Até logo, Londres! E obrigada por tudo

Faz algumas semanas que estamos pensando nesse post. Na melhor forma de contar as novidades pra você que nos acompanha – aqui, nas redes sociais, nas nossas vidas. :)

Um dia desses, andando por Londres e curtindo MUITO essa cidade incrível, lembrei-me de uma música que é tipo um hino pra mim. Mas que provavelmente pouca gente conhece…

John Bala Jones, banda manezinha da ilha encantada (Florianópolis <3), canta:

Muitos riram de mim,

pois ficava assim, olhando para o nada

Mas eu não sou, eu não sou dessas pessoas

que ficam esperando sentadas

Às vezes, eu olhava para a lua,

Então, eu estava lá

Vivendo no meu mundo, fugindo da maldade

sem deixar de acreditar

(…)

:)

Se você nos acompanha há algum tempo, já deve ter percebido que a gente é assim, né? O tempo urdo fazendo planos, definindo metas e batalhando para alcançá-las. 

E de sonho em sonho e de “batalha” em “batalha”, construímos a nossa trajetória até a lua – e de volta pra Terra porque, pelo que sei, ainda não tem cerveja na lua. TEM? haha #Brincadeira

bike cotswolds

Pois é, mas acontece que está na hora de acordar do sonho que estamos vivendo no momento. Depois de mais uma longa temporada na Terra da Rainha, quinta-feira, dia 25, embarcamos rumo à nossa também amada Curitiba. Pra passar um tempo com a família, ficar mais perto dos clientes, da equipe mais amada desse mundo (Oi, Mot. Oi, Fran), dos amigos, do Coxa doido (hihi), dos cachorros e do gatinho que tanto amamos e assim por diante.

Hora de matar a saudade dos amigos da vida. E passar a sentir saudade dos amigos de Londres. Coisas da vida. :)
Hora de matar a saudade dos amigos da vida. E passar a sentir saudade dos amigos de Londres. Coisas da vida. :)

Por quanto tempo? Nem a gente sabe!

Os planos para 2016 envolvem viagens BEM legais, rolês pelo Brasilzão e a construção de um novo projeto que a gente acha que vocês vão curtir.

Por falar em viagens bem legais, estamos devendo posts sobre Nova York. =O Mas calmaê, amigão, logo mais a gente conta as histórias de lá. ;)
Por falar em viagens bem legais, estamos devendo posts sobre Nova York. =O Mas calmaê, amigão, logo mais a gente conta as histórias de lá. ;)

Sim, eu sei que falei, falei e não falei quase nada, mas é que o propósito desse post é contar pra você que, de quinta em diante, o “tempo real” das nossas redes sociais não será mais direto de Londres. A base será a linda terra das araucárias – com pulinhos pra lá e pra cá sempre que possível, claro. :)

Paranismo

Uma foto publicada por Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) em

Porém, em termos de conteúdo do blog, pouca coisa muda. Ao longo do último ano, acumulamos uma lista enorme de pautas SOBRE Londres para produzir. Tá tudo arquivadinho, documentadinho, e aos poucos vai entrando no ar. Então, quem planeja visitar a cidade logo mais não precisa se preocupar com a falta de atualização nas nossas dicas, porque isso não vai acontecer. #euagarantio

pra ver no mundoAlém disso, também produziremos posts sobre as viagens que fizemos nos últimos meses (a continuação das séries sobre Bordeaux e Cotswolds + Irlanda, por exemplo) e, se bater vontade, traremos dicas do Brasilzão. O que você acha? A gente tá bem disposto a explorar melhor esse selinho aí do lado. ;)

“Mas por que vocês estão deixando Londres, Nah?”

Já falamos algumas vezes sobre a forma como vivemos (dá uma lidinha neste, neste e neste posts, para saber mais). Em resumo, temos uma empresa no Brasil, a LondonPress Marketing de Conteúdo, e como nosso trabalho é praticamente 100% online, podemos “carregá-la” na mala sempre que dá vontade de passar um tempo descobrindo o mundo.

Fomos a Bordeaux a lazer e a trabalho para o blog, mas a LondonPress não parou por causa disso. Sempre que voltávamos dos passeios, ligávamos o computador e iniciávamos um novo turno de trabalho. E como bom humor faz bem à saúde, aproveitávamos a onda cool do hotel em que nos hospedamos - o Mama Shelter - para dar aquela animada nas horas extras.
Fomos a Bordeaux a lazer e a trabalho para o blog, mas a LondonPress não parou por causa disso. Sempre que voltávamos dos passeios, ligávamos o computador e iniciávamos um novo turno de trabalho. E como bom humor faz bem à saúde, aproveitávamos a onda cool do hotel em que nos hospedamos – o Mama Shelter – para dar aquela animada nas horas extras.

Mas isso significa que a maior parte do nosso faturamento é em reais. E em tempos de libra a mais de R$ 6, chega uma hora que a gente percebe que a escolha de ficar ESPECIFICAMENTE em Londres pode dificultar os planos para o futuro, sabe?

Por mais que a gente não tenha precisado mudar nosso estilo de vida para fazer a vida aqui caber no bolso (continuamos saindo para jantar, para tomar boas cervejas, viajamos, etc.) e que o importante seja viver o presente, sempre que pensávamos em quanto poderíamos economizar morando em outros lugares o peso na consciência batia. Desses debates, aliás, surgiram algumas cidades candidatas para uma próxima base. Elas estão em nosso radar! Mas isso é papo para outra hora.

Por isso, no momento, o melhor é voltar.

