Quanto vou gastar em 7 dias em Londres?

Uma das perguntas mais difíceis de se responder (e também uma das que mais recebemos) é esta: quanto vou gastar em “X” dias em Londres?

Na tentativa de apresentar pelo menos uma expectativa de custos, vamos tomar como base um viajante que não liga para luxo, mas quer aproveitar bem seus dias na cidade. Assim, fica mais fácil embasar as contas que você vai ver abaixo.

Mas, de qualquer forma, é importante que você tenha em mente que mesmo com esses cálculos que vamos apresentar, os custos variam MUITO de viajante para viajante. Quem quer economizar, consegue. Quem quer gastar mais do que estamos sugerindo, consegue também. Ainda mais em uma cidade como Londres (que tem de tudo, para todos).

pra ver em londres - melhores fotos de londres - the shard
Ver Londres do topo do The Shard, por exemplo, é INCRÍVEL, mas o ingresso não é muito barato. Há outras opções de vistas do alto que custam menos e oferecem experiências tão legais quanto. As que já testamos, aprovamos e escrevemos sobre estão reunidas neste link.

Antes de apresentar os detalhes, uma sugestão: a melhor forma de se manter atualizado sobre o que rola aqui no blog é assinando nossa newsletter gratuita. Nossos assinantes recebem os posts novos em primeira mão. Bora assinar?

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Algumas observações antes de partirmos para os números:

  • Os cálculos se referem a uma viagem de sete dias em Londres e leva em consideração que esses dias serão bem movimentados em termos turísticos. Sinceramente, Londres precisa de uma vida toda para ser beeem explorada, mas já dá pra fazer bastante coisa em uma semana, por isso escolhemos essa base.
  • Excluímos passagem e acomodação, porque são gastos que antecedem o seu desembarque na terrinha e porque são muito pessoais. Porém, podemos falar sobre isso em outra oportunidade. 🙂 Ah, sobre acomodação, é bom dizer que temos uma parceria com o Booking que nos garante comissão caso você reserve seu hotel por meio no banner abaixo. Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda. Que tal? 🙂 E tem hotel pelo mundo todo, não só em Londres, hein?

  • Como tudo neste blog, os valores aqui se referem às nossas experiências pessoais. Mas, claro, a caixa de comentários está aberta para você compartilhar sua opinião – e, assim, ajudar mais gente. 😉

Vamos lá?

Informações básicas

Moeda local: libra esterlina

Aceitação de cartões: excelente. Pouquíssimos são os lugares que não aceitam cartões ou que têm “consumação mínima” para pagamento em cartão. Em mercadinhos de bairro isso pode acontecer.

E o euro? Esqueça. Alguns lugares superturísticos até podem aceitar, mas a conversão não vale a pena. Faça como os ingleses e use a libra esterlina. 😉

Planejando sete dias em Londres

Com passagem e acomodação fechados, em sete dias em Londres, você vai gastar basicamente com: alimentação, passeios, transporte e compras.

Ah, um alerta: sete dias em Londres passarão MUITO rápido. Então, trate de planejar bem cada um desses dias, para aproveitar ao máximo o que a cidade tem a oferecer.

Neste sentido, este nosso post pode ser bastante útil: 8 dicas para aproveitar melhor Londres. Outro que é uma mão na roda é este: 9 aplicativos pra curtir o melhor de Londres. 😉

Preparado? Então vamos aos cálculos!

Transporte em Londres

Oyster Card: este é o “segredo” para economizar com o transporte em Londres e ainda agilizar seu dia.

metrô de londres - oyster card

–> O João falou sobre ele no superguia sobre o metrô que escreveu recentemente (tá aqui. Não deixe de ler!).

transporte em LondresO cartão, que você pode carregar com dinheiro ou com passes especiais (os travelcards, que valem por períodos de tempo – um dia, uma semana, um mês), pode ser adquirido online (clicando aqui), nas estações de metrô/trem de Londres (por 5 libras) ou até mesmo em algumas lojas autorizadas. Lista completa aqui!

Os preços das passagens são naturalmente menores quando você as compra usando o Oyster. Para quem está planejando uma viagem de uma semana, o 7 Day Travelcard Zones 1-2 (áreas mais centrais da cidade, onde estão as principais atrações turísticas) é uma excelente opção. Com £32.10, durante sete dias você pode circular livremente de trem, metrô, ônibus e DLR nessas duas regiões da cidade.

Também vale dizer que para os ônibus as zonas não importam. Ou seja, se você quiser ir além da zona 2 neste período de 7 dias e não quiser gastar uma libra a mais, vá de ônibus. Ou, se quiser ir de metrô/trem/DLR, aposte no pagamento “pay as you go”. Adicione umas libras extras ao seu Oyster e aproveite o que está além das duas zonas mais centrais.

Detalhe: você pode fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Ter um travelcard ativo no seu Oyster e adicionar libras para cobrir as áreas que o travelcard não atendem!

Para entender melhor tudo isso, clique aqui.

