EDITORIAS
 

Disney International College Program: o melhor programa de intercâmbio do mundo!

pravernomundoQuando pedem que eu me descreva, algumas características são SEMPRE repetidas. Fora o basicão (jornalista, brasileira, casada, etc.), acrescento, cheeeia de orgulho, que sou coxa-branca (torcedora do Coritiba Football Club, pros não muito chegados em futebol), apaixonada por Londres (que pra você é basicão, eu sei) e Disney Freak!

Pois é, pois é, não nego que Encantada é meu filme preferido (antes era Notting Hill, mas com a chegada da “Giseeele” minha vida mudou. haha), que sei de cabeça as músicas dos clássicos e que, pasme, minha entrada na fomatura (da faculdade!) foi ao som desta belezinha:

Assim, quando descobri, em dezembro de 2005, durante a minha primeira temporada em Londres, que existia um programa de intercâmbio que poderia me dar a chance de trabalhar na Disney por dois meses eu coloquei na cabeça que PRECISAVA conseguir isso. Gente, ter Mickey Mouse como chefe? O que mais eu poderia querer? :)

mickey-mouse

Assim que voltei ao Brasil fui atrás de mais informações e descobri que o International College Program era um programa que apenas a STB (Student Travel Bureau) podia operar no Brasil e que para ter minha chance de viver esse sonho precisava, primeiro, participar de um processo seletivo.

A saga

A primeira etapa desse processo seletivo consiste em uma palestra sobre a Disney (que deixa todos os interessados LOUCOS para conquistar a sua vaga) e, depois, uma entrevista (em inglês) com o pessoal da STB Brasil.

O problema é que não rola palestra em todas as cidades brasileiras (porquené?), e aí que esperar aparecer “Curitiba” na lista por quase dois meses foi deseperador. Tanto é que a apressadinha aqui não quis esperar e decidiu ir pra São Paulo. hihi

Depois de algumas semanas vem o resultado. Nessa primeira etapa ou você recebe um sim ou um não. O meu sim chegou e eu já fui à loucura! Primeira orelhinha conquistada! ºo (deu pra entender? haha)

Alguns meses depois veio a convocação para a segunda palestra (desta vez com os recrutas da Disney mesmo), em São Paulo, e para a entrevista com eles. Como naquele momento todos os possíveis Cast Members (como são chamados os funcionários da Disney) de Curitiba já se conheciam graças à uma comunidade do Orkut (!), alugamos um microônibus e fomos todos juntos pra lá. 

Foi nessa viagem que conheci o meu anjo do ICP 06/07 (International College Programa 2006/2007): a Fabiana Marques, que virou minha roommate e minha grande companheira de viagem. <3

Foi nessa viagem que conheci o meu anjo do ICP 06/07 (International College Programa 2006/2007): a Fabiana Marques, que virou minha roommate e minha grande companheira de viagem. <3

Mais uma vez, a palestra foi linda. Tudo o que sempre ouvi falar sobre o poder da Disney de encantar os clientes ficou visível no palco. E eu, é claro, fiquei ainda mais empolgada.

No fim da palestra recebemos um bilhetinho com o horário das nossas entrevistas, que seriam mais ou menos dali duas horas. Estava todo mundo na expectativa e, querendo ou não, com um certo medinho. Porém, a gente sabia que não existia um número específico de vagas. Se você fosse bem, se gostassem de você, você estava dentro – mas essas resposta só viria mais uns meses depois.

A entrevista e o resultado

Por que você quer trabalhar na Disney? O que você faz? O que você gosta de fazer? Qual função você quer exercer se for selecionada para o programa? Por quê?

Essas foram algumas das perguntas que tive que responder para minha recruta. E, confesso, achei que tinha ido bem. Não estava nervosa, estava feliz, sabia o que responder e meu inglês fluiu tranquilamente. Mas a gente nunca sabe, né?

Isso era lá por agosto (2006) e fomos avisados que o resultado viria só no começo de outubro. Tanto é que todo mundo na comunidade cantava “wake me up when september ends” (acorde-me quando setembro acabar). Claro, era o sonho das nossas vidas naquele momento, a gente queria logo saber se tinha passado, não tinha passado ou ficado em stand by – aguardando uma possível segunda chamada.

E no começo de outubro veio o tão esperado e-mail que além dos parabéns tinha esta mensagem fofa:

disney

E aí, meu bem, foi só alegria. Conquistada a segunda orelha – ºoº – veio a parte chata de tirar o visto e comprar passagem, é verdade, mas depois foi sonhar e planejar a tão esperada realização desse sonho.

