EDITORIAS
Boas histórias de viagem por um casal de jornalistas
de tão alegre que estávamos depois da imigração não conseguimos tirar uma foto com foco. haha

de tão alegre que estávamos depois da imigração não conseguimos tirar uma foto com foco. haha

Um dos maiores medos de qualquer brasileiro que vem para Londres é a tal da passagem pela imigração. Foi criado um mito de que você pode ser deportado sem motivo algum e que a chegada aqui é um perigo. Por isso, resolvemos escrever sobre o assunto.

Antes de mais nada, tenha em mente quais são os documentos que você precisa apresentar quando desembarcar em solo inglês:

1) Passagem de volta para o Brasil (ou de saída da Inglaterra) no prazo que lhe será dado (por exemplo: até seis meses, se você for entrar como turista ou logo após o fim do seu curso, se você vai como estudante-visitante)

2) Comprovante de que você tem lugar para ficar (reserva de hotel, carta de um amigo – se você for ficar na casa de algum conhecido, reserva de apartamento, reserva do hostel…)

3) Dinheiro que mostra que você poderá se manter enquanto estiver na cidade (se estiver indo como estudante verifique as regras de valores. Isso não existe para o turista, mas este post pode lhe ajudar a ter uma ideia de quanto você vai gastar em sete dias na cidade)

4) Comprovante de vínculo com o Brasil (não é obrigatório, mas pode ajudar). Por exemplo: matrícula da faculdade ou carta do chefe dizendo que você está em férias.

Minha experiência com a imigração em Londres

A primeira vez que vim a Londres tinha 17 anos. Utilizei os serviços da agência curitibana AF Intercâmbio para contratar escola (Embassy CES) e também para encontrar uma casa de família para ficar no período do curso – dois meses e meio.

Perto do meu embarque, recebi da agência uma cartinha de recomendações que, entre várias coisas, dizia: no momento da imigração, não esqueça que a última palavra é sempre deles; responda apenas o que lhe for perguntado e fique calma. “Ok, vamos lᔝ, pensei.

Como meu curso era de curta duração, o visto só seria tirado na entrada do país, então o medo de ter a autorização de entrada negada era bem grande. Mas eu cheguei aqui com tudo certinho. Estava com os documentos exigidos (comprovante de matrícula e carta com o endereço da família) e dinheiro para mostrar que poderia me manter sem trabalhar (o visto de três meses não permite trabalho, como falamos aqui), mas um pouco nervosa, é verdade.

Depois de uma fila imensa, fui atendida por um indiano que antes de mais nada pediu para ver meu dinheiro. Quando abri minha pastinha com fotos da minha família ele disse: “se vai sentir saudades, não deveria ter vindo”.

Falei que a experiência seria importante para o meu crescimento pessoal e profissional e que achava que a saudade era normal, mas que dali três meses estaria de novo em casa com eles (para mostrar que não tinha o objetivo de ficar ilegal). Acho que ele pensou: “se saiu bem, vamos pra mais um teste”.

Na sequência, ele perguntou por que eu não tinha escolhido os Estados Unidos como destino, já que tudo lá é mais barato. Tranquilamente, respondi que achava que aqui poderia aprender mais, já que, na minha opinião, culturalmente a Europa tem muito mais a oferecer do que a terra do Tio Sam. Acho que aí eu ganhei ele, que só concordou com a cabeça, carimbou meu passaporte e liberou minha entrada.

Este ano, nossa experiência foi MUITO rápida e indolor. Como nosso curso é de longa duração, tiramos o visto antecipadamente, no Brasil mesmo. No entanto, a possibilidade de a imigração não ir com a nossa e nos mandar de volta para casa também existia. Só que o cara que nos atendeu foi gente boa. Apenas perguntou o que vínhamos fazer aqui, por quanto tempo e… pronto: estávamos de verdade em Londres!

Ou seja, a imigração às vezes é uma questão de sorte. Pode ser que te interroguem, pode ser que te liberem rapidamente. Porém, o interrogatório não significa que você tem cara de terrorista e que não vão te deixar entrar no país. Eles só precisam confirmar quais são seus objetivos e ter certeza que você não quer ficar ilegal aqui, “roubando” empregos de ingleses, por exemplo.

Para passar tranquilamente por essa etapa basta estar preparado. Confira todos os documentos que precisa trazer e embarque. Não se desespere com as perguntas e as responda sinceramente. Você vai entrar! ;)

Quando chegar aqui nos avise e tomaremos uma pint gelada juntos.

Um beijo e até o próximo post,
Natasha.

Quer saber mais sobre imigração, ter dicas de Londres direto no seu e-mail e concorrer a prêmios exclusivos: Assine nossa newsletter preenchendo o formulário abaixo:

Dê vida ao Pra Ver em Londres. Comente!

Written by

Jornalista, autora do Pra Ver Em Londres e empreendedora digital. Sou completamente apaixonada por Londres e um dos meus maiores vícios é falar sobre a cidade com quem estiver interessado. Um dos meus objetivos de vida é ajudar as pessoas que querem viajar mais e melhor gastando menos reunindo aqui minhas dicas pessoais de viagem. Tenho sempre cinco livros na cabeceira da cama e milhões de destinos na cabeça. Sou sonhadora por natureza.

