O que fazer em Londres em julho de 2016

Metade do ano já ficou para trás! Chegou a hora de planejar o SÉTIMO mês de 2016.

E dessa vez quem tá na área para dar as dicas de Londres não é a Fran. Sou eu, Nah. :)

É que enquanto escrevo este post, dona Francine tá chegando em Tóquio. E ela não tá indo a passeio, não. Vai morar lá do outro lado do mundo. :O

Aliás, vamos fazer um coro para incentivá-la a escrever sobre a vida nova – seja aqui no blog ou em um canal próprio? Ia ser demais, não? Aniiiima, Fran! <3

Ok, conversinhas iniciais feitas, vamos ao que interessa? Minhas dicas para este julho em Londres, é claro! :D

E eu resolvi fazer algo diferente: vasculhei o blog de cabo a rabo e tirei de posts recentes e velhiiinhos 31 belíssimas sugestões do que fazer na amada Terra da Rainha nas próximas semanas. Que tal?

Vamos lá?

Passe um dia em um campo de lavanda

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-10

A temporada de lavandas começou! Aproveitar o mês de julho para conhecer o Mayfield, um dos campos mais próximos do centro de Londres, é uma ótima pedida.

  • Onde: Croydon Lane, Banstead, SM7 3BE
    • Como chegar: Na estação de London Bridge, busque um trem que tem como destino “Tattenham Corner Rail Station”. Mas não vá até o ponto final, desça em “Woodmansterne” (até lá são cerca de 35 minutos). Saia da estação pelo lado esquerdo dela e vire na primeira rua à esquerda. Ali, na frente de um mercadinho local, tem um ponto de ônibus. O 166 passa ali. Entrando nele, a “viagem” leva mais 15 minutos. Desça no ponto Oak Park e aproveite!
  • Quando: Até 15 de setembro 
  • Quanto: £1 por pessoa (que pode ser “recuperado” se você fizer compras de pelo menos 5 libras na loja) – visitantes de até 16 anos não pagam
  • Post completo: Já pensou em visitar um campo de lavanda em Londres?
  • Saiba mais: http://www.mayfieldlavender.com/ 

Explore (por dentro!) o Palácio de Buckingham

Buckingham Palace - London

Existe um ditado que diz “quando os gatos saem, os ratos fazem a festa”, não é mesmo? Em Londres, esse ditado se encaixa perfeitamente ao período de férias da vovó Beth – sim, sou íntima. Como não, né? hihi

Enquanto ela e o Duque de Edimburgo curtem suas férias em terras vizinhas, o Palácio de Buckingham, residência oficial da monarca em Londres, abre para visitação de súditos e turistas. No ano passado, eu aproveitei essa oportunidade e AMEI. Que tal você se programar para fazer o mesmo este ano? A “janela Real” se abre ainda este mês!

Viva a experiência de um Grand Slam de tênis

Sim, teve isso. Já chegamos lá! ;)

Na semana passada, contei, em um post detalhadíssimo, como foi minha experiência no Grand Slam de tênis que acontece em Londres anualmente. Ele já está na reta final, mas você ainda pode conseguir um ingresso!

  • Onde: The All England Lawn Tennis Club, Church Road, Wimbledon, London SW19 5AE
    • Como chegar? 
      • De metrô: Desça na estação de Southfields (District Line – linha verde) e aí ande cerca de 15min (você não vai se perder, o CLIMA vai te levar pra lá. Garanto!) – ou, então, pegue o ônibus 493 (e desça junto com o resto da tchurma que tem cara de que vai ver jogo de tênis!)
      • De trem: Desça na estação de Wimbledon e aí pegue o ônibus 493
  • Quando: Até 10/07
  • Quanto: Ingressos a partir de £8
  • Post completo: Wimbledon – como viver a experiência incrível de um Grand Slam de tênis em Londres
  • Saiba mais: http://www.wimbledon.com/

Visite a Beefeater – tradicional fábrica de gin

fábrica de gin em londres - tour em londres

Gin & tonic é um dos drinks mais clássicos de Londres. Mas não é só isso. O gin, principal ingrediente dessa bebida famosa, tem sua história intimamente ligada à história de Londres. Por isso mesmo, visitar uma fábrica de gin na cidade pode ser um programa cultural bem legal. A gente curtiu – e contou tudo no post sobre o tema! ;)

Passeie de caiaque pelo Regent’s Canal

passeio de caiaque em londres - london kayak tours - turismo em londres-12

Gente, como é divertido fazer um passeio de caiaque no Regent’s Canal! Uma forma completamente diferente de conhecer um pouco mais da história de Londres e um programa mega divertido. Com o clima gostoso de julho, fica ainda melhor. Anima?