É muito, MUITO difícil resumir aqui tudo o que vivi por lá nesses dois meses, mas como meu objetivo com este post é apresentar o programa e todos os benefícios dele, vou tentar resumir alguns dos principais tópicos…

Disney Cast Member: eu fui! :)

Selecionei algumas fotos que mostram como foi minha vida nos dois meses em que fui funcionária do rato mais lindo desse mundo e, nas legendas, conto um pouco mais sobre essa experiência. Acompanhe!

Minha nametag (Natasha - Curitiba - Brazil) e minhas duas carteirinhas (da Disney e do condomínio em que morávamos - o Vista Way) eram meus companheiros TODOS os dias.

Minha nametag (Natasha – Curitiba – Brazil) e minhas duas carteirinhas (da Disney e do condomínio em que morávamos – o Vista Way) eram meus companheiros TODOS os dias.

Esse é o Vista Way, condomínio em que morei nos meus dois meses como Disney Cast Member. Porém, ele não é o único que recebe os casts. Tem ainda o Chatham Square, o The Commons e o Treehouse Villas. E você só descobre onde vai morar quando chega lá!

Esse é o Vista Way, condomínio em que morei nos meus dois meses como Disney Cast Member. Porém, ele não é o único que recebe os casts. Tem ainda o Chatham Square, o The Commons e o Treehouse Villas. E você só descobre onde vai morar quando chega lá!

Tá vendo a portinha marcada? Era a minha casa. Morei no 606 dividindo o quarto com a Fabi (que virou minha irmã!) e a casa com a Bella, a Mari, a Nathália e a Alison (única americana. Quer dizer, teve a Theresa, também, mas essa a gente deixa de lado porque era bruxa. haha). Com a Fabi foi sempre só amor, mas tive meus arranca rabos com a Nathi, principalmente. haha. Mas, sinceramente, hoje eu acho que tudo foi aprendizado e tenho muito orgulho por Mickey Mouse ter colocado até pessoas BEM diferentes de mim na mesma casa. Só cresci com isso! :)

Tá vendo a portinha marcada? Era a minha casa. Morei no 606 dividindo o quarto com a Fabi (que virou minha irmã!) e a casa com a Bella, a Mari, a Nathália e a Alison (única americana. Quer dizer, teve a Theresa, também, mas essa a gente deixa de lado porque era bruxa. haha). Com a Fabi foi sempre só amor, mas tive meus arranca rabos com a Nathi, principalmente. haha. Mas, sinceramente, hoje eu acho que tudo foi aprendizado e tenho muito orgulho por Mickey Mouse ter colocado até pessoas BEM diferentes de mim na mesma casa. Só cresci com isso! :)

Depois de alguns dias de treinamento descobri que trabalharia no Animal Kingdom, mais especificamente no Dinosaur, um brinquedo que não é uma montanha russa (disse isso umas boas centenas de vezes ao longo de dois meses!), mas que faz um passeio por uma floresta de dinossauros e que, sério, é incrível! O melhor brinquedo do Animal Kingdom na minha (nada suspeita) opinião. :)

Depois de alguns dias de treinamento descobri que trabalharia no Animal Kingdom, mais especificamente no Dinosaur, um brinquedo que não é uma montanha russa (disse isso umas boas centenas de vezes ao longo de dois meses!), mas que faz um passeio por uma floresta de dinossauros e que, sério, é incrível! O melhor brinquedo do Animal Kingdom na minha (nada suspeita) opinião. :)

Olha aí os carrinhos do Dinosaur. 12 pessoas sentadinhas (apesar de os grupos de 15 anos de brasileiras quererem SEMPRE colocar 18. JURO!) pra curtir uma viagem no tempo e conhecer lindos e assustadores dinossauros. #aisaudade

Olha aí os carrinhos do Dinosaur. 12 pessoas sentadinhas (apesar de os grupos de 15 anos de brasileiras quererem SEMPRE colocar 18. JURO!) pra curtir uma viagem no tempo e conhecer lindos e assustadores dinossauros. #aisaudade

E como Cast Member também é gente, todo dia, no fim do expediente, era nossa vez de se divertir. Eu sabia de cor e salteado todas as falas do brinquedo, mas mesmo assim me divertia TODAS as vezes que era "guest" no MEU brinquedo. :)

E como Cast Member também é gente, todo dia, no fim do expediente, era nossa vez de curtir o Dinosaur. Eu sabia de cor e salteado todas as falas do brinquedo, mas mesmo assim me divertia TODAS as vezes que era “guest” no MEU brinquedo. :)

Nos dias de folga (que eram geralmente dois por semana), eu me mandava pros outros parques. Afinal, a gente tinha entrada livre para todos!

Nos dias de folga (que geralmente eram dois por semana) eu me mandava para os outros parques. Afinal, a gente tinha entrada livre para todos!