Fechamos a conta em £42.10, então? Aí você tem mais uns extras para adicionar ao seu Oyster! 😉

E a gente garante: isso tudo é muito mais fácil do que você imagina. Pra te acalmar, vai aí um videozinho que mostra como é simples carregar seu Oyster card. 😉

Não disse? 🙂

Não incluí aqui custos com taxi porque, sinceramente, acho que em sete dias é muito difícil você precisa usar esse tipo de serviço com frequência. Para alguns, essa pode ser uma opção interessante na chegada ao aeroporto. Se esse for seu caso, use este site para calcular quanto vai gastar. 😉

Não vou me aprofundar aqui nas opções de transporte do aeroporto para o centro (prometo um post sobre isso mais pra frente), mas já adianto que pegar a Piccadilly Line (azul escura do metrô) dentro do aeroporto é superfácil e há, ainda, opções de transfers que têm preços camaradas. A gente já usou o Easybus (mais de uma vez) e recomendamos.

Alimentação em Londres

Comer fora em Londres é caro. Se você está em busca da economia máxima e não liga pra restaurantes, o melhor mesmo é comprar comida no mercado e cozinhar. Caso isso seja possível no apartamento que você alugou, no hostel em que vai ficar, no hotel… aposte nessa alternativa. Os maiores e melhores mercados são os das redes Tesco, Sainsbury’s, Asda, Morrisons, etc. Fizemos um post-guia de mercados que pode ser útil nessa. Tá aqui! 😉

custo de vida em londres - supemercados 4

Aliás, os supermercados oferecem “refeições rápidas” por precinhos camaradas. Dá pra encontrar congelados por menos de uma libra!

Obviamente, essas não são as comidas maaais saborosas desse mundo. Mas quebram um bom galho, viu? :) Financeiramente e em questão de tempo também. Só não vale comer essas gororobas todo dia, hein? hehe
Obviamente, essas não são as comidas maaais saborosas desse mundo. Mas quebram um bom galho, viu? 🙂 Financeiramente e em questão de tempo também. Só não vale comer essas gororobas todo dia, hein? hehe

Mas, se isso não for possível, as redes de fast food são boas opções.

O Mc Donald’s, por exemplo, tem opções de sanduíche a partir de uma libra. Se você procura uma comidinha mais saudável, no EAT. e no Pret a Manger você come melhor gastando pouco também.

Tem ainda o Itsu e o Wasabi, redes de comida japonesa bem gostosas e com opções acessíveis…

Com £5 você come muito bem! #wasabi #london #londres #cheapeat #food #fastfood www.praveremlondres.com

A photo posted by Pra Ver Em Londres (@praveremlondres) on

A comida já barata do Itsu fica ainda mais barata no fim do dia! É que meia hora antes de fechar eles oferecem o que restou nas geladeiras com 50% de desconto!!
A comida já barata do Itsu fica ainda mais barata no fim do dia! É que meia hora antes de fechar eles oferecem o que restou nas geladeiras com 50% de desconto!!

Pra Ver em Londres - quanto gastar em Londres (1 de 1)

… a Pizza Hut, que oferece “meal deals” interessantes (pizza individual + refrigerante + batata) por bom preço – menos de 5 libras, o Leon, uma rede de fast food saudável com comida beeem saborosa e muuuitos outros – como as redes de café (tipo Costa, Nero, Starbucks e afins)!

Nota mental: escrever sobre o Leon logo! :)
Nota mental: escrever sobre o Leon logo! 🙂

E tem, ainda, os mercados de rua, que oferecem quitutes deliciosos e muitas vezes bem acessíveis financeiramente. 😉

O Borough Market, por exemplo, está recheaaaado de delícias com bons preços!
O Borough Market, por exemplo, está recheaaaado de delícias com bons preços!
Em Brick Lane também se come muito bem gastando pouco!
Em Brick Lane também se come muito bem gastando pouco!

Mas, claro, se você cozinhar vai gastar ainda menos. E se quiser ir a restaurantes bons vai gastar mais.

Programar pelo menos um jantarzinho especial é uma boa pra deixar os dias em Londres ainda mais inesquecíveis. O Jamie's Italian (um dos restaurantes assinado pelo Chef Jamie Oliver) tem um cardápio cheeio de delícias e os preços não são abusivos! Falaremos sobre ele em breve!
Programar pelo menos um jantarzinho especial é uma boa pra deixar os dias em Londres ainda mais inesquecíveis. O Jamie’s Italian (um dos restaurantes assinado pelo Chef Jamie Oliver) tem um cardápio cheeio de delícias e os preços não são abusivos! Falaremos sobre ele em breve!

Por isso tudo é muito difícil precisar um valor para custos com alimentação em Londres. Para não exagerar na economia e nem nos gastos, vamos fazer o seguinte cálculo por pessoa, por dia:

  • Café da manhã – até 10 libras
  • Almoço – até 20 libras
  • Jantar/café da tarde – Até 25 libras

Em 7 dias isso totalizaria 385 libras. Acho, sinceramente, um valor alto pra um padrão econômico. Dá, sim, pra gastar bem menos. Mas saiba que com essa grana dá pra comer passando muito bem! Se for partir pra algo total na pindura com metade desses valores você não passará fome!

