EDITORIAS
 

Quantas libras por mês um estudante precisa para sobreviver em Londres?

Fazer uma viagem internacional pra estudar exige muito planejamento, principalmente quando o destino é um país que gosta de complicar a vida dos estudantes que pensam em trabalhar para bancar sua sobrevivência – como é o caso do Reino Unido.

Para se ter uma ideia, até o início de 2010 um estudante podia trabalhar legalmente em Londres por 20 horas/semana. Mas em fevereiro o governo britânico reduziu a carga para míseras 10 horas (UPDATE EM 27/02/2013: Hoje, o visto de estudante NÃO permite trabalho. Nem uma horinha!). E a tendência é que isso piore ainda mais.

Recém eleito primeiro-ministro, David Cameron declarou inúmeras vezes durante sua campanha que iria apertar ainda mais o cerco contra a imigração. Ou seja, em hipótese alguma pense em vir com pouca grana porque “lá eu arrumo alguma coisa pra me manter”.

Não vou entrar no assunto dos trabalhos ilegais porque esse não é o objetivo do Pra Ver em Londres. É melhor deixar o jeitinho brasileiro do outro lado do Atlântico.

O salário mínimo no UK varia conforme a idade. Vamos aos números.:

VALORES DE 2010:

  • Menores de 18 anos: £3,57/hora
  • De 18 a 21 anos: £4,83/hora
  • A partir de 22 anos: £5,80/hora

VALORES DE 2013:

  • Menores de 18 anos: £3,68/hora
  • De 18 a 20 anos: £4,98/hora
  • A partir de 22 anos: £6,19/hora
  • Aprendizes de até 19 anos ou com 19 anos em seu primeiro ano: £2,65/hora

Com qualquer emprego que estudantes costumam pegar (faxineiro(a), auxiliar de cozinha, garçom/garçonete, panfleteiro(a), babá, etc) você dificilmente vai ganhar muito mais do que o mínimo.

Cenário realista (baseado na vida em Londres em 2010, quando estudantes podiam trabalhar legalmente!):

Digamos que você tenha 22 anos, consiga um emprego (isso não é tão fácil quanto muitos imaginam) e ganhe £6 por hora.

  • 1 semana = 70 libras
  • 1 mês = 240 libras

O que você consegue fazer com esse dinheiro

A moradia em Londres é caríssima. Por um quarto na Zona 2 (próximo ao centro) você paga o preço que pagaria pelo aluguel de um apartamento de dois quartos numa região central de qualquer cidade brasileira.

Os mais baratos custaram a partir de £50 por semana (por cabeça, em uma casa dividida com outras pessoas) – mas são verdadeiras espeluncas. O mais provável é que encontre uma moradia digna (de novo, em uma casa dividida!) na faixa dos £70 a £90 por semana.

DICA: Os melhores sites para encontrar sua casa são o Gumtree, o Starsflats e o SpareRoom. A revista Leros também tem uma área interessante para procurar quartos. Não perca tempo em outros porque em algum dos dois você vai achar algo interessante.

Não preciso nem dizer que seu salário já foi, não é? E você ainda não comeu e nem se locomoveu. Sentiu o drama?

Pois bem. Se você não tiver um “Paitrocínio Platinum”, comece a guardar dinheiro muito antes de viajar, porque por mais que consiga trabalhar legalmente, será impossível se manter. (Lembre-se: em 2013, com visto de estudante, NADA de trabalho legal!)

Se não se planejar terá que usar a criatividade pra descolar uma grana

Se não se planejar terá que usar a criatividade pra descolar uma grana

Os custos mensais na ponta do lápis

Vou apresentar os números com base no que estamos gastando (2010!) – isso inclui um bom quarto na Zona 2 e comida comprada no supermercado e feita em casa.

O cenário é o seguinte:

  • Aluguel: £300/mês por cabeça, em uma casa dividida;
  • Transporte: £69,20/mês (para transitar livremente entre as Zonas 1 e 2 com o Oyster Card para estudantes) UPDATE: Clique aqui para ver os valores atualizados do transporte;
  • Alimentação: £50/mês (fazendo comida em casa, porque comer fora é caríssimo) UPDATE: a gente comprava no Morrison’s e na maior parte das vezes comprava a comida do próprio mercado. Que era mais barata. E mesmo assim era de qualidade! Não vivíamos a pão e água. Garantimos! ;)

Somente para dormir, comer e se locomover você já gastou £419,20. Agora pense que você está em Londres. O apelo ao consumo é muito forte. Seja para conhecer as atrações turísticas, ir a eventos culturais , fazer compras, tomar umas pints em algum pub e viajar para outras cidades ou países.