Latest comments
  • Show!!! Serviu para todos que pretendem viajar ficarem mais calmos com relação a imigração. Uma sugestão: Vcs poderiam publicar uma matéria sobre comprar roupas e calçados aí em Londres… custo, opções, lojas mais atraentes, etc.

    Um grande abraço e parabéns pelo blog.

  • Então vou fazer logo meu passaporte.
    Gosto muito!

  • Hoje é impossivel ler algo mais apropriado com a minha angustia … rsrsrs
    Eu e meu namorado fomos hoje na agencia que está nos auxiliando, para receber justamente as orientações sobre os questionamentos da imigração!!! Ai que nervoso !!!! A moça da agencia nos falou que podemos falar que estamos juntos, mas que ela acha mais seguro entrarmos totalmente separados. Como vcs fizeram?
    Mto obrigada por acalmar os meus nervos !!!! rsrsrs !!! E com certeza vamos tomar uma pint gelada !!

      • Eu tinha todos os documentos e já era a minha terceira vez em Londres, dessa vez em lua-de-mel. Acredita que nos prenderam e ficamos lá sendo entrevistados separadamente por quase 8horas? Eles não tinham nada contra a gente, e no final, simplesmente nos desejaram uma boa estadia e nos liberaram.

        Engraçado é que nas duas primeiras vezes eu me saí super bem e inclusive o cara da imigração até brincou comigo!

  • Natasha, acredita que os imigrantes ilegais ou não, “roubam” empregos de ingleses? Também moro fora do Brasil, e aqui a concepção é a mesma, mas te digo já, os empregos que os brasileiros fazem a maioria dos europeus estão correndo. Por isso, não acredito nessa de roubar emprego de ninguém, se você tem competência e coragem para o trabalho, as oportunidades surgem.

    Abraços,

  • Fabiana concordo plenamente com vc! Mas acho q a Nah (já tô ficando íntima hehe)somente usou o termo q eles usam, mas não q ela pense exatamente assim (isso explica as aspas, eu acho). Igualmete penso como vc. Que esse preconceito deles é mais vindo d geração passada do q qualquer coisa.

    E bom, mais uma vez caiu como uma luva o post d vcs pq to embarcando em 11 dias e meu curso é d 3 meses, ou seja, nervos a flor da pele!! hehe Mas tudo bem… vou tentar focalizar na pint prometida e vamos q vamos!

    Abraço!

  • Estamoa chegando por ai dia 12 de setembro. Ficaremos em Norwich por 3 anos, e estamos na maior funcao tirando o visto. Somos casados com filho de 3 anos, entao imagino que passaremos sem problemas, ainda mais que como vamos com bolsa do governo brasileiro, temos a obrigacao de voltar depois de 3 anos.
    Ficaremos em londres ate dia 15, tb quero umas dicas d compras.
    Paraben pelo blog gente, entro todos os dias pra aumentar ainda mais a vontade de desembarcar por ai.

  • Ola, sei que nao tem a ver com o post, mas voce comentou que vai fazer um post sobre compras na oxford street minha pergunta eh ate q hs ficam abertas as lojas nessa rua? To indo pra ai dps do natal e gostaria de me programar obrigada

  • Fui para Londres em fevereiro de 2012 com a minha esposa. Levei uma pasta com muitos documentos (contracheques, IR, extrato de banco, carta dos empregadores) e também meu passaporte oficial (que não usei pois não estava em missão). Chegando na imigração, seguimos juntos para o guichê e fomos atendidos por um senhor muito educado (padrão londrino pelo que eu pude ver lá). Cumprimentei e entreguei, juntamente com a ficha que é preenchida no avião, a passagem de volta. Ele olhou e perguntou:

    “- O que o casal vem fazer aqui?”
    “-Turismo.”
    “10 dias, certo?”
    “- Sim, mas na verdade vamos passar 3 dias, depois vamos para França, voltamos para cá e então passamos mais 4 dias e voltamos para o Brasil. Eu tenho as passagens do Eurostar se vc quiser vê-las.”
    “Não… está OK. Não é necessário. THANK YOU AND WELCOME.”

    Tudo muito simples e rápido… não vi ninguém na fila ser barrado.

    De Londres para Paris, via Eurostar, o único detalhe foi que o funcionário da imigração nem respondeu o bom dia… só pegou o passaporte, conferiu os rostos e carimbou.

    De volta para Londres, tudo muito simples na imigração também. Já entreguei a passagem de volta e não houve nenhuma pergunta.

    Pra finalizar… nem preciso comentar que Londres é shooooowwwwwww…..

  • oiii… estou com uma duvida…
    pretendo ir para londres e ficar 3 meses.. eu tenho uma carta convite dizendo que vou ficar na casa de um amigo… mas me disseram que é melhor eu levar uma carta dizendo que vou ficar só 15 dias… sendo que minhas passagens sao de 3 meses… eu nao sei oque faço!!!
    pode me ajudar?
    é melhor mesmo eu dizer que vou ficar 15 dias? e se eles pedirem pra ver minhas passagens?

  • Então, viajo agora dia 1º de maio para Londres.
    EStou com bastante medo da imigração. Pq não tenho emprego fixo aqui no Brasil, sou atriz e fotógrafa.
    Meu cunhado fez uma declaração , um documento como se eu fosse sua funcinária numa empresa de engenharia. Estou apavorada! Caso eles me façam muita perguntas e eu fique nervosa …

  • Bom dia.

