8 dicas para lidar com a depressão pós-Londres

Natasha versão 2005 - foi aí que eu soube da existência dessa doença chamada depressão pós-Londres
Natasha versão 2005 – ainda saudável, pobre menina nem sabia o que a aguardava. Muaaaaaháhááá

Sempre que me perguntam como meu amor por Londres começou eu conto essa história…

Minha primeira ida a Londres aconteceu em 2005. Fui pra lá passar dois meses e meio estudando inglês e morando em uma casa de família. Detalhe: no inverno – entre dezembro e fevereiro, mais precisamente. Mas o frio e os dias curtos não me deixaram depressiva; muito pelo contrário, apresentaram uma realidade completamente diferente que me encantou.

E aí, meu amigo/minha amiga, quando eu voltei pra boa e velha Curitiba eu passei os mesmos dois meses e meio chorando dia após dia. Pois é, vivi uma forte depressão pós-Londres.

Como curar a depressão pós-Londres?

Há alguns dias, minha amiga de infância e leitora fiel do blog Priscila Bastos deixou um comentário falando que depois de passar alguns dias na Europa (em Londres, inclusive) tinha voltado pra casa e estava sentindo sintomas desse mal e me perguntou o que fazer para curá-lo.

Difícil, meus caros, mas não impossível.

Inspirada no comentário da Pri resolvi reunir aqui os remédios que eu tomo contra essa doença. Parece-me que ela é doença incurável, mas dá pra amainar a dor com a ajuda deles… :)

Assim, obrigada pelo comentário inspirador, Pri! ;)

1) Câmeras ao vivo em Londres

Não sei se você sabe, mas há em Londres diversas câmeras espalhadas mostrando em tempo real a vida na cidade. :)

E eu as amo. Vivo assistindo a Tower Bridge, a Abbey Road, o trânsito na cidade (alouca. haha) e sonhando em estar de volta lá.

Que tal fazer o mesmo?

Infelizmente não consigo disponibilizar um vídeo aqui, mas clicando nos links ali de cima você assiste às câmeras citadas anteriormente e clicando aqui você confere uma lista de outras várias câmeras espalhadas pela cidade. Alguns links estão quebrados, mas vale a pena clicar e fuçar pra achar vistas lindas da cidade para admirar… <3

Ah, e pra quem curte a Tower Bridge e quer saber quando ela vai levantar para abrir passagem para grandes navios, este é o link para se programar!

2) Filmes

Cantinho de Londres que foi cenário de filme. Sabe de qual? Tempooooo!
Cantinho de Londres que foi cenário de filme. Sabe de qual? Tempooooo!

Outro remédio que ajuda a combater a depressão pós-Londres são os filmes que se passam na cidade. E são muuuitos, né?

Tem Notting Hill, Match Point, Sherlock Holmes, O Discurso do Rei, A Rainha, V de Vingança, O Diário de Bridget Jones, Jean Charles, Mary Poppins (assisti esses dias, gente, tão lindo… <3), etc. etc. etc.

Qual seu preferido?

Porque eu amo Anna Scott e William Thacker, minha gente! :)

3) Livros

Há alguns dias comprei este livro pela capa:

charlotte street

Pois é, nem me preocupei muito com a história (se bem que parece legal, conto o que achar em breve), mas poutz, esse Parlamento todo lindão precisava vir pra minha estante não apenas pela imagem, mas justamente por se passar na minha cidade preferida, e porque acredito muito que os livros são a melhor forma de viajar sem sair do lugar.

E também existe um montão de livro bacana que se passa lá. Entre eles: série Becky Bloom, Anjo Mecânico, Oliver Twist (<3), A probabilidade estatística do amor à primeira vista (li recentemente e amei! :), Sherlock Holmes, Uma ponte para Londres (já falei dele, lembra?) etc.

Vale a pena viajar para Londres na companhia de personagens literários bacanas. ;)

Aliás, já que estamos falando em livros, pergunto: o que você acha de eu fazer resenhas dos livros que leio que se passam em Londres? Se gostar da ideia deixa um comentário que eu me programo. ;)

4) Músicas sobre a cidade ou de cantores locais

Aaaaah, o british accent! Ouvir uma musiquinha gostosa cantada por um cantor britânico é bom demais, né? :) A gente já falou da Eliza Doolittle e da Kate Nash, mas tem muitos outros, como The Beatles (<3), Coldplay, Adele, Amy Winehouse, Lily Allen, Florence and the machine, Iron Maiden, The Clash, Kasabian, Mick Jager e por aí vai.

Tem ainda as músicas que falam sobre Londres. Reunimos algumas neste post, dois leitores acrescentaram outras duas e deve haver ainda mais outras tantas. Qual você acrescenta?

Minha preferida:

5) Ler blogs sobre Londres

Foto espontânea deste casal de blogueiros que te ama. hihi
“Foto espontânea” deste casal de blogueiros que te ama. hihi

Tem coisa melhor do que ouvir histórias de quem vive em Londres? Tem não! Fico feliz que você leia o Pra Ver em Londres, mas acho que você deveria ler (e curtir no Facebook, seguir no Twitter) também:

Sério, são todos incríveis e merecem sua visita. Vão ajudá-lo a sonhar ainda mais com a cidade. Lê-los é um remédio e tanto contra a depressão pós-Londres, eu agarantio! =D

6) Fazer outras viagens, nem que sejam menores

Tango Show!
Mi Buenos Aires querido

Pois é, minha gente, em tempos de libra nas alturas e passagens para Londres com preços elevados uma boa saída pra quem curte viajar é procurar destinos mais baratenhos. A gente fez isso em 2011. Tentamos curar nossa depressão pós-Londres com uma temporada de três meses em Buenos Aires (estamos reunindo os posts de lá aqui). Não curou, mas ajudou bastante. #ficadica

7) Planejar a próxima ida

Quando você define uma meta e começa a correr atrás dela o universo conspira a seu favor (já diria Sandy Leah). Estabeleça a data da sua próxima ida a Londres, comece a economizar, fique de olho no Melhores Destinos para conseguir uma passagem com preço bom (aliás, tá rolando promo! Clique aqui para ver) e se organize. A viagem vai sair do papel! ;)

8) Assumir a doença e falar sobre Londres

Por último, uma tática muito utilizada por esta blogueira que vos fala: sair falando sobre Londres com todo mundo que sofre do mesmo mal que você. Aqui em casa isso é fácil, porque eu tenho um marido tão doente quanto eu, mas se você não tem alguém dentro da sua casa que vive essa realidade não precisa se desesperar. O Pra Ver em Londres pode ser sede do “Viciados em Londres Anônimos” com o maior prazer. haha

Comente com seu nome, idade e cidade e bora reunir a galera pra uns debates sobre o tema. Que tal? hihihi.

Bom, essa aí e a nossa receita contra a depressão pós-Londres. O que você achou da lista? Acrescentaria algo? Contaê qual o seu remédio e ajude doentes a melhorarem sua qualidade de vida! ;)

Beijobeijo e até o próximo post,
Nah.

Gostou deste post e quer ficar por dentro das novidades do Pra Ver em Londres sempre que possível? Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Parceiros

Booking.com

Siga-nos

188 thoughts on “8 dicas para lidar com a depressão pós-Londres

  1. hahahaha AMEI esse post, acabei de compartilhar no fb do meu blog rs Aliás, estou postando sobre lá esses dias, então estou bem nessa de falar sobre a cidade com todo mundo rs Mas meu blog não é só sobre Londres não, é sobre viagens em geral.

  2. Eu sofro dessa doença também :-)
    depois de minha primeira viagem internacional que foi para Londres, nunca mais pensei em outra coisa se não Londres.
    Amo tudo, fotos, filmes, blogs, vlogs, posts de tudo que é tipo :-)
    Durmo e acordo pensando em Londres.
    Penso que sou louca as vezes mas, é uma doença amar assim? eu estou doente desde 2010 :-)

    1. Somos todos um pouco loucos, Ju. hehe
      Mas é uma loucura boa, né? :)
      E é bom saber que tem mais gente no mesmo barco. hehe
      Obrigada pela visita! ;)
      Beijos

  3. hauhauha tenho o livro tb, nao consegui passar do segundo capítulo, mas vou tentar terminar… é o jeito é planejar a próxima o/ Adorei o post

  4. Quando fui pra Disney em 97, nos meus 15 anos, passei por uma deprê bem intensa de uns 6 meses. Adolescente né…
    Mas quando sai de Londres, ainda em Heatrow começou minha deprê. Vim chorando no avião de lá até São Paulo. Foi muito intenso. Sonhei a vida inteira em ir pra lá. E ir, em lua de mel, sentir aquele cheiro, ver aquilo tudo… Foi incrivelmente bom. Preciso de mais, MUITO mais. Curo os sintomas da minha deprê com várias coisinhas: filmes, livros, fish and chips caseiro, Oystershell lindas que comprei pela internet… E acompanhando desesperada pra saber quando o bebê real chega! rsrsrs

    1. hahahaha
      Adorei seu comentário, Taluana.
      Opa, esqueci de falar das comidas locais. No nosso casamento teve fish and chips justamente por causa desse motivo. hehe
      Obrigada pela visita.
      Beeijo

  5. Natasha, confesso que tem um tempinho que não venho por aqui, mas continuo te acompanhando no Twitter. Aliás, às vezes que a depressão pós-Londres bateu eu sempre passava por aqui e por alguns blogs que vc citou. Pra quem ficou apenas 4 dias corridos, é caso de vida ou morte não é nem depressão hahahaha Preciso voltar e já decidi que vai ser ano que vem, porque esse ano já tenho viagens programadas. Escreva sim sobre os livros que você leu! Assim, todos que sofremos de depressão pós-Londres agradecemos :) Bjo Bjo

    1. Aline, querida, que bom vê-la por aqui de novo! :)

      hahahaha
      Adorei o “vida ou morte”. Pois é, pois é. a dor é grande, mas que bom que já tem outras viagens programadas, assim a dor diminui! ;)