Ah, e nessa conta cabem umas pints, viu? Com cerca de 4 libras já dá para tomar boas cervejas! 😉 Ah, uns fish and chips também podem contar nesse orçamento, assim como umas pie & mash. 😉

–> Assim, até aqui temos 385 + 42 = 427!

Atrações turísticas de Londres

pra ver em londres - melhores fotos de londres - cutty sarkA maioria dos museus tem entrada gratuita em Londres. Você paga apenas se quiser ver exposições específicas. Já reunimos muuuitas boas dicas de programas gratuitos pra fazer em Londres nos quase cinco anos de blog. Dá uma boa navegada por aqui que com certeza você vai rechear vários dias do seu roteiro na cidade com nossa ajuda. 😉

Mas falando em atrações pagas, estas são algumas das opções mais comuns:

*os preços apresentados aqui são os preços-padrão das atrações. Se você comprar NA PORTA. Muitas vezes, sai mais barato comprar pela internet (sites de todas as atrações citadas no fim do post), em “combo” (duas atrações de uma só vez) ou ainda usando tickets especiais como o 2 for 1 (falamos sobre ele aqui).

Somos parceiros do VisitBritain, o órgão de turismo oficial do Reino Unido. VÁRIAS dessas atrações são vendidas pelo site deles. Se você comprar usando o banner abaixo como link de entrada, a gente é comissionado. #ficadica 😉

general_728x90_Por

Basearemos nosso cálculo em quatro atrações pagas em sete dia. Para não escolher “A” ou “B”, digamos apenas que são quatro atrações de £25. Ou seja, £100 para atrações turísticas pagas. OK?

Obviamente, esta é apenas uma sugestão. Você pode acrescentar ou tirar itens dessa lista, mas essa é uma boa base para você se planejar.

Assim, temos £527 até aqui. Mas, olha, 527 bem generosos, viu? 🙂

Compras em Londres

Natal em Londres - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-19

Tá aí o item mais particular de todos! Nossas compras se resumem a lembrancinhas, coisas para casa, itens cervejeiros… então quase não gastamos com COMPRAS (roupas, eletrônicos, perfumes, etc.). Assim, minha dica nesse sentido é: faça uma lista do que planeja comprar*, pesquise os preços e se organize levando ela em consideração. Como não vou me meter nos seus gastos com compras, digo apenas para acrescentar umas 50 libras para os souvenirs e presentinhos pra família e fechar a conta.

*Escrevemos um post sobre onde comprar eletrônicos em 2010. Logo ele será atualizado, mas está aqui. Aproveito para acrescentar duas informações: a Tottenham Court Road tem bastante loja com bons produtos e preços e os sites da Amazon e da Apple podem ajudar na sua pesquisa!

UPDATE: Como bem nos lembrou o Rafael Leick, dos blogs The Way Travel, Viaja, Bi! e Explora Sampa, quando o assunto é compras em Londres não dá pra deixar de fora a famosíssima loja Primark. Que tem muuuita roupa barata – e malas, coisas de casa, sapato, etc. O Rafa também aproveitou o comentário para recomendar a loja The Perfume Shop, na Oxford Street, que, segundo ele, é ótima para quem quer comprar perfume! 😉 Valeu pelo complemento, Rafs!

Da nossa parte, £557, que dá quase £80 por dia. Repito: não é pouco, não. É bastantão! Mas pra você ter uma ideia e planejar seus dias com uma base mais concreta. Mas também não é muuuito. Indo a bons restaurantes, incluindo maaais atrações pagas no seu roteiro e fazendo muitas compras você extrapola esse orçamento com certa facilidade.

Então, não leve isso como “é isso que eu vou gastar, é isso que eu vou levar”, mas sim como base para calcular os seus custos e planejar a sua viagem. Além disso, leia tooodos os posts do blog. Com certeza tem muita dica útil para você fechar seu roteiro. 😉

Enjoy!

Como nossa verdade não é verdade absoluta, lembro que a caixa de comentários tá aqui pra te ouvir, ok?

E aí, consegui ajudar? Espero que sim! 🙂

Se você viajou pra Londres recentemente e teve uma experiência legal com custos, deixa um comentário contando como economizou, como achou que seu dinheiro foi bem investido. Tenho certeza que sua história pode ajudar muita gente!

Até o próximo post,

Nah!

Informações úteis

Sites das atrações turísticas de Londres citadas neste post:

–> Linkei vários posts nossos que complementam as informações que apresentamos aqui. Clique nos links e aproveite! 😉

Vem aí nosso primeiro guia de Londres!