    Vou estudar por 3 meses na Irlanda. Na ida vou fazer conexão em Londres.

    Já sou formado, solteiro e estou largando meu emprego para ir para lá, ou seja, não tenho nenhum vínculo aqui no Brasil.

    Se na imigração me perguntarem o que eu faço no Brasil, o que eu digo???

    Me ajudem, por favor!!

    Obrigado!

  • Natasha,
    Acompanho vcs no twitter e tenho uma dúvida em relação a documentação.Vou ficar um mês em Londres e a documentação consiste no comprovante de matricula da escola e carta com endereço da familia.Existe a necessidade de levar o comprovante de vinculo de traballho aqui no Brasil e que estou indo nas minhas férias??? Pode ser em português???

  • eu e meu marido vamos a passeio. Vamos para a Inglaterra e de lá seguimos para a França. Serão 8 dias na inglaterra e 5 na frança. já temos a passagem de trem para paris, hotel reservado (pago), seguro viagem. na inglaterra vamos ficar na casa de um amigo que é legalizado lá, que nos enviara a carta convite e ira nos esperar no aeroporto. Vamos levar em torno de 1200 libras, mas nao vamos levar cartao de credito internacional, pois nao temos. estamos pensando em levar só aqueles cartoes tipo travelmoney, de débito.
    somente meu marido trabalha, ele é advogado e atua sozinho. eu nao estou trabalhando pois estou cuidando de nosso bebe de 9 meses.
    quais documentos devemos levar??? como devemos proceder?

  • Olá,
    Realmente a imigração é questão de sorte. Na primeira vez que fui, morri de medo por ser mulher solteira mas como fui para correr uma maratona – tinha a validation em mãos – passagem de retorno, hotel pago, seguro viagem e dinheiro para me manter lá no periodo, o atendente foi bem bacana, embora tenha pedido para ver TODOS os documentos e feito um rápido interrogatório sobre o que eu fazia no Brasil, etc etc. Mas me mostrei segura (afinal não estava mentindo e tinha tudo comprovado – inclusive meu vinculo aqui) e ele ainda me chamou de louca por correr 42km e desejou boa prova..rs

    O que eu penso é: se você está falando a verdade e não tem o intuito de dar uma de esperto, além de ter tudo comprovado – dinheiro, hotel/casa familia, passagens, o que irá fazer – não tem problema.

    Bjs

  • Olá, estou indo viajar agora em meados de Setembro. Vou a turismo, mas me sinto completamente perdida em relação ao dinheiro. Estou levando 1000 £ no cartão travel money, um cartão de crédito internacional e apenas 100£ em cash (pro caso do táxi). Você acha que é “pouco”? E outra pergunta, sou estudante, levar o meu comprovante de matrícula da faculdade mudaria alguma coisa na imigração?

    Obrigadaa.

  • Fui pra Londres duas vezes, a passeio. Na primeira vez, em março de 2012, desembarquei no terminal 5 da BA e a agente perguntou o que eu fui fazer lá, quantos dias iria ficar, quais lugares eu queria conhecer e se iria pra outro país depois de sair de lá. Disse que eram apenas dez dias, falei que queria conhecer a Saint Paul´s Cathedral, Abbey Road, London Eye e ela disse que eram ótimos lugares. Disse que iria voltar pro Brasil e ela liberou. Na segunda vez, maio desse ano, foi mais tranquilo ainda. Apesar de estar com medo de novo por ter ido sozinha. Na primeira vez tinha ido com uma amiga. Desembarquei no Terminal 4 e na hora que cheguei era apenas o vôo de SP pra lá naquele horário. Então um avião inteiro e um terminal recebia passageiros vindo do Brasil. O agente falou boa tarde, pegou o meu passaporte e já foi dizendo: vc veio do Brasil e vai passar férias? Eu confirmei, enquanto ele já foi carimbando o meu passaporte. Apesar das quatro perguntas na primeira vez, foi dentro da normalidade e não tive que mostrar quantia em dinheiro, reserva do hotel etc. Estava com muito medo diante de tudo que lia sobre a, talvez, imigração mais chata do mundo. Na segunda vez então, praticamente não houve pergunta. Ainda bem! Fiquem tranquilos, respondam o que for perguntado e boa sorte. Quando o carimbo é posto no passaporte é só pensar: estou realmente em Londres e curtir essa cidade incrível e amada!

      • E na segunda vez o receio era: estou sozinha, será que vão achar estranho? Ainda bem que foi tranquilo. Natasha, complementando o que escrevi, estava com a reserva do hotel e passagem de volta em mãos, caso pedissem, além do dinheiro em lugar fácil guardado na mala de mão se fosse pedido também. Acho que são coisas básicas que podemos carregar caso solicitem em qualquer lugar. Obrigada por postar e compartilhar dicas do lugar que mais amo no mundo. Beijos!