      Beijobeijo

  6. É muito amor assistir ao vivo a movimentação de lá, sério Nati, to impressionada! haha

    Sherlock Holmes e Sherlock Holmes, acho o máximo <3

    Ah, o sotaque britânico, como não amar Amy, Adele, Kate Nash, Florence? <3
    Ouça esta, curto demaais, além da música ser super engraçada haha
    http://www.youtube.com/watch?v=8mgT8PDkTsA

    Pra ver em Londres é favorito aqui, preciso conhecer os outros \o/

    Planejar a próxima ida, a nossa próxima ida está sendo uma das ideias mais loucas das nossas vidas, mas sei que tudo que eu preciso está aqui no blog e nas mil conversas que vamos ter Nati, desculpa, mas você não vai ter escolha dessa vez hahahahahha

    Oi, meu nome é Priscila Bastos, tenho 26 anos, voltei de Londres a 5 dias e estou sofrendo :~

    Como faço para comentar como uma pessoa civilizada nesse post? Pareço uma louca. Acho que o fato de ter voltado a pouco tempo faz a doença estar me afetando mais fortemente, não sei, pensando sobre…

    Beijo Beijo Nati, sua querida, super adorei o post <3

    ps: "(já diria Sandy Leah)" eu ri fosidufosuaifodasf

    1. Aiquecomentáriomaisdelíciaaaaaaaaaaaaaa!!!! <3
      Como eu já te disse, uma das coisas que eu mais gosto na vida é ajudar pessoas a viajar mais e melhor. E quando ajudo gente tão querida como você fico AINDA MAIS FELIZ! :)
      Pode ter certeza que ainda vamos conversar MUITO nos próximos meses. Quero ver seu sonho e da Jana ser realizado da melhor forma possível.

      Adorei a músicaaaa. Excelente. hehe

      Brigadão pelo carinho, sua linda. Esperamos a visita de vocês aqui em Curitiba, hein?

      Beijobeijo

      R - PS: Meu passado me condena? hehe

      1. Nosso passado nos condena, sou super fã dela até hoje fasdioufiodasufioas :$

        Acredito que iremos para Curitiba em setembro ou outubro, aviso assim que estiver certo para irmos, vamos tomar umas e contar tudo da viagem <3

        Beijão sua fofa!

        1. hahahaha
          Então somos duas. Confesso que não consigo ouvir todas as músicas novas dela, mas quando a vejo na tv paro o que estiver fazendo para assistir. <3

          EBA!!!! Mas que seja em setembro, benhê, porque em outubro estaremos em London!!! \o/

          Beeijo, amore!

  7. Guria, adorei esse post!
    Apesar de ter ficado um mês em Londres e dois em Viena, minha depressão é pós NY, que fiquei apenas 10 dias. hehehehe
    Eu sou totalmente obcecada por falar de NY. E qualquer coisa eu falo “nossa, mas que caro isso, é o mesmo preço de uma passagem pra NY” ou algo do tipo. Hehehe.

    Gostei de ver o link com a sua seleção sobre as músicas de Londres porque eu tô preparando um desse pra postar no Finestrino. Eu já fiz um com músicas de NY e o próximo será Londres, então vou linkar vocês por lá também ;)

    Beijos

    1. Ebaeba, que bom que gostou, Mari. Fico feliz em saber. :)

      NY tá no topo da minha lista de próximas viagens, mas vou te confessar uma coisa: João e eu temos medo de ir pra lá e gostar até de mais. Vai que substitui Londres no nosso coração? Aimedo. haha

      Opa, fique à vontade para linkar nosso post. hehe

      Beeijo

  8. Gente! Eu pensava que era só eu. Tive a alegria de estar 3 vezes em Londres e todas as vezes que a deixei pra trás foi chorando. Passei a lua-de-mel lá, e acabei por contagiar a Juliana, depressiva-pós-Londres junto comigo até hoje! A gente foi pra Paris, depois Bariloche… mas Londres é a nossa paixão!

  9. Eu não conheço Londres… assim não tenho a depressão pós-Londres… mas lendo o post fiquei com depressão por não conhecer Londres. Assim, projeto de vida: quero conhecer Londres!!

  10. Ai, pessoal, eu sofro da mesma doença… Morei lá por dois anos e nunca me conformei em ter voltado… Graças a Deus passado por lá novamente em setembro!

    1. “Nunca me conformei em ter voltado”. hahahaha
      Adorei essa frase. Pra mim é bem por aí mesmo.
      YEY, que legal que vai matar a saudade! \o/
      Obrigada pela visita, Rosana. ;)
      Beijo

  11. Olá Natasha,

    Minha primeira ida à Londres tbm foi em 2005, fiquei la por 5 meses estudando e trabalhando (fui garçom no Royal Albert Hall, em corrida de greyhounds, em um hotel em Chelsea Harbor, diversas festas de fim de ano de empresas diferentes, no estádio do Fulham FC etc…) e quando voltei pra casa, passei um bom tempo me lamentando por ter saído de la. Enfim, desde entao ja retornei a Londres 7 vezes e sempre me apaixono mais e mais. Na hora de voltar pra casa é uma depressao enorme! Nao tem jeito! O que me resta é ouvir oasis e tomar uma boa Bombardier e me imaginar num pub… Abraço!

    1. Que legal seu depoimento, Aldo. Você viveu uma experiência super legal em Londres, hein? :)
      Que bom que você já voltou várias vezes depois. Eu voltei duas, mas a próxima está garantida! \o/

      Obrigada pela visita!

      Abraços

  12. Oi Natasha! Adoro o blog e ainda estou passando por essa depressão!
    Em dezembro passado fiz um intercambio pra Londres, fiquei 3 semanas apenas, mas foi o suficiente! Eu já era apaixonada pela cidade e depois da viagem fiquei mais ainda!
    Quando voltei pro Rio, chorava todos os dias, não saía de dentro do quarto, nao parava de ver as fotos!
    Já estou programando minha volta! haha

    Beijo

    1. Oi, Sylvia! Tudo bem?

      Que bom que gosta do blog, fico feliz em saber. :)
      E tô mais feliz ainda em ver quanta gente sofre desse mal. Opa, essa frase não pegou bem, não quero ver ninguém doente. hahahaha
      Mas é que é tão legal ver todo mundo contando suas histórias aqui, sabe? Tô emocionada. hehe

      Obrigada pela visita, querida.

      Beijos

  13. Oi, guria!!

    To pra conhecer uma pessoa que não sofra desse mal!! Apesar de eu gostar mais da Escócia, tbm gosto muuuuito de Londres. Tanto q no tempo em que morei em Edimburgo fui 9 fds pra Londres!! E ano passado voltei por mais alguns dias.

    Tudo q vc citou amenizam os sintomas, mas pra curar mesmo, só se mudando pra lá de “mala e cuia”!!

    * sabe q tbm baixei esse livro no kindle esses dias pelo mesmo motivo?? Vi a capa e pensei: cenario em Londres, ruim nao deve ser hehe

    1. A Escócia é um país incrível, mas no duelo Londres x Edimbrá eu fico com Londres. hehe

      Pois é, com certeza a mudança de mala e cuia é mesmo a única cura, mas infelizmente não é todo mundo que consegue, né? :(

      hahaha
      O livro vai ser best seller só porque todo mundo pirou na capa. :)

      Beeijo

  14. Eu trouxe na bagagem, uma tonelada(rsss) de chá inglês, porque eu sabia que ia fazer falta. Todo dia de manhã, minha hostess fazia o chá inglês e eu adorava.
    Estou sentindo uma imensa saudades da minha host Family. Não me apeguei ao meu curso de inglês, mas me apeguei a cultura do país!
    Eu me vejo postando fotos e mais fotos no Facebook e vão me achar uma doida ou metida…
    Uma semana vai fazer no sábado que cheguei da Inglaterra e no domingo estou indo para Bento Gonçalves, quem sabe mata esta saudade de ficar “secando ” o U.K.
    Gostei do post! Abraços!

    1. Eu não sei como esqueci da parte gastronômicaaaa. Chás ingleses (com leite, inclusive) fazem parte da minha rotina DIÁRIA. E um fish and chips de vez em quando vai bem também. hehe

      Adorei seu depoimento, Renata. Mas sinto lhe informar que a saudade tende a aumentar e virar depressão logo, logo, viu? hehe

      Conte com o apoio do “Viciados em Londres Anônimos” no que for preciso. ;)

      Beijos!

  15. Acho que meu caso é muito grave (e incurável): outro dia a Helô Righetto do Aprendiz de Viajante fez um post sobre Londres… me fez lembrar de um dia lindo que passei em Holland Park com o marido e, simplesmente, comecei a chorarrrrrr na frente do computador. Sério!

    Não me fale da cam de Abbey Road porque é lá que eu vivo (graças a uma hospedagem 0800) quando vou para Londres. Se vejo imagens de St Johns Wood, sou capaz de ter um infarto na frente do PC.

    Será que psicanálise resolve?

    Beijos, Lu

    1. hahahahaha
      Lu, excelente seu depoimento!
      Também sou dessas loucas que chora vendo coisas de Londres. Nunca esqueço minha mãe dizendo que era triste demais me ver chorando porque queria estar lá. Mas fazer o que se a cidade é apaixonante, né? :)

      Obrigada pela visita, querida. Volte sempre. ;)

      Beeijo,
      Nah.

  16. Faz dois anos desde a primeira vez que fui a Londres e até hoje sofro dessa depressão hahahaha Outro livro que também fala bastante sobre londres é “One Day” do David Nicholls (e ainda tem o filme com Anne maravilhosa Hathaway e Jim maravilhoso Sturgess)

    o blog de vocês é sensacional, parabéns!

    1. Oi, Natália! Tudo bem?

      Sabe que o “One Day” tá na na minha lista de leituras a fazer? Só que ele fica indo e vindo porque já vi gente falando bem e gente falando muito mal. Mas vou recolocá-lo no topo pra poder pelo menos me sentir um pouquinho em Londres. hehe

      Muito obrigada pelo elogio, querida. Ficamos felizes demais em saber que você gosta do que fazemos aqui. :)

      Beijo grande!

