyster Card, cartão do transporte público da cidade que pode ser usado não só no metrô, mas em ônibus, trens, DLR (trem de superfície), Thames Clippers (barcos) e no Emirates Air-line (o bondinho). Enfim, em todas as modalidades do transporte público. O Oyster vai agilizar e muito a sua vida. E baratear.

Exemplo: a passagem única para circular por estações na Zona 1 custa £4.80 sem o Oyster. Com o cartão, você paga £2.30. Não vai querer ficar sem ele, vai? =)

metrô de londres - oyster card

Você pode comprar o Oyster por £5 em qualquer estação de metrô (inclusive no aeroporto de Heathrow), trem e nas chamadas “Oyster ticket stops” (link para achar a mais próxima a você no fim do post).

Ah, vale dizer que se você não tiver apego emocional ao seu Oyster, é possível devolvê-lo ao fim da viagem, também em qualquer estação, e recuperar as cinco libras. Que gentileza, não? =)

Curiosidade sobre o Oyster: já foram emitidos mais de 70 milhões de cartões. É o cartão transporte mais popular do mundo!

A tabela abaixo mostra melhor os preços das tarifas (valores de fevereiro de 2015). Atente-se para a diferença de preços no horário de pico (peak) e fora dele (off peak). O horário de pico ocorre apenas de manhã, até às 9h30. No fim do dia não há.

Valores para adultos. Cortei a tabela para mostrar apenas os preços até a zona 3. No fim do post há um link para ver a tabela completa.

Valores para adultos. Cortei a tabela para mostrar apenas os preços até a zona 3. No fim do post há um link para ver a tabela completa.

Pay as you go ou travelcard?

Agora que você já tem o Oyster em mãos é preciso decidir se vai carregá-lo com créditos pré-pagos (pay as you go) ou se compra um pacote para usar livremente por um dia, uma semana ou um mês (travelcards). Sua escolha vai depender, principalmente, do tempo que ficará na cidade.

Dica: se for ficar até cinco dias em Londres e planeja usar bastante o metrô, a melhor opção é carregar o Oyster no sistema pay as you go.

Pra Ver em Londres - metro de londres - westminster

Tarifa máxima de um dia

Atente-se ao campo capping na tabela acima, sinalizado com uma flecha.

O valor que ali está é o máximo será cobrado de seu Oyster por dia se estiver com créditos pay as you go. Pra exemplicar: se você circular apenas entre as Zonas 1 e 2, seu custo máximo com transporte público em Londres será de £6.40 por dia, independente da quantidade de vezes que usar. Reforçando, isso se você estiver no pay as you go.

A partir de seis dias na cidade pode ser mais vantajoso adquirir um 7 day travelcard, que custa £32.10 para as Zonas 1 e 2. Mas isso vale apenas se você for usar o metrô todos os dias. Tem dias, por exemplo, que você talvez circule apenas a pé, para visitar atrações perto de onde está hospedado. Se isso ocorrer e você tiver um 7 day travelcard, você perde dinheiro. Por isso que é bom ter um planejamento prévio dos roteiros que fará em Londres para não desperdiçar preciosas libras.

Você vai ver muitos artistas (chamados de “buskers”) dentro das estações. Em algumas estações, eles ficam em um lugar demarcado (tá vendo o chão?). Propague o bem. Dê uma gorjeta. =)

Entenda as Zonas de Londres

É hora de entender o mapa de Londres. A cidade é dividida por nove zonas circulares. Sendo a Zona um, a mais central, e a nove, a mais distante. O mapa abaixo ajuda a entender melhor. Importante destacar que se você vem a turismo seus passeios vão se concentrar, em sua maioria, nas zonas um e dois.

É bom saber disso porque o preço do metrô aumenta à medida que você se afasta das zonas centrais. Ou seja, não se preocupe em entender as zonas mais distantes. A não ser que você tenha algum motivo específico pra ir ao infinito e além de Londres. =)

mapa do metrô de londres

No fim do post há um link para você baixar esse mapa em pdf

As linhas do metrô de Londres

No mapa acima você está vendo a estrutura das 11 linhas do metrô de Londres, que circulam por 270 estações. São elas:

  • Bakerloo
  • Central
  • Circle
  • District
  • Hammersmith &  City
  • Jubilee
  • Metropolitan
  • Northern
  • Piccadilly
  • Victoria
  • Waterloo & City

Pra Ver em Londres - metro de londres (1 de 1)-16 - rua

Quanto tempo vou esperar por um trem no underground?