  • Esse indiano acho q eu conheço hahaha achei q ele só tinha sido chato cmg, mas acho q me enganei…no dia ele tava sentado orientando as pessoas na fila lá e ele falou cmg (provavelmente em russo ou árabe, pq ning entendeu) ai eu perguntei o q ele tinha falado e ele gritou cmg…só n parti pra cima dele pq se n eu só veria o Big ben por fotos msm hahaha :)

  • Amigos, estive em Londres em 2010, minha história na imigração foi bem traumática, rs.
    Fiquei quase 5 horas “preso”. Tenho uma prima que mora em Londres então fui visita-la, ela me mandou uma carta convite e acho que esse foi o motivo do transtorno, o oficial de imigração quis saber tudo sobre ela primeiro, desde quando ela estava lá o que fazia, etc.
    Depois de todas essas perguntas ele começou a me questionar sobre a minha viagem, como ia a turismo ele me pediu para dizer nome de 10 atrações em Londres que eu queria conhecer, rs.. Enfim depois de muito nervosismo ele me liberou.
    Vou retornar a Londres agora em Dezembro, porem vou dar uma volta na Europa antes e vou para lá de Eurostar, pelo o que eu li a imigração para quem vai de Eurostar é feito na Gare du Nord em Paris, alguém tem alguma dica de como funciona lá, é a mesma coisa do que em Heathrow? O fato de eu já ter ido para Londres uma vez e nessa viagem já ter passado por outros países da Europa ajuda na imigração!?

    Estou apreensivo desde já! hehehe

    Obrigado!!!

      • Natasha, tudo bem?
        Retornei de viagem, e dessa vez tive uma imigração extremamente rápida! rs!!I UFFAAA
        O Oficial de imigração apenas foleou o meu passaporte pagina por pagina, e me perguntou para onde iria após os dias que ficaria em Londres, respondi que voltaria para o Brasil e pronto, passaporte carimbado! Nenhuma pergunta a mais, nem pediu para ver qualquer documento, nem ligou para o meu primo que tinha me convidado, alias nem pediu para ver a carta convite.

        Acho que o fato de ser a segunda vez em Londres e ter entrado e saído nas datas corretas pode ter ajudado, também acho que o fato de ir de Eurostar e já ter o visto de algum pais da união europeia ajuda muito.

        Por fim, uma dica para quem vai de Eurostar para Londres , 1:30 de antecedência é o suficiente.

        Obrigado pelas informações.

        Abraços

  • A cada experiência que eu leio… Não sei se fico mais preocupada ou aliviada?! Rsrs

    Eu estarei indo para Londres em Janeiro passarei 26 dias… Mas o meu caso é complicado. Conheci aqui no Brasil um Polonês que mora e trabalha em Londres! Eu tenho 21 anos, trabalho e estudo aqui no Brasil. Passarei minhas férias lá, porém essa tal Imigração está me deixando desde já com os cabelos brancos Rsrs! No Speak English… Então acredito que isso será um problema! Eu estarei levando a carta convite, uma declaração do serviço relatando que estou de férias e outra da Faculdade onde eu estudo, levarei dinheiro só não o cartão internacional. Será que isso pode me impedir de entrar no país?! Meu interesse é somente de passear, conhecer Londres e ficar com ele lá durante esses 26 dias… Eu também tenho um filho aqui no Brasil e agora eu não sei se digo ou não à imigração que eu tenho um dependente aqui!? Enfim estou atordoada com tudo isso… Será minha primeira viagem para o Exterior, e não quero passar nenhum sufoco :( … Me ajudem por favor????

      • Oi Natasha
        E como quem não fala inglês vai responder as perguntas deles?
        Tem alguém que fala espanhol lá?!
        Pergunto isso pq vou morar lá até agosto, acompanhando o marido a trabalho, e gostaria que nas férias, meus pais fosse nos visitar, mas eles não falam NADA de NADA de NADA de inglês. Será que se eu fizer uma cartinha explicando que moro lá legalmente, que vão passar uma semana na minha casa, blá blá blá será suficiente?!
        Minha mãe é funcionária pública e meu pai tem um pequeno comercio, mas nenhum tem declaração de renda alta, será que pode ser um problema? Ou levar umas 600 libras e o cartão internacional já é suficiente?

        Juro que já estava pensando em escrever num papel as possíveis perguntas (com a tradução embaixo) e se eles não estendessem, o responsável apontasse qual seria a pergunta para eles mostrarem os documentos.
        kkkkkkkkkkkkk
        É complicado!

  • Aiiiii…Estava lendo os comentários e histórias a respeito da temida entrevista na imigração, e assim como a Amanda, tbm estarei indo em janeiro, para visitar meu namorado, já que o mesmo já veio me visitar aqui…Quanto a documentação, além da carta convite, declaração do meu emprego, uma declaração da facul., a passagem e 300 libras em dinheiro (o resto vai estar no cartão), precisarei levar mais algum documento???? Pretendo passar 20 dias aproximadamente e daí retornarei para o Brasil…Ai, Natasha…Please help me, or better…help us!!! Bjssss…Aguardo resposta!

  • Oi Natasha, boa tarde!

    Entre os dias 15/12 e 06/01 eu e minha família (marido, pai, mãe e irmão) viajaremos por vários países da Europa (Amsterdam (apenas conexão), Dublim (3 dias), Londres (4 dias, 18/12 até 21/12 – chegarei de um voo partindo de Dublim e irei embora de trem para Paris), Paris (6 dias), Itália (7 dias – várias cidades) e Suíça (4 dias), mas nosso voo de volta para o Brasil será em Roma.

