EDITORIAS
Boas histórias de viagem por um casal de jornalistas
 

Londres a pé: roteiro Tower of London e arredores

general_350x200_PorEu sei, eu sei, não tá fácil. Libra a mais de R$ 6 (jan/2016) não é coisa de Deus. Mas, calma, se você está planejando uma viagem pra Londres logo mais não precisa se desesperar (quer dizer, um pouquinho pode) e muito menos desistir da viagem (isso não pode mesmo!). Nessas horas, é bom lembrar de algumas coisinhas que acalmam o coração. Que coisinhas? Eu chamei de “motivos que valem a ida a Londres mesmo com a libra nas alturas”.

O tema que abre essa série de posts é uma das maiores verdades para quem viaja (vale para Londres e para qualquer outro canto do mundo): bater perna é de graça!

Pois é, se ainda não te contaram, eu conto: bater perna é um programão para se fazer em Londres.

Claro que muito provavelmente você não vai conseguir sobreviver sem gastar com transporte público, mas organizando bem os roteiros de cada dia que você vai passar na cidade dá pra gastar bem pouco, sim.

Para comprovar isso, selecionei três regiões diferentes da cidade e montei um roteirinho para cada uma delas para você fazer a pé! A ideia é que você vá até o nosso ponto de partida de transporte público e passe o dia curtindo as atrações que ficam por aquela região sem ter que entrar em um ônibus/metrô/trem até o fim da rota!

O roteiro de hoje tem como ponto de partida a Tower of London – um museu incrível que vale a visita (mas, se você não quiser pagar para entrar, vale a pena ao menos admirar por fora).

Alugar uma bike do transporte público é uma boa forma de economizar com transporte. Se você pedalar por até trinta minutos não precisa pagar nada! No fim do post tem o link para o site do programa.

Alugar uma bike do transporte público é uma boa forma de economizar com transporte. Se você pedalar por até trinta minutos não precisa pagar nada! No fim do post tem o link para o site do programa.

Antes do roteiro, porém, alguns comentários…

1) A lista de sugestões do que fazer em um dia partindo da Tower of London ficou BEM grande. Ou seja, provavelmente você não vai conseguir fazer tudo o que eu sugeri em um único dia. Você tem, então, duas opções: analisar bem todas as dicas que estão no mapa abaixo e incluir no seu roteiro o que mais agrada a você (não vá só pela minha opinião, hein?) ou reservar dois dias para essa área. Se você tiver vários dias na cidade pode ser uma boa ideia.

2) Apesar de a lista de dicas ser extensa, há muito mais o que se fazer nessa região. Use meu roteiro como ponto de partida para explorar a área, não como regra, ok? Aliás, deixei já marcado no mapa, com pontinhos em vermelho, opções de paradas extras.

3) Eu simplesmente detesto que me digam que eu devo fazer tal coisa às “x” horas, ficar “y” minutos lá, sair de lá e ir pro lugar tal, tirar uma foto em frente ao monumento “z” (porque não vai dar tempo de entrar. OI?) e assim por diante. Por isso, meu roteiro pra você não é assim. Peço desculpas se você preferia que fosse, mas eu acho, sinceramente, que cabe a você decidir o que exatamente incluir no seu roteiro e como incluir.

Prometo me esforçar pra ajudar na decisão fornecendo bastante informação sobre cada sugestão. Beleza? (Ah, às vezes vou linkar outros posts nossos, pois se já escrevemos detalhadamente sobre a atração anteriormente não tem por que eu deixar esse post ainda mais gigantesco, né?)

Roteiro a pé em Londres - Milenium Bridge (1 de 1)

4) Como a fome vai bater ao longo dessa caminhada, abaixo do mapa revelo quais das paradas podem ser boas opções baratas para os momentos de barriga roncando. Mas, é claro, há muitas outras opções (às vezes até mais baratas) pelo caminho. Revelo o que você pode encontrar pertinho de algumas das atrações também na lista de indicações. São os pins pretos do mapa!