Dificilmente você espera mais do que cinco minutos por um trem do metrô em Londres. O giro é muito rápido, mesmo. Às vezes a espera leva pouco mais de um minuto. Salvo dias de greve ou de imprevistos. No fim da noite, na verdade, a frequência diminui um pouco, mas nada grave.

Ah, você sempre consegue saber exatamente quanto tempo vai levar para a chegada do próximo trem. Todas as estações têm sinalizações como esta:

Pra Ver em Londres - metro de londres - plataforma

Esses painéis sempre indicam o tempo restante para a chegada dos próximos trens

6 dicas práticas para andar de metrô em Londres

1 – Se você quiser saber quanto tempo leva para ir de uma estação a outra consulte o site do TfL. Eles têm um simulador. No Google Maps também rola fazer isso. Mão na roda! Links no fim do post.

2 – Em toda estação você pode pegar gratuitamente um mapa de bolso do metrô. Vale carregar sempre um pra qualquer emergência.

3- Não pergunte pelo metro nas ruas – ou corra o risco de ouvir um “ahn”? Use termos como undergound ou tube.

4 – Algumas estações têm Wifi: link no fim do post tem todos os detalhes e condições de uso.

5 – As estações são muito bem sinalizadas. Por mais que algumas, como Bank, sejam gigantescas, dificilmente você irá se perder dentro delas.

6 – Você, SEMPRE, precisa “bater” o Oyster antes de entrar e quando for sair das estações. Na maioria das vezes não tem como esquecer porque obrigatoriamente você passa pela catraca, mas algumas estações não têm catraca. Apenas o ponto do Oyster perto da saída. Se por acaso esquecer, você será cobrado com a tarifa máxima do dia na próxima vez que usar o cartão. Lembre-se disso!

Exemplo de rotas traçadas pelo sistema do Transport for London e pelo Google Maps

Exemplo de rotas traçadas pelo sistema do Transport for London e pelo Google Maps

Horário de funcionamento

Cada linha tem um horário de funcionamento diferente. Algumas começam a funcionar por volta de 4h40, outras a partir de 5h30.

O horário de fechamento também muda em cada linha, mas tome a regra da Cinderela como sua. Deu meia-noite é hora de se preocupar com o último trem. Se não, só amanhã de manhã… ;)

No fim do post tem um link com os horários exatos de cada linha.

Pra Ver em Londres - metro de londres - sloane square

5 dicas de etiqueta britânica para o metrô de Londres

1 – Mind the gap: a linha amarela entre o trem e a plataforma existe para sua segurança e deve ser respeitada.

2 – Antes de embarcar aguarde o desembarque: não tem coisa pior que gente entrando no trem enquanto dezenas de pessoas tentam sair. Espere sua vez.

3– Jamais fique parado do lado esquerdo na escada rolante: outra coisa que irrita profundamente os londrinos. Se não está afim de andar na escada, fique no canto direito e deixe o fluxo seguir livre pela esquerda.

4 – Dentro das estações, siga o fluxo: dá pra comparar as milhares de pessoas que circulam dentro das estações com carros no trânsito. Se um carro para do nada, a probabilidade de um acidente é enorme. O mesmo vale para andar do metrô. Se precisar parar para ver alguma informação ou amarrar o cadarço, procure um cantinho mais calmo.

5 – Deixe o Oyster sempre à mão: não espere chegar na catraca para tirar seu Oyster do bolso. Deixe ele a postos para não empatar a fila. Dica: o Oyster tem o poder mágico de funcionar dentro da carteira. =D Se encostar sua carteira no ponto de entrada ele irá funcionar. Cheers!

Pra Ver em Londres - metro de londres - keep right

Como economizar no metrô de Londres

* Organize seus roteiros previamente: Um pouco de planejamento não faz mal pra ninguém. Simule as rotas que fará a cada dia no site do Tfl ou Google Maps sempre que possível. Isso vai te possibilitar fazer um cálculo prévio de quanto vai gastar com transporte público.