    Já viajei para Paris antes com meu marido, mas dessa vez estou muito preocupada com a imigração em Londres, pq além de das preocupações habituais, ainda tem a questão do nome do meu pai, que é muito comum, então ele tem muitos homônimos, o que dificultou em viagens anteriores ele sair do pais, mas nunca entrar no país de destino…
    Será que isso vai ser um problema?
    Tem algum outro tipo de medida q podemos tomar? (Fui na Policia Federal mas eles disseram que não tem como ajudar, perguntei sobre certidão negativa e eles disseram a não existe documento q eles possam emitir e que o q vai diferenciar é a data de nascimento e filiação etc… )
    Temos o visto dos EUA, isso tem alguma relevância ou não faz nenhuma diferença?
    Se acontecer qlqr tipo de problema e não ser permitida nossa entrada poderemos seguir viagem indo para Paris ou eles mandam embora para o Brasil sem dó? rs

    Outra questão é que através do Airbnb alugamos um apartamento para ficarmos no Soho, nesse caso eu só apresento a folha de impressão da reserva ou precisa de algo mais?

    Desde já agradeço muito por tudo!!
    Parabéns pelo site, me ajudou muito para montar minha viagem!!
    Um beijo.

  • Oi Natasha!

    Mtmtmtmt obrigada pela rápida resposta!!

    Estou muito apreensiva com essa questao… e agora estou com mais medo de ser mandada pra casa… :( Cheguei ate cogitar de pular Londres… aiai…

    Mas vamos torcer pra dar tudo certo, ne?

    Mais uma vez muito obrigada!

    Beijosss

  • Olá Natasha! Tenho 34 anos, voltei de Londres há dois anos e pretendo retornar para lá em março 2014. A 1a vez fui como estudante e fiquei numa casa estudantil durante 6 meses, dessa vez ficarei na casa de um amigo italiano que mora e trabalha legalmente lá, a minha dúvida é: Será que eles podem desconfiar pq pretendo ficar 3 meses como turista? Consta a data na passagem de volta que terei que mostrar. E não tenho vinculo no Brasil, estou desempregada no momento, mas estou levando carta convite, visa travel money com 1000 pounds, credit card e 1000 pounds em dinheiro. Outra coisa o visto de turista é de 6 meses ou o cara da imigração pode carimbar com os 3 meses apenas? Thx

  • Minha experiência com a imigração não foi muito legal.

    Primeiro que eu fiz um mochilão pela Europa e a imigração que me dava medo era a espanhola, mas foi bem tranquilo, o cara perguntou o que eu vim fazer e disse que tava a turismo enquanto mostrava uma pasta repleta de reservas de hostels, meu passe de trem, etc.

    Fui pra França e depois para a Inglaterra, lá o cara me perguntou o que ia fazer. Visitar, eu respondi e tava com a minha pasta aberta com as reservas. Ele me perguntou quais locais eu iria.

    Respondi que ia a Abadia de Westminster, o prédio do Parlamento, a London Eye.

    Ele disse “e depois?”

    Falei da Torre de Londres, de Windsor, das falésias de Dover.

    E ai ele perguntou “e depois?”.

    Eu gelei, já tinha falado 6 lugares! Até travei com o inglês.

    Ai balbuciei Stonehenge, Estádio de Wembley…

    Ele olhou pra meu rosto, me avaliou durante uns 5 segundos e deixou eu passar.

  • Nossa, nem posso dizer como estou um pouco aliviado, viajo em agosto à Londres e ja estou perdendo minhas noites de sono rsrsrs, é muito bom ler algo assim que nos acalma um pouco, vou passear e conhecer meu sobrinho que nasceu e mora em londres com minha irma mais velha….. Ja fico paranoico só de pensar em ser deportado, ja li coisas que dizem que nem a carta convite te ajuda a passar pela temida imigração….. Mas é horrivel voce cogitar a possibilidade de fazer uma viagem dessas com tanto tempo de voo e sem falar no gasto financeiro, e ter que abreviar a viagem de tal modo…. Muito obrigado pelo post……

      • Consegui passar por essa temida imigraçao… Graças a Deus deu tudo certo…. ..

  • Olá, Natasha!
    Estou indo participar de um congresso em Lisboa e meu esposo vai uns dias depois. Como havia um vôo com uma longa conexão em Londres (por volta de 12 horas), insisti que ele escolhesse este para que pudesse conhecer a cidade, pois eu já conheci e amei!
    Porém, acabei não me informando sobre a possibilidade de sair do aeroporto neste meio tempo. É possível? Ele pode sair, conhecer alguns poucos pontos turísticos e voltar ao aeroporto? Sempre achei que essa prática de longas paradas nas cidades onde a companhia aérea é sediada (British airways, no caso) fosse justamente para incentivar o turista a conhecer, gastar e voltar para a cidade em outra oportunidade. É que estou lendo tanta coisa sobre a imigração que comecei a ficar preocupada!
    Bem, ele pode fazer essa saída rápida? Não haverá hotel reservado em Londres, mas em Lisboa sim e ele estará com a passagem.