      Nah.

  17. Eu não quero nem pensar no dia que irei me ver nessa situação!!! Eu fico 1 mês de férias no Brasil e já volto achando tudo encantador como da primeira vez! Londres é apaixonante, então acho que todos deveriam seguir todas suas dicas! Mas o que eu mais amo são os blogs! Ahh esses blogs que falam de Londres (<3) desde sempre fazendo eu me apaixonar mais e mais por Londres!
    E em relação aos livros, 200% apoiada!!! Adoraria ler resenhas! Estou sempre procurando um bom livro pra ler!

    Beijo beijo ;D

    1. Amada minha, a gente é muito parecida nisso. hehe
      Acho DEMAIS o fato de você MORAR aí e ainda assim continuar acompanhando os blogs. Porque podia ser que depois de virar uma londoner você achasse que não precisava mais dos blogueiros, mas não, você continua nossa companheira e nos deixa felizes demais com seus comentários cheios de amor. <3 <3 <3

      YEY, legal. Vou programar uma resenha por mês, então. ;)

      Beijobeijo!

      1. Mas é claro!!! Se não fosse por vcs blogueiros eu nunca ia saber de nada! EU sou hiper desligada!!!! Adoro ler os blogs e do nada ficar sabendo que vai rolar algo super legal! *-*

  18. Passei 5 anos la, fiz coisas inesquecíveis, casei, viajei, trabalhei, fiz tantos amigos, conheci muita gente. Ver coisas de lá pode deprimir mais ainda, o que os olhos nao veem o coraçao nao sente.

    1. Pois é, Norma, o que é remédio pra alguns pode ser veneno pra outros, né? :(
      Mas conta aí então qual a sua receita contra esse mal! hehe

      Obrigada pela visita, querida. Volte sempre (a não ser que isso a faça sofrer. hehe). ;)

      Beijos

  19. Olá, adorei ter entrado nesse link!!!
    Fui pra Londres em 2001 e voltei em 2008 e posso afirmar que desde que voltei não passo se quer um dia sem lembrar de Londres. Voltei fazem 5 anos e ainda não consigo nem rever fotos. Acho que meu caso não tem cura.
    Bjao

    1. Hey, Fábio! Tudo bem?

      Que bom que gostou do post. Fico feliz em saber! :)

      Pois éééé, pra algumas pessoas o que é remédio pra mim pelo visto é veneno. hehe
      Mas o importante é estarmos aqui debatendo este tema TÃO importante, né? :)

      Obrigada pela visita, querido.

      Volte sempre. ;)

      Beijos!

  20. Natasha, estou na mesma que o Fábio, uma coisa é vc visitar, passar uns meses e rever fotos, isso é bom, mas é terrível vc ter passado parte da vida la, construir uma história e voltar, acho que pra isso nao tem cura, vc nao se encaixa mais, como dizia Einstein “A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original” . O jeito é tentar se readaptar e manter a mente longe de comparaçoes e lembranças… Caso contrário vc pode passar o resto da vida no passado…

    1. Te entendo, Norma. Realmente não é fácil. :(
      Mas é isso aí, bola pra frente e sempre procurar novas ideias para a mente se abrir ainda mais! :)

      Beijobeijo

  21. Oi Naty,

    Simplesmente amei a sua iniciativa de ter compartilhado um tema que faça a nossa dor amenizar!

    Meu nome é Jessica e tenho 22 anos, voltei de Londres à duas semana e meu coração dói imensamente por estar longe do lugar que chamo de “my home away from home”. A cidade é fascinante e por incrível que pareça foggy and raining days sempre me trazem boas lembranças, principalmente da minha infância.

    Tenho familiares britânicos na Cidade, e a maneira mais fácil de deixar a tristeza de lado é manter contato constante com eles, além de, é claro , sempre conversar com meus queridos amigos.

    xxxx,

    Jess

    1. Adorei seu comentário, Jess. :)
      Que bom que você tem a sorte de ter familiares por lá; com certeza é uma ótima maneira de se sentir mais perto da cidade e, consequentemente, de fazer a dor ser um pouquinho menor! :)

      Obrigada pela visita. Volte sempre. ;)

      Beijobeijo!

  22. Sabe quando vc passeava por London e escutava algumas “músicas de fundo”?
    Pois é… hoje eu dia é só eu ouvir tais músicas meus olhos já ficam marejados…

    O único mês que fiquei em London (recentemente, onde fui dia 20 de dez e voltei dia 21 de jan desse ano) foi o suficiente pra fazer essa ~~doença~~ gritar aqui “dentro do meu peito” (Sandy feelings) kkk

    Planejei a minha ida por anos… E cultivava a ideia London na cabeça desde que me conheço por gente que começou a amar a cultura britânica.

    Eu sinto tanta falta de lá… mas tanta tanta mesmo…
    Sei que fiquei 1 mês na vida boa… só passeava e curtia cada canto… MAS SEI TBM, LA NO FUNDO, que lá é tipo Hogwarts…. uma casa… sabe??? (Potterianos feelings XD)

    Hj estou na luta… tenho que esperar 2 anos, pra terminar o mestrado… mas assim que terminar, e no decorrer deste término, já vou mexer os pauzinhos pra conseguir um Doc, ou outra coisa parecida lá… Pq não aguento mais…. =/

    Adorei as dicas BTW

    1. Sandy feelings e Potter feelings? Toca aqui! hahaha

      Mas acho que você tá no caminho certo, viu, Alisson? Já sabe o que quer e está traçando metas para isso. hehe
      Talvez a gente sofra com essa doença eternamente, mas de vez em quando vem um daqueles remédios de aliviar o sofrimento temporariamente (nem que seja uma viagem de uma semaninha) e a vida ganha sentido novamente. #rainhadodrama
      Mas o que importa mesmo é que estamos todos unidos. E unidos venceremos, né?! =D

      Que bom que gostou das dicas. Fico feliz em saber!

      Beijo

  23. Apesar de nunca ter comentado dos posts.. acho q já li quase todos e hj me senti na necessidade de falar.. rsrs
    Em um dos seus posts, vc comentou q quem era “apaixonado” por alguém ou alguma coisa de verdade procura saber tudo sobre tal coisa.. E eu sou assim por Londres!
    E cada vez q acho alguma coisa interessante, algum detalhe, uma curiosidade q eu não sabia, me deixa ainda mais revoltada por não estar mais la! A vontade de voltar pra aquela cidade e’ imensa, e não vejo a hora desse da chegar.
    Porem, pra mim, ver vídeos, ler coisas sobre, me deixa ainda mais pra baixo! A saudade só aumenta e a revolta tbm! Então, acho q qto mais eu leio, vejo, ou;o, assisto sobre Londres, fico com mais depressão “pós-Londres”. Acho q esse mal só vai se curar, qdo pisar em solo londrino novamente! rsrs

    Só pra contar… AMO seu blog! beeeeijos e bom fds

  24. Apesar de nunca ter comentado dos posts.. acho q já li quase todos e hj me senti na necessidade de falar.. rsrs
    Em um dos seus posts, vc comentou q quem era “apaixonado” por alguém ou alguma coisa de verdade procura saber tudo sobre tal coisa.. E eu sou assim por Londres!
    E cada vez q acho alguma coisa interessante, algum detalhe, uma curiosidade q eu não sabia, me deixa ainda mais revoltada por não estar mais la! A vontade de voltar pra aquela cidade e’ imensa, e não vejo a hora desse da chegar.
    Porem, pra mim, ver vídeos, ler coisas sobre, me deixa ainda mais pra baixo! A saudade só aumenta e a revolta tbm! Então, acho q qto mais eu leio, vejo, ou;o, assisto sobre Londres, fico com mais depressão “pós-Londres”. Acho q esse mal só vai se curar, qdo pisar em solo londrino novamente! rsrs

    Só pra contar… AMO seu blog! beeeeijos e bom fds

    1. Eeeeeeeee, que bom que pela primeira vez você ficou com vontade de comentar, Priscila!!! Ganhei meu dia com isso, sabia? :)

      E que máximo que você lembrou disso que eu disse no post do Museum of London! :)
      Passou um filminho na minha cabeça do dia em que escrevi o post, acredita? Obrigada por me proporcionar isso. hehe

      Aiquesaco que a dor aumenta pra você. :(
      Precisamos descobrir um remédio pra quem os meus não servem. hehe
      Se descobrir, avisa. Farei o mesmo se o segredo aparecer antes por aqui! =D

      Ohn, sualinda, que bom que gosta do blog. Espero que possa sempre agradar você. hehe

      Bom fim de semana!

      Beeijo!

      1. Vc e’ uma linda!
        Pode deixar q qdo eu descobrir uma “cura” eu aviso sim! rsrs
        Vai q serve pra alguém, q como eu, tem esse mal-crônico! haha

        ;*

        1. Aiaiai, tô sendo muito paparicada hoje e tô achando isso lindo demais. hehe
          Eu sempre digo que a gente tem os melhores leitores do mundo. E eu falo sério. Vocês são todos incríveis. <3

          Isso aí. Descobrindo um antídoto bom me avisa. ;)

          Beeijo!