* Saiba que é improvável ir além da Zona 2: se você está viajando para fazer turismo em Londres, ou seja, vai ficar poucos dias, sugiro adquirir passes para as Zonas 1 e 2 porque a grande maioria das atrações está ali. Mas se perceber que um de seus passeios é na Zona 3 (Wimbledon, por exemplo) ou Zona 4 (como Richmond Park e Kew Gardens), não se preocupe. Apenas carregue seu Oyster com o valor para ir e vir dessas Zonas no pay as you go. O Oyster fará a leitura automaticamente e você poderá fazer sua viagem sem se preocupar.

* Entenda sua rotina: se você está indo fazer intercâmbio em Londres, trabalhar ou passar alguns meses, a melhor coisa a fazer é ficar com o pay as you go por um tempo até que entenda bem as distâncias e crie uma rotina. Assim, poderá avaliar qual é a melhor opção para economizar.

* Criança de até 10 anos não paga: desde que acompanhada por um responsável. Sempre tenha um documento do pequeno em mãos para evitar transtornos.

* Menores de 18 anos têm desconto: os valores variam de acordo com a idade. No fim do post tem um link com as tabelas de preços.

 * Se você vai estudar em Londres, comemore: estudantes pagam preços bem mais camaradas. As tarifas estão no fim do post.

Pra Ver em Londres - metro de londres - desembarque

Apps que são uma mão na roda

Tube Map – London Underground: além de servir como mapa, mostra o status de cada linha, horários de funcionamento, dentre outras funções. Bem útil!

Citty Mapper: excelente planejador de rotas. Você digita o ponto de origem e chegada e ele mostra todas as possibilidades. Não só via metrô, mas ônibus, trem, DLR, Clippers, bicicleta e até táxi. Tem até rotas para fugir da chuva. Ah, e ele ainda diz quanto cada opção vai custar. Baixa aí que não tem como se perder com ele.

Google Maps: você pode usá-lo como planejador de rotas de qualquer modal de transporte público de Londres. Basta inserir endereço ou nome da estações que ele mostra os caminhos.

Quer conhecer mais apps pra te ajudar na viagem a Londres? Leia esse post.

Pra Ver em Londres - metro de londres - mind the gap

Quer ver mais fotos?

Reuni em nosso perfil no Google+ todas as fotos que estão aqui e várias outras exclusivas. Acompanha a gente por lá também! =)

Pra Ver em Londres - metro de londres - oxford circus

E que tal um vídeo mostrando como colocar créditos no Oyster?

A gente gravou um vídeo pra explicar como você faz para carrregar seu Oyster Card nas máquinas de atendimento automático. Olha como é fácil…e depois da explicação você ainda vai dar uma volta de underground com a gente.

Aproveito pra deixar aqui mais um vídeo que mostra a sensação de sair da estação de metrô de Westminster e dar de cara com ele, o Big Ben:

Links úteis para entender melhor o metrô de Londres

Pra Ver em Londres - metro de londres - joao e nah

Ficou com alguma dúvida?

Eu  tentei reunir aqui tudo o que você precisa saber pra se virar com o metrô em Londres, mas se por acaso faltou algo, se você teve alguma dúvida ou mesmo se tem uma dica extra, comenta aí. Vamos ajudar mais pessoas! =)

Referências

* Transport for London

* Livro The Tube – station to station on th London Underground – Oliver Green 

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







 

Dê vida ao Pra Ver em Londres. Comente!

Written by

Jornalista, 31 anos. Vivendo na Itália. Autor do Pra Ver no Mundo e sócio da London, agência de marketing de conteúdo. Vejo o home office e a vida de viajante como um estilo de vida.

Latest comments
  • Oi, casal!
    Minhas irmãs estão indo para Londres semana que vem para estudar inglês por 1 mês.
    A área que elas vão estudar e morar vai ser North Greenwich, mas elas pretendem ir nas áreas 1 e 2 todos os dias.
    Como elas são menores de idade, vale mais a pena fazer travelcard, né?
    Será que é melhor fazer para o mês todo mesmo?