Além de ir em todos os brinquedos, comprar umas coisinhas fofas (tínhamos 20% de desconto nas lojas) e comer umas delícias, eu ADORAVA, ADORAVA mesmo tirar foto com os personagens. Quem curtia os day offs comigo tinha sempre que me acompanhar nas filas, <3

Além de ir em todos os brinquedos, comprar umas coisinhas fofas (tínhamos 20% de desconto nas lojas) e comer umas delícias, eu ADORAVA, ADORAVA mesmo tirar foto com os personagens. Quem curtia os day offs comigo tinha sempre que me acompanhar nas filas, <3

Ah, as paradas... Eu sou APAIXONADA por elas. Essa era a das 15h do Studios, onde a Fabi trabalhava...

Ah, as paradas… Eu sou APAIXONADA por elas. Essa era a das 15h do Studios, onde a Fabi trabalhava…

... a Fabi e a Thatali, minha amiga DA VIDA que virou Cast Member por minha causa e quem pouco vi por lá (ratinho colocou-a em outro condomínio, outro parque, com outros horários. =/). Mas, não dá nada, a amizade continua a mesma - ela foi nossa madrinha de casamento. Mickey Mouse não conseguiu nos separar. Rá. Luv u, Thatali.

… a Fabi e a Thatali, minha amiga DA VIDA que virou Cast Member por minha causa e quem pouco vi por lá (ratinho colocou-a em outro condomínio, outro parque, com outros horários. =/). Mas, não dá nada, a amizade continua a mesma – ela foi nossa madrinha de casamento. Mickey Mouse não conseguiu nos separar. Rá. Luv u, Thatali.

Mas como boa workaholic, meus dias de folga não eram apenas pra descanso, não. Eu fazia hora extra em outros parques e AMAVA. Era ótimo vestir outras costumes (uniformes!), conhecer mais casts, atender mais guests e, é claro, ganhar um dindin a mais. hihi. E aí a Fabi tinha que registrar euzinha pronta pro novo trabalho. Thanks, roomie, you're the best! :)

Mas como boa workaholic, meus dias de folga não eram apenas pra descanso, não. Eu fazia hora extra em outros parques e AMAVA. Era ótimo vestir outras costumes (uniformes!), conhecer mais casts, atender mais guests e, é claro, ganhar um dindin a mais. hihi. E aí a Fabi tinha que registrar euzinha pronta pro novo trabalho. Thanks, roomie, you’re the best! :)

Ao fim dos dois meses, Mr. Mouse preparou uma festança de formatura pra gente. Todo mundo ganhou seu chapeuzinho, certificado, e pode dar um abraço final no chefinho mais amado de todos os tempos...

Ao fim dos dois meses, Mr. Mouse preparou uma festança de formatura pra gente. Todo mundo ganhou seu chapeuzinho, certificado, e pôde dar um abraço final no chefinho mais amado de todos os tempos…

... foi o dia de deixar as desavenças de lado, olhar as diferenças como aprendizado e comemorar a sobrevivência. haha. Vou levar minhas roomies no coração pra sempre. :)

… foi o dia de deixar as desavenças de lado, olhar as diferenças como aprendizado e comemorar a sobrevivência. haha. Vou levar minhas roomies no coração pra sempre. :)

Daria pra postar aqui mais muitas e muitas fotos. Foram dois meses de extremo aprendizado e de uma experiência que vou levar na memória o resto da minha vida. Fiz grandes amizades, aprendi na prática conceitos de atendimento a cliente, encantamento, fidelização, etc., e fiz a magia acontecer. E isso é bom demais!

No site da STB (clique aqui) você tem acesso a informações detalhadas sobre o programa e sobre outras oportunidades de trabalho oferecidas pela Disney para brasileiros. Vá lá, fuce e anime-se. Além disso, acesse este e este blogs. Eles contêm relatos detalhados da vida como Disney Cast Member e com certeza vão contagiá-lo. Não tenho dúvidas de que o resultado de ser um (ou uma) Disney Cast Member será excelente. :)

thanks

ICP 2013/2014

O processo seletivo deste ano ainda não começou. Então dá tempo de você se planejar e se preparar para ser um Disney Cast Member. Segundo a STB, começa em maio. Então, favorite a página deles e fique de olho nas atualizações. Assistir às palestras é o primeiro passo para, no fim do ano, embarcar pro melhor intercâmbio do mundo.

Não detalhei as funções que você pode exercer lá, custos do intercâmbio, quando você pode ganhar porque o post ficaria imenso e porque já se passaram seis anos desde que eu fui. Mas aqui e aqui você conhece tudo direitinho. Não deixe de ler.