Não recomendo que você venha sem ter (no mínimo) £700 libras por mês – cerca de 2100 reais. Com esse dinheiro você consegue viver bem e ainda contar com alguns pequenos luxos.

Nos próximos posts vou falar sobre quanto, em média, você gasta no pré-viagem: curso de inglês, passagem, visto, traduções, etc.

Até lá.

 

PS: Como este blog é pessoal, utilizamos como base para estes números os NOSSOS gastos. Não somos pessoas consumistas, vivemos bem com pouco e somos felizes assim. Leve isso em consideração na hora da leitura, ok? :)

Dê vida ao Pra Ver em Londres. Comente!

Written by

Jornalista, 31 anos. Vivendo na Itália. Autor do Pra Ver no Mundo e sócio da London, agência de marketing de conteúdo. Vejo o home office e a vida de viajante como um estilo de vida.

Latest comments
  • Bem legal esse post. Meu maior problema com viagens é justamente o planejamento, imagina só quando não for apenas um passeio…
    Seria legal ver mais para frente posts sobre espaços por aí e algumas impressões sobre a imprensa também.

    Enfim, pitaco de quem é mais leitor que “comentador”. =)
    Abraços e saúde aos dois.

  • Pois é… eu penei pra achar emprego… e acabei não achando.
    Mandei mil currículos… e os empregos não eram grandes coisas. Tem q ter saco pra trabalhar de “cleaner”, como eles chamam ou se der sorte um PUB, servindo a moçada. É trampo pesado, conheci amigos que trabalhavam.

    Acabei arrumando uma BIKE de levar turistas que era um trampo punk, não consegui ganhar muito mas tinha uma galera q tirava uma grana. Tem q ter pernas, espírito aventureiro e bolas.

    O interessante é a época que se chega lá… o início de verão é quando aparecem muitos empregos. Mas vem muita gente da europa passar alguns meses… Pelo menos essa foi minha experiência em londres.

    Sucesso pra John e Nathy. rsrs
    abçs

  • Acho que eu fui numa boa época.
    Mas assim, se voce está estudando em uma escola legal, é bem possivel que eles te forneçam uma reference letter (o que facilita MUITO).
    O que eu mais pagava barato é pra comer mesmo, relativamente falando.
    Com o tempo voce vai acostumando a economizar com transporte andando de bus.
    Dependendo de onde estiver na zona 1, pode ser mais facil, rapido (principalmente se voce precisa passar por zilhoes de corredores, escadas rolantes e trocar de trens para chegar aos destinos) e barato andar de onibus do que metro.
    Enfim, boa sorte ai.

  • Oii

    E se, a pessoa já estiver indo com o curso e a moradia pagos do Brasil e ainda tenha direito a 2 refeições por dia( o café-da-manhã e o jantar). Qnt se gasta para transporte, lazer e compras??

  • Ola, tudo bem? Então eu to indo para londres ano que vem, acho que mais provavel no meio do ano, então estou vendo desde já tirar passaporte (não tinha ainda, minha primeira viagem internacional), quero passar 6 meses estudando inglês, meu inglês e basico, vou por uma agência, com o curso pago e a moradia por um mês, minha mãe vai me mandar entre 400 a 600 libras por mês, o que mais estou com medo e de não conseguir um emprego qd chegar, ou depois de 2 meses. e se eu quiser ficar mais tempo qd acabar meu curso, fazer outro, posso prorrogar o visto? Como é feito?
    abraço aos dois

    • Olá, Jarbas!

      Essa quantia de dinheiro que sua mãe vai mandar já vai te ajudar bastanteee (já que você já tem moradia paga por um mês).
      Você pode conseguir um emprego em dois meses, mas como não é certeza, traga uma reserva para garantir as coisas. Como você tem tempo até a viagem, uma poupancinha pode ajudar! ;)

      A respeito da prorrogração do visto… Escreveremos um post sobre isso, ok?

      Abraços,
      Natasha e João.

  • Olá,
    50£/mes para alimentação é um pouco optimista. eu já vivi em Londres durante 3 anos e isso é viver na miséria. são apenas 1,66£/dia. E temos de tomar pequeno almoço, almoçar e jantar. e diria que um quarto por 300£/mes na zona 2 (para o transporte ser só 70£) também é um valor optimista.