  • Oi Natasha!
    Entao, vou para londres em setembro, com meu namorado e minha sogra, ficarei 5 dias, depois seguirei para Moscow ficarei 5 dias tb. Nunca viajei, meu passaporte esta em branco e tb tem a questao de que nao estou trabalhando aqui no brasil. Vc acha que pode haver complicacao?
    Oq vc faria no meu lugar?
    Beijosssss
    Gis

      • Que bom, fico mais tranquila! Muito obrigada , vc e super querida!
        Deus te abençoe! !!
        Bjssss

        Gis

  • Boa tarde amigo, gostei bastante de suas dicas, mas ai me veio uma duvida, pretendo conhecer Londres, ainda sem data certa, sou funcionário público há 31 anos, pretendo passar uma semana, penso em levar o equivalente a 200 libras por dia, mas a questão da imigração é que me deixa em duvidas, pois não sou estudante, mas uma pessoa de 58 anos, então mInha INTIMIDADE COM A LINGUA INGLESA, acabou-se, pois não pratico a mais de dez anos, então… Chegando no guichê da Imigração, apenas com os documentos exigidos, comprovantes, dinheiro vivo na carteira, reserva de hotel, cartão de crédito Internacional, então me aparece um oficial da imigração inglês, a cara do principe Charles, me fazendo perguntas no mais puro inglês britanico… e ai ? O que eu faço ? Vi os vários comentários, mas nenhum citou a barreira liguiśtica, ou seja: a Inglaterra só aceita turistas que dominem o idioma deles ?

  • Oi Natasha, muito bom o seu relato. Minha situação é um pouco complicada. Minha companheira está indo para Brighton fazer doutorado pelo Ciencia sem Fronteiras (6 meses). Não posso entrar como acompanhante dela pois esse beneficio é só se ela ficasse por mais de 6 meses. Devo ter que entrar como turista, mas 6 meses é um periodo longo pra comprovar $ em cash e viagens, até porque vou ficar com ela ‘fixo’ num apto…não sei se falar que vou ‘morar’ com ela lá por 6 meses vai ajudar ou atrapalhar. Eu trabalho com internet, não tenho emprego registrado…estou meio perdido,

  • Oi, Natasha! Estou indo ao Reino Unido no mês que vem visitar meu namorado que está no intercâmbio em Swansea, no País de Gales mas como descerei em Londres, tô super tensa com a imigração :( Até porque é minha primeira viagem internacional e estou indo sozinha.

    Meu namorado fará uma carta-convite explicando que ficarei com ele, ele estará me esperando lá no aeroporto. Minhas dúvidas é que eu não tenho conta no banco, você acha que isso será problema? Sou universitária, devo pedir uma declaração da minha Universidade para apresentar lá? E outra coisa, tenho o cartão universitário da credicard que é internacional e o limite é de R$1000,00, você acha que é suficiente além do dinheiro que estarei levando? E eu preciso ter a passagem de trem até Swansea em mãos?

    Me desculpe por tantas perguntas, mas estou muito em dúvida! :(

  • Fui a Londres algumas vezes e não falo inglês. Sempre fui com uma carta convite. Mas quando tive problema em me comunicar, pedi um tradutor e fui prontamente atendida. Espero q tenha Ajudado. Adorei o blog!!!

  • Bom, estou completamente perdida e sofrendo por antecipação!! Em setembro vou visitar uma amiga (se a imigração permitir rs) ela vai fazer uma carta convite pra mim. Vou viajar sozinha, tenho 19 anos, não estou trabalhando nem estudando… Não tenho nada que comprove que eu tenho compromissos aqui… E pra piorar também não tenho cartão de crédito!! O que você acha??? To muito preocupada!!! Beijos

  • Tudo bem, o oficial da Iminigração faz algumas perguntas, o turista, responde e apresenta documentos, além do dinheiro comprovado, estadia paga, passagem de volta na mão, tem o detalhe mais importante, além do passaporte claro ! FALAR INGLÊS..
    Não imagino turistas do mundo todo, ao chegarem ao Brasil, ter que responder perguntas da Policia Federal em Português.
    Não é uma RESTRIÇÃO a mais ? turistas que não falem a lingua da Rainha ?
    Um analfabeto na lingua inglesa seria impedido de entrar no país ?
    Já visitei os Estados Unidos há muitos anos atrás, à época tinha terminado um curso de inglês, deu para eu me virar com o Tio Sam, mas, após longos anos, perdi o interesse em continuar treinando a lingua de Shakespeare, além de um pequeno problema na audição, o que torna dificil entender palavras que não tenham a entonação correta.
    Me explique minha amiga, como contornar este problema, pretendo mesmo nas próximas férias conhecer a capital londrina, no próximo mês, visitarei Santiago do Chile e algumas cidades chilenas.

  • Complementando, sou funcionário público, tenho renda garantida, se for ficar uma semana, viajarei sozinho, com a passagem de volta, hotel reservado e pago, seguro de viagem e 1.000 libras para passar uma semana, e mais um cartão de crédito internacional para possíveis emergencias, e ainda assim me preocupa a alfandega londrina.
    E quero lhe agradecer pelas dicas preciosas, são de grande valia para viajantes, como eu,
    estou acompanhando suas postagens.

  • Oi Natasha… Estou indo para Londres em dezembro visitar o meu namorado e estou morrendo de medo da imigração, ja pesquisei muito e a cada vez fico mais apavorada. Eu pretendo ficar 3 meses, e o meu namorado vai me mandar uma carta convite, eu tenho dinheiro o suficiente para toda a minha estadia vou levar no Vtm e tb um cartão internacional, tenho a passagem de volta ao Brasil e passagens para outros países da Europa e reserva em hoteis. A minha dúvida é se devo dizer ou não sobre visitar o meu namorado, tenho medo de que pensem que estou indo para ficar principalmente porque não tenho como comprovar vinculo com o Brasil porque não vou estar trabalhando e nem estudando, estou pensando que ele é um amigo. Você acha que vou ter problemas?