E se ficar alguma dúvida que você acha que eu posso responder, pode me procurar deixando um comentário aqui (ADORO. hihi), mandando e-mail (contato@praveremlondres.com.br) ou falando comigo pelo Facebook ou pelo Twitter do blog. Será um prazer ENORME ajudar. ;)

msg-final

Beijobeijo e muito pixie dust pra você,

Nah.

Dê vida ao Pra Ver em Londres. Comente!

Written by

Jornalista, curitibana e coxa doida. Sou completamente apaixonada por Londres e um dos meus maiores vícios é falar sobre a cidade com quem estiver interessado. Tenho sempre cinco livros na cabeceira da cama e milhões de destinos na cabeça. Sou sonhadora por natureza.

Latest comments
  • ‘…mas essa a gente deixa de lado porque era bruxa!’ eu ri fdoasfuosdiufosduofasdf

    Que linda experiência Nati, e não tenho dúvidas que tu deve ter trabalho no melhor brinquedo, I love dinosaurs :$ hahahaha <3

    Que fofas você e a Thali juntas \o/ não consigo pensar em uma de vocês sem me lembrar da outra e da super amizade que vocês tinham no colégio e tem até hoje, lindo lindo :D

    Beijo Beijo!

  • Ai, que saudades de tudo!! Eu lembro que teve maior caravana de Curitiba na primeira entrevista!

    Eu lembro muito da Fabi na Coaster! E não sabia q vc tinha sido roomie da Bella. Ela é figurinha carimbada nas minhas fotos tbm, hehe
    Beijos

  • Naaaahhh!! Deixei a musica rolar, li seu excelente texto e choreeeei (sim, sou chorona)!! hahahah Vc não mudou naaaada amiga (bom um elogio desses hein?) que delicia a realização deste sonhoooo!!! Melhor ainda é ter conquistado amizades maravilhosas e ter vivido esses dois meses mágicos!!!!!!!! POST maravilhooooso! amei!!!!!

  • Oiiii!! So uma pergunta!! A fluência no inglês é obrigatória????

  • Olá Natasha, me alegro muito, quando vejo alguém realizar o sonho! Sinto como se fosse eu. Deixei o tempo passar de mais, meu sonho é trabalhar nos EUA. Mas o tempo foi passando, veio casamento os filhos. Filhos… Ah os filhos, sempre em prioridade. Mas sabe que ainda sonho! Mas infelizmente não falo inglês, Já estou com 46 anos. Pronto ficou quase impossível, eu disse quase! KKKK. Queria te perguntar. Você sabe me dizer, se existe alguma luz lá no túnel pra mim? Sei tudo de cozinha, trabalho com festas. Não é nem pelo dinheiro, mas sim po estar num País diferente, costumes e língua diferente, sem contar que eu AMO a Disney. Se puder me responder eu agradeço. Abraço Elisa.

  • Você acha que é muito difícil de conseguir passar pelo processo seletivo? Vou tentar junto com uma amiga o ICP 2015/2016, mas morro de medo de não conseguir. Um amigo meu que fez, falou que nós nos encaixamos no perfil que eles querem e tudo o mais, mas meu inglês não é muuuito fluente (me formei no cursinho de inglês, mas fiquei 2 anos sem praticar, então arranho um pouco no falar) então ainda tenho esse medinho :p

  • Olá, pesquisando sobre o ICP eu achei o seu blog, e me agradei muito, tenho duas situações em que acho que você pode me ajudar….. primeiramente, eu faço Wizard, estou no final do 2º Ano, sendo que o curso todo são 6 livros, consigo traduzir e interpretar textos até que bem pelo tempo de inglês que tenho, mas não entendo nada quando ouço alguém falando pessoalmente ou pela TV, e não acho minha dicção muito boa, então eu gostaria de saber qual a forma que você chegou a fluência de inglês para passar na entrevista, há algum livro ou algo que possa me ajudar?? pois eu me agradei muito com essa modalidade de intercâmbio e se tornou um sonho para mim. A outra dúvida é: qual a idade limite para se candidatar no ICP??? pois irei entrar na faculdade em 2015, mas já estou com 20 anos para 21, irei fazer Jornalismo também… por três anos ajudei meu pai com o comércio dele, agora vou correr atrás dos meus sonhos. Parabéns pelo Blog…

  • oi, sem que tudo foi incrivel e me interessei mas qual foi o custo que você teve, com passagem visto e as duas primeiras semanas? e quanto a disney pagava por semana? dava pra se manter la ou faltava money?

  • Oi Natasha,
    Eu sou a Andressa, dia 16 de maio participarei da primeira palestra para o programa. Ler a sua experiência me deixou ainda mais ansiosa, quero muito participar desse intercâmbio, é o meu maior sonho. Se você tiver alguma dica para me dar eu agradeceria, bjs.

LEAVE A COMMENT