  25. Olá, eu acabei de chegar de Londres. Acabei mesmo, tipo, 1h atrás… E realmente já estou na depressão pós Londres. E olha que não é a primeira vez que fui. Bem, a intenção não era falar sobre minhas viagens. Vi o tópico sobre livros e, por pura coincidência – coincidência mesmo, eu juro -, durante o vôo de ida comecei a ler um livro que se passava na Londres dos anos 60. Havia baixado uma porção de livros para ler o tablet e esse foi um deles. E ontem eu terminei o livro, enquanto estava no hotel, fazendo nada, esperando o dia de hoje para vir embora. E eu me apaixonei pelo livro. Ele não fala taanto assim dos pontos turisticos, mas cita muito as avenidas principais e alguns bairros mais afastados, dá uma visão de como era a Londres de alguns anos atrás e, como se não bastasse, tem uma história de amor LINDA, LINDA, LINDA! Achei a história original, não tão clichê e com um final surpreendente.
    Achei que devia compartilhar, pois foi uma experiência muito legal passar o dia passeando pela cidade e chegar no hotel de noite e continuar passeando por Londres. Sem contar que eu tenho uma paixão por histórias de época, de outros mundos, outra realidade. Fiquei encantada. O livro se chama “A última carta de amor”…

    1. ADOREI a dica, Flávia. Vou colocar DJÁ “A última carta de amor” na minha lista de próximas leituras! ;)

      Brigadão pela dica, flor. E pela visita, e pelo comentário. hehe

      Beeijo

    2. Eu li este livro ” A ultima carta de amor”, e realmente é muito fofo..dá vontade de saber o que irá acontecer na pagina seguinte. Esta autoria tem outros livros que são ótimos tb!
      Qto a Londres..ahhhh London! Fui 3 x..e é realmente inesquecível, sempre tem algo novo. A gente não se cansa de ver as meninas com aquelas mini saias com um vento lascado e elas nem aí pro frio. Ou então os rapazes com seus cabelos milimetricamente penteados e o vento sem desarrumar um fiozinho sequer! hauhauahuh O clima da cidade é único. Bons tempos!

  26. Morei em Londres por 1 ano e pouco. Confesso que nenhuma dessas dicas funcionou comigo. Eu só quero chorar quando vejo fotos de Londres, e evito ver os filmes. Agora fazer viagens, e coisas diferentes ameniza a saudade.
    Tenho até receio de voltar lá e não querer voltar. hehe

    1. Iiiiih, chegar lá e não querer voltar é clááássico, Amanda. haha
      Mas eu prefiro ir e arriscar. Pelo menos a dor diminui enquanto estamos lá, né? :)

      Beijobeijo

  27. É a primeira vez q visito seu blog. Amei… Meu filho único vai pra Londres em setembro e eu pretendo visitá-lo (ops pretendo não,EU VOU rsrsrs). Interessante o q vc escreveu pq nas nossas conversas pré-Londres ele se diz mais preocupado c a volta,ou seja,o pós-Londres!!!!!Então acho bom a gente ir se preparando pra uma bela depressão pós-Londres né?? Bjinhos

    1. eeee, que bom que gostou, Norleide. Espero que volte aqui várias vezes até pra já ir se preparando com a depressão, porque ela bate simsimsim (como você deve ter vist o problema definitivamente não é só meu)! hehe

      Que bom que vai poder visitá-lo. Estaremos lá também. Quem sabe não nos encontramos?! :)

      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Precisando de qualquer coisa conte conosco.

      Beijobeijo,
      Nah.

    1. Que bom que gostou, Lorena, fico feliz em saber! :)
      Opa, com certeza só passa quando estamos lá, os outros remédios só são paliativos. haha

      Obrigada pela visita e pelo comentário! ;)

      Beijos

  28. Nossa, me identifiquei total! Preciso de um anônimos de Londres!

    PS: comprei o livro pelo mesmo motivo mas a história é fraca, com uma idéia boa

  29. Nossa, me identifiquei total! Preciso de um anônimos de Londres!

    PS: comprei o livro pelo mesmo motivo mas a história é fraca, com uma idéia boa

  30. Ahh meu deus! Eu sofro de depressão pós Londres com antecedência! Minha primeira ida a cidade esta marcada para janeiro e eu não vejo a hora de chegar la! Adoraria ver resenhas sobre os livros que se passam na cidade! Ja estou viciado no seu blog :)

    1. hahahahaha
      Por antecipação é nova. Mas gostei. hehe
      Legal. Li alguns recentemente. Vou começar a falar sobre eles, então. ;)

      Que bom que gostou do blog, fico feliz demaaais em saber. Espero que nossos posts o ajudem a se programar direitinho. :)

      Obrigada pelo comentário e pela visita.

      Beijo!

  31. Natasha parabéns! Simplesmente adorei. Passei 3 meses em Londres fui o ano passado, e faz exatamente um ano que voltei daquele paraíso.Meus primeiros meses de volta a Sampa foram terríveis e sinto saudades todos os dias!!! Por isso super apoio a idéia do Viciados em Londres Anônimos estou dentro!! Bjs!

  32. Ameeeei o post! a minha depre é crônica já, sem cura! hahahaha
    tres vezes de férias em Londres, tres anos numa constante inquietação querendo voltar e sonhando diariamente.
    OBS: Eu também comprei o livro pela capa! hahahaha to lendo ele agora, é bem legal :D

    1. Meeeeu, muito engraçada essa história de todo mundo sair comprando o livro pela capa. hahahahahaha
      Tava pensando que por isso talvez nem valesse eu fazer a resenha depois de ler, mas depois pensei que pode ser legal pra ver os diferentes pontos de vista sobre ele (já ouvi elogios e críticas).

      Que bom que gostou do post, Halini. :)

      Obrigada pela visita e por ser parceira de deprê crônica pós-Londres. hehe

      Beeijo!

  33. Uma amiga comentou sobre esse post e, claro, como uma London lover.. devorei! rs… Morei em Londres durante 1 ano, entre 2003 e 2004. Voltei por alguns dias em 2008.
    E gente… posso falar? A paixão não passa: até hoje, sinto vontade de voltar e morar lá. Posso dizer que aprendi a viver com essa deprêzinha… rs… Mas a paixão… nossa! Morei na Bélgica e nào foi a mesma coisa. Londres é realmente apaixonante!

    1. É, de fato essa nossa doença é incurável. hehe
      E é impressionante como (quase) todo mundo que passou uma temporadinha lá sofre disso, né? Eita cidadezinha porreta, sô. haha

      Que bom que o post chegou por indicação de uma amiga, Juliana. Fico feliz em saber que há um boca a boca rolando sobre ele. Nunca tinha escrito um post tão badalado. hehe

      Obrigada pela visita e pelo comentário. Seja sempre muito bem-vinda, aqui só tem gente como a gente. hehe

      Beijão!

    1. Poxa, Eric, que pena que não funciona pra você. :(
      Mas que bom que mesmo assim gostou do post. hehe

      Obrigada pela visita e pelo comentário! ;)

  34. Adorei as Dicas apesar que adoro td sobre Londres, quando vejo fotos meu coração bate com mais intensidade, Vamos manter aqui o contato e falar um pouco das experiencias, trabalhos baladinhas hummm td de bom, ja pensou em encontrarmos aqui pessoas em comum? seria muito bom abraços

  35. Natasha, não sei em q período vc ficou em Londres, porém estou pra ir em Dez, na semana do Reveillon, porem varios sites que li me informaram que sera a maior furada, primeiro pq estarei sozinho e depois q sera mto lotado, mto frio e a condução pra voltar sera pessima, e agora, o que fazer??? Estou num dilema horrivel!!! Obrigado!!!

    1. Oi, Marcinho. Tudo bem?

      Na primeira vez que fui a Londres eu fui em dezembro, mas não passei o Ano Novo lá, fui pra Paris. Depois, não estive em Londres em dezembro de novo, então não posso te dizer nada concreto sobre transporte, sinto muito.
      Mas sobre o frio… pow, não acho que ele deva ser problema. Tem mais é que curtir a diferença em relação ao Brasil. Não acha? :)
      Sobre estar sozinho… dependendo de onde você ficar você pode fazer amigos, e isso não será um problema. Nesse sentido, recomendo que fique em hostel. Tem sempre alguém com perfil parecido com o nosso procurando companhia! ;)

      Precisando de qualquer coisa grite, mas não se desanime a ir nesse período por causa disso não. Acho que você vai curtir do mesmo jeito.

      Se quiser debater mais sobre isso, pode me escrever no contato@praveremlondres.com.br

      Abraços!

  36. Olá,Natasha…. Amei seu post e o blog todo,é muito bom encontrar outras pessoas que têm em comum esse amor por Londres,não é todo mundo que pode compreender esse sentimento por uma cidade estrangeira,que não faz parte do nosso país.Estou sofrendo demais da conhecida depressão pós-Londres,fui recentemente a esta cidade apaixonante e passei apenas 6 dias,mas foi suficiente para eu ficar completamente ENCANTADA e DEPRESSIVA por ter de voltar à dura realidade no Brasil.Estive em Londres especialmente para assistir a 3 concertos do meu ídolo,Mark Knopfler,no Royal Albert Hall(fiquei do dia 26/05 a 01/06),só pelos shows eu já sabia que Londres seria muito ESPECIAL.Em razão do meu ídolo morar lá e ter várias músicas com referências londrinas,eu sempre tive o desejo de conhecer Londres,então eu sabia que seria inevitável gostar muito desta cidade cosmopolita e única.No entanto,o AMOR TRANSBORDOU do meu coração,Londres foi muito mais MARAVILHOSA e APAIXONANTE do que eu sonhava,superou,e muito,TODAS as minhas expectativas,tanto que chorei muito quando tive que sair de Londres para Paris(depois de Londres fui a Paris-para mim,a capital parisiense é o oposto de Londres-má sinalizada,dificultando a vida dos turistas e outras dificuldades que nem vale a pena comentar!!!),foi um choro compulsivo de quem estava partindo de um lugar mágico,onde eu me encontrei,onde me senti completamente à vontade e feliz,totalmente adaptada àquele ritmo frenético,sinto falta até daquelas mensagens ditas nos metrôs!!!!!!Já sonho com a volta à minha amada Londres,mas confesso-lhe que não posso fazer algumas das suas dicas em razão do choro,da tristeza por saber que não estou lá,que ainda vai demorar pelo menos 1 ano para eu conseguir retornar!!!Parabéns pelo blog e agora sei onde posso também dividir meu amor por Londres!!!!!Bjs!!! ;)

    1. Que bom que gostou do post e do blog, Fábia. Fico feliz em saber! :)
      Tomara que logo você possa voltar a Londres e continuar essa linda história de amor. hehe
      Volte sempre aqui. Será muito bem-vinda. Juntos falaremos das coisas boas de lá, sem esquecer das coisas boas daqui, e deixaremos nosso amor mais forte. :)
      Beijo grande,
      Nah.