Gosta das nossas dicas e acha que elas são úteis para o planejamento? Assine a nossa newsletter pra nos acompanhar mais de perto e receber novidades em primeira mão. Ah, e vem aí nosso primeiro guia de Londres! =D

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Custo de vida em Londres: (quase) tudo que você precisa saber sobre aluguel

Dando continuidade à série sobre custo de vida em Londres hoje a pauta é o mais temido item: o aluguel.

Já falamos aqui sobre os preços de supermercado caso tenha perdido o post.

aluguel em londres
Essa é a última casa que moramos em Londres. Arquitetura típica.

Custo de vida em Londres: dados de mercado

No ranking das cidades mas caras do mundo para se alugar ou comprar imóveis Londres só perde para Mônaco. Só. A informação é do Global Property Guide, site voltado a investidores interessados em comprar imóveis no exterior.

Pra você ter uma ideia do drama, a renda per capita no principado é de humildes 150 mil dólares, contra 36 mil dólares no Reino Unido. Um tanto injusto, não? Só pra ferrar a comparação ainda mais: no Brasil, choremos, o rendimento médio da população chega a pouco mais de 11 mil doletas. Dados do Index Mundi.

Estatísticas do Office for National Statistics, o IBGE do Reino Unido, apontam que os preços de aluguel em Londres chegam a subir até três vezes mais rápido do que em outras regiões do Reino Unido. Essa matéria do The Evening Standard, jornal que circula gratuitamente na hora da volta pra casa vai fundo na questão do aluguel. Vale a leitura se você estiver interessado em entender melhor a dinâmica do mercado.

the evening standard
‘Free Standard’ é o que os entregadores anunciam nas entradas do metrô. Este, na City.

Pelo seu bem, esqueça a conversão da moeda

A LSL Property Services, grupo que detém diversas marcas do mercado imobiliário britânico afirma que a média mensal de aluguel em Londres era de £743 em agosto passado.

O preço assusta, em especial se você pensa (e ganha) em real. O preço médio de £743 seria de R$ 3083 na cotação de hoje, 18/03/2014, quando a libra segue a R$ 4,15.

Mas se, por exemplo, você reside em Londres há uns bons anos, tem uma carreira construída ou um emprego seguro que lhe pague um bom salário o cenário muda.

Afinal, dessa forma você é 100% parte da engrenagem da economia local, com seus prós e contras.

Reflitamos: o aluguel pode ser caro, mas se em troca você tiver uma inflação sob controle, juros baixos, segurança para ir e vir e bons serviços públicos…a conta pode fechar, não?

aluguel em londres - canary wharf

Quanto custa o aluguel em Londres

Não quero dar respostas evasivas, mas isso é muito relativo. Vai depender, antes de mais nada, do que você quer.

Se está buscando um quarto para dividir a casa com outras pessoas considere um valor médio de £400 e £700. Você pode encontrar por menos e mais, claro. Mas essa é uma boa referência para um bairro legal na Zona 2, área central e com boas conexões.

O mapa do metrô de Londres mostra bem como funciona o sistema de zonas da cidade. A Zona 1 começa no miolo da cidade.  As zonas mais distantes ficam na parte externa.
O mapa do metrô de Londres mostra bem como funciona o sistema de zonas da cidade. A Zona 1 começa no miolo da cidade. As zonas mais distantes ficam na parte externa

Se você está buscando um studio ou flat os valores podem oscilar de forma absurda. Eu sou meio ratão de imobiliária, gosto de acompanhar os preços do mercado imobiliário. Acho que é um misto de curiosidade jornalística com o fato de meu primeiro emprego ter sido office boy de imobiliária.

A diferença pode soar bruta, mas algo entre £900 e £1500 podem lhe render uma moradia interessante/muito legal em um bom bairro. Repito, tudo é relativo.

Se você puder bancar um valor superior vai encontrar lugares incríveis por valores ainda mais incríveis como também vai encontrar algumas pechinchas, provavelmente em bairros mais afastados e apartamentos mais simples.

A melhor dica pra você entender o preço do aluguel em Londres

O Rent Barometer reúne preços de apartamentos separados por bairro e tamanho: de studios a apês de cinco quartos. E pode confiar porque eu fiz a lição de casa. Os valores estão realmente dentro da realidade.

aluguel em londres - notting hill
Que tal morar em uma casa colorida em Notting Hill?

Sites para aluguel em Londres

Gumtree: é o site mais popular do Reino Unido. Tem uma oferta gigante de quartos e flats como também tudo o mais que você possa imaginar. O legal dele é que você vai encontrar muitos anúncios de pessoas e não só de agências, que tendem a ser mais burocráticas. O lado negativo é que golpes não são raros no Gumtree. Mas, vale o de sempre: fique atento e desconfie de ofertas boas demais para serem verdade. No mais, Gumtree é ótimo.

SpareRoom: melhor opção se você procura um quarto. Reúne anúncios de gente buscando e oferecendo flatmates. Tem de tudo ali. Foi por lá que encontramos nossa última casa em Londres. Vale dizer que você tem a opção de pagar por um serviço premium que dá direito a ver anúncios com prioridade e entrar em contato direto com os locadores. Custa £7 por semana. Nós usamos e nos ajudou muito.