Voltamos com as malas cheias de experiências, um montão de histórias pra contar e a certeza de que vivemos o melhor período da nossas vidas nessa temporada que está se encerrando. :)

Pow, tive uma ideia: vou começar a contabilizar os nossos brindes. Esse aí, no TAP East, um bar que fica dentro do shopping Westfield Stratford, foi um dos incontáveis a base de cerveja de qualidade.
Pow, tive uma ideia: vou começar a contabilizar os nossos brindes. Esse aí, no TAP East, um bar que fica dentro do shopping Westfield Stratford, foi um dos incontáveis à base de cerveja de qualidade.

E como diz John Bala Jones em outro trecho de “O sonhador”,  o que seria do amanhã sem os sonhos de hoje, não é mesmo?

Então, a gente embarca para Curitiba já com um milhão de sonhos para transformar em realidade lá, aqui e em diversos outros lugares – hoje, amanhã e sempre. A gente embarca para Curitiba prontos para viver o melhor período das nossas vidas de novo. Porque, como diria meu crush Barney Stinson (do seriado How I met your mother <3), “new is always better” (o novo é sempre melhor). :)

Então que venha o novo. De novo!

Um desses sonhos é poder ir esse ano ao Content Marketing World, maior evento da nossa área do mundo, que acontece sempre no começo de setembro em Cleveland (Ohio, EUA). Estamos lá no ano passado (o João já tinha ido em 2014 também) e aprendemos MUITO. Queremos muito repetir a dose!
Um desses sonhos é poder ir esse ano ao Content Marketing World, maior evento da nossa área do mundo, que acontece sempre no começo de setembro em Cleveland (Ohio, EUA). Estivemos lá no ano passado (o João já tinha ido em 2014) e aprendemos MUITO. Queremos repetir a dose!

No meio do caminho, enfrentaremos uns reveses naturais da vontade de fazer as coisas darem certo. Por exemplo, aqui em Londres, planejávamos sustentar nosso tour de pubs (que foi sempre MUITO legal, mas que era difícil encaixar na nossa agenda semanal de trabalho – que é de onde vem o dinheiro que paga nossas contas), queríamos ter terminado nosso guia de pubs (mas com vários novos bares de cerveja artesanal abrindo o tempo todo dá vontade de adicionar mais um à lista – e só mais um, mais unzinho… e aí o fim do trabalho é sempre adiado), viajado (ainda) mais, escrito mais posts e assim por diante. 

Mas o fato é que às vezes, a gente (João, eu e você também, provavelmente) superestima nosso “poder” de execução, quer abraçar o mundo, e por mais que se esforce bastante para conseguir tal feito, logo percebe que não é bem assim. Aí, meu amigo, a frustração é quase inevitável.

Mas os quilômetros de estrada rodados deixam calos que ensinam que é preciso levantar a cabeça e seguir adiante depois desses “tombos”. E ensinam também que é preciso ter orgulho dos “machucados” que eles deixam, porque eternamente nos lembrarão dos erros e acertos cometidos e do aprendizado que proporcionaram.

Pode parecer motivacional e clichê, mas é a mais pura verdade.

A experiência acumulada após seis anos e quatro temporadas trabalhando remoto (três em Londres e uma em Buenos Aires), com fuso horário diferente dos clientes e todos os prós e contras da vida de expatriado, nos deixou mais maduros e serenos para lidar com (mais) uma mudança dessas.

*Aliás, a Luiza, do excelente blog 360meridianos, escreveu um post recentemente que resume bem esse nosso sentimento. Tá aqui. Vale a pena ler!

Não que seja fácil. Nas semanas que antecedem à viagem de volta você vive em uma espécie de limbo, já pensando que logo sua rotina de todos os dias será diferente, bem como a vista da janela e a cama em que dorme. Em breve, uma nova vida começa. É um sentimento difícil de descrever, mas uma coisa que aprendemos nessas idas e vindas é que a cada ruptura geográfica compreendemos melhor a nós mesmos, entendemos melhor o que queremos para o agora e para o amanhã, temos a sensação de termos feito o que queríamos e construímos mais um tijolinho nessa louca jornada da vida.

Tão jovens em 2010. :)
Tão jovens em 2010. :)

Hoje, conseguimos ficar mais tranquilos com a possibilidade de não voltarmos para Londres tão cedo, coisa que há alguns anos nos aterrorizava um bocado. A cidade ocupa um espaço gigante em nossa história e corações, mas hoje é preciso agradecer por tudo que Londres nos deu, pelas pessoas que nos apresentou, e seguir adiante.

Não existe o certo e o errado, mas existe o analisar tudo o que envolve morar em Londres, Curitiba ou qualquer outro lugar, tomar uma decisão e tocar a vida. Se no ano passado viemos para Londres com o objetivo de, quem sabe, ficar “para sempre”, hoje vimos que teríamos que abrir mão DE MUITA COISA para conseguir isso. E, nesse momento, não é um preço que estamos dispostos a pagar.

Optamos por uma vida financeira mais equilibrada, menos trabalho, novos projetos, mais tempo para nós e, antecipando um pouco dos planos ainda em fase beta, um desejo de viver fugindo do inverno. Mas isso a gente conta mais pra frente.

Agora deixa eu voltar para a arrumação das malas, que não tá fácil. :)

Até logo, Londres. E obrigada por tudo! TU-DO. <3

(E obrigada você, amigo leitor, que nos acompanha e nos ajuda diariamente com suas mensagens cheias de boas energias. Elas nos fortalecem MUITO!)

Acompanhe a gente nas redes sociais! 

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)