  37. Como todo viciado em Londres deve ter suas loucuras, uma das que mais faço é ficar passeando pelas ruas com o google map, como se estivesse lá. rs,,

  38. Oi Natasha,

    muito legal o seu post! Moro em Londres de 2005 mas em 2010 eu tive que passar 1 ano no Brasil e foi o suficiente pra eu pirar de saudades de Londres. Amo essa cidade e adotei como minha. Na minha volta do Brasil em 2011 acabei decidindo também fazer um blog sobre Londres e minhas percepções da cidade. Se tiver um tempinho passa la: http://www.thaisemlondres.com
    Beijos

  39. Oi Natasha,

    muito legal o seu post! Moro em Londres de 2005 mas em 2010 eu tive que passar 1 ano no Brasil e foi o suficiente pra eu pirar de saudades de Londres. Amo essa cidade e adotei como minha. Na minha volta do Brasil em 2011 acabei decidindo também fazer um blog sobre Londres e minhas percepções da cidade. Se tiver um tempinho passa la: http://www.thaisemlondres.com
    Beijos

    1. Oi, Thais! Tudo bem?

      Que bom que gostou do post. Fico feliz em saber! :)
      Eu acompanho seu blog, flor. hehe
      Adoro seus serviços de guia. ;)
      Fiquei feliz de vê-la por aqui. Volte sempre.
      Nos vemos em breve. hihi

      Beeijo

  40. Acabei de descobrir o blog! Estou amando mas pausa pra esse post: vc esteve em Londres pela primeira vez ao mesmo tempo que eu! Peguei aquele inverno todo e tb não me abalei! Foi a coisa mais linda do mundo!
    Esse livro eu comprei em dezembro, mas até hoje não consegui ler… estou morando na França desde janeiro e trouxe o livro mas estou estudando tanto que deixei o coitadinho de lado!!!
    Depois de 2005 eu voltei em 2009, e semana que vem estarei indo novamente! Estou de ferias do trabalho e minha mae vem me visitar e sera a primeira vez dela fora do Brasil!!!!

    beijosss

    1. Hey, Jessica! Que bom que gostou do blog, fico feliz em saber! :)

      Já pensou se a gente se cruzou por lá em 2005? hehe

      Po, todo mundo tentando ler esse livro. Precisamos fazer uma mega roda de debate quando rolar a leitura. :)

      Obrigada pela visita. Espero que volte seeempre.

      Beijooo!

  41. Maneirissimo….depre pós londres foi tudo….é complicado mesmo, estou para ir com minha esposa ano que vem (2014) ficar 1 ano, já estive na europa…tudo é lindo…espero não passar por isso…rsrsrs….dificil né?! eu sei….

    1. Beeeem difícil, Diego. hehe
      Mas um ano pelo menos é um ótimo tempo pra ir acumulando gordurinhas. haha

      Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre! :)

      Abraços!

  42. Adorei o post… leio sempre para matar as saudades de Londres. Estou no Brasil há 5 anos, depois de 10 anos na Europa, inclusive Londres ! Um outra dica super legal que uso é ouvir rádios de Londres… Capital FM London é o que mais ouço e mato saudades… fecho os olhos e me sinto lá… Obrigado pelas dicas… Abraços com sabor de Oxford Street ! :)

  43. Oi Natasha,

    Não sei porque ainda não havia entrado no blog de vcs. Fiquei de cara…kkkk, muito bom.

    Eu mato as saudades dos lugares procurando aqui no Brasil as cervejas que tomo lá fora. Pena que algumas é impossível encontrar. Hj vou de Guinness, não é inglesa, mas me lembra muito os dias que passei aí.

    PARABÉNS pelo trabalho. Em minha próxima visita a Londres, já sei onde procurar.

    Abraços

    1. Guilhermeeeee, que delícia de comentário. Ganhei meu sábado. hehe
      FIco feliz demais em saber que você curtiu o que viu por aqui. Espero que a gente continue trazendo conteúdos que interessem a você! :)
      Nooooossa, com certeza as cervejas são sempre uma ótima forma de matar a saudade. Estão sempre na nossa geladeira. haha

      Muito obrigada pelo elogio. Não conhecemos seu blog, mas vamos passar por lá também. ;)
      Seja sempre bem-vindo por aqui. Quando Londres estiver nos seus planos avise, Quem sabe a gente não toma uma pint juntos em um pub bacana, né?

      Abraços,
      Nah e João.

  44. Natasha, esse seu post veio muito bem a calhar. Estou nessa fase. Morri de pena de não ser mais doidinha como antigamente e não ter coragem de largar tudo e ficar em Londres, rsss (ah, essa tal de maturidade é um saco). Bjs

    1. hahahaha
      Adorei seu comentário, Cyntia.
      Super te entendo. Engraçado como a gente vai ficando mais maduro e se tornando menos corajoso, né? Acho um saco também. hehe
      Obrigada pela visita, querida.
      Beijos

  45. Sei nem dizer o quanto eu me identifico com todas todas todas essas coisas que você e os comentaristas escreveram. Planejei minha viagem pra Londres por um ano e meio e fiquei lá só por 5 semanas num curso de inglês (esse negócio de ser adulto e ter só 1 mês de férias é mto ruim!). Já tem quase 2 meses que estou de volta e minha depressão é coisa grave mesmo. Estou triste, engordei, vejo minhas fotos da Inglaterra e choro como quem terminou com o namorado (sendo que eu nunca chorei depois de terminar com um namorado…). Seu post vai me ajudar muito, tenho certeza.
    Comecei a ler o blog antes de ir pra Londres, pra me organizar, aprender a fazer as coisas antes mesmo de chegar e não ficar perdida por 1 semana, como sempre acontece com os turistões. Seu blog ajudou demais! E agora, tô aqui lendo ainda porque haja coração pra aguentar tanta saudade…
    A gente bem podia fazer um grupo dos viciados em Londres anônimos pra bater papo no skype e parar de atazanar os amigos que não aguentam mais ouvir falar dessa cidade (que alguns nem foram, não fazem ideia da plenitude do lugar…). É sério isso. Quem me adiciona?!
    Vi aí que alguém te sugeriu o livro One Day. Eu amei esse livro!! Peguei uma parte trágica bem na hora em que estava na oficina esperando meu carro ficar pronto. Resultado: chorava compulsivamente e ninguém entendia nada. (Mina doida essa aí, pensaram)
    Ahhh, acho que é isso. Um beijo!

    1. Marla, querida, adorei seu comentário! :)
      Super entendo sua situação. Como você deve ter visto, todo mundo aqui sofre deste mal. hehe
      Olha, confesso que não tenho ficado muito tempo online no Skype porque a correria de trabalho tá grande. Mas pode me adicionar lá. A gente papeia quando der. ;)
      Meu username é nahschiebel.

      Fiquei muito feliz em saber que o blog ajudou no planejamento da viagem e mais ainda por vê-la por aqui mesmo depois da volta. Espero poder ajudar a acalmar seu coraçãozinho. :)

      Opa, One Day entrou na minha lista de leituras a fazer. O problema é que ela tá tããão grande que tá difícil de dar conta. hehe

      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Beijos!

  46. Ótimas dicas Natasha!
    O One Day, by the way, estou lendo agora e curtindo muito! E ler em inglês então, uma delícia.

    O que eu fiz pra minha depressão pós-Londres foi ficar um bom de um tempo sem ver minhas fotos, apesar de às vezes ficar com vontade. Depois disso, peguei e vi todas na ordem, uma por uma, juntamente com as coisas que peguei lá (adesivos, notas, comprovantes) pra reviver mesmo toda a viagem.

    Resultado: em janeiro estou me mudando pra lá. =)

    Cheers!

    Rafa Maciel – Tchê in London

    1. Que bom que gostou, Rafael. Fico feliz em saber. :)
      Fui à Livraria Cultura hoje e quase comprei o One Day, mas aí parei para pensar, lembrei da quantidade de livros que está na minha cabeceira e achei melhor deixar para outra hora. hahaha
      Opa, nos vemos em Londres, então! ;)
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Abraços!

  47. Ola Natasha, primeiramente queria dizer que gostei muito do Blog e que os seus posts me ajudaram bastante no meu período “pré-Londres” e segundo confesso que fiquei meio espantado com as dicas, achando que você falaria de tudo menos Londres, ou seja, informações de como aproveitar melhor o lugar onde você vive, hahaha. Digo isso pois foi uma medida extrema que tomei para me “curar”.
    Sobre o meu “pós-Londres” tenho duas situações um tanto quanto engraçadas para compartilhar:

    1º – Na primeira semana de retorno ao Brasil meus amigos me chamavam para sair, jantar e se divertir e eu simplesmente não conseguia sair de casa! Ficava imaginando que nenhum lugar da minha cidade chegaria aos pés de Londres. Então, preferia ficar, não gastaria dinheiro, guardaria e viajaria de novo! hehehe.

    2º – Na segunda semana, ainda “doente”, parecia que tudo conspirava ao meu favor para voltar à Londres, parece que eu via sinais de que deveria ficar lá ou deveria arrumar as malas naquele momento, pedir a bênção da minha mãe e voltar. Certo dia, estava vendo TV a cabo e sem querer parei em determinado canal, e lá estava estampado o valor da libra; na outra mudança de canal parei num filme: Nanny McPhee 2 (o qual eu nunca tinha visto e não sabia onde se passava a história) e apareceu uma cena na Trafalgar Square; continuando pela terceira vez parei no inicio de “O Amor não tira Férias” que também se passa em Londres…
    Resultado? Choro e pequenas lembranças de cada momento que vivi durante Julho/2013.

    1. Hey, Eduardo! Tudo bem?

      Muito obrigada pela visita, pelo comentário e por contar que o blog te ajudou no período pré-Londres. Fico feliz demais em saber. :)

      Pois ééé, percebi pelos comentários que minhas dicas são anti-dicas para alguns dos doentes que nos acompanham. haha
      Mas o importante é tentarmos ajudar, né? hehe.