Foxtons: tem uma ótima oferta em todas as áreas da cidade, o sistema de buscas é muito bom, os apês são na maioria bons, tem ótimas fotos e você pode filtrar a busca por longo prazo (12 meses) e curto prazo (até seis meses). O lado ruim é que os preços dos imóveis são mais caros que outros.

Rightmove: muita gente nos recomendou esse site. Ele é bacana porque reúne um pouco de tudo. Ofertas de flatshare e aluguéis de studios e flats de diversas imobiliárias e por preços mais acessíveis que o Foxtons.

Zoopla: bem parecido com o Righmove. Vale dar uma olhada para tentar achar outras opções, mas muitos agentes acabam se repetindo nos sites.

aluguel em londres - bairro
Um fim de tarde em Blackheath, região de Greenwich

Esses sites já vão ajudar bastante em sua busca. No mais, se você já sabe em que bairro quer morar uma boa dica é caminhar por ele e entrar nas imobiliárias. Todo bairro tem algumas que são bem parecidas como a da foto abaixo. Nunca testamos, mas certamente é uma boa opção se você já tem uma ideia de região que quer. E se você já teve uma experiência com esses agentes por favor comenta ali pra ajudar outros leitores, combinado?

aluguel em londres - imobiliária
Você vai ver pequenas imobiliárias como essa aos montes em praticamente todos os bairros.

Aluguel temporário em Londres

Tem crescido muito a demanda de pessoas interessadas em trocar hotéis por apartamentos para ficar alguns poucos dias em uma cidade. A gente mesmo adora. Já vivemos bons momentos e encontramos bons preços no AirBnb.

Nele você entra em contato com o proprietário e negocia diretamente com ele uma estada de dois, cinco, 30 dias ou mais. O site cobra uma comissão que varia de 6% a 12% do valor do aluguel.

Já usamos o site para ficar em Berlim e Roma e nos demos muito bem. O Wimdu é uma opção parecida. Não testamos, mas vale dar uma olhada.

aluguel em londres - casa barco
Em Londres você também pode morar em uma casa barco no Regent’s Canal.

Você tem uma dica?

Essas informações que você leu vão te dar um norte para achar seu lar definitivo ou temporário aqui em Londres.

 Mas como aluguel é um tema complexo que sempre levanta muitas dúvidas se você tiver alguma dica que não dei aqui por favor conta sua história nos comentários. Você pode ajudar outras pessoas!

 Estamos combinados? =)

Ah, e se você ainda não está na nossa lista de e-mails, aproveita: Novidades em primeira mão e surpresas exclusivas que estamos preparando! =)

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Custo de vida em Londres: os melhores supermercados e preços de diversos itens

Há algumas semanas saiu uma notícia que colocou Londres no topo das cidades mais caras do mundo bombou na mídia. A triste realidade surgiu a partir de um estudo do Expatistan, site que compara o custo de vida em mais de 1.500 cidades ao redor do globo. O Top 5 das mais caras ficou assim:

  1. Londres
  2. Oslo
  3. Genebra
  4. Zurique
  5. Nova Iorque

Os dados do Expatistan são formulados a partir de um crowdsourcing. Ou seja, são os próprios moradores das cidades que indicam os preços.

Fiz uma análise na página de Londres. Lá são reunidas informações sobre o preço de itens, como: alimentação, aluguel, internet, roupas, eletrônicos, transporte, higiene pessoal e lazer.

Por ali dá pra ter uma boa ideia sobre o custo de vida em Londres. E adianto que dá pra confiar na maioria deles. Os números representam bem a realidade. Se joga lá porque vai ajudar muito em seu planejamento.

custo de vida em londres

Mini guias sobre o custo de vida em Londres

Inspirados no Expatistan vamos publicar nas próximas semanas uma série de posts que trarão mini guias sobre o custo de vida em Londres. O primeiro é sobre supermercados.

Os preços listados abaixo são referentes a produtos que a gente costuma comprar. Na média, dá pra dizer que um casal consegue se virar bem gastando entre 50 e 80 libras por semana com alimentação, higiene pessoal, produtos de limpeza… enfim, coisas básicas para o dia a dia.

Mas, por favor, tome isso como uma referência e não como verdade absoluta, pois falar sobre custo de vida é um tanto delicado e MUITO relativo! Cada um tem um padrão de vida, rotinas e hábitos alimentares.

Exemplos:

  • A gente gasta uma quantia razoável com vinhos e cervejas, mas talvez esses itens não entrem na sua conta.
  • Por trabalharmos em casa almoçamos e jantamos em casa na maioria das vezes, o que não é muito comum para quem trabalha fora.
  • Suco natural pode custar até 3x mais que o industrializado
  • A marca A custa bem mais caro que a marca do mercado e por aí vai.

