Passeando em Oxford: turismo e aprendizado

Apesar de adorarmos o que fazemos (tanto na escola quanto no trabalho), estamos sempre esperando pelo fim de semana, já que são tantas coisas para conhecer que tem dias que estar trancado dentro de casa, mesmo que por uma boa causa, parece uma total perda de tempo.

E entre as milhões de cidades que queríamos conhecer nesse período por aqui, uma delas fica pertinho da capital inglesa: Oxford; a cidade da famosa Universidade. No último domingo realizamos essa vontade.

Como chegar

Passamos boa parte da semana passada decidindo para onde iríamos no fim de semana. Muitas opções passaram pela nossa cabeça, mas Oxford foi a que melhor se encaixou em nossos planos, já que era possível conhecer a city em uma day trip (indo e voltando no mesmo dia) e as passagens de ônibus estavam com um preço bom: juntos, pagamos £35, ida e volta.

Quando fomos para Amsterdam, gastamos 1h20 para ir de ônibus do centro de Londres ao aeroporto de Stanstead. No domingo, da Victoria Station até o Centro de Oxford levamos o mesmo tempo, indo com um busão da National Express que não era fenomenal, mas para o curto trajeto estava mais do que bom!

As primeiras impressões

Logo na entrada da cidade percebi que ela tinha um “clima” agradável; aquela carinha de cidade do interior que eu amo e parecia muito organizada – impressão que se confirmou ao longo do dia.

Chegamos por volta das 9h e tudo ainda estava fechado. Demos umas voltas para nos ambientar e quando o comércio abriu, às 10h, fomos para o Tourist Centre, pegamos alguns mapas de graça e compramos nosso ticket para o Walking Tour, que passearia por algumas áreas da Universidade Oxford e outros pontos importantes da cidade. Cada um de nós pagou £7,50.

o tour ia começar
o tour ia começar

Aqui, um parênteses: nunca tínhamos pensado em fazer um walking tour. Sempre achamos que esse tipo de turismo era um tanto quanto boring, pra não dizer insuportável. =)

Mas Oxford é uma cidade baseada em sua Universidade. Andar, olhar e fotografar coisas que nem sabemos o que era seria besta, achamos. E o tour foi BEM bacana. Por quase 2h, uma guia que trabalha com isso desde meados da década de 1990 nos contou coisas muito interessantes sobre a cidade e sobre a Universidade (e também sobre a rivalidade Oxford x Cambridge) e nos levou a alguns cantinhos que sozinhos não poderíamos entrar – como a primeira biblioteca da Universidade (do século XVI) e uma das capelas onde algumas turmas têm aulas até hoje.

Ou seja, se você vai pra lá, tá na dúvida se vale ou não fazer um tour como este e confia na gente, vai fundo. Heheh. Vale a pena! ;)

Uma das primeiras visões que tivemos em Oxford foi desta ligação feita entre dois prédios que foi inspirada na ponte Rialto, de Veneza (Itália)
Uma das primeiras visões que tivemos em Oxford foi desta ligação feita entre dois prédios que foi inspirada na ponte Rialto, de Veneza (Itália)
Todos os cantos de Oxford davam belas fotos... Tudo com cara de medieval, apaixonante!
Todos os cantos de Oxford davam belas fotos… Tudo com cara de medieval, apaixonante!

Restaurante do Jamie Oliver

Não costumamos falar sobre restaurante e muita gente nos pede informações sobre lugares legais para comer. Por isso, aproveito que em Oxford almoçamos em um restaurante (aqui costumamos almoçar e jantar em casa) para contar sobre ele.

Quando avistamos “Jamie Oliver” na porta de um restaurante italiano decidimos na mesma hora entrar. Como diria minha mãe, o lugar parecia “descolado” e o cardápio dava água na boa.

Tradicionalista, pedi um spaguetti à bolonhesa (que pela descrição era o melhor do mundo). Vanguardista (twitteiros me deram esta palavra como antônimo de tradicionalista), o João pediu tagliarini que tinha “toques” de chocolate. Além disso, escolhemos “as melhores azeitonas do mundo” como aperitivo.