      Tamo junto nessa. :)

  48. O blog mais perfeito que já li..Há 4 meses da minha volta de Londres não consigo ficar um dia se quer sem lembrar de cada momento que vivi lá…Não consigo ver fotos, não consigo nem tirar as roupas que comprei do meu guarda-roupas..a maioria estão com a etiqueta…é incrível mas quando cheguei pensei “isso vai passar, a saudade vai melhorar”..NÃOOO…ela pioraaa…rs….é uma saudade que dói muito…Posso sentir essa dorzinha de cada leitor aqui desse blog….
    Parabéns pelo blog Natasha, por conseguir juntar o sentimento de milhares de pessoas aqui nesse cantinho…e por nos mostrar que não somos loucos como pensamos…que a culpa não é nossa…e sim daquela cidade maravilhosa que é Londres. =)

    Beijos e nos vemos em London ;-)

    1. Ganhei meu domingo com o seu comentário fofo, Cá. :) :) :)
      Muito obrigada pelos elogios. Eles são essenciais pra gente continuar fazendo o blog com tanto amor.

      Pois é, a saudade só aumenta mesmo, mas pelo menos a gente tem uns aos outros pra abraçar (mesmo que virtualmente) e ficar falando da nossa paixão, né? hehe

      Obrigada pela visita. Volte sempre.

      Nos vemos em London. Ouyeah ouyeah. :)

      Beeijo,
      Nah.

  49. Oi Natasha. conheci seu blog hoje e adorei,,,,,,,,,,,, Tambem , vou tentar me ´curar´em Buenos Aires, mas só penso em voltar a londres, [ mas o medo do avião, ta me impedindo kkkk].Parbéns pelo seu blog e ganhou uma leitora.Abs.

  50. Oi Natasha. conheci seu blog hoje e adorei,,,,,,,,,,,, Tambem , vou tentar me ´curar´em Buenos Aires, mas só penso em voltar a londres, [ mas o medo do avião, ta me impedindo kkkk].Parbéns pelo seu blog e ganhou uma leitora.Abs.

    1. Claudia, querida, que delícia de comentário. :)
      Fico feliz por ter ganhado mais uma leitora. Espero que você sempre curta o que aparecer por aqui. ;)
      Aproveite Buenos Aires, também é uma cidade encantadora.
      Volte sempre.
      Beijos,
      Nah.

  51. Estive em Londres em janeiro desse ano. Sem duvidas é uma realidade totalmente diferente, um frio inexplicavel e uma sensação otima! Não vejo a hora de voltar, mas eu fui sozinho (literalmente) sem conhecer nada, sem amigos, enfim ,sozinho! Proxima vez pretendo ir com minha namorada, ai sera perfeito! quero que ela viva tudo o que eu vivi, e muito mais! haha gostei de post! beijos

    1. Opa, com certeza você vai se encantar ainda mais pela cidade quando for com sua namorada, Fernando. E depois os dois vão ter que se tratar juntos a saudade que vai ficar. hehe
      Obrigada pelo seu comentário e pelo elogio. Fico feliz em saber que gostou do post. :)
      Beijos

  52. Nossa, nunca fui para Londres, mas é meu sonho… Lendo este post vi que sofro de depressão pós Londres antes mesmo de ir.. kkk….
    Varias coisas citadas aqui eu faço, principalmente as câmeras ao vivo, perco horas assistindo!

    Mas daqui alguns meses estarei la, se Deus quiser, de mala e cuia…..

  53. Realmente, te entendo.
    Fiz intercâmbio de 6 meses em Londres, mesmo com emprego, flat, namorado…tive que voltar pro Brasil. Voltei chorando horrores. Fui a Londres mais 4 vezes depois, mas eu sempre saio de lá pensando quando vou voltar.
    E ainda tem gente que não entende pq gostamos tanto…
    Adorei o post!
    Bjs

    1. óóótima dica essa das rádios, Ludmila. Vou lembrar disso na volta. hehe

      Que bom que gostou do post. Fico feliz em saber. :)

      Espero vê-la por aqui outras vezes.

      Beijoo!

  54. Este blog e fenomenal! Indeed… imagine minha depre… Morei quatro anos em Londres e quando retornei foi um choque. Fiquei mal e mal conseguia sair de casa. Isso ate ja tem nome – sindrome do regresso. Mas enfim Londres e incrivel. Covent garden,picadilly, queensway, hyde park, regent’s park, king cross e ai afora. Curei minha depre trabalhando em cruzeiro. Fui para europa e voltei a Londres. Ja fez sete anos e ate hoje morro de saudade e acreditem ainda nao me adaptei ao interior de Sao Paulo. Mas temos que ser felizes onde estamos.

    1. Oi, Paula! Tudo bem?

      Que bom que gostou do blog. Fico feliz em saber. :)

      Você tem toda razão quando diz que temos que ser felizes onde estamos. Se não for assim a gente pira, né?

      Obrigada pela visita e pelo comentário. Espero vê-la por aqui novamente outras vezes.

      Beijo

  55. Adorei o blog!!
    Morei em Londres 8 anos e estou de volta a dois anos. E’ uma saudade que nao acaba, parece que ficou impregnado em mim, as vezes ate’ me irrita um pouco , rsrs. Penso em Londres o tempo todo. O mais interessante e’ que quando estava la’ era louca pra voltar pra casa, rsrs. Eu so’ nao sabia que na verdade la’ ja’ era minha casa, rs e quebrei a cara!! hahaha Quando vejo a cidade em filmes, blogs da’ uma nostalgia tensa!! Qualquer imagem encho os olhos de lagrimas. E vem aquela dorzinha no peito gostosa!! Agora o mais dolorido e’ lembrar dos amigos que la’ ficaram , aiiiii ai doi muitoooo!! Receber emails ou mensagens de la’ entao, ai eh pra acabar, rsrs
    Frases como : I miss you so much my Brazilian Sister , e’ assim algo que nao tem preço.
    Ás vezes me pergunto se essa pos depressão um dia vai passar, será?? Rsrs

    1. Oi, Naidia. Tudo bem?
      Que bom que gostou do blog. Comentários como o seu são muuuito importantes pra nós. :)
      Pois é, dói mesmo essa saudade. E pode ser que nunca passe. Mas esses dias uma leitora deixou um comentário que achei bem verdadeiro: “apesar da saudade, é importante sermos felizes onde estamos”. Então força na peruca, bora guardar um dindin pra voltar pra cá volta e meia e que as boas lembranças ajudem a manter a gente pra cima, né? hehe
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Espero vê-la por aqui com mais frequência.
      Beijão,
      Nah.

  56. Estou adorando o Blog ! Particularmente me identifiquei muito com esse post ! Sofro de depressão pós-Londres desde 2011 e ninguém me aguenta mais por causa disso! Em 2011 passei 2 meses lá e coleciono simplesmente tudo que me lembre Londres. Infelizmente não conheço ninguém que compartilhe essa minha paixão …. é muito bom saber que existe outros “london-maníacos” como eu !

    1. Oi, Lucia. Tudo bem?

      QUe bom que está gostando do blog. :)
      Aqui você com certeza vai encontrar muuuita gente que compartilha dessa paixão. hehe

      Volte sempre.

      Beijos!

  57. Cheguei de volta nesse domingo depois de 15 dias de férias com minha namorada.. não ta fácil conviver com a realidade novamente ahauiha, tive até uma doença de pele na segunda feira por conta do estado emocional, e que por sinal ainda não melhorou.. Preciso voltar ahuahaui

  58. Oi Natasha,

    Obrigada, obrigada e obrigada por este post, e por oportunizar este encontro nostálgico e melancólico dos viciados em Londres. Neste exato momento te escrevo com lágrimas rolando pela face, e olhando para os lados para constatar que estou só… porque ninguém mais entende o que eu sinto, e aqui finalmente encontrei quem me entende.
    Tenho 25 anos, moro em Foz do Iguaçu, e estive 9 dias em Londres em Outubro passado. Passei as minhas férias passeando pela Europa (Oviedo na Espanha, Paris, Disney e Londres), mas lugar nenhum me deixou tão apaixonada quanto a capital Inglesa. Acordo e durmo pensando no dia que vou voltar, e já está definido até março de 2015 volto pra lá, e pra morar. Este ano o foco é reunir a documentação para tirar minha cidadania Italiana, e juntar dinheiro pra voar pra lá hehe

    Add seu blog no meu favoritos…e sempre que a saudade/depressão bater, eu corro pra cá chorar hahaha…ou seja, todos os dias.
    Bjo querida!

    1. Oi, Veridiana. Tudo bem?
      Seja muuuuito bem-vinda a esse verdadeiro hospício. hahaha
      Todo mundo aqui é doidão. Doidão por Londres e por tudo o que essa cidade linda oferece. :)
      Espero que nossos posts ajudem você a acalmar seu coraçãozinho e, depois, a planejar sua vida por aqui. :)
      Beijo beijo!