Mas vamos lá!

custo de vida em londres - supemercados 7

Preço de itens básicos em fevereiro de 2014

*a maioria dos itens considera o preço dos mercados Asda e The Cooperative Food

Carnes

  • 1 kg de frango: 6 libras
  • 1 kg de alcatra brasileira: 11 libras (açougue brasileiro!)
  • 1 kg de picanha brasileira: 15 libras
  • 1 kg de salmão: 20 libras
  • 1 kg de porco: 5 libras

Massas

  • Macarrão (500g): 1,30 libras
  • Molhos diversos: 1,50 libras
  • Pizza congelada: 3,00 libras

Verduras/Legumes

  • Brocolis (unidade): 1,00 libras
  • Tomate (kg): 1,50 libras
  • Berinjela (unidade): 0,75 libras
  • Beterraba (200g): 0,95 libras
  • Couve Flor (unidade): 1,20 libras
  • Cebola (kg): 0,90 libras

Frutas

  • Banana (kg): 0,68 libras
  • Limão siciliano (unidade): 0,30 libras
  • Maçã (kg): 2,00 libras
  • Laranja (kg) 2,00 libras
  • Morango (400g): 3,00 libras
  • Uva (300g) 3,00 libras

* Dica: compre frutas/verduras/legumes em feiras de bairro. Os preços são BEM melhores

custo de vida em londres - supemercados 3

Café da manhã

  • Leite (1L): 1,00 libras
  • Queijo (200g): 2,00 libras
  • Granola (500g) 3,00 libras
  • Margarina (500g): 2,00 libras
  • Presunto de Parma: 2,00 libras
  • Iogurte (6 unidades): 2,70 libras
  • Leite de Soja (1L): 1,20 libras
  • Suco de Laranja natural (1L): 2,00 libras
  • Café (500g): 3,00 libras

Higiene pessoal

  • Sabonete líquido (300ml): 1,00 libras
  • Sabonete Dove (4 unidades): 2,50 libras
  • Shampoo Head & Shoulders (500ml): 5,00 libras
  • Desodorante Nivea (150ml): 2,00 libras
  • Pasta de dente Colgate (75ml) 2,20 libras

Bebidas

  • Cerveja Lager: 1,10 libras
  • Cerveja Ale: 2,00 libras
  • Vinho: 8,00 libras
  • Coca-Cola (1,5L): 1,00 libras

Diversos

  • Azeite de oliva (400ml): 4,00 libras
  • Chá Twinnings: 1,50 libras
  • Ovos (6 unidades): 2,00 libras
  • Tomate seco: 1,50 libras
  • Biscoito recheado: 1,50 libras
  • Pringles: 1,50 libras
  • Chocolate Cadbury (360g): 3,50 libras

Os valores servem de referência, mas você vai encontrar algumas coisas mais caras e outras mais baratas.

custo de vida em londres - supemercados 5
As marcas próprias dos mercados têm preços excelentes. Algumas coisas têm qualidade questionável, mas a maioria vale a pena

Quer saber mais preços?

Reuni aqui apenas alguns itens, mas se quiser saber mais preços uma boa dica é acessar os próprios sites dos supermercados. Antes de vir pra Londres eu simulei uma compra no Asda e já consegui ter uma ideia de quanto iria gastar mensalmente.

Deu certo. O orçamento que eu fiz antes de vir está bem próximo do que temos gastado. Essa é uma boa dica para ajudar a planejar suas finanças em Londres ou em qualquer outra cidade.

Os melhores supermercados de Londres

A oferta é ampla e os perfis dos mercados diferentes. A gente vai muito no The Cooperative Food, pois tem um a 3 quadras de casa.

O Coop tem um monte de pequenas lojas espalhadas pela cidade. Não compensa para grandes compras, pois os preços são um tanto mais altos que os dos grandes supermercados, mas quebra um galho no dia a dia.

Outra vantagem dele e de outros pequenos mercados como o Tesco Express e Sainburys Local é que apesar do preço mais alto você não perde o foco da lista que tem que comprar.

Falo isso porque sempre que vamos num mercado grande acabamos compramos muita bobagem além do que precisamos. Tem que ter disciplina militar pra não fazer isso! 😉

custo de vida em londres - supemercados 4

O nosso supermercado preferido

*UPDATE EM 24/02/2016: O favorito passou a ser o Lidl, que não tem tantas lojas na cidade como as grandes redes, mas ainda assim é relativamente fácil de ser encontrado. É, hoje digo com certeza, o que tem os melhores preços. Ele vende marcas alternativas, mas de qualidade, a preços mais atrativos.

Gostamos muito do Asda. O preço é geralmente melhor, sempre há ofertas “pague 1, leve 2” e grandes descontos em produtos prestes a expirar. O leque de produtos com a marca deles também é grande e os preços  são MUITO bons.

Também gostamos de ir no Tesco, que tem um perfil semelhante ao do Asda, algumas marcas diferentes, mas preços sutilmente mais altos.

Há ainda o Sainsburys e Morrisons. A gente costumava ir nesses em nossa outra passagem por aqui em 2010 porque eram os mais perto de casa, mas o Asda continua nos parecendo a melhor opção.

