Londres, a consciência ambiental e a campanha “julho sem plástico”

Começou a campanha “julho sem plástico”. Misturei um pouco de dicas de turismo em Londres com divagações de quem está tentando ser cada dia mais sustentável para tentar convencer você a aderir à causa. Vamos ver se consigo? :)

No final de abril, João e eu passamos quatro dias em Londres. Aproveitamos muito cada segundo. 

Visitamos atrações novas e outras antiiiigas (mas novas pra gente).

The Garden at 120 é um jardim que fica no topo do prédio que ocupa o número 120 da Fenchurch Street, na City of London. É mais um lugar legal para ver Londres do alto. E a melhor notícia é que a visita é gratuita! Basta chegar na portaria, passar pela segurança e aproveitar. :) Adoramos!
Somando todas as nossas três temporadas em Londres, moramos quase dois anos na cidade. A região da City of London era uma das nossas preferidas para passear despretensiosamente. Mas, por incrível que pareça, nunca tínhamos ido à Saint Dunstan in the East. Que vacilo, amigos! Ali, ficam as ruínas de uma igreja que foi bombardeada na II Guerra Mundial. É um jardim público delicioso, que parece um oásis de natureza no meio da bagunça da metrópole. #ficadica

Passeamos por cantinhos da cidade que amamos MUITO.

Aquela fotinho clichê inevitável <3

Fomos a bares de cerveja artesanal que ainda não conhecíamos.

Vou confessar que não foi fácil ter que ir embora do bar da Mikkeller, viu?

Assistimos à peça Harry Potter e a criança amaldiçoada (eu havia comprado os ingressos seis meses antes!).

Valeu a espera! A peça é incrível!

E, é claro, encontramos vários amigos queridos. <3 Afinal, eles fazem Londres ser o que é pra gente!

Amei essa foto do João e da Thais num grau que não sei nem explicar. :) Como foi gostooooso passar uma tarde com essa cearense pra lá de gente fina. Pra quem curte podcast, ela é da turma que produz o Chá com Rapadura. Soube que é um estouro só – ainda estou devendo o meu play. Vou pagar, amiga! hehe #juro

Vivemos muita coisa inesquecível nas cerca de 100 horas que passamos nesta cidade que amamos um montão. Porém, quando voltei pra casa e parei para pensar em tudo, o que realmente chamou minha atenção foi o fato de que um tópico se repetiu em absolutamente TODAS as conversas com amigos:

a questão da produção de lixo (especialmente de plásticos de uso único), da sustentabilidade, da consciência ambiental.

Quando almoçamos com a Helô no Honi Poke, ela abriu a bolsa e tirou seus talheres reutilizáveis, dando início à primeira conversa sobre o assunto.

Logo lembrei que poucas horas antes, quando fomos tomar café da manhã no Pret <3, notei que agora eles não deixam mais talheres de plástico à disposição. Você precisa PEDIR, se quiser.

Julho sem plástico – Londres – Prêt-a

No dia seguinte, rolou mais um almoço gostoso.

Fomos com a Thais e a Ana no Temakinho. Enquanto a Anna nos contava sobre uma viagem que fez recentemente ao Japão, foi logo dizendo que uma coisa que ela não curtiu foi a quantidade exagerada de embalagens utilizadas no país. Segundo ela, tudo vem embrulhadinho em um papel, que embrulha outra embalagem plástica e assim por diante.

Na mesa da Brewdog Tower Hill, o Rafa me entregou uma encomenda muito especial: o desodorante natural Cru., desenvolvido pela Julia, esposa dele (que estava no Brasil). E lá fomos nós falar mais sobre vegetarianismo e veganismo, consciência ambiental, produção de lixo, consumo consciente etc.

Ah, e o desodorante fez tanto sucesso comigo que eu já tô na fila pra comprar mais! :D

Brewdog Tower Hill – Londres
Na Brewdog ainda reencontramos nossa best londrina Mari Arakaki, nossos amigos queridos Lia e João, e conhecemos uma antiga leitora, a Paty. :) Que delícia de dia!

No nosso almoço de despedida de London, no Itsu do aeroporto Stansted, a publicidade na mesa dizia: “nossos plásticos não vão parar nos oceanos”.