  59. wow nem sabia que alguém podia sofrer de depressão pós Londres! Nunca tinha ouvido falar!
    Estou traumatizada! hahaha estou a brincar! Mas a sério que não sabia.
    Quer dizer eu sou LOUCA por Londres, AMO Londres, quero ir viver para Londres, adoro a sua cultura, AMO a sua lingua e seu sotaque… ahh o seu sotaque… fico totalmente derretida…, a cidade é completamente LINDA e é de certeza a MAIS LINDA em que eu já tive e duvido que seja preciso ir a várias cidades para afirmar que Londres é das cidades mais lindas do mundooo, AMO a sua música, os seus filmes, alguns dos melhores escritores do mundo são ingleses, incluindo os meus 2 favoritos, os meus idolos são ingleses, é uma das capitais da moda e eu adoro moda, é super desenvolvida a cidade sempre com edificios novos e tecnologias inovadas mas mantendo a sua decoração tipicamente britanica, as coisas sempre saiem primeiro em Inglaterra e só depois tipo passado 1 ano é que aparecem algumas coisas em Portugal e só aquelas que tiveram “sucesso” em Inglaterra, podemos-nos deslocar para qualquer lado de autocarro ou metro sem gastar muito dinheiro e assim contribuimos para a ajuda do ambiente e não temos que esperar “séculos” nos engarrafamentos nas estradas, nem gastar dinheiro a tirar a carta e a comprar um carro (se bem que ache que seja sempre util pelo sim ou pelo não tirar a carta), os ingleses na maioria são LINDOOS e têm estilo (não que isso seja o mais importante) hihihi, seus cabelos loiros ou mesmo castanhos, com seus olhos azuis e verdes, altos, pela clara e alguns tão sexys com algumas tatuagens (mas não podem ser demasiadas nem muito grandes se não fica feio) hihihi, as ruas, as lojas, os restaurantes, os pubs, os hotéis, os monumentos, os sitios de lazer, as pessoas, as casas…, aaahhh LONDRES!! É tudo tão diferente dos outros sitios, é tudo tão MÁGICOO e LINDOO!
    Meu Deus eu sou completamente LOUCA por Londres, mas ainda assim eu acho que não tenho uma depressão, felizmente! Eu não passo os dias angustiada, triste e sempre a chorar cheia de saudades de lá, mas em cima eu descrevo tudo o que eu sinto por Londres! :)

    1. Adorei seu depoimento, Diana. :)
      Que bom que não sofre de DPL. Como você deve ter visto nos comentários acima um monte de gente sofre. hehe
      Concordo com você: tudo é mágico e lindo em Londres. A cidade é única, né? <3 <3
      Obrigada pela visita, pelo comentário e pelo carinho. Volte sempre. ;)
      Beijos

  60. Sim a cidade é unica! :)
    E voltarei sempre com muito gosto para ir vendo novas atualizações e coisas assim!
    E sim pelo o que eu vi nos comentários acima realmente muita gente sofre de DPL, mas também é dificil não ter depois de se vir de uma temporada em Londres naquela cidade tão magnifica! :)
    É sempre um prazer vir ver um blog tão bem preenchido e muito prestável que tratam tão bem as pessoas, Muito OBRIGADA! :)

  61. Oi Natasha,
    Li todos os comentarios neste seu blog e e já estou começando a ficar preocupado em me tornar mais um depressivo pós-Londres. Neste momento estou aqui em Londres. A primeira vez que estive aqui foi em Outubro de 1997 por dois dias e meio, a segunda em agosto de 2001, 20 dias, e esta é a terceira vez que venho aqui, onde ja estou faz dois meses. Amei esta cidade desde a primeira vez que estive aqui. Realmente tudo de bom, de encantador, de agradavel, do que foi dito aqui é verdade e muito mais. Estou morando aqui na zona quatro de Londres e toda vez que saio de casa para pegar o metro, (ha 11 linhas de metro aqui) sinto uma felicidade muito grande ao saber que o trem vai chegar na plataforma no horario que aparece no painel luminoso. Fico feliz tb ao saber que posso me programar para pegar o onibus no horario que eu desejar, porque os onibus passam no ponto no horario predeterminado pelo TfL (Transport for London) em um aplicativo existente. Existem varias linhas de trens para bairros mais distantes de Londres, bem como para cidades dentro da Inglaterra e para outros paises, inclusive para os 4 aeroportos da cidade e um trem de superficie chamado Overground. Londres é uma cidade tão viva e ativa quanto a propria lingua inglesa, isto, eu sei, dispensa comentarios para os que aqui ja estiveram, não vou nem entrar nesta questão.
    Dentro de um ou dois meses devo voltar para minha cidadezinha pacata do interior de Sao Paulo. Imaginem-se no meu lugar, qual será o tamanho da minha depre pós-Londres.

    1. As chances são grandes, Jose! Você viu a quantidade de doido que tem por aqui, não viu? hehe

      Tomara que sua cidadezinha pacata te receba bem na volta, porque realmente é complicado. A gente super te entendo. Sinta-se abraçado virtualmente. Desejamos força na DPL. :)

      Precisando de qualquer coisa dá um grito.

      Enquanto isso, aproveita beeem tudo que a lovely London tem a te oferecer. ;)

      Abraços meus e do João!

  62. Menina! Não conhecia seu blog, vim parar aqui durante uma pesquisa sobre fish & chips (!), no planejamento da minha 2ª viagem à minha 2ª cidade do coração, hehehhe.

    Realmente, DPL é terrível… minha primeira viagem pra lá foi no em 2011, e o dia da volta foi tão terrível, hahaha… lembranças sobre a viagem, aquele aperto no coração, as amizades que eu fiz lá, o ambiente cosmopolita, a organização e politeness dos londrinos… fiquei ouvindo só Lily Allen e Coldplay por uns 2 meses seguidos, hahah. Espero que a DPL venha mais branda dessa vez, mesmo pq minha estadia lá será menor e irei para outras cidades da Europa em seguida…

    Parabéns pelo blog! Beijos!

    1. Posso ser bem sincera? Acho que a DPL vem ainda mais forte quando ficamos pouco tempo. hahaha
      É que dá um apeeeerto no coração por não poder fazer tudo que o sofrimento é grande.
      Mas já vai se preparando, tomando esses remedinhos, que você vai ficar bem. Agarantio. hehe

      Que bom que caiu aqui no blog com essa pesquisitcha básica.

      Espero vê-la por aqui mais vezes.

      Obrigada pelos parabéns. hehe

      Beijão!

  63. Estou terrivelmente doente… com uma depressão pós-Londres profunda…
    Conhecer Londres sempre foi meu sonho, e acabo de voltar de lá, mas minha mente e meu coração continuam perambulando pelas ruas, parques, museus, metrô…
    Me vejo fazendo buscas intermináveis na internet à procura de novidades, notícias, vestígios, lembranças para curar essa dor. Só voltando mil vezes, quem sabe?
    Abraços a todos que compartilham esse amor.

    1. A gente super te entende, Cláudia. Esperamos vê-la por aqui sempre, porque por mais que a DPL só passe de verdade quando retornamos à cidade, trocar ideias com loucos como nós ajuda. hehe
      :)
      Seja sempre bem-vinda aqui.
      Abraços!

  64. Gostei demais do seu blog. Parabéns!
    Ainda não sofro de DPL,mas como vou fazer intercâmbio em Fevereiro(pra passar 3 meses) já to sofrendo de ansiedade.kkkk.
    Encontrei seu blog pesquisando sobre a cidade, e ja to imaginando que vou ficar com essa depressão. :D
    Abraço

    1. Que bom que gostou, Daviiiiid! =D =D =D
      É sempre bom saber que agradamos quem aparece por aqui. João e eu ficamos radiantes com comentários como o seu. hehe
      Volte sempreee!
      E se precisar de qualquer coisa grite.
      Abraço!

  65. Primeira vez que acesso este blog e já gostei de cara! rs
    Cheguei de Londres a alguns dias e tô sentindo esta mesma Depressão pós-Europa…
    Mas tô curando a minha “doença” com livros, músicas, filmes e, é claro, planejando outra viagem! Obrigada pelas dicas!

    1. Hey, Aline. Tudo bem?
      Que bom que gostou do blog. A gente fica feliz em saber. :)
      Esperamos vê-la por aqui seeempre.
      Precisando de qualquer coisa pra essa outra viagem que já está sendo planejada grita. ;)
      Beijo!

  66. Primeiramente gostaria de parabenizar a Natasha pelo seu blog, eu não tinha noção que tanta gente como eu tivesse o mesmo sentimento que o meu sobre aquela cidade, realmente ela é mágica, morei lá por três maravilhosos anos, e tinha o mesmo pensamento de uma pessoa que citou acima que vivia lá mas estava sempre pensando no Brasil, pra mim foi um baque o retorno, pois não sabia o quanto amava aquela cidade, já faz sete anos que retornei à São Paulo, mas assim como todos os demais, penso todos os dias em Londres, esse lugar é simplesmente maravilhoso, ano que vem vou voltar mais dessa vez vou para ficar mas tempo. Abraços.

    1. Opa, obrigada pelos parabéns, Evandro. :)

      Você viu só? Somos um bando de loucos tipo o do Corinthians, gigante. Ou um império de doidos (tipo o do Coxa. hehe). E aqui a gente cuida um do outro, faz terapia falando sobre a cidade, joga papo fora e ameniza a dor uns dos outros. Porque não é fácil.
      Ou seja, seja bem-vindooo!!!
      Esperamos que as dicas que reunimos aqui ajudem-no a planejar a sua próxima ida pra cidade. ;)

      Volte sempre!

      Abraço

    1. Que legal que está voltando logo, Rosely. :)
      Espero que as nossas dicas lhe sejam úteis nessa nova temporada na cidade.
      Precisando de qualquer coisa grita.
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Beeijo!

  67. Olá, Natasha.
    Acabei de conhecer o blog e gostei muito, mesmo!
    Voltei da nossa amada cidade há 11 dias e está muito, muito difícil.
    Eu ainda estou na fase chorosa – embora me pareça que essas lágrimas não vão cessar nunca. Obrigada por esse post lindo.

    1. Oi, Fernanda Tudo bem?

      Que bom que gostou do blog. Fico super feliz em saber. :)

      Essa fase não é fácil mesmo. Super te entendo. Espero que nossos posts lhe ajudem a superá-la com mais facilidade essa tristeza. E, claro, que você possa começar a planejar logo a próxima visita à terrinha.