Se você tem uma experiência diferente, uma dica que não demos aqui deixa por favor compartilha com os leitores.

Toda informação que ajude a salvar uns preciosos pounds é sempre bem-vinda. =)

Mercados gourmet e de alimentação saudável

No mais, se você procura itens mais gourmet corre pro Marks & Spencer, Waitrose ou Borough Market, um dos meus lugares favoritos em Londres! Já na linha saudável, o Whole Foods e a Holland & Barrett, que é mais uma loja de conveniência do que um mercado, cumprem muito bem essa função.

custo de vida em londres - supemercados 1

O que mais você quer saber sobre custo de vida em Londres?

Temos alguns temas para explorar futuramente a respeito de preços. Mas se tem algo que você quer saber diz aí que a gente conta em um próximo post!

Até lá!

 

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Quantas libras por mês um estudante precisa para sobreviver em Londres?

Fazer uma viagem internacional pra estudar exige muito planejamento, principalmente quando o destino é um país que gosta de complicar a vida dos estudantes que pensam em trabalhar para bancar sua sobrevivência – como é o caso do Reino Unido.

Para se ter uma ideia, até o início de 2010 um estudante podia trabalhar legalmente em Londres por 20 horas/semana. Mas em fevereiro o governo britânico reduziu a carga para míseras 10 horas (UPDATE EM 27/02/2013: Hoje, o visto de estudante NÃO permite trabalho. Nem uma horinha!). E a tendência é que isso piore ainda mais.

Recém eleito primeiro-ministro, David Cameron declarou inúmeras vezes durante sua campanha que iria apertar ainda mais o cerco contra a imigração. Ou seja, em hipótese alguma pense em vir com pouca grana porque “lá eu arrumo alguma coisa pra me manter”.

Não vou entrar no assunto dos trabalhos ilegais porque esse não é o objetivo do Pra Ver em Londres. É melhor deixar o jeitinho brasileiro do outro lado do Atlântico.

O salário mínimo no UK varia conforme a idade. Vamos aos números.:

VALORES DE 2010:

  • Menores de 18 anos: £3,57/hora
  • De 18 a 21 anos: £4,83/hora
  • A partir de 22 anos: £5,80/hora

VALORES DE 2013:

  • Menores de 18 anos: £3,68/hora
  • De 18 a 20 anos: £4,98/hora
  • A partir de 22 anos: £6,19/hora
  • Aprendizes de até 19 anos ou com 19 anos em seu primeiro ano: £2,65/hora

Com qualquer emprego que estudantes costumam pegar (faxineiro(a), auxiliar de cozinha, garçom/garçonete, panfleteiro(a), babá, etc) você dificilmente vai ganhar muito mais do que o mínimo.

Cenário realista (baseado na vida em Londres em 2010, quando estudantes podiam trabalhar legalmente!):

Digamos que você tenha 22 anos, consiga um emprego (isso não é tão fácil quanto muitos imaginam) e ganhe £6 por hora.

  • 1 semana = 70 libras
  • 1 mês = 240 libras

O que você consegue fazer com esse dinheiro

A moradia em Londres é caríssima. Por um quarto na Zona 2 (próximo ao centro) você paga o preço que pagaria pelo aluguel de um apartamento de dois quartos numa região central de qualquer cidade brasileira.

Os mais baratos custaram a partir de £50 por semana (por cabeça, em uma casa dividida com outras pessoas) – mas são verdadeiras espeluncas. O mais provável é que encontre uma moradia digna (de novo, em uma casa dividida!) na faixa dos £70 a £90 por semana.

DICA: Os melhores sites para encontrar sua casa são o Gumtree, o Starsflats e o SpareRoom. A revista Leros também tem uma área interessante para procurar quartos. Não perca tempo em outros porque em algum dos dois você vai achar algo interessante.

Não preciso nem dizer que seu salário já foi, não é? E você ainda não comeu e nem se locomoveu. Sentiu o drama?

Pois bem. Se você não tiver um “Paitrocínio Platinum”, comece a guardar dinheiro muito antes de viajar, porque por mais que consiga trabalhar legalmente, será impossível se manter. (Lembre-se: em 2013, com visto de estudante, NADA de trabalho legal!)

Se não se planejar terá que usar a criatividade pra descolar uma grana
Se não se planejar terá que usar a criatividade pra descolar uma grana

Os custos mensais na ponta do lápis

Vou apresentar os números com base no que estamos gastando (2010!) – isso inclui um bom quarto na Zona 2 e comida comprada no supermercado e feita em casa.