5) A princípio você pode achar que é uma caminhada pesada. Mas lembre-se que é para curtir em um dia todo. E nenhuma parada é obrigatória. Você pode pular as sugestões que não fazem seu tipo, claro. Essa é apenas uma forma de te ajudar a programar um dia econômico (vai fazer tudo a pé) e gostoso em uma das regiões mais bonitas de Londres. As decisões finais ficam por sua conta. Ok? ;)

Agora sim, vamos ao roteiro!

O que fazer a pé em Londres tendo a Tower of London como ponto de partida

Assustado com a quantidade de pins no mapa? Calma, calma. Apresento cada um a partir de agora! :) 

A ordem que você vai ler abaixo é a que sugiro como roteiro. Os itens que estão no mapa, mas não estão citados na lista, são extras. Se não der tempo de ver tudo, não se desespere. O importante é curtir bem o que você conseguir ver. Fechou?

Como disse, não vou dizer que horas você tem que chegar em cada atração, mas para a primeira recomendo que seja CEDO, ok? Se você for visitar a Tower of London, seria legal chegar um pouquinho antes do primeiro horário (de terça a sábado abre às 09h. Domingo e segunda abre às 10h), porque costuma formar fila.

Vamos lá?

1) Tower of London  

Um dos museus mais incríveis de Londres, a Tower of London já foi um castelo, mas hoje conta parte da história da cidade e do país de uma forma brilhante. Tem jóia da coroa, tem ambientes que serviram de prisões, tem ambientes da época… tem muita coisa bacana. Não vou entrar em detalhes porque esse não é o objetivo do post, mas adianto que é INCRÍVEL!

Como é uma atração paga (£24.50 para quem compra na entrada), vale a pena dar uma boa olhada no site deles (link no fim!) para ver se é sua cara antes de decidir incluir no roteiro. Se você chegar ali com fome e quiser tomar um café da manhã gostosinho, minha dica é o Costa que tem logo ao lado da bilheteria e proporciona uma vista bacana da área (pin preto no mapa). ;) Amo o chai latte deles acompanhado de uma boa torrada.

Roteiro a pé em Londres - Tower of London (1 de 1)

Comprar seu ingresso antecipadamente é uma ótima forma de diluir os gastos da viagem e também de evitar ter que pegar fila para entrar. Como parceiros do VisitBritain (o órgão de turismo do Reino Unido), somos comissionados pelos ingressos que você compra no site deles – e você não paga nada mais por isso. Para garantir já seu ingresso para a Tower of London (e nos ajudar!) clique aqui ou no banner abaixo.

atraction_728x90_Por

2) Tower Bridge

Juntiiiinho da Tower of London está a ponte mais linda do mundo (nem tente questionar). Você pode cruzá-la a pé e, se quiser, pode pagar umas librinhas para fazer uma visita ao seu interior e à passarela que proporciona mais uma vista do alto (a partir de £4.50 para adultos). Mas não dá para não admirá-la.

pra ver em londres - melhores fotos de londres - tower bridge

O VisitBritain também vende ingressos para a Tower Bridge Exhibition. Compre o seu aqui!

general_728x90_Por

3) The Draft House

Cruzando a Tower Bridge para o lado Sul do Tâmisa está o primeiro pub da rota: The Draft House. Nosso post sobre ele está aqui. Se você passou algumas horas visitando a Tower of London, essa pode ser uma parada estratégica para um almoço, já que o cardápio está recheado de delícias. A carta de cervejas é IMPECÁVEL!

