Um ensaio sobre o Big Ben

O Big Ben é um daqueles monumentos que você cresce vendo na tevê, em fotos e filmes. É a identidade suprema de Londres. O maior símbolo inglês. Representa a ordem, a realeza, o chá das cinco, o parlamento.

São poucas as cidades que têm o privilégio de ter em suas raízes algo capaz de transmitir sua própria identidade de forma tão singular. Quando você chega perto dele pela primeira vez tudo isso que descrevi e muito mais fazem perfeito sentido.

O que senti foi como se ele estivesse lá esperando por mim por todos esses anos. Não é tão alto quanto eu imaginava, ms seu charme, beleza, imponência e magia são indescritíveis. Ver o Big Ben pela primeira vez é como se fosse seu batizado londrino.

Não só por ele! Mas pelo Tâmisa que o banha, a London Eye que o observa, a placa do underground que parece ter nascido junto com ele e, indo além, pela Londres que o protege em seu colo tão bem quanto acolhe a todos que pra cá vem.

Esse post não tem outro objetivo senão ser uma dedicatória a um dos mais belos cartões-postais do mundo.

reinando absoluto
reinando absoluto
cartão-postal da mamãe
cartão-postal da mamãe
visto do SeaLife
visto do SeaLife
enquanto a arte acontece
enquanto a arte acontece
a tal placa
a tal placa
eternos companheiros
eternos companheiros
ruas praticamente vazias, Visão inesquecível!
ruas praticamente vazias, Visão inesquecível!
essa foi uma das primeiras imagens que vimos do Big Ben
essa foi uma das primeiras imagens que vimos do Big Ben

 

Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Parceiros

Booking.com

Siga-nos

19 thoughts on “Um ensaio sobre o Big Ben

  1. Parabéns João, lindo e emocionante o post!
    Grata pela “cartão postal da mamãe”
    Amo vcs, sinto saudades, mas no fundo: feliz e orgulhosa!!
    Obrigada por existirem, beijos mil, Mamadi/Sogradi

    1. Que bom que gostou, mamadi.
      Falei pro João que o pai deve ter ficado com ciúme. hehehe

      Também te amamos. Você e todo mundo que deixamos aí e que sentimos MUITA saudade.

      Obrigada você por existir.

      Beijooos,
      Hira e Genrodi. hehe

  2. Oi João,

    Belo texto, rapaz! Você pode tentar visitar o parlamento também. Normalmente está aberto a visitas no verão, e é uma experiência imperdível, assistir os debates, estar onde as grandes decisões mundias são tomadas. Tem espaço para sentar, uma loja de “souvenir” meio que oficial e toda a magnitude da arquitetura em si – de dentro é ainda mais fascinante. Faz algum tempo que fui, mas recomendo!

    1. Valeu a dica, Breno. Deve ser mesmo uma grande experiência. Vou me informar sobre e, quando der, faremos uma visita e contamos como foi.
      Abraço e obrigado pelo comentário.

  3. Meu amor,

    Este é um dos posts mais lindos de toda a história do nosso Pra ver em Londres.
    Relê-lo numa noite de sexta-feira, em Curitiba, regada à cerveja e Mumford & Sons me faz sentir uma série de emoções ao mesmo tempo: alegria, por termos vivido isso juntos; tristeza, pela saudade que sinto dessa cidade encantadora e inesquecível e orgulho, por ter em casa, há quase um ano, o melhor nahmorado do mundo, o jornalista mais talentoso, o homem mais incrível, o melhor amigo e companheiro!

    Hoje eu tirei o dia para registrar “no nosso primeiro filho” tudo o que eu sinto por você, por ele e pela nossa eterna lovely London.

    Te amo.

    E que venha o segundo filho. E que ele venha com tanta saúde e beleza quanto este primeiro.

    Um beijo grande da sua nahmorada.

  4. Finalmente alguem consegue explicar em palavras o que se sente quando se depara com ele!
    Ótimo post!
    O blog de vocês sempre mata um pouquinho da saudade da cidade mais linda!
    Beijos!

    1. Oi, Nádia, que bom que gostou do post, ficamos felizes em saber. :)
      Mais felizes ainda ficamos em saber que o blog ajuda a amainar a saudade que você sente daqui. Isso é importante demais. hehe
      Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre. ;)
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Recentes

Primeiros dias em Bolonha em fotos e relatos

Nossos primeiros 15 dias em Bolonha nos fizeram entender por que a cidade é chamada de “a gorda, a vermelha e a erudita” e também serviram para a gente se encantar por diversos aspectos desse tesouro italiano. Vem descobrir do que eu tô falando!

Leia mais

NATASHA & JOÃO

Em 2010 fomos fazer um intercâmbio em Londres e lá nasceu o blog. De lá pra cá muita coisa mudou, menos a nossa vontade de explorar o mundo.

Assine nossa newsletter e receba dicas em primeira mão!