Jogada de marketing ou preocupação real oficial, não posso afirmar, mas o simples fato de a mensagem estar ali faz a gente pensar, né?

Ah, Londres…

Ursinho Paddington sabe das coisas… “Em Londres, todo mundo é diferente, e isso significa que qualquer um consegue se encaixar.”

Como se todas as interações que tivemos sobre o assunto não fossem suficientes para mexer comigo, como celulares têm ouvidos, naqueles dias e nos dias seguintes também fui impactada por outras notícias que ajudaram a corroborar a ideia de que os londoners (os britânicos, de uma maneira geral) estão realmente engajados na luta por um mundo mais sustentável. Olha só:

A rede de supermercados Morrisons, por exemplo, baniu o uso de plásticos para embalar frutas e verduras.
– No aeroporto de Gatwick, a Starbucks – que já oferece descontos para quem levar seus copos – está testando um sistema de copos retornáveis. Ou seja, em vez de você tomar seu Chai Latte em um copo descartável e jogá-lo no lixo depois de acabar, você pega emprestado um dos 2 mil copos à disposição e devolve-o depois em um dos cinco pontos “Cup Check-in” espalhados pelo aeroporto. Que tal?
– O site do jornal Evening Standard tem uma área inteira dedicada ao futuro “plastic free” londrino!

E aí que eu voltei pra Valência meio que a doida do “precisamos melhorar”! 

Desde então, passei a seguir várias contas no Instagram e canais no YouTube que dão dicas sobre como viver uma vida com menos lixo (lista de sugestões pra você seguir também estão no fim do texto!) e comecei a fazer pequenas mudanças na minha rotina para de fato ver essas mudanças acontecerem.

Pra começar, trocamos as garrafas de água pet por um filtro.

Em Valência, apesar de a água da torneira ser potável, o sabor não é agradável. Esta reportagem (em espanhol) explica por quê. Que alívio é não acumular mais aquele tanto de lixo plástico!

Além disso, passei a prestar mais atenção ao lixo que a gente gera, e a me perguntar “este plasticozinho é mesmo necessário?” em diversas situações que antes pareciam normais.

Ah, também comprei um kit bonitinho de talheres para carregar pra cima e pra baixo :). E, sempre que posso, tenho puxado a conversa sobre redução de consumo de plástico.

Ainda não fiz graaandes mudanças (o coletor menstrual já faz parte da minha vida há quase dois anos. Sou fã e propagadora da palavra! :), é verdade. Porém, o simples fato de estar mais atenta a tudo que faço e consumo já tem surtido um efeito muito positivo na minha vida.

Julho sem plástico

Resolvi falar sobre isso hoje porque descobri que julho é o mês de uma campanha global de redução de uso de plástico, a Plastic Free July

A campanha julho sem plástico foi criada em 2011, na Austrália, e de lá pra cá ganhou adesão no mundo todo. \o/

A ideia é simples: reduzir o consumo de plásticos descartáveis e de uso único.

Trocar a sacolinha do mercado por uma ecobag que é a sua cara, por exemplo, é um primeiro passo – bem simples, aliás! ;)

A ecobag favorita do João é essa aí, do Lagwagon (uma das bandas preferidas dele), que foi presente de uns amigões nossos! :) A minha é a da Conexão Feminista – projeto da Helô Righetto que é outra coisa que eu adoro indicar prazamiga tudo. ;)

Mas, é claro, é possível fazer muito mais. 

No site oficial da campanha (este aqui – o conteúdo é todo em inglês) você pode se cadastrar e encarar um desafio. Porém, se preferir prestigiar os produtores de conteúdo brasileiro que também fazem um trabalho lindo neste sentido, aqui vão minhas dicas:

– A Cristal, do blog/Instagram Uma vida sem lixo, criou um calendário com 31 tarefas para reduzir o lixo. Tá aqui! Tem desde coisas simples, como parar de usar copos descartáveis e usar guardanapos de pano, até coisas mais desafiadoras (pelo menos para novatos, como eu), como fazer sua pasta de dente e começar a compostar.