<3 <3 <3

<3 <3 <3

The Draft House - o que comemos

4) The Shard

O prédio mais alto de Londres proporciona “A” vista da cidade. Contamos nossa experiência aqui. Mas o preço do ingresso (£32.95 + uma taça de champagne para adultos com mais de 18 anos) pode afastar os turistas mais econômicos. Se esse é o seu caso, fique de olho na dica número 12 (Vertigo 42), que pode encaixar melhor no seu orçamento.

pra ver em londres - melhores fotos de londres - the shard

Ver Londres do topo do The Shard, por exemplo, é INCRÍVEL, mas o ingresso é salgadinho. Há outras opções de vistas do alto mais baratas. As que já testamos, aprovamos e escrevemos sobre estão reunidas neste link.

London - fog - Shard

Já sabe que quer incluir o The Shard na sua programação? Garanta já seu ingresso (e ajude o Pra ver em Londres!) comprando por este link. Você não paga nada a mais e a gente é comissionado. ;)

offers_728x90_Por

5) The Barrowboy & Banker

Se a vontade de mais uma cervejinha bater depois desses primeiros metros de caminhada, The Barrowboy & Banker é uma boa pedida. O pub é LINDO e é assinado pela cervejaria Fuller’s, o que garante uma boa carta de cervejas.

Roteiro a pé em Londres -The Barrowboy and banker

6) Borough Market

Curte mercados de rua? Curte comidinhas deliciosas por preços camaradas? Encaixe uma paradinha estratégica no Borough Market no dia em que seu roteiro a pé por Londres passar por ali. Tem muita delícia nesse pedacinho de paraíso em Londres. Nosso post completo sobre o mercado está aqui.

IMG_9902

7) Shakespeare’s Globe

Seguindo a caminhada você logo vai encontrar a réplica de um teatro shakesperiano que é sensacional. Contamos neste post como é a visita. Pra quem viaja economizando centavos o ingresso pode ser meio salgadinho (£13.50). Mas antes de decidir se quer ou não incluir no seu roteiro dá uma lida no nosso post. ;) E, de qualquer forma, vale admirá-lo por fora!

Ao lado do Shakespeare’s Globe tem um Starbucks (sinalizado em preto no mapa), se a vontade de um outro café já tiver batido.

O teatro!

O teatro!

Clique aqui e compre seu ingresso para o Shakespeare’s Globe Theatre and Tour Exhibition.

atraction_728x90_Por

8) Tate Modern

Estamos com um post sobre a Tate Modern quase pronto. Mas, enquanto ele não vem, adianto que essa galeria/museu é meio que um ame-ou-odeie de Londres. Isso porque ela abriga algumas obras de arte que para alguns parecem loucas demais (prometo nosso veredito em breve!). A entrada para as exposições fixas é gratuita. E de uma das varandas do museu se tem uma vista liiiinda da região!

Roteiro a pé em Londres - Tate Modern (1 de 1)

9) Millenium Bridge

Quase em frente à Tate Modern está a ponte que apareceu em um dos filmes da série Harry Potter e que foi construída para marcar a passagem do milênio. Obviamente, você não precisa pagar para atravessá-la. Rende fotos bacanas!

Roteiro a pé em Londres - Milenium Bridge

10) St. Paul’s Cathedral

Logo do outro lado da Millenium Bridge está a St. Paul’s Cathedral, que para quem curte igreja é imperdível. Nela, casaram-se Lady Di e Príncipe Charles. A visita em “dias aleatórios” é paga, mas em dias com missa você pode entrar para participar da celebração e, claro, fazer um turisminho básico. Há, ainda, a opção de subir ao topo dela. Nunca fizemos isso, mas dizem as boas línguas que a vista é bacana (se bem que temos outra sugestão de vista do alto pra logo mais. Aguarda aí!). Nos arredores da igrejá há vários restaurantes bacaninhas e também um mercado (se você preferir comprar algo mais barato para comer). São os pins em preto no mapa! Se você clicar neles vai ver o que escrevi sobre cada!

st pauls

Dá para comprar ingresso para o tour pela St. Paul’s Cathedral por este link!

general_728x90_Por

11) Museum of London

Um pouquinho mais acima está o Museum of London (temos post sobre ele. Leia aqui!), o museu que conta a história da cidade. A visita é gratuita (para as exposições fixas. Exposições temporárias costumam ser pagas) e ele é incrivelzão!