O cenário é o seguinte:

  • Aluguel: £300/mês por cabeça, em uma casa dividida;
  • Transporte: £69,20/mês (para transitar livremente entre as Zonas 1 e 2 com o Oyster Card para estudantes) UPDATE: Clique aqui para ver os valores atualizados do transporte;
  • Alimentação: £50/mês (fazendo comida em casa, porque comer fora é caríssimo) UPDATE: a gente comprava no Morrison’s e na maior parte das vezes comprava a comida do próprio mercado. Que era mais barata. E mesmo assim era de qualidade! Não vivíamos a pão e água. Garantimos! 😉

Somente para dormir, comer e se locomover você já gastou £419,20. Agora pense que você está em Londres. O apelo ao consumo é muito forte. Seja para conhecer as atrações turísticas, ir a eventos culturais , fazer compras, tomar umas pints em algum pub e viajar para outras cidades ou países.

Não recomendo que você venha sem ter (no mínimo) £700 libras por mês – cerca de 2100 reais. Com esse dinheiro você consegue viver bem e ainda contar com alguns pequenos luxos.

Nos próximos posts vou falar sobre quanto, em média, você gasta no pré-viagem: curso de inglês, passagem, visto, traduções, etc.

Até lá.

 

PS: Como este blog é pessoal, utilizamos como base para estes números os NOSSOS gastos. Não somos pessoas consumistas, vivemos bem com pouco e somos felizes assim. Leve isso em consideração na hora da leitura, ok? 🙂

Alimentação básica em Londres – quanto custa?

Que Londres é uma cidade cara todo mundo sabe. Agora, o que nem todos sabem é que a cidade tem lá suas pechinchas. Uma delas é o que se compra no supermercado.

No último fim de semana fizemos nossa primeira grande compra pra abastecer a geladeira e a dispensa. Fomos ao Sainsbury na volta de uma tarde de domingo em Camden Town.

Compramos de tudo. De bolachas a macarrão. E o prejuízo não foi tão assustador quanto imaginávamos que seria.

O que acontece é que aqui você sente que seu dinheiro é valorizado. Afinal, não existem impostos exorbitantes embutidos nos preços do que se compra. Descontando o que se gasta com moradia e transporte, posso assegurar que mil libras em Londres tem um poder de compra infinitamente maior do que mil reais em qualquer cidade brasileira.

Ok, fazendo a convergência para a nossa moeda as coisas realmente ficarão caras, mas deixar o real de lado é a primeira coisa que você precisa ter em mente quando desembarca aqui. Se não fizer isso vai pirar.

A moeda da rainha hoje vale quase três vezes mais que a do Lula (no passado já foi cinco vezes mais forte). Daí a importância de planejar bem a viagem para não passar apuros.

Daqui um tempo vamos publicar quando se gasta por dia para viver em Londres – em pacotes de estudante e de executivo. =)

Pra encerrar deixo aqui o preço de algumas coisas básicas que compramos no supermercado:

Falha nossa: nunca fotografamos mercado. E aí que a única boa imagem de mercado luvre de direitos autorais era esta. Onde você acha que é? :)
Falha nossa: nunca fotografamos mercado. E aí que a única boa imagem de mercado luvre de direitos autorais era esta. Onde você acha que é? 🙂

(Os valores se referem aos preços que encontramos nas gôndolas dos mercados em 2010. Mas, acredite que se quiser: refizemos a pesquisa pelo site do Morrison’s hoje, 05/03/2013 e a maioria dos preços continua semelhante. Faça o teste você mesmo clicando aqui)

  • Batata (kg): £1,18
  • Maçã (kg): £0,84
  • Tomate (unidade): £0,64
  • Maço de brócolis: £0,95
  • Cebola (kg): £0,67
  • Folha de alface (unidade): £0,79
  • Kiwi (kg): £1,00
  • Laranja (unidade): £0,31
  • Cenoura (kg): £0,67
  • Coxa e peito de frango (700g): £3,00 – Tinha uma promoção compre um e leve dois
  • Queijo Edam (200g): £1,50
  • Peito de frango em fatias (10 unidades): £1,00
  • Tabasco: £1,40
  • Hellman’s light (200 g): £1,00
  • Chá Twinning’s Special Selection (caixa com 30 sachês): £1,39
  • Fettucine (500g): £0,62
  • Arroz (500g): £0,62
  • Cookie (500g): £0,81
  • Salsicha de porco congelada (20 unidades): £1,34
  • Oléo de girassol: £1,09
  • Azeite de oliva (125ml): £1,09
  • Sal (750g): £0,48
  • Açúcar (750g): £0,87
  • Orégano: £0,61
  • Suco de raspberry (1L): £0,99
  • Suco de laranja (1L): £0,56
  • Sabão para máquina de lavar roupa (faz 20 lavagens): £2,76
  • Cereal com fibras:  £0,64
  • Chocolate Cadbury (400g): £2,67
  • Café colombiano (500g) : £2,49

A soma dessa compra hipotética daria £33,98! Diz aê, tem bastante coisa, não tem?

Uma boa dica pra economizar é comprar produtos da marca do próprio supermercado. Ao menos quatro das grandes redes de supermercados de Londres (Sainsbury, Tesco , Morrison’s e Marks & Spencer) têm uma infinidade de produtos próprios, que chegam a custar menos da metade das outras marcas. E são de boa qualidade. Aproveite!