De fato, as azeitonas eram sensacionais. Já os pratos principais… uma decepção. Pedi um spaguetti pequeno, mas não para criança. O “al dente” do João estava praticamente não cozido. Ok, valeu a experiência, mas nossos £23,90 poderiam ter sido melhor investidos. E, pois é, ficou faltando o registro fotográfico. Mas, sacomé, faltou inspiração pra isso. =/

(Esperava mais do senhor, Mr. Oliver!)

Oxford Castle

Depois do almoço, caminhamos bastante pela cidade, apreciando as belas paisagens e decidindo qual seria o próximo passeio turístico que faríamos. Pelo guia, o Oxford Castle Unlocked parecia uma boa opção: um castelo que funcionava como prisão desde 1071 e que só foi aberto ao público em 2006.

Um guia vestido como se estivesse na Idade Média nos conduziu pelas escadas estreitas e pelos cômodos do castelo. Explicou como funcionava tudo na época em que os prisioneiros ainda residiam lá e deu mais uma aulinha bacana de história local.

Por dentro da antiga prisão de Oxford; o Oxford Castle Unlocked
Por dentro da antiga prisão de Oxford; o Oxford Castle Unlocked

Adulto paga £7,75 (QUER DIZER, PAGAVA EM 2010. HOJE, 13/02/2013, descobri que atualmente o passeio custa £9,25 para adultos! – infos aqui), faz um passeio de uns 40 minutos, passa por uma lojinha de souvenir e pode subir num morro para ter uma vista bacana da cidade. Podia ser mais barato (comentário de 2010, peeps!), mas não nos arrependemos. Algumas das partes do tour são bem legais; outras nem tanto, mas valeu a pena!

Além desses dois passeios, também subimos na Carfax Tower (£2,20 para mais uma bela vista da cidade – £2,30 em 2013! – infos aqui), fomos na lojinha da Alice in Wonderland (ameeei!) e andamos bastante para curtir várias das ruas deliciosas de Oxford. Foi um domingo maravilhoso, que nos fez ver que não é preciso estar em um grande centro para ter um grande dia!

Oxford vista de cima da Carfax Tower. Passamos frio, mas ADORAMOS. Tenho tara por cidades vistas de cima, confesso!
Oxford vista de cima da Carfax Tower. Passamos frio, mas ADORAMOS. Tenho tara por cidades vistas de cima, confesso!
o Tâmisa também passa por lá
o Tâmisa também passa por lá

Valeu muito a pena e nos deixou com ainda mais vontade de fazer várias dessas pequenas viagens; tanto que a próxima já está até programada! ;)

Logo você confere aqui!!

Um beijo e até o próximo post,

Natasha.

Dê vida ao Pra Ver no Mundo. Comente!

Parceiros

Booking.com

Siga-nos

34 thoughts on “Passeando em Oxford: turismo e aprendizado

    1. Paiiiiiiiiiiii,

      Que delícia ler seu comentário! =)
      Deu até vontade de chorar. hehee

      Que bom que gostou.

      Também gosto muito. MUUUUUUITO.

      Saudades.

      Beijos

    1. hahahaha
      Que delícia de comentário! =)
      Será um prazer te dar um autógrafo, tirar uma foto e tomar uma pint com você. hehehe

      Beijos,
      Nah e João.

  1. aaaaaaaaaaiiii essa minha amiga vai começar a ficar muito metidaaaa….. vamos ter q marcar horário na agenda pra poder fazer o encontro titiques…

  2. Olá, gostaria de fazer uma pergunta, estou pensando ir passar uns dias a Londres e num dia ir a Oxford. Onde compraram os vossos bilhetes para Oxford apartir da estação Victoria? A estação de Oxford fica perto da Universidade de Oxford ou temos de andar muito? Pff ajudem-me!!!!