Faça um tour pelo Stamford Bridge – o estádio do Chelsea

chelsea stamford bridge tour - pra ver em londres-2

O Brasil se diz o país do futebol, mas na verdade mesmo, o esporte é “bretão”. Então, outra bela sugestão do que fazer em Londres é conhecer alguns dos estádios mais bonitos/modernos/clássicos da cidade – tipo o do Chelsea, que tem um tour bem completinho (rola visita à sala de imprensa, aos vestiários – do time da casa e do visitante, à entrada dos jogadores e assim por diante).

  • Onde: Fulham Road, London, SW6 1HS
    • Como chegar: A estação “Fulham Broadway” do metrô (District Line – verde) fica a poucos metros dali
  • Quanto: Há diferentes formatos de tour. O clássico, que é o que a gente fez, custa £19 para adultos (acima de 16 anos), £13 para crianças (entre 5 e 15 anos). Menores de 5 anos não pagam. Esses preços são para compra pela internet – neste link.
  • Post completo: Por dentro do estádio do Chelsea em Londres
  • Saiba mais: http://www.chelseafc.com/

Tenha uma noite de bons drinks num bar temático superlegal

cahoots - bar em londres - pra ver em londres-6

Uma carta de drinks maravilhosa, um ambiente delicioso, uma viagem no tempo. O Cahoots oferece tudo isso. Excelente para um “esquenta” de sexta-feira, um bom drink e bom papo no sábado ou para uma a noite entre amigas/amigos em qualquer outro dia. ;)

Aproveite a combinação deliciosa de café bacana + gatinhos lindos

lady dinah cat cafe - london

Eu sou gateira assumida (com muito orgulho e muito amor, por sinal) e não posso ver um gatinho que ficou loucona. haha

Isso pode me fazer suspeita para falar sobre um café em que as grandes estrelas são os felinos, mas essa dica não podia ficar de fora. Afinal, tomar um bom café na companhia deliciosa de vários gatinhos ronronantes é uma sugestão boa demais. <3

Conheça uma das mais belas bibliotecas do mundo

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-17

Eu nunca vou esquecer o que senti quando entrei pela primeira vez na British Library. Lembro de sentir que meus olhos estava brilhando, sabe? Era tanta preciosidade reunida bem ali, na minha frente, que eu até fiquei emocionada.  E gente, é um baú de tesouros GRATUITO! Eu, se fosse você, tirava um dia deste mês para conhecer.

Dê um rolê de barco pelo Rio Tâmisa

Thames Clippers - transporte público em londres

Ir a Londres e não ver o Rio Tâmisa não é ir a Londres. E TENHO DITO! :D

É que assim, se você quiser, você “foge” do Palácio de Buckingham, do Big Ben, da London Eye, da Piccadilly Circus. Mas do Tâmisa… aaah, é muito difícil fugir. Porque vai ter alguuuuma coisinha nos arredores dele que você vai querer explorar. Ou melhor, você vai querer ver vááárias coisinhas nos arredores da “maior avenida” de Londres. Não tenho dúvidas. :)

Pois é, o rio que corta a cidade é O cara. E uma das melhores formas de aproveitá-lo é usando o “ônibus aquático” que atende por Thames Clippers. Ele é um modal de transporte público, mas ao mesmo tempo é um passatempo e tanto.

Curta uma boa noite de jazz em um bar clássico de Londres

Ronnie Scotts - jazz in london

Londres é uma cidade que agrada os mais variados gostos musicais. E quando o assunto é jazz, um dos melhores lugares para sair feliz da vida é o Ronnie’s Scott, que já foi palco de shows de grandes artistas como Ella Fitzgerald, Amy Winehouse e Jimi Hendrix, e também apresenta pocket shows de nomes menos conhecidos, mas ao mesmo tempo muito talentosos.

Tenha um dia diferente visitando uma fazenda no meio de Londres

Surrey Docks Farm - Pra Ver em Londres

Sim, tem uma fazenda no meio de Londres. E sim, visitá-la é muito legal! \o/

Pode esperar vários animaizinhos lindos, um café delicioso e uma fuga da correria da cidade grande – sem ter que sair do centro dela!

Explore a herança dos tempos de Shakespeare

O teatro!