      Obrigada pelo comentário e pelo carinho. Volte sempre. :)

      Beijo

  68. Entendo bem isso,
    Como já comentei antes estou no Brasil estudando mas moro em Portugal, desde 99,com a crise do euro ficou difícil pra quem era efetivo no emprego,que era meu caso mas não o do meu marido,
    de tanto vê tv ,vi notícias de um Brasil bom pra se viver,caí na besteira de vir em maio de 2014 e meu marido viria em Dezembro mas não rolou,infelizmente não dá pra viver neste país, não é questão de dinheiro, é questão de educação, civismo e cultura, sem contar na violência.
    Tínhamos projeto de ir pra Inglaterra mas depois que saísse nossa documentação em Portugal que na altura parecia que ia demorar muito…a verdade é que entre dúvidas, vamos,não vamos,decidimos que vamos pra Inglaterra quando eu retornar,resolvi usar a viagem pra estudar enfermagem, inglês e fiz curso de manicure.
    Concluindo, to longe do meu marido há 9 meses,me sinto deslocada, tenho saudades até das idas ao supermercado e do frio de rachar de Portugal,deixei de pertencer ao Brasil faz tempo,tem dias que parece que estou num pesadelo, mas é necessário né… me pego vendo fotos de Portugal,da minha rua,no google mãos,kkk
    Gente desculpa o desabafo,beijocas

    1. hahaha
      Adorei seu depoimento, Lucélia. :)
      Não precisa pedir desculpa, não. Estamos aqui para conehcer essas histórias divertidas e, também, para crescermos juntos com o que cada um tem a agregar. Sua história traz uma boa reflexão pra quem nos lê. ;)
      Volte sempre!
      Beijos!

  69. recem retornada de londres, uma viciada e completamente apaixonada por essa cidade incrivel e encantadora! depois de 4 meses la, tenho certeza de que Londres é a melhor cidade do mundo para se viver e também, a mais linda de todas.

  70. Caramba como seu blog é ótimo!! Cliquei nesse link pq realmente curar a depressão pós-Londres é bem dificil aí decidi ver como eram as dicas hahaha. Parabéns! Assim eu me inspiro pra guardar dinheiro e quem sabe um dia voltar. Bjs

    1. Eeeeee, que legal que curtiu o que encontrou por aqui, Eve! =D
      Fiquei superfeliz com seu comentário. Obrigada mesmo pelo elogio.
      Volte sempre por aqui – e bora começar a planejar a volta a Londres também! ;)
      Beijos!

  71. Olá Natasha, seu site me ajudou demais, assim como as dezenas de pessoas acima relatadas.
    sofro muito de depressão pós london, morei lá em 2004 e 2004, fui primeiro para londres, e após algum tempo minha esposa foi também, depois minha esposa engravidou e achamos melhor retornar para o Brasil, a partir de então começou a minha dor.rsrs…penso em londres todos os dias depois que voltei, faço passeios intermináveis pelas ruas de londres pelo street view, minha mente ficou aprisionada em londres, choro constantemente por dentro, sinto um aperto muito grande no peito…acho que só aqui encontrei pessoas que sente o mesmo e me entende… não sei o que faço, penso a todo momento estar de volta, é inexplicável isso….(coitada da minha esposa, sofre comigo de tanto eu reclamar isso com ela rsrsrs) .sonho muitas vezes (já perdi as contas), tirei muitas fotos de londres, sempre vejo elas, cameras ao vivo??? hahha vejo sempreeeeee, vejo noticias, estudo a histórias…enfim..”vivo em londres” no Brasil…muita nostalgia…tenho exatamente todos os trajetos que fiz em londres na minha mente….se fecho os olhos consigo chegar nos parques, museus, estações de metro, lojas….tudo tudo tudo…!!!
    vou retornar para londres no final de 2016, já planejei minha viagem, vou ficar 2 meses, vou comprar uma bicicleta e curtir londres até não poder mais!
    Então é isso tudo…
    Obrigado pelo Blog, fantástico…descobri ele hoje e vou mexer bastante aki..rsrsr

    1. Oi, Rodrigo. Tudo bem?

      Que bom que o blog está ajudando você nessa difícil missão de se livrar da DPL. :)

      Espero que logo você e a família possam voltar para cá para curtir mais a cidade. Tenho certeza que será uma delícia para todos. E aí, quando isso acontecer, vou torcer para o blog ajudar no planejamento de vocês. ;)

      Agradeço o elogio ao blog. Vou esperar outros comentários seus por aqui, hein?

      Abraço!

  72. Realmente é um verdadeiro choque! Eu também eu senti esta sensação logo após o meu intercâmbio na Inglaterra onde eu tomei um curso de inglês em Londres. E pelo tempo que a pessoa passa no exterior adquire alguns hábitos culturais. O meu intercâmbio em Londres foi maravilhoso e sensacional e curtir todas as estações do ano.

  73. Vou parecer louca por estar aqui relendo este post?
    Bateu a saudade VALENDO desse lugar tão especial chamado Londres! <3
    Impressionada pelo tanto de gente sofrendo do mesmo 'mal' e ver que o post rende até hoje hahaha que demais!
    O trabalho de vocês é sensacional! Acabei de ler o post de programas para casais e cara, ontem mesmo nós estávamos batendo o martelo sobre a data do nosso casamento, acho que vou ter que vender alguns orgãos e ir pra Londres na lua de mel, sinto que qualquer outro lugar, não será suficiente hahahaha

    AH, curti demais os snaps na Grécia hein, confesso que não li as postagens, mas passei bons minutos babando nos snaps de lá <3

    Pronto, não sei comentar como uma pessoa civilizada, li meu comentário de 2013 e percebo que não me curei… 'só por hoje'!

    Beijão Nati e João!
    Vocês merecem demais cada conquista que estão tendo, a dedicação e competência de vocês é inspiradora, feliz feliz feliz por vocês! :D

    1. Priiiiiiiiii, que delícia ver você por aqui de novo!
      SAUDADE dos seus comentários mega fofos de sempre. <3 <3

      Pois ééé, galera mostrou que são todos um bando de doidos. Esse post virou uma espécie de Associação dos Viciados em Londres Anônimos. haha
      Sinceramente? Acho isso lindo. hehe
      É bom demais ver o poder que essa cidade tem de unir gente de perfis tão diferentes. <3
      Sou viciada mesmo. Admito! =D

      Adoreeeei saber dos planos do casório e, principalmente, que Londres tá na lista de possíveis destinos da lua de mel. Vou torcer pra vocês poderem usar nossas dicas de casais logo, logo. ;)
      Como sempre, se precisar de ajuda dá um grito! E se vocês decidirem antecipar essa vinda e aparecer logo por aqui, saiba que na casa que estamos no momento tem um sofá-cama bem gostoso e pronto pra receber gente querida. #ficaoconvite. hehe

      Sério que tá acompanhando minhas loucuras snapianas? hahaha
      Legal! Me manda um snap um dia desses pra eu te seguir também!

      Obrigada pela visita e pelo comentário tão querido. Seguimos firmes e fortes na luta para fazer desse bloguinho o ponto de informação para quem quer curtir Lãndãn como nós. ;)

      Beeijo

  74. Sinto que este post foi feito para mim…
    Tudo começou em 2011, intercâmbio feito pela minha escola de inglês (Wizard), que no princípio o destino nem seria Londres, mas sim Vancouver. Após o destino ser alterado para a capital britânica eu até fiquei meio chateada. Não sabia o que me esperava.
    Cheguei perdida em marte, perdida na via láctea, fora do universo. OH MY GOD, onde eu me meti? Que cidade imensa, que tanta gente diferente, que tanta coisa, QUE BRITÂNICO É ESSE? Meus cinco anos de inglês não vão servir para nada? Hahaha
    Após 5 minutos isso passou, quando eu cheguei na London Eye e no Big Ben meu coração congelou, eu entrei em choque, meu peito explodiu. Eu nunca havia sentido isso em toda a minha vida. QUE PO$%@ é essa?
    Me apaixonei … mas me apaixonei DEMAIS, DEMAIS, DEMAIS. De não conseguir falar o nome da cidade sem me emocionar e escorrer uma lágrima.
    Foi conhecer Londres que mudou minha vida, minha forma de pensar, meu OBJETIVO DE VIDA MUDOU.
    Quando voltei para o Brasil foi a maior depressão ever. Fiquei feliz ao ver minha família, e em 5 minutinhos bateu o desespero. Quando eu vou voltar? Como? É tão caro. Eu sou jovem. Preciso fazer faculdade. AI MEU DEUS ME AJUDA!!!!
    No ano novo de 2013-2014 eu voltei. No dia em que comprei a passagem meu coração quase explodiu, eu não dormi naquela noite, fiquei nervosa por semanas. Planejei tudo, como nunca. Com o maior amor do mundo.
    Fui na época mais mágica, Natal e Ano Novo. Quando eu cheguei só conformei tudo aquilo que já sabia. Surtei de novo, não sabia que conseguiria me apaixona AINDA MAIS. Fui em vários parques, fiz tudo que se pode fazer em Londres. Foram as melhores e mais inesquecíveis férias da minha vida.
    No último dia, meu coração partiu. Eu nunca senti tanta angústia. Liguei chorando para minha mãe, eu não entendia -ainda não entendo- PORQUE eu não posso viver lá, trabalhar lá, ficar lá para sempre.
    Voltei, Brasil, depressão.
    Ano passado, fevereiro de 2015, voltei para onde mina alma pertence. Cheguei lá, e RESPIREI FUNDO, aliviada. Parecia que todo o peso que tinha em mim saíra, flutuei como um anjo.
    Dessa vez levei um casal de amigos. MÁGICA.
    O dia mais especial foi quando fui ao jantar no cruzeiro no Tâmisa, chorei no começo ao fim.
    Não imagino a minha vida em nenhum lugar que não seja LONDON!!!
    Procuro opções e alternativas para que eu possa ficar lá para sempre, mas não encontro. Legalizada está difícil. O que posso fazer??
    Mas de uma coisa eu tenho certeza, o seu lar é onde o seu coração está.

  75. Nah está na hora de vocês atualizarem esse post não? queria saber agora como estão, esse retorno é quase um definitivo depois de 6 anos e o Brasil não está facil não..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Recentes

NATASHA & JOÃO

Em 2010 fomos fazer um intercâmbio em Londres e lá nasceu o blog. De lá pra cá muita coisa mudou, menos a nossa vontade de explorar o mundo.

Assine nossa newsletter e receba dicas em primeira mão!