    • Olá,

      Isso foi bem no começo da nossa viagem. Realmente está um pouco desatualizado.
      Mas gastávamos pouquíssimo em comida mesmo. O Morrison’s era barato e a gente só cozinhava em casa. Fazíamos umas duas compras de 50 libras por mês no mercado. ;)

  • Olá,eu já tenho um inglês avançado e irei tipo “finalizar” ele em Londres,vou por uma agência de intercâmbios,vou ficar em uma casa de família e a duração vai ser de dois meses.Qual valor mais ou menos seria necessário pra minha sobrevivência..contando com presentes,viagens e essas coisas. Desde já obrigado!!!

  • Oi Natasha , sou estudante de Engenharia Civil e ano que vem pretendo ir pra essa cidade maravilhoooosa pra estudaar ! queria pedir que você fizesse um post mais atualizado sobre o assunto !! vou ganhar do governo 870 libras pra viver ai ! oq me diz ? é um bom valor ?

    • Olá, Carmem! Tudo bem?

      Que legal que vem pra cá com esse financiamento. Um privilégio e tanto! :)

      Olha, é muito difícil falar sobre valor necessário para viver porque depende muuuito do seu estilo de vida.
      Me diga uma coisa: você já terá acomodação garantida ou terá que pagar com esse dinheiro? Se terá que pagar pense que pode gastar coisa de 400 libras por mês com aluguel. Aí mais transporte, alimentação e passeios, ficaria difícil se manter só com isso. É um valor legal, mas tendo que tirar dele sua acomodação poderia complicar.

      Vamos preparar um novo post, sim. Pode deixar. ;)

      Beijos

  • oLá!
    Estou indo a Londres fazer um intercâmbio de 1 mês em janeiro/2014, considerando o post sendo de 2010 gostaria de saber quanto você acha necessário levar agora. Já tenho a residencia estudantil paga.

    • Olá, Vanessa. Tudo bem?

      É complicado falar em custo de vida porque depende muuuuuito de estilo de vida/viagem.
      Um bom ponto de partida é este post que fizemos para o nosso parceiro Flex Câmbio: http://blog.flexcambio.com.br/index.php/7-dias-em-londres-quanto-levar/
      O post é pra quem vai ficar 7 dias em Londres, mas com certeza vai te ajudar a ter uma noção básica de custos por aqui. ;)

      Beijos

  • A informação que o visto de estudante não deixa mais trabalhar esta equivocada. Se for curso superior tem direito a trabalhar / estagiar part time durante os estudos e full time no período de férias. No site do home office explica todos os casos certinho.

    • É que aqui falamos de cursos de inglês, Gabriela. Nestes cursos o visto não permite mesmo. ;)
      Mas obrigada por compartilhar essa informação aqui.

  • Olá,
    Estou planejando ir para londres e ficar um mês fazendo curso de inglês. Em qual escola vocês estudaram? Valeu a pena o curso? E qual foi o valor?

    Eu pretendo ficar esse um mês fazendo compras em mercado porque a ultima vez que fui achei os restaurantes caros. 50 libras em compras de mercado é suficiente para uma pessoa em um mês?

    • Oi, Barbara! Tudo bem?

      A gente estudou primeiro na Rose of York e depois na The English Studio. Se você quiser falar sobre elas e conhecer outras opções dá um grito que a gente te ajuda nisso. ;)

      Cooom certeza sai muito mais barato comer em casa. 50 libras é um orçamento apertado. Acho mais garantido pensar em 100!

      Qualquer dúvida grita.

      Natasha

      • Olá!

        Estou pesquisando justamente sobre as escolas Rose of York e a The English Studio… Vc poderia me dar informações sobre as duas.
        Desde já agradeço… :)
        Giane

        • Oi, Giane. Tudo bem?

          Gostamos MUITO da Rose of York. Ela tem tudo que a gente busca em uma escola de inglês: professores bons, colegas de diferentes nacionalidades, preço competitivo (não é das maaaais baratas, mas também está longe de ser das mais caras), excelente localização, boa estrutura, bastante atividade de integração, etc.

          Já a The English Studio não nos satisfez. Não sei se demos azar, mas nossos professores não foram os melhores do mundo, tinha muito brasileiro na nossa sala (o que é legal porque a gente faz amigos, mas não é muito bom para o aprendizado, né?), a estrutura da escola era bem precária… enfim, não curtimos. É beeeeem mais barata, mas não acho que vale a pena economizar nesse sentido quando se busca aprimorar o inglês. ;)

          Espero ter ajudado.