    Estou em dúvida. :(

  • Olá João ! O Oyster tem prazo de validade ??? Eu tive apego emocional e não devolvi….hahahahahahahah Será que posso recarregar normalmente quando voltar ?
    Bjks pra vc e pra Natasha =)

  • Olá Casal! Vocês estão de parabéns! Parece que estão se aprofundando cada vez mais nos temas; isso tem feito o blog ficar ainda melhor. Nem preciso comentar sobre as fotos né? Todas retratam muito bem a beleza da cidade (todas de muito bom gosto). Estou me planejando para voltar a Londres em julho e o blog tem sido um ótimo guia de atualização (PS: já fazem 5 anos que voltei para o Brasil). Continuem postando que continuamos seguindo. Abraços

  • Maravilhoso texto!!!
    Me senti em Londres

  • Olha, se esse não é um dos melhores posts (sobre qualquer assunto) que eu já li sobre a nossa amada cidade, não sei de mais nada. Utilíssimo, pra dizer o mínimo!
    Vocês dois são demais!
    Bjos de quem pouco comenta, mas muito passeia aqui pelo blog. :)

  • Olá João! Achei seu post muito didático para pessoas que, como eu, veem o metrô como um enigma a ser decifrado… o problema é que as viagens a Londres, infelizmente, não são tão frequentes a ponto de se familiarizar com esse meio de transporte tão útil e prático. Acaba sendo mais cômodo deixar tudo sob a responsabilidade do guia de viagem, mas vou baixar e estudar o mapa do metrô com calma para ver se consigo dominar o assunto, tentando me tornar independente de uma próxima vez… obrigado e abraços! José Júnior.

  • Ahhhh metrô nosso de cada dia!!! Como adoro o metrô de Londres! Extremamente fácil e rápido!!! São Paulo poderia pegar um pouquinho desse exemplo, pq eu acho o metrô de Sp um caos!!!
    Ótimo post meus queridos!!!
    ;*

      • Demoroooo =D

  • A modernidade e eficiência do sistema de metrô londrino é exemplar e nada que o costume não facilite o entendimento do mapa :)

    Post bem explicativo, congratulations!

  • Olá casal, mais uma vez parabéns pelo blog. Tem muita informação de valor para quem deseja viajar para Londres.
    Estarei indo no próximo dia 27/03 para aí. Mas, mesmo depois de ler e reler esse post, ainda estou com algumas dúvidas sobre qual a melhor opção: pré-pago ou semanal?
    Ficarei 5 dias em Londres, já fiz uma prévia do roteiro e eu e minha esposa pretendemos andar muito, porém na volta sempre queremos pegar um metrô para não ficar quebrado para o dia seguinte.
    Por isso, penso que a melhor opção seja o travelcard de 7 dias, pois ele custa 32,10 libras, sendo que o pré-pago ficaria 10 cents a menos, pois o campping é de 6,40 ao dia e por 5 dias daria 32 libras.
    Não sei se deu pra entender, mas seria isso? Porque comprando a opção semanal eu não precisaria ter o trabalho de recarregar o cartão todo dia.
    Abraços

  • Nooossaaa,o mapa é umas 4x maior que de Portugal…acho que não terei dificuldades…mais um ótimo post

  • Olá. Muito bacana o site. Estou aproveitando muito as dicas.
    Chego em Londres por Heathrow e fico na cidade por 13 dias, hospedado próximo a Clapham Junction. Já vi que o melhor trajeto é pegar um ônibus e depois um trem em Feltham Station. Quero aproveitar a promoção 2 for 1, e já vou fazer o cartão nesta estação. Quanto ao ônibus, ainda estou meio confuso: devo comprar um single ticket na estação de metrô do aeroporto? Obrigado.

  • Boa tarde, eu me chamo Marta sou do Rio Grande do Sul, adorei suas dicas, muito obrigada!!!
    Mas fiquei com uma duvida, voce listou as estação do metro de Londres e ali não consta westminster, porque? eu vou vir de Paris, desembarcarei em St. Pancras e gostaria de pegar o metro para sair bem ali na westminster, poderia me esclarecer por favor?

    Obrigada

    No aguardo

    Marta

  • Olá! Obrigado pelas dicas, vão ser muito úteis! Só fiquei com uma dúvida: Meu vôo chega no terminal 4 de Heathrow, lá têm estação de metrô? Ou precisarei me deslocar até a estação central (1-3) de outra forma para poder acessar o metrô? Obrigado!!