A história de Londres é contada da melhor maneira possível no Museum of London.

A história de Londres é contada da melhor maneira possível no Museum of London.

12) Vertigo 42

Um Champagne Bar que fica no quadragésimo segundo andar de um prédio na City of London parece uma boa, não? É uma excelente, garantimos. :) A consumação mínima é de 10 libras por pessoa (é preciso reservar com antecedência!), sai mais barato que a visita ao Shard e a vista é bem lindona também. Tem post aqui!

Uma excelente maneira de encerrar nosso primeiro roteiro a pé por Londres! ;)

Todo mundo senta de frente pra vista. Não tem mesa que não seja encostada na janela. Desconfiamos que a melhor forma de garantir as vistas mais tops seja reservando para um horário mais cedo...

Todo mundo senta de frente pra vista. Não tem mesa que não seja encostada na janela. A melhor forma de garantir as vistas mais tops é reservar um horário mais cedo e reforçar para o atendente que você quer uma mesa com vista para o The Shard, por exemplo.

E aí, curtiu? Espero que sim! :)

Os pins extras também são dicas excelentes. Analise-os antes de fechar seu roteiro direitinho. ;)

Pra encerrar, repito aqui o mapa, para tudo ficar mais claro:

O que fazer a pé em Londres tendo a Tower of London como ponto de partida

Abaixo, deixo mais posts que podem auxiliar quem quer planejar uma viagem não muuuito cara e, ainda, apresento os links que levam aos sites das atrações. Tudo para facilitar sua vida.

Partiu Londres?!

Beijobeijo e até o próximo post,

Nah

*Política de transparência:

Como parceiros do VisitBritain, somos comissionados por toda compra que nossos leitores fazem usando os links que reunimos neste post. Porém, você não paga nada a mais por isso. Ou seja, você agiliza sua viagem ao mesmo tempo que ajuda a gente. Que tal? E o VisitBritain oferece ingressos para muitas atrações bacanas de Londres. Clique no banner abaixo, faça suas buscas e, na hora de fechar a compra, saiba que você estará nos ajudando a manter o blog firme e forte. Desde já, agradecemos sua contribuição. ;)

general_728x90_Por

Links úteis:

Quer saber as nossas novidades em primeira mão? Assine nossa newsletter (gratuita) preenchendo o formulário abaixo:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Dê vida ao Pra Ver em Londres. Comente!

Written by

Jornalista, autora do Pra Ver Em Londres e empreendedora digital. Sou completamente apaixonada por Londres e um dos meus maiores vícios é falar sobre a cidade com quem estiver interessado. Um dos meus objetivos de vida é ajudar as pessoas que querem viajar mais e melhor gastando menos reunindo aqui minhas dicas pessoais de viagem. Tenho sempre cinco livros na cabeceira da cama e milhões de destinos na cabeça. Sou sonhadora por natureza.

Latest comments
  • Natasha, sempre que posso passo por aqui para dar um lida nos post´s.
    Está de parabéns, cada dia melhor! :D
    Estou me programando para viajar em 2017 e estou anotando todas as dicas! AHAHAHAHAH
    Vou ficar na zona 3, se puder fazer alguns post´s comentando um pouco sobre lugares bacanas da região iria me ajudar bastante, pois não conheço nadinha.

    Beijos! ;) #PartiuLondres!

  • Adorei o roteiro!! Com certeza irei usá-lo quando for pra Londres!! :D

  • Bah tri legal esses post sobre Londres a pé, eu adoro caminhar. Vim esse mês estudar inglês, e como sou apressada já fui em todos os pontos turísticos possíveis nas 2 primeiras semanas kkkk Saio sempre com o cell na mão e uso o Pra ver em Londres como bússola kkk :)
    Bjus Nah e João

  • Maravilhoso post Natasha. Realmente o preço da libra tá de assustar. Mas nossa viagem de julho para conhecer a tão sonhada Londres continua de pé. O problema é querer ver tudo com tão poucos dias disponíveis, mas estou lendo tudo aqui do blog. Obrigada pelas dicas sempre valiosas.

