A vista do alto do monumento que eterniza o Grande Incêndio de Londres

Um dos capítulos mais marcantes da história de Londres foi o Grande Incêndio de 1666, que por três dias, consumiu praticamente toda a cidade – que, então, tinha sua área concentrada onde hoje está a City of London.

A História conta que o fogo começou na cozinha de uma padaria na Pudding Lane e se alastrou rapidamente devido ao fato de que boa parte das construções de Londres na época eram de madeira e porque havia na região uma grande concentração de armazéns que estocavam produtos inflamáveis, como madeira, cordas e óleo.

Para combater o incêndio, os londrinos se uniram e fizeram o que podiam – na época, Londres não contava com uma brigada anti-fogo. Derrubar casas para evitar o alastramento das chamas acabou sendo uma das estratégias mais efetivas.

Após o fim do incêndio, mais de 100 mil pessoas ficaram desabrigadas. A reconstrução total da cidade levou quase 50 anos. Muito tempo foi dedicado a repensar o layout das ruas e construções. A partir de então, as casas deveriam ser obrigatoriamente de tijolos, e as ruas, mais largas.

Nessas horas eu me pergunto quão diferentes seriam as ruas da City hoje se o incêndio nunca tivesse ocorrido. Será que teríamos um grande vilarejo medieval no centro de Londres?

Bem, essa história e tantas outras sobre a cidade estão muito bem contadas no Museum of London, que é parada obrigatória se você quer conhecer o passado, entender o presente e imaginar o futuro da cidade. Mas esse não é o tema do post de hoje…

O monumento que eterniza o Grande Incêndio de Londres

the monument - pra ver londres do alto

Poucos anos após o grande incêndio, entre 1671 e 1677, sobre os escombros da igreja St. Margaret’s, primeira a ser consumida pelo fogo, “The Monument” foi construído para preservar a história do triste episódio e celebrar a reconstrução da cidade.

O Monument é uma coluna de pedra inspirada na arquitetura grega que foi planejada pelo arquiteto Christopher Wren, também responsável pela St. Paul’s Cathedral. São 311 degraus e 48 metros até o mirante. No alto, há uma escultura que simula o fogo e uma “jaulinha” panorâmica que oferece uma bela vista para a Tower Bridge e para os grandes prédios da City, um dos distritos financeiros de Londres.

Curiosidade: No total (contando  escultura no topo) são 61 metros de altura, distância exata do lugar onde

Curiosidade: No total (contando a escultura no topo), são 61 metros de altura, distância exata do lugar onde o fogo começou

Subindo o Monument

Como em tudo na vida, a jornada de subida ao topo do Monument é tão interessante quanto o próprio destino final. Para chegar lá em cima, você, obrigatoriamente, subirá os degraus de escada em espiral, meio apertada e que parece não ter fim.

Se você sofre de vertigem, não ouse olhar lá pra baixo. Caso contrário, é super legal!

Se você sofre de vertigem, não ouse olhar lá pra baixo. Caso contrário, é superlegal!

A subida é ok pra quem está com a saúde em dia e pratica esportes regularmente, mas pode ser exaustiva para os mais sedentários. Considere isso antes de comprar seu ingresso, ok?

Se bem que nada que uma descansadinha ou outra no meio do caminho não resolvam… :)

the monument - pra ver londres do alto-3

Somando subida e descida dá pra dizer que a cota de exercicícios do dia foi cumprida. E recompensada por uma vista bem legal! =)

tower bridge vista do the monument - pra ver londres do alto

No topo do Monument

O Monument hoje se esconde entre prédios modernos e bem mais altos da City, como o Vertigo 42, que falamos aqui. Não é a melhor vista que você pode ter do alto de Londres, ainda assim, tem seu valor. Em especial se o dia estiver bonito.

Importante destacar que o mirante é cercado de grades, como uma jaula. Então isso acaba atrapalhando um pouco a vista e as fotos.

Importante destacar que o mirante é cercado de grades, como uma jaula. Então isso acaba atrapalhando um pouco a vista e as fotos.