          Abraço!
          Natasha

  • Estarei indo para londres, porém ja com acomodação garantida, umas 700 libras dá pra passar um mês tranquilamente por ai né? Contando que já estou com meu cartão de crédito garantido. Mas o porém é que pretendo visitar Paris por um final de semana, o que você recomenda?

  • Oi João e Natasha!
    Pretendo ir para Londres até o final do ano para estudar inglês.
    Vc poderia me indicaria alguma escola (não com cultura muito gramatical, rs)?

    Muito bom o site!
    Obrigada!
    Carol

  • Boa tarde!
    Sou estudante de Ciencias Contábeis. Começo de 2017 pretendo ir para um intercambio na inglaterra, com intenção de aprender a lingua principalmente. Ja que aqui no Brasil os melhores cargos para a area é exigivel o ingles. Gostaria de saber se vocês podem me ajudar a ter uma base de quantos gastaria aproximadamente. Não tenho nada ainda de moradia nada e nem o curso hehehe…alguns Dados que eu imagino que gastaria ae…(O intercambio seria de aproximadamente 6 meses)

    -visto, passagem (despesas com viajem)
    -curso
    -moradia
    -alimentação
    -transporte
    -lazer (basico)
    -roupas
    -outros(…)

    E não entendi muito bem, mas é possivel que eu consiga fazer algum tipo de trabalho no país?

    • Olá, Leonardo. Tudo bem?

      Que legal que você já está planejando uma viagem para 2017. Com certeza esse planejamento antecipado lhe ajudará a fazer um intercâmbio incrível! :)

      Bom, é difícil falar em custos porque depende muito do seu estilo de vida e de algumas opções que você vai fazer antes de embarcar.

      Pra te dar uma ideia:

      – Visto: Até seis meses não precisa tirar o visto antecipadamente. Tira na entrada do país. Ou seja, não tem custo.

      – Passagem: Depende muito da época do ano (e também da cotação do dólar). Já paguei R$ 1.000 IDA E VOLTA, mas também já paguei cerca de R$ 3.000! Ou seja, vale a pena pesquisar, pesquisar e pesquisar. Nem sempre comprar com antecedência é um grande diferencial…

      – Curso: Tem curso de tudo quanto é preço em Londres! Você precisa analisar o que considera mais importante (se é preço, se é qualidade, se é localização, etc.) para encontrar uma opção bacana. Falamos sobre o que consideramos importante avaliar em uma escola neste post: http://praveremlondres.com.br/2010/06/08/learning-english-in-london-como-escolher-uma-escola-para-fazer-seu-curso-de-ingles/

      – Moradia: Também tem muito preço variado – depende de se você quer morar sozinho ou dividir, se quer morar na zona 1 ou não se importa de ir para longe. Mas este post pode te ajudar a ter uma ideia de preços: http://praveremlondres.com.br/2014/03/18/custo-de-vida-em-londres-tudo-o-que-voce-precisa-saber-aluguel/

      – Alimentação: Também varia muito – se você vai comer em casa, vai comer na rua, se quer fast food, se prefere comer melhor… Se for comer em casa, este post ajuda a ter uma ideia de custos: http://praveremlondres.com.br/2014/02/19/custo-de-vida-em-londres-os-melhores-supermercados-e-precos-de-diversos-itens/

      – Transporte: Até 2017 os preços não serão os mesmos de hoje. E, mais uma vez, seus gastos vão depender de onde você mora (ir da zona 9 para o centro é bem mais caro do que gastar só na zona 1 e 2, por exemplo). Também temos um post que detalha isso: http://praveremlondres.com.br/2015/02/09/metro-de-londres-tudo-o-que-voce-precisa-saber/

      – Lazer, roupas e outros: Não dá pra opinar! Isso vai muito do perfil de cada um. Mas há muita coisa bacana e gratuita pra fazer em Londres, assim como há bastante programa caro que vale o investimento. Tem que ver o que é prioridade para você. Sobre roupa, Primark é baratíssima e outras fast fashions (tipo H&M) têm pechinchas se você procurar bem, mas também tem muita coisa cara. É, mais uma vez, uma questão de prioridade.

      Se você entrar com visto de estudante visitante (esse que não precisa tirar antecipadamente), NÃO pode trabalhar!

      Espero ter ajudado. Qualquer coisa grita.

      Abraço!

LEAVE A COMMENT