Shakespeare sabia escrever boas histórias e deixou um grande legado para a dramaturgia mundial. E em Londres, seu legado ganha novo fôlego dia após dia com artistas dando vida aos seus personagens mais marcantes em remontagens de peças como Macbeth, Rei Lear e, claro, Romeu e Julieta no Shakespeare’s Globe, teatro construído nos mesmos moldes dos “shakespereanos”.

Se você não quiser ou não puder assistir a uma apresentação, mas mesmo assim tiver vontade de conhecer o Globe Theatre, pode fazer o tour pelo teatro, que foi o que a gente fez – e adorou!

Tome uma boa cerveja em um dos pubs mais antigos de Londres

Melhores pubs de Londres - The Olde Cheshire

Em 1666, Londres foi praticamente devastada por um grande incêndio que teve início na região da City of London, coração da cidade. Depois disso, muitos estabelecimentos tiveram que ser reconstruídos e recomeçar sua trajetória. Foi o caso do pub Ye Olde Cheshire Cheese, que é considerado um dos pubs mais antigos de Londres e que oferece uma experiência sensorial muito legal – a impressão que se tem é que o tempo parou lá dentro. Um lugar pra lá de bacana pra tomar uma boa cerveja e comer quitutes típicos da culinária de pub.

Viaje pela história do rock’n’roll britânico de van em Londres

London Rock Legends Tour - VisitBritain

Falei há pouco que Londres é uma cidade que agrada amantes de vários estilos musicais, certo? Pois é, mas tem uma “tribo” (ai, que coisa de velha) que sai ganhando quando o assunto é pequenos-grandes prazeres é a dos apaixonados por rock. Sim, porque algumas das bandas de rock mais icônicas do mundo nasceram por essas bandas do mundo – caso de Beatles, Rolling Stones, The Who, The Clash, etc. E uma das melhores formas de explorar essa história toda é fazendo o tour London Rock Legends Tour.

  • Onde/Quando: Entre 28 de março e 01 de novembro o tour acontece diariamente, com a van saindo do Original Tour Information Centre (15/17 Cockspur Street, Trafalgar Square, London SW1Y 5BL) às 14h, e entre 04 de novembro e 27 de março o tour acontece aos sábados, domingos, terças, quartas e quintas, sempre às 13h. A estação mais próxima do ponto de encontro é a Piccadilly Circus (linhas: Piccadilly – azul escura – e Bakerloo – marrom)
  • Quanto: Adultos pagam $48 (dólares mesmo!) e crianças (até 13 anos) pagam $31
  • Post completo: London Rock Legends Tour: uma viagem de van pelo rock britânico
  • Saiba mais: http://bit.ly/29j7CMD

Explore a pé o bairro que marca o centro do mundo

greenwich park - londres

Quem é que não lembra da professora de Geografia que contou que existia um tal de Meridiano de Greenwich, que dividia o mundo no meio e que possibilitava a medição da longitude entre dois pontos? Todo mundo, né? :)

Então, esse tal de Meridiano de Greenwich fica em Londres. E no bairro em que ele está localizado há muita, muita coisa legal para ver e fazer. Dá para passar um dia inteiro (ou dois, três, quatro…) explorando a pé essa região que além de superlegal, é muito linda. Bora planejar esse passeio este mês?

Conheça o barco-museu que conta a história da rota do chá

cutty sark - museu londres

E já que estamos falando de Greenwich, uma sugestão extra para você acrescentar no seu roteiro pelo bairro é aproveitar para visitar o Cutty Sark, um museu que fica dentro de um barco ancorado por ali. O museu é bem interessante, bonitão e guarda um monte de relíquias dos tempos em que a rota do chá entre a China e o Reino Unido era um negócio mega lucrativo.

Entenda tudo por trás das grandes guerras visitando um museu superbacana

Canhões como este foram os principais armamentos de 22 navios a partir de 1912. Pesando cerca de 100 toneladas (!), eles tinham capacidade de disparar bombas de até 876kg a uma distância de 29km. UAU, né?

Outro museu bacanérrimo (e gratuito) de Londres, excelente opção para quem curte História e gosta de entender tudo que há por trás dos grandes conflitos mundiais é o Imperial War Museum. Ele é pesado, doído, mas ao mesmo tempo muito esclarecedor. Uma verdadeira aula de “mundo”.

  • Onde: Lambeth Road SE1 6HZ
    • Como chegar:
      • Estações de metrô mais próximas: Lambeth North (Bakerloo Line, marrom); Waterloo (Bakerloo – marrom, