Road trip 1: stonehenge

Pegar a estrada é sempre bom! E quando se trata de viajar em um dia ensolarado, para um lugar novo e misterioso e com boas companhias isso se torna ainda melhor. Por fim, fazer tudo isso dirigindo ao contrário pela primeira vez é sensacional.

Nos últimos dias recebemos a visita da Nica (colega de faculdade da Nah) e do Leo, seu namorado. Eles estão fazendo um mochilão pela Europa e ficaram quatro dias em Londres. Nas discussões sobre o que fazer e pra onde ir surgiu a ideia de conhecer Stonehenge, as misteriosas pedras que atiçam a curiosidade do homem há milhares de anos.

Com a ideia na cabeça, só faltava um carro na mão. Mas isso foi tranquilo. Alugamos um Ford Fiesta por £71 a diária (já com taxas) e caímos na estrada.

Como só eu estava com carteira de motorista tive que fazer o “sacrifício” de dirigir pelas motorways inglesas. Que experiência! Sobre a carteira, vale lembrar que a licença brasileira pode ser usada aqui por até 12 meses do período em que chegou. Não precisa traduzir e nem tirar a internacional.

british way
british way

Confesso que no início foi um tanto complicado trocar as marchas com a mão esquerda e lembrar que a mão inglesa é regra. Mas passado o período de adaptação fica tudo bem. Exceto por alguns pequenos deslizes – como perder uma calota por subir no meio fio – que mais tarde viram risadas e histórias pra contar.

Saímos da locadora e buscamos a saída da cidade apenas com um mapa da região central de Londres e um das estradas na mão – os caras não tinham mais GPS disponíveis. Parecia que isso seria uma dureza, mas não foi. As ruas e estradas são muitíssimo bem sinalizadas.

A viagem até Stonehenge não chegou a levar duas horas. As rodovias eram impecáveis e sem nenhum pedágio – exatamente o que se espera de qualquer país sério.

Chegando em Stonehenge

Stonehenge fica próxima de Amesbury, uma pequena cidade interiorana onde o tempo parece passar devagar. Sem muito pra conhecer por lá, tocamos para as esperadas pedras. Pra nossa surpresa elas ficam na beira da estrada e podem ser vistas já de dentro do carro.

a primeira visão de Stonehenge
a primeira visão de Stonehenge

A primeira impressão foi incrível. Pra resumir, eis o meu pensamento na hora: caralho, que doidera!

Paramos o carro e adentramos a região onde estão as pedras. Aos desinformados bom lembrar que é preciso pagar £6,90 para entrar. £5,90 se você for estudante. Também existe uma taxa de £3 para estacionar, mas eles devolvem o valor quando você compra o ingresso.

Lá dentro a cena clássica de qualquer lugar famoso. Centenas de turistas. Fácil de entender por que as pedras são protegidas por uma corda que mantém todos afastados. Somente no dia do solstício de verão é possível chegar perto. Nossa amiga Lara esteve lá e conta aqui como foi a incrível experiência.

Explicar o que é Stonehenge é difícil. Pra alguns pode ser apenas um amontoado de pedras com várias faltando. Mas para muitos, e nós estamos incluídos nessa, se trata de uma viagem transcedental pela história da humanidade. Os registros apontam que as pedras foram erguidas em três etapas, entre os anos 3000 a 1100 antes de Cristo.

stonehenge: do inglês arcaico "stan" = pedra, e "hencg" = eixo
stonehenge: do inglês arcaico “stan” = pedra, e “hencg” = eixo

O real motivo de sua existência é ainda inexplicado, mas três teorias dividem a opinião dos historiadores:

  • Relógio astronômico
  • Templo para cultuar o sol
  • Espaço para rituais sacrifícios
reconstrução de como seria a forma original de Stonehenge
reconstrução de como seria a forma original de Stonehenge

Entendeu a doidera?

Pra mim, estar em Stonehenge foi um privilégio. Conhecer um lugar com tanta história e com tanta energia foi algo que, sem dúvidas, irá marcar pra sempre. Até vale a dica: se você não for muito chegado nessa coisa de história, mistério e boas energias talvez nem curta muito o local. Pois, falando de forma objetiva, não passa mesmo de um amontoado de pedras com muitas faltando.

Mas nós recomendamos, e muito, a viagem. Principalmente se você for de carro curtindo uma road trip de primeira com seu amor e amigos.

essa é uma daquelas fotos que serão lembradas com um sorriso daqui 50 anos
essa é uma daquelas fotos que serão lembradas com um sorriso daqui 50 anos

No meu próximo artigo escrevo sobre a viagem de volta e as cidades que conhecemos. Uma delas absolutamente incrível!

Até lá.

Serviço:

Onde alugar o carro (melhor preço entre todos quando pesquisamos)

Informações sobre Stonehenge

Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Parceiros

Booking.com

Siga-nos

47 thoughts on “Road trip 1: stonehenge

  1. Nossa, muito legal !
    Tem uma música do The Police que chama Fields Of Gold, que fala de um campo dourado ( Sério ?! xD ) que fica perto de Amesburry, e deve ser muito bonito. =D

    1. Opa, obrigada pela dica, Murilo!

      Vamos procurar informações sobre esse lugar e quem sabe um dia passamos por lá e escrevemos um post bacana, né?

      Beijos,
      Nah.

    1. Que bom que os posts te dão essa vontade, Franco; o objetivo é esse mesmo!! =)
      E quando vier pra cá sabe que tem um quarto na casa da irmã mais velha, né? hehehe

      Beijos.

  2. Eu sempre gostei de história e civilizações, esse é um passeio que não faltará na minha lista, continuem postando, o blog tá cada dia melhor, Abraços!!

  3. muito bom, stonehenge é mais que uma doidera faz parte da historia da Inglaterra. PESSOAL que tal um post sobre os metros de londres, pois fiquei totally lost por 2 dias seguidos, não é facil parece São Paulo.

    abraços e continuem com o ótimo trabalho

    1. Obrigada pela sugestão, Nanda. Prepararemos algo neste sentido em breve, ok?! =)

      Sempre que quiser sugira assuntos a serem abordados no blog; isso nos ajuda a fazer um trabalho cada vez mais legal para vocês.

      Nah e João.

  4. Eu tb sou fã dessas coisas de civilações antigas e tals. E, como sempre, o post tá bem bacana!

    Continuem, a repercussão do blog é fruto dos posts de boa qualidade! ;)
    Abraço procêis!

    1. Valeu, Douglas!!! ;)

      O que mais nos dá forças pra continuar a fazer um trabalho legal é ver que gente que nós nunca vimos na vida elogiam o que fazemos e estão sempre esperando mais.
      Além disso, ver ex-colegas de trabalho, de escola, de facul, da vida comentando nossos posts também é bom demais! =)

      Obrigada por estar sempre conosco e por nos indicar para os seus amigos também!

      Beijo da Nah e abraço do João!

  5. Olá!!

    Adoro o blog !!! É show de bola!!
    Estou indo para Londres dia 18/08 e lendo esse post fiquei com uma duvida: O João falou que só ele tinha a carteira de motorista, entretanto me falaram que qualquer pessoa que tenha carteira de habilitação brasileira pode dirigir no Reino Unido durante um ano. Essa informação está correta ou o João teve que fazer algum outro procedimento para ter a licença para dirigir?
    Obrigada
    Obs: sugestão de post – Como já disse estou indo para Londres e tenho muitas duvidas em relação a remedios. Vcs acham melhor levar um estoque para londres ou é possivel comprar medicamentos por ai?

  6. Oi, Diana. Acabei esquecendo de falar sobre a carteira, mas já atualizei a informação no post. Obrigado por perguntar.

    Sobre remédios acho que vale a pena trazer. Medicamentos que não precisam de receita médica você compra tranquilamente, muito provavelmente até mais barato que no Brasil, agora os controlados exigem receita. Eles não vendem sem de jeito nenhum.
    Outro ponto importante é que se você for trazer precisa trazer a receita junto. Caso contráio eles serão apreendidos.

    O melhor é fazer é trazer alguns remédios e uma receita em inglês caso você tome algo de uso contínuo.

    Esperamos ter ajudado.

    Nah e João

  7. Que bela trip ein? Eu achava que nem rolava dirigir com a nossa habilitação por aí, bom saber. A nova roupa do Blog ficou muito bonita galera, esta bem convidativo! Parabéns.
    Da próxima vez vocês podem locar o Cabriolet da 2° foto. Rsrsrs!

    Bjs e abraços!

    1. Grande Toni! Valeu por dar um sinal de vida, cara. Se precisar de alguma ajuda pra planejar a viagem conte com a gente. Beijo da Nah, abraço do João!

  8. Casal!!!! Realmente foi sensacional e inesquecível esses dias com vocês!!!! A trip de carro e a visita as gigantes pedras estranhas sem explicação (hahaha) sera eternamente lembrada e relembrada para todos nossos amigos, parentes, filhos, netos etc… e claro, a calota deixada na curva, as pints que tomamos no caminho, as risadas, as experiências… enfim……. pra sempre!! guardado no coração!! vcs sao os melhores guias de londres dos últimos tempos hehehe…. saudade de vcssss… bjao gigante… nica e leo

  9. Incrível esse blog, acabei de conhecê-lo hoje pelo site da Caminhos Viagens, vocês realmente estão aproveitando a vida aí em Londres, ah e a escrita de vcs é impecável, ótimos no que fazem, com certeza esse blog vai para os meus favoritos, meu sonho é conhecer Londres e talvez ter experiências fantásticas como a de vcs.

  10. Ei Natasha, estamos aqui em Londres(eu e meu noivo), o dia está lindo já fomos no London eye(lembrei dos comentários de vcs lá), mas estou com medo de dirigir aqui dentro de Londres, por causa do lado e mta correria e etc…queria saber qual saída da cidade é melhor,como chegar nessa saída, assim explicação para dummies sabe????hauahuahau…amanhã planejamos ir à stonehenge e stourhead(um jardim que parece ser muito bonito), temos reserva em um hotel em bournemouth,de amanhã para depois de amanhã, pq tb quero conhecer durdle door e dia 19 voltamos a paris e de lá para o Brasil(UFA!!!!)…no que vcs puderem nos ajudar seria de muita valia pois estamos meio assustados com a questão de dirigir e achei tb que as pessoas parecem meio tensas aqui em Londres, com essa questão de terrorismo etc, estou com medo de se bater o carro ser confundida com terrorista(complexo de jean charles pode rir), mas enfim, no que puderem nos ajudar agradeceríamos muito…bjaum

  11. Oie, estou escrevendo para contar como foi…viemos até Bournemouth de trem, lindo o caminho e aqui alugamos o carro por 21 pounds(!!!!!!!) e fomos à durdle door…é difícil a adaptação mas nem subi na calçada…hauhauahauahauhaua…podem sugerir pois é um passeio que vale muito a pena!!!!!aqui no interior as pessoas são todas muito educadas, não tem aquela agressividade de Londres…bjaum!!!!!

    1. Floooor,

      Só vi seus comentários hoje. A semana começou corrida demais por aqui! heheh

      Mas pelo visto tá td bem, né?
      Precisando de qualquer coisa grite.
      Mas escreve pro meu email praveremlondres@gmail.com, porque às vezes passo dias sem ver os comentários! =)

      Beeijos e boa viagem

  12. Ei Natasha, foi ótimo td lá, Londres é bonita, mas Bournemouth…huhauahauahuahauahau…vou fazer um blog “pra ver em Bournemouth”…huahauhaua…bjaum e obrigada por tudo!!!!!vou mandar no seu email a foto de durdle door…

  13. Adorei o blog, muito bem feito e tem o poder de fazer a gente viajar sem sair do lugar e sem dúvidas dá muita vontade de pegar a estrada mesmo.
    Parabéns.

    1. Lucia, querida, que delícia de comentário. :)
      Muito obrigada pelo elogio. Ficamos felizes em saber que agradamos quem chega aqui sem nos conhecer. Espero que continue nos visitando e que a gente consiga fazê-la querer viajar cada vez mais.
      Beijo grande,
      Nah.

  14. Acho que vocês podem melhorar e muito o post. Faltou informações básicas sobre tempo de viagem. Necessidade ou não de pagar ingresso. O que fazer nos arredores.

    1. Olá, Adriane. Tudo bem?
      Obrigada por seu comentário.
      Falamos, sim, sobre o ingresso: Paramos o carro e adentramos a região onde estão as pedras. Aos desinformados bom lembrar que é preciso pagar £6,90 para entrar. £5,90 se você for estudante. Também existe uma taxa de £3 para estacionar, mas eles devolvem o valor quando você compra o ingresso.
      E, também, sobre o tempo de viagem: A viagem até Stonehenge não chegou a levar duas horas. As rodovias eram impecáveis e sem nenhum pedágio – exatamente o que se espera de qualquer país sério.
      E encerramos dizendo: No meu próximo artigo escrevo sobre a viagem de volta e as cidades que conhecemos. Uma delas absolutamente incrível!
      Esse outro artigo está aqui: http://praveremlondres.com.br/2010/07/13/almoco-em-andover-e-a-espetacular-winchester/
      :)
      Natasha e João

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Recentes

NATASHA & JOÃO

Em 2010 fomos fazer um intercâmbio em Londres e lá nasceu o blog. De lá pra cá muita coisa mudou, menos a nossa vontade de explorar o mundo.

Assine nossa newsletter e receba dicas em primeira mão!