    Zaqueline

  • Olá Natasha, muito bom o post. Parabéns novamente!!!!
    Embarco para Londres na próxima sexta e já nem estou conseguindo dormir de ansiedade.
    Esse roteiro do post faz parte do meu 3º dia: Tower Of London, Tower Bridge, Borough Market e Catedral. Mas o que estou em dúvida é quanto ao horário, pois vai ser numa segunda e tudo abre a partir das 10h, sendo que queremos acordar cedo pra começar a turistar logo. Poderíamos começar pela Catedral, mas decidimos deixar ela pro final pra pegar o Evensong, já que é de graça.
    Não sei se é pedir demais, mas teria como eu mandar pra vocês a prévia do meu roteiro para vocês dar uma olhada e possíveis sugestões?
    De qualquer forma, obrigado por facilitar nossos planejamentos para a viagem a Londres.

    Abração

  • Muito bom o roteiro, nesses tempos de crise e Libra a 5 Dilmas fica complicado mesmo, mas não podemos deixar de sonhar e planejar.

    Muito provável que ano que vem eu vá para Polônia na JMJ, to com uns planos meio malucos de dar um pulo em Londres, nem que seja só para ficar 2 – 3 dias e finalmente matar a vontade de conhecer essa terra. Apesar de ficar um pouco fora de mão, não custa nada inventar um pouco e mudar os itinerários não é mesmo?! haha

    Forte abraço para vocês, fiquem com Deus.

  • Muito bom esse roteiro e Parabéns pelo seu site! Morei em Londres por dois anos e estou voltando em Maio… Ler as noticias por aqui me deixa ainda mais ansioso para chegar o grande dia de realizar meu sonho pela segunda vez!!! Chega Maio!!!!!
    :)
    London Calling

  • Olá Natasha! Como não poderia deixar de ser, este roteiro a pé é mais uma dica excelente do Pra ver em Londres, pois como já foi dito, o valor da libra está nas alturas e, quanto mais economia, melhor. Como eu já disse aqui, nós viajamos por duas vezes a Londres com um guia especializado, que era adepto das caminhadas, por isso, preparo físico e sapatos confortáveis são essenciais nessa hora. Sem contar que a gente curte melhor os ambientes, as paisagens etc quando está caminhando, sem correr o risco de deixar passar detalhes importantes pelo caminho. Quanto às dicas de locais para uma paradinha estratégica para tomar uma boa cerveja, estão devidamente anotadas no meu caderno! Abraços, José Júnior.

  • Gente do céu!! Eu lia muito o blog de voces na epoca do meu intercambio! Fui em 2010, uns 2 meses depois de voces e lia direto!! Que lindo que esta o bllog!! Parabens e muito sucesso!!! Voces voltaram a morar em londres? Me deu uma saudade de Londres… Quero voltar!!

  • Amei o post,
    toda vez que venho no blog encontro novidades,fiquei de boca aberta de saber a cotação da libra/real,
    não vejo a hora de ir embora… Oh curso que nunca mais chega ao fim,
    abraço gente.

  • Quanta dica boa minha gente!!! Super legal o roteiro! E mesmo para que não estiver economizando eu acredito que o melhor jeito de conhecer Londres é a pé!!!! Você vê cada rua e cantinho que você nem imaginava que existia!!!!
    Nah, vc já ouviu falar do Sky garden? O Fê foi, ele disse que a vista é linda!!! É de graça (mas tem que reservar no site). Se não me engano é no 35º andar!
    Beijocas ;*

  • Demoroooo! Vamos sim!!!! Vai estar claro até tardão ai dá pra aproveitar o céu lindo por mais tempo!!! =D

LEAVE A COMMENT