    • Oi, Thiago. Tudo bem?
      Tem metrô no terminal 4, sim. ;) Você facilmente encontrará as informações que precisa para encontrar a estação depois que passar pela imigração.
      De qualquer forma, aqui vai o link com as informações gerais sobre o underground no aeroporto (tem mapa também): http://www.heathrowairport.com/transport-and-directions/underground
      Qualquer coisa grita.
      Abraço!

  • Oi! :)

    Pessoal, tem uma coisinha só que eu ainda fico um pouco confusa em relação ao Oyster. Eu vou para Londres daqui a alguns dias, ficar 6 semanas por lá, e sei que de cara já vou comprar um Travelcard mensal pras zonas 1 e 2. Só que eu dei uma lida em alguns sites, mas ainda não entendi muito bem como calculo o valor de acréscimo que devo colocar também para fazer uma jornada do aeroporto de Heathrow (zona 6) até a zona 2. Tem como vocês darem uma esclarecida?

    Obrigada desde já! (e o site tem ajudado muito! :D)

  • Oi Thiago,
    Com o Oyster na opção pay as you go eu posso utilizar as linhas da National Rail (Piccadilly, Thameslink, Southern, Bakerloo, Jubilee, Southeastern, Great Northern) para me deslocar pelas Zonas 1 e 2 pagando o valor diário de £6.40? Há lugares em que a estação do Tube é mais longe.
    Obrigado,
    Luis

  • Olá, estou indo na próxima semana e estou me guiando muito pelas dicas de vcs! são ótimas!
    Uma dúvida, só para confirmar, a estação North Acton pertence a zona 2?
    Obrigada

  • Adoro o site de vocês! Fiquei só com uma dúvida, o valor semanal de 32,10 vale para todas as formas de transporte (metrô, DLR, Thames Clippers, etc) ou só para o metrô?

  • Ótimas dicas, porém gostaria de saber se a devolução eu faço nas mesmas maquinas que é comprado o Oyster???
    Aguardo tks.

    • Oi, Gerson. A devolução você faz nas cabines de atendimento nas estações – com os atendentes, não nas máquinas. ;)

      Abraço!

  • Olá!
    Quem estiver lendo este comentário, quero que saiba que essas dicas são ótimas!
    Eu e meu marido voltamos recentemente de uma viagem incrível de 15 dias pela Inglaterra. Fomos por conta, com um inglês básico, e mesmo assim conseguimos nos virar super bem, graças a todas as dicas desse blog, e de outros que li.
    Obrigada por todas as dicas Pra ver em Londres!
    Ah inclusive fomos comer o fish and chips do pub The Draft House que li aqui, e realmente é delicioso, e as cervejas, aí que saudades das cervejas …

    • Oi, Taysa! Tudo bem?
      Que delícia de comentário. <3
      Obrigda por voltar aqui e compartilhar sua história com a gente. Ficamos MUITO felizes em saber que nossas dicas foram úteis na sua viagem - e especialmente que curtiu o The Draft House. Temos um carinho especial por esse pub (tanto é que está na rota do nosso tour!). :)
      Espero que possa voltar à cidade em breve e que, mais uma vez, conte com a ajuda dos nossos posts para viver dias inesquecíveis aqui.
      Beijão!

  • Tenho uma dúvida. Iremos no passeio na Warner Harry Potter, então precisaremos pegar um trem, se estivermos com o Oyster travelcard ele já serve pro trem ?

  • Boa Tarde!
    Estou com uma dúvida: Ficarei hospedado no Mercure em Bloomsbury (Zona 1)
    Fiz todo meu roteiro (7 dias) e para mim o melhor mesmo é fazer o TravelCard para 7 Dias.

    Porém, vou visitar os estúdios do Harry Potter (pretendo ir de trem) saindo da Estação Euston (zona 1) até a estação Watfor Junction que fica na zona 8.
    Como devo proceder esse dia?
    Chegar na estação Euston e carregar no dia (14 Libras – Peak) por exemplo?
    A matéria esta bem explicada, só fiquei em dúvida pois pretendo sair das zonas 1,2 apenas neste dia.

    Obrigado

LEAVE A COMMENT