Siga ela no Instagram: Uma vida sem lixo | Cristal Muniz

– A Natalia, do blog/Instagram Viva Sustentável, propôs um desafio dividido em semanas, não em dias. Achei bem legal para iniciantes. :)

Siga ela no Instagram: Viva Sustentável

– No YouTube, eu VICIEI no canal da Fê Cortez: o Menos 1 lixo. Ela ainda não falou sobre a campanha julho sem plástico, mas, como você vai ver assim que acessar o canal, TODO o conteúdo vai nessa linha. Impossível não rever hábitos assistindo aos vídeos produzidos pela equipe do Menos 1 lixo – que também é um blog e tem Instagram.

Acho que o canal da Fê Cortez foi dica do Rafa – thanks, guri! 

– Por último, mas não menos importante, também indico o Casa sem lixo, produzido pela Nicole Berndt com o apoio de toda a família dela (o marido Paulo e as crianças Theo e Nina). Gente, esses caras são feras na arte de NÃO produzir lixo. Fico boba de ver!

Siga no Instagram: Casa sem lixo

Bora entrar no desafio do julho sem plástico?

A verdade é que tem MUITO conteúdo bom sobre consciência ambiental e redução de lixo por aí. E é tanta energia boa que, quando você começa a mergulhar nesse universo, em pouco tempo se vê falando dele pra todo mundo e querendo fazer a sua parte – e a dos outros também – para garantir o futuro do nosso lindo planeta. Missão boa essa, né? :)

No fim das contas, a fagulha que se acendeu na minha amada Londres tá virando uma bela fogueira por aqui. E isso está me fazendo pensar em coisas que até pouco tempo eram inimagináveis. Pra você ter uma ideia, eu, que sou bem carnívora – mas sei do impacto do consumo de carne no meio ambiente –, passei a incorporar (com a ajuda do João, é claro) alguns dias de vegetarianismo na minha vida! E não é que eu tenho gostado?! :)

O importante é a gente estar cada vez mais consciente do nosso papel na preservação do meio ambiente e, aos poucos, fazer mudanças que podem ajudar a prolongar a vida do planeta. 

Encarar o desafio do julho sem plástico pode ser uma ótima forma de começar essa jornada. Eu decidi que vou nessa. E você?

Se sim, me conta aí o que você planeja fazer em julho – e para sempre! – para colaborar com o movimento. Trocando figurinhas a gente com certeza acelerará o processo.

Bom julho sem plástico pra você!

Até a próxima. ;)

Beijo!

Nah

PS: O post está cheio de links bacanas – tanto de dicas de Londres, quanto de dicas para aderir à campanha julho sem plástico (e de gente bacana pra acompanhar). Não deixe de clicar! ;)

Planeje sua viagem

Você sabia que se planejar sua viagem clicando nos links de nossos parceiros, que confiamos 100%, você nos dá uma força gigante?

Hospedagem, aluguel de carro e seguro viagem. Você não paga nada extra por isso e nos ajuda muito! Basta clicar nos banners ou nos links dessa página e fazer suas reservas.



Booking.com

Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Parceiros

Booking.com

Siga-nos

2 thoughts on “Londres, a consciência ambiental e a campanha “julho sem plástico”

  1. Como sempre amei o post!! Assunto super importante!! Aqui temos estado mais atentos também! Já aderimos aos canudos de inox, filtro de água, garrafas de vidro ao invés de plástico.. Ja a carne… Aiiii que difícil amigos!! Hehehe beijosss

    1. <3 Que bom que gostou, amiga!
      Pois é, a carne é muito difícil pra mim também. João tem mais facilidade, mas pra mim ainda é um desafio e tanto. Mas não precisamos parar completamente do dia pra noite, né? Simplesmente reduzir o consumo e refletir sobre isso já é um grande avanço para quem vem de uma cultura tão carnívora quanto a nossa. :)
      Um passo de cada vez e iremos longe!
      Como sempre, obrigada pela visita e pelo comentário! <3
      Beeijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Recentes

NATASHA & JOÃO

Em 2010 fomos fazer um intercâmbio em Londres e lá nasceu o blog. De lá pra cá muita coisa mudou, menos a nossa vontade de explorar o mundo.

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo!

* campos obrigatórios