  • Estou indo passar uns dias em Londres a passeio pra encontrar meu namorado. Não falo inglês, o que faço na imigração?

  • Oi! Primeiramente obrigada pelo espaço pra falar, minha vontade é repetir indefinidamente q to com medo. Pra cada pessoa q eu digo q tenho medo de imigração, de qualquer país, eu ouço: mas vc é funcionária pública! Sei lá se isso pesa pra eles como pesa pra nós, q nao desagarramos nunca de vínculo público… Pois bem: 1) minha chefe so assina coisa em português, e o contra cheque é em portugues. Onde eu poderia mandar traduzir? 2) pesquisei a tradução pra “funcionário público” (municipal, no caso) e tem milhares. Que expressão eu poderia usar pra dizer q sou funcionaria pública? 3) fui a Porto, Paris, Londres (eurostar) e lisboa ano passado, mas agora vou sozinha, só pra londres (apaixonei! eu q sempre tive fixação por Paris, vou atravessar o atlântico novamente pra terra da Rainha). Medooooooooooooo deles pensarem “essa loka quer vir pra ca de vez”. :~~~~~~~ #medo

  • Oi tudo bem? Serei rápida… tenho uma dúvida.
    Vou ficar apenas 18 dias em Dublin… a estadia será do meu namorado que é irlandês, ele fará a carta convite… porém vem minha dúvida em relação ao dinheiro.. apenas 600 euros dá pra eu levar sem problemas? ou mesmo assim cabe ter q60 euros diários?
    Meu namorado comprovando que estará responsável por ajudaria? Ou terei que ter no mínimo Mil euros?

    Por favor aguardo sua resposta…
    Obrigada
    Janete

  • Boa noite, Natasha. Tudo certo por ai?
    Tenho cidadania europeia então posso trabalhar nos países membros. Gostaria de saber quanto e’ em media o salário de um europeu sem graduação. Pretendo passar o ano que vem fora do pais e uma das minhas opções e’ Londres ja que falo inglês e tenho cidadania… porem tudo ira depender da grana que irei gastar la!
    adoraria ler as suas dicas a respeito :)

    obrigada
    abracos

  • Ola Natasha, pretendo ir para Londres em maio nas minhas férias como turista, estou super ansioso em passar pela imigração, ano passado estive em Amsterdam e Paris e esse ano resolvi ir para Inglaterra, pretendo ficar uma semana, vou levar umas 200 libras e cartão internacional, vou com hotel reservado e viagem de volta paga, tenho 36 anos, não tenho a mínima intenção de ficar por lá, meu interesse é só turismo mesmo, vc acha que eles podem dificultar minha entrada? tenho perdido até o sono, rsrs

  • Obrigado Natasha! ja deu uma tranquilizada rsrs

  • Olá Natasha/João
    Ouvi dizer que as leis de imigração estão sempre atualizando e que é bom sempre dar uma olhada no site da embaixada britânica no Brasil e que agora é possível tirar o visto antes, vocês já ouviu ou leu algo do tipo? Pois se possível realmente tirar antes seria uma mão na roda, e viajaria mais tranquilo sem correr o risco de voltar chateado para o Brasilzão véi do meu Deus.
    Vou pra Londres em outubro e conto muito com a ajuda de vocês mais uma vez, rsrsrsrs
    Ah vocês têm algum post do Walkabout? Me indicaram esse pub, sabe me dizer se é bom mesmo?

    Obrigado e forte abraço!

  • Adorei suas dicas!! Meu sonho é conhecer Londres, amo a cultura inglesa! Estou a mais de um ano programando a minha tão sonhada viagem e talvez eu faça algum curso de inglês por um mês que seja, assim tenho mais tempo para conhecer essa cidade maravilhosa como todos dizem. Espero que na imigração seja tranquilo tudo corra bem.
    Beijo

  • Oi Natasha ,me chamo Marilu tenho 61anos e não vou a Londres a exatos, 34 anos desde a minha lua de mel .Tenho viajado pela França pois um dos meus finos fez mestrado em Paris.Este ano resolvi visitar Londres por cinco dias e depois vou para a França.Como vou de Air France ,irei de Paris par Londres de Eurostar e volto para Paris de Eurostar tb. E ai como fica a imigração, já que tivemos esses problemas tão recentes de ataques terroristas? E mais complicado ou não interfere o fato de estar entrando de Eurostar?Mt obrigado e by the way adoro seu blog. Bjs Marilu

  • Olá Natasha, Acompanho seu blog e acho o máximo.
    Vou embarcar dia 09 de julho para Londres e farei escala em Madri. Estou receiosa, pois levantaram a questão que eles são muito rígidos e por eu ter 34 anos e divorciada, posso ser confundida com tráfego de mulheres (medoooo!!!). Vc sabe algo da imigração deles?
    Não falo muito em Inglês e na imigração de Londres posso então levar uma carta em inglês com meu perfil? Ficarei na casa de uma amiga que mora em Londres. Não tenho cartão internacional e estou pensando em levar 1200 libras (ficarei lá 10 dias), 2 dias vou a Paris e levarei 200 euros, o que acha?
    Devo levar do meu trabalho somente a carta do meu chefe? o holerith ajuda?
    Desculpe com tantas dúvidas…
    obrigado!!!