Vale a pena subir?

Se você me pedisse pra indicar três lugares pra ver Londres do alto, o Monument não estaria entre eles. Eu iria de Primrose Hill, Greenwich Park e Vertigo, com menções honrosas para The Shard, London Eye, hampstead, Emirates Airline, DLR na região de Canary Wharf, apenas pra citar alguns. 

the monument - pra ver londres do alto-5

Mas ainda assim, eu sugiro que suba. É um monumento importante que preserva a história de Londres e que, de uma forma ou outra, fará você reviver o passado.

the monument - pra ver londres do alto-4

E agora, sabendo que o incêndio acabou promovendo uma revolução na arquitetura da cidade, poderá, lá do alto, imaginar como as ruas de Londres seriam se as construções medievais ainda dominassem o cenário.

Imagina se ao invés disso houvessem dezenas de construções de madeira e ruas ainda mais apertadas

Imagina se ao invés disso houvessem dezenas de construções de madeira e ruas ainda mais apertadas?

Na saída do passeio você recebe um certificado atestando que você subiu os 311 degraus do Monument, que não deixa de ser um souvenir legal pra emoldurar. O cenário registrado na arte é de 1750.

IMG_4419-2

Mais sobre o Grande Incêndio de 1666?

Se você estiver afim de ir a fundo na história do incêndio, vale destacar que há um outro monumento que o “celebra” na cidade. É uma pequena estátua de madeira banhada em ouro chamada Golden boy of pye Corner, que marca o ponto onde o incêndio terminou. Vou ficar devendo a foto, mas fica na esquina entre a Giltspur Street e a Cock Lane.

Uma boa parada antes ou depois da subida?

Ao lado do Monument fica o The Hydrant, um pub de cerveja artesanal, assinado pela cervejaria Fuller’s, mas que traz uma proposta diferente de seus pubs tradicionais.

the hydrant - cerveja artesanal em londres

Aparência moderna, ampla variedade de cervejas artesanais locais e importadas em chopp e garrafa e um cardápio honesto de comida de pub. Está em busca de cerveja artesanal em Londres? Dá uma olhada nesse post e segura aí que você ainda vai ler muita coisa sobre cerveja de verdade por aqui. 

the hydrant - cerveja artesanal em londres

Informações importantes

Endereço: O The Monument fica no cruzamento entre a Monument Street e a Fish Street Hill

Estações de metrô mais próximas: Bank (Central line) e Monument (Circle e District Lines) são as mais próximas, mas dá pra ir andando de outros pontos como a London Bridge (Northern Line e Jubilee Line) e St Paul’s (Central Line)

Quanto custa:  £4 / £2 (menores de 16 anos)

Horários:

  • Outubro a março: 9h30-17h30 (última entrada às 17h
  • Abril a setembro: 9h30-18h (última entrada às 17h30)

Referências

Planeje sua viagem para Londres ou qualquer cidade

Faça suas reservas de carro, hotel, seguro viagem e atrações com nossos parceiros. Você compra com segurança, bons preços e ajuda o blog  se manter firme e forte. A cada vez que você finaliza a compra a partir de um clique no blog a gente ganha uma comissão e você não paga mais por isso.

Acompanhe a gente nas redes sociais! Dicas direto de Londres em tempo real!    

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Written by

Jornalista, 31 anos. Vivendo na Itália. Autor do Pra Ver no Mundo e sócio da London, agência de marketing de conteúdo. Vejo o home office e a vida de viajante como um estilo de vida.

Latest comments
  • Muito legal, lindo

  • Olá, João! Sempre achei a história do incêndio em Londres ao mesmo tempo triste e fascinante. Triste pelas vítimas e pelas construções destruídas, mas fascinante pela capacidade de Londres reagir e se reerguer, sendo o Monumento o símbolo dessa grande lição que a cidade nos dá, pois conseguiu se refazer e se redefinir após uma catástrofe. Abraços, José Júnior.

LEAVE A COMMENT