EDITORIAS
Boas histórias de viagem por um casal de jornalistas

No nosso segundo dia de Canadá decidimos ir para downtown (centro) e caminhar para conhecer a região. Vale lembrar que pra chegar até o metrô que vai até o centro é preciso pegar um ônibus expresso no aeroporto que vai direto para a Kipling Station (primeira estação do lado leste de Toronto). São 20 minutos sem nenhuma parada.

O sistema de transporte público daqui é muito bom. Os ônibus são muito confortáveis, funcionam quase 24 horas por dia e, mesmo aos domingos, são frequentes. O metrô atende toda a região central e leva o usuário aos principais pontos da cidade em poucos minutos. Algumas regiões ainda contam com charmosos bondinhos que circulam em canaletas exclusivas.

A cidade é bastante preocupada com a sustentabilidade. Toda a região central possui ciclovias e os ônibus dispõem de um espaço na parte externa para o usuário acomodar sua bicicleta. É comum encontrar pessoas carregando suas bikes no metrô. Resultado: trânsito tranquilo na hora de rush de uma segunda-feira no centro financeiro da cidade.

O site da Toronto Transit Comission (TTC), órgão que faz a gestão do transporte público da cidade oferece muitas informações sobre rotas, horários, preços e o que mais seja necessário saber para se locomover pela cidade.

Bons exemplos que deveriam ser copiados pelos grandes centros urbanos do Brasil.

Os bicicletários estão em praticamente todas as quadras do centro da cidade.

Os bicicletários estão em praticamente todas as quadras do centro da cidade.

panorama de uma estação de metrô

panorama de uma estação de metrô

O dispositivo na frente do ônibus é utilizado para transportar as bikes.

O dispositivo na frente do ônibus é utilizado para transportar as bikes.

Dê vida ao Pra Ver em Londres. Comente!

Written by

Jornalista, 31 anos. Vivendo na Itália. Autor do Pra Ver no Mundo e sócio da London, agência de marketing de conteúdo. Vejo o home office e a vida de viajante como um estilo de vida.

Latest comment

LEAVE A COMMENT