  • Olá! Meu nome é jonata tenho 18 anos e vou fazer uma viagem pra londres no dia 10 de junho de 2015 estou indo somente a passeio na verdade foi um presente que ganhei sempre foi meu sonho visita londres vó sozinho e não falo muito inglês somente o uso do tradutor no celular tenho um pouco de medo quanto a passada pela passada na imigração oque devo fazer?

  • Oi, tdo bem?
    Vc tem um modelo de carta convite?
    Tenho uma prima que mora em Londres, ficarei umas 10 semanas lá fazendo curso de inglês.
    Obrigada

  • Oi de novo,to meio depre e me enfiei no blog a ver coisas sobre Londres,aqui tá frio,to sozinha sem meu quido e gripada,surgiu uma dúvida, tendo passaporte português e um mano morando aí a quase duas décadas terei problemas em entrar no país, pra ficar lógico?
    Aguardo resposta.Obrigada

  • Olá Natasha, vou para Londres dia 15 de junho mas gostaria de levar apenas uma quantia em papel moeda e trocar o resto do dinheiro lá. Preciso fazer uma tradução do meu extrato ou apenas levá-lo normal? Em relação ao cartão de crédito, também é necessário levar um documento que informe o limite?

      • Boa tarde e primeiramente parabéns pelo site, mega interessante! Confesso estar com medo e ao mesmo tempo não vejo a hora! Gostaria de saber sobre o dinheiro, quanto levar, vc aconselha a fazer o cartão para não andar com dinheiro em espécie.. enfim essas coisas relacionadas a dinheiro! E também ostaria de saber se é muito difícil circular pela europa partindo de Londres para conhecer outros países? Se possível sugestões de lugares! Obrigada.

  • Olá Natasha, boa noite!

    Meu nome é Claudio, 21 anos, vou a Londres no fim do ano e tenho as seguintes dúvidas:

    – Possuo vínculos no Brasil (Trabalho + Faculdade) e certamente irei com todos os documentos que eles pedem na imigração. Em qual nível de conversação do Inglês eu devo estar pra conseguir entender o que eles perguntam e responder numa boa, sem solicitar tradutor no aeroporto?
    – Vou ficar 15 dias na Europa, sendo Londres a minha porta de entrada e saída: 3 Dias em Manchester e 3 em Amsterdã e outros 9 aproximadamente em Londres. Pretendo ir a AMS de Manchester através de um voo low-cost. Nesses casos, devo comprar a passagem antecipadamente aqui no Brasil? Caso os agentes questionem, de que forma devo explicar que ficarei alguns dias em Londres, depois vou a Manchester > Amsterdã > Manchester e Londres novamente?
    – 1650 libras + 400 euros no total são suficientes para a viagem? desconsiderando a hospedagem.
    – O meu voo, assim como o de outra usuária que ja comentou aqui, tem escala em Madrid. Nesse caso, eu passo por 1 processo imigratório la? A documentação e exigências são as mesmas de uma pessoa que está ingressando no País ou a forma é diferente, apenas de conexão? Isso pra mim ainda não ficou claro e não sei se voce saberia me responder.

    No mais, o blog é muito bem estruturado e útil, estou gostando.

    Grande abraço.

  • Olá Natasha.

    Estou indo pra Londres no final de julho deste ano para estudar 4 meses. Vou ficar na casa de um amigo e já tenho a carta convite e a carta da escola que vou estudar em londres. Minha dúvida é quanto a comprovação financeira do tempo que vou ficar la. Como minha mãe que irá me enviar dinheiro todo o mês estou levando uma carta em ingles do banco informando a quantia disponível e que tem saldo suficiente pra ela poder me bancar la. Também estou levando 1200 libras no VTM. Você acha que eles podem criar algum problema com esta carta? Quanto ao vínculo no Brasil eu irei me formar agora antes de viajar e portanto não tenho vinculo com a universidade mais. Estava pensando em fazer um carta de vínculo empegatício falando que estou liberado nestes estes 4 meses para aprimorar meu inglês e que retomarei minhas atividades na empresa ao retornar. Meu primo tem empresa e ele disse que poderia fazer a carta pra mim. Acha que vale a pena fazer esta carta ou ir sem comprovar vículo aqui no brasil mesmo? Desculpe tantas dúvidas mas estou um pouco preocupado com esta imigração…rsss

    Aguardo seu retorno.
    Obrigado!

  • Oi Natasha, não sei se você está respondendo ainda mas vamos lá tentar

    Eu to meio em pânico com essa história da imigração…então queria tirar umas dúvidas:

    Eu vou com a minha mãe e um amigo
    minha mãe é aposentada pensionista, eu estou desempregado
    eu estou morrendo de medo de ser barrado por isso, eu vou levar a passagem de ida e volta, a hospedagem também já está paga (13 dias)…mas mesmo assim to com medo, se perguntarem do meu trabalho aqui.

    Outra dúvida, é melhor trocar o dinheiro aqui no Brasil ou trocar lá? Quanto por pessoa você acha bom levar em Libras? Tem alguma dica de onde trocar o dinheiro aqui no Brasil?

    Acho que por agora é só, aguardo uma resposta.

LEAVE A COMMENT