    Caty

  3. Brilhante, expetácular e totalmente COOL
    este é realmente um dos melhores posts que já tive a honra de ler em meus poucos e grandiosos 16 anos…Gostaria de registrar o meu aplauso e a honra de poder comunicar-vos que este é um dos melhores blogs ( se não O melhor)
    continue o grande trabalho e por favor, continuem a nos deixar mais empolgados com a nossa grande e maravilhosa, England.
    Um grande abraço e mais uma vez, parabéns.
    LUCAS PAULO.

    1. Lucas Paulo,

      Que comentário delicioso!!! =)
      Muitíssimo obrigada pelos elogios. Só dá ainda mais vontade de lutar para realizar meus sonhos e, depois, contar aqui sobre eles!
      Continue nos acompanhando que prometemos nos esforçar para despertar ainda mais essa vontade em você!

      Beijos e abraços,
      Nah e João.

  4. Olá!
    Sei que o post é antigo, mas só agora fui pesquisar e achei passagens ida e volta pra Oxford por £2, então é pra lá que vou no final de semana mesmo (hahaha). Só queria saber quanto tempo é bom gastar lá? 7h em Oxford é muito tempo?
    E ah! Sei que é chato quando deixam link, mas só pra adicionar uma dica. As passagens mais baratas de ônibus normalmente são pela empresa Megabus (ela é barata sempre!). No link eu fui pra Cardiff com meu marido e nós pagamos pouco menos de £15 ida e volta para os dois e agora vamos pra Oxford por £4. ;)

    http://londonso.com/2013/05/24/cardiff-pais-de-gales/

    Brigada. Bjinho

    1. Luizaaaa, fique suuuusse sobre compartilhar links. Eu acho ótimo. É informação a mais para o meu leitor e eu adoro isso. :)

      Olha, flor, eu acho que 7h é uma boa quantidade de tempo. Dá pra bater perna, visitar os pontos turísticos, comer tranquilamente, beber num pub. Acho que dá na medida. hehe
      É difícil dizer ao certo porquené, só fui uma vez, mas acredito mesmo que tá bom. :)

      Obrigada por compartilhar a dica da Megabus. ;)

      Beijobeijo e volte sempre!

      Nah.

  5. Super amei o post!
    Não sabia que dava pra fazer “bate-volta” pra Oxford!! Já anotei todas as dicas…próxima ida a Londres, terá uma visita a Oxford!
    Bjks

    1. Pois é, Vivian, dá sim e super vale a pena. :)

      Que bom que gostou do post. Espero que continue gostando do que ler por aqui. ;)

      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Beijos,
      Nah.

  6. Gente, adorei o post! O comentário está vindo atrasado… sei que vcs tem uma grande audiência e não vão recordar, mas gostaria de agradecer pela mega ajuda que me deram em 2013, referente a escolas de ingles em Londres! graças a esse blog e o seu help, em 2014 vim pra Londres estudar por 30 dias…e usei muitas dicas do site, inclusive essa da day trip para Oxford! Retornei agora em Set/2016 para o Reino Unido e vou novamente visitar Oxford! Obrigada muito obrigada mesmo pelas dicas! Sucesso sempre pra vocês! :)

    1. Oi, Ivani! Tudo bem?

      Que delícia de comentário. MUITO obrigada por voltar aqui para contar isso pra gente. Você não tem ideia de como nos faz bem saber que o que fazemos com tanto carinho ajuda pessoas como você. <3

      Espero que nossas dicas possam ser úteis em muitas outras viagens que você fizer...

      Obrigada pelos votos de sucesso. Pode ter certeza de que o seu comentário mostra que já atingimos o que queríamos! ;)

      Beijo grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Recentes

NATASHA & JOÃO

Em 2010 fomos fazer um intercâmbio em Londres e lá nasceu o blog. De lá pra cá muita coisa mudou, menos a nossa vontade de explorar o mundo.

Assine nossa newsletter e receba dicas em primeira mão!