Casa de estudante – Boa opção pra quem fica pouco tempo

Não foi uma, nem foram duas vezes que recebemos emails de leitores que vão para Londres e querem saber nossa opinião sobre as famosas residências estudantis. Porém, como a gente NUNCA ficou em uma, ficava difícil ajudar.

E aí que recentemente, graças à  nossa parceria com a UKstudy, “enviamos” uma amiga minha para fazer um curso de curta duração por lá e ela preferiu optar por esse tipo de moradia. Assim, resolvemos convidá-la a contar para você como está sendo essa experiência. O nome dela é Bruna e abaixo você confere o relato dela… :)

Esperamos que você goste do que ela tem pra contar. Qualquer dúvida, já sabe, né? Griiiita! :) Email, Facebook, Twitter e comentários estão sempre abertos para te ajudar!

Boa leitura. A gente volta no final! ;)

Casa de estudante – Boa opção pra quem fica pouco tempo

Morar em uma casa de estudante como a minha, que mais se parece com um apartamento com muitos flats, é uma boa opção apenas para quem vai ficar pouco tempo em Londres como eu. Em termos financeiros, para os padrões brasileiros, especialmente, morar neste tipo de acomodação custa caro. Já pra quem mora pela Europa, já deu pra perceber pelas conversas que tive, o preço é normal e até barato.

Quando a Nah me convidou pra escrever sobre este assunto eu me senti super confortável, já que já beiravam duas semanas que eu estava aqui em Londres e especialmente porque a partir do décimo dia aqui, meio que eu estava me sentindo em casa. Claro que o tempo vai passando e a gente vai sentindo algumas dificuldades, como a necessidade de lavar roupa e ainda não estar a par de como isso funciona aqui, coisas básicas, hehe.

Fora isso, como disse, me sinto super em casa aqui no meu grande quarto (sim, o meu quarto é enorme!). Bem, eu moro no flat de número 80 no terceiro andar de uma das partes da Donald Hunter House. Na verdade, fora as pessoas que dividem o flat comigo, eu praticamente não vejo ninguém, não há uma área comum para todos os flats, por exemplo. Então é super privado, seguro, confortável, quaseeee como estar em casa mesmo (por um tempo…).

A casa da Bruna durante sua temporada em Londres..

A casa da Bruna durante sua temporada em Londres..

Olha aí parte do quarto da Bruna. Segundo ela, ele é enorme e confortável...

Olha aí parte do quarto da Bruna. Segundo ela, ele é enorme e confortável…

 

... parece mesmo bem gostoso! :)

… parece mesmo bem gostoso! :)

Cozinhona, hein? :)

Cozinhona, hein? :)

Relacionamento com os flatmates

No meu flat moram (ou moravam, melhor dizendo) cinco pessoas. Cada uma com seu quarto. Duas colegas, que inclusive estudavam na mesma escola que eu, já não estão mais aqui. Uma mudou de residência e outra já foi pra casa na Espanha. As outras duas meninas que moram aqui eu praticamente não vejo. Pelas poucas vezes que conversei com elas soube que elas são aqui de Londres mesmo. Uma delas é toda cheia de regras, coloca avisos na porta do banheiro e fica querendo dar algumas lições domésticas, e a outra eu quase não noto a presença…

Com as meninas que estavam morando aqui antes (uma de Portugal e uma da Espanha) a convivência era super legal e pacífica. Alguns dias fazíamos as refeições juntas, chegamos até a fazer uma sopa para dividir nos primeiros dias. Tudo super bem e na paz. Aqui praticamente só se fala em inglês, salvo alguns dias que não conseguíamos nos entender o português e o espanhol rolavam pra facilitar nossas vidas. :)

Conclusões

Em resumo, ficar em um lugar como o que estou vale a pena somente pra quem realmente vai ficar pouco tempo. Todas as pessoas brasileiras com quem conversei acham que pago caríssimo. São 25 libras por dia, o que dá 175 por semana e mais de 700 por mês para ter um quarto individual, pra mim super confortável. A cozinha também é enorme e há dois banheiros dentro do flat. Creio que seja bem diferente de casa de família, em que você tem bem mais regras a seguir… aqui eu chego e saio a hora que quero e me sinto super segura em deixar meus pertences no meu quarto.

A minha casa não fui eu quem escolhi, foi a escola quem indicou. Se for pelo conforto, segurança e privacidade dou quase que nota 10 pra minha casa. Ela só não é muito bem localizada, fica em Forest Gate, um bairro bem simples de Londres, mas que na verdade tem uma ótima ligação com o centro. Em meia hora eu chego na minha escola que fica em Holborn.

Forest Gate não é uma delícia de bairro para passear, mas tem de tudo. Do lado da minha residência tem mercado, loja de artigos para casa, padaria, açougue, Mc Donald’s, Pizza Hut… e também bem pertinho daqui tem um shopping enorme. Caso você que pensa em vir para Londres estudar encontre uma opção de residência mais central, não pense duas vezes. Se não rolar, isso não será um grande problema, eu me viro bem. ;)

Espero que tenha conseguido passar minhas impressões sobre viver em uma casa de estudante de forma clara. Lembrando que essa residência mais se parece com um apartamento. Falo isso porque estive em uma outra residência e ela realmente parecia uma casa de estudante com, vários quartos. Diferente daqui… Menos pessoas e, consequentemente, mais fácil de esbarrar com as outras pessoas em uma única cozinha. Aqui é como se fossem várias residências dentro de uma enorme, se é que dá pra me compreender (hehe).

Até!

Bru Tower Bridge

Bruna.


Pra encerrar

Nah e João na área de novo!

Obrigada pela participação aqui no blog, Bru. Foi muito bom ter sua história contada aqui. :)

Então… deu pra ter uma boa ideia de uma vida em uma residência, né?! A gente concorda com a Bruna que quem vai ficar mais tempo (de 3 meses em diante, por exemplo) não deve escolher esse tipo de acomodação, pois realmente sai mais barato achar um quarto em uma casa ou apartamento, por exemplo, e nesses lugares você se sente ainda mais EM CASA – como foi com a gente. ;)

 

Beijos,
Nah e João.

Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Share Post
Written by

Jornalista, curitibana e coxa doida. Sou completamente apaixonada por Londres e um dos meus maiores vícios é falar sobre a cidade com quem estiver interessado. Tenho sempre cinco livros na cabeceira da cama e milhões de destinos na cabeça. Sou sonhadora por natureza.

Latest comments
  • Achei muuuito bacana esse post! Vou para Londres em 21 de abril desse ano e optei tbm por ficar em residencia estudanntil, porém da propria escola!
    Pelas contas q eu fiz estou pagando bem mais caro q você! 288 Libras por semana!
    Mas tenho ctz q foi uma boa escolha q eu fiz! Fiquei mais certa ainda qdo li esse post!
    Muito obrigada

  • Gostei muito do post também, estou indo em maio, e estou com muitas dúvidas sobre moradia ainda… Eu já tinha me decidido por casa de família pq a escola que estava olhando já não tinha mais residencias. Mas, ouvi tantas pessoas falando mal sobre a casa de família que estou tentando mudar de agencia/escola agora para ver se consigo alguma residência. Porém a que estou olhando é bem carinha também… 170 libras pra dividi um quarto com mais 3 pessoas…
    Esta residência que você ficou Bruna é só da escola ou pessoas de fora podem contratar também? Se puder gostaria que me passasse o contato de lá.

    Obrigada!

  • Eu tive a sorte de ter amigos em Londres, eu moro em casa por 2 meses, altura em que aprendi bastante Inglês, eu estou muito feliz com a experiência, e eu recomendo que todos viagem a Londres é fantástico, e agora com os Jogos Olímpicos tem de ser ainda melhor. Espero voltar em breve, mas para ficar e viver lá. Saudações a todos e obrigado por este artigo me fez aprender mais sobre como estar lá sem amigos.

  • Natasha,

    Parabéns pelo blog. Estou lendo aos poucos.

    Não sei se este é o local apropriado, mas gostaria de deixar o nome do hotel em que fiquei lá em Londres, e que achei ótimo, super bem localizado e, pela qualidade do hotel, relativamente em conta (se é que algo é em conta na Inglaterra…rs).

    O nome é Park Plaza Westminster bridge, fica há duas quadras do Big Ben e uma da London Eye.

    Meu quarto tinha vista para ambos, simplesmente demais!

    Quando tiver um tempinho, faz uma visitinha ao meu blog.

    Beijos,
    Andressa

  • Olà Bruna adorei seu blog, consegui tivar muitas duvidas, eu moro na Italia, sou filha de brasileira com Italiano, tenho uma filha de 15 anos que quer ir estudar em Londres, mas nao conheço nada, estive por 2 dias em Londres e mesmo assim nao tive oportunidade de conhecer escola e moradias, conheci uns italiano que tem uma pizzaria e por conecidencia eles estavam procurando uma moça para trabalhar no periodo da noite, como minha filha completa 16 anos daqui um mes temos que esperar gostaria de saber se vc pode me indicar uma familia ou mesmo um flat que eu possa deixar minha filha, pode ser tb alguem que queira dividir um apartamento, no proximo mes ela completa 16 anos e gostaria de deixar tudo encaminhado, obrigada aguardo resposta.

  • Olá, adorei seu blog, é muito bem feito e explicativo, eu planejo viajar com uma amiga em 2016 pra fazer um curso de inglês, sei q parece cedo demais mas gostariamos de algumas dicas ou indicações sobre os cursos e moradias, será nossa primeira viajem e não queremos cair em ciladas, agradeceria muito se pudesse ajuda, desde já agradeço de coração!

  • OLá gente!! Estou fazendo uma busca frenética pelos sites sobre cursos e moradia na Inglaterra e ainda não estou certa sobre minha cidade de destino. Tenho 26 anos e vou sozinha para passar dois meses. Adorei o site e gostaria de saber de você, Natasha, sobre segurança, já que vou sozinha e sou uma super medrosa. Tipo, parece que casa compartilhada supriria mais minha necessidade de estar “junto” com alguém, mas gostaria de saber como é estar sozinho tipo em Londres, Cambridge, se passar uma sensação de segurança…Pode parecer estranho mas esse é meu medo, me sentir sozinha e insegura.

    Obrigado. :)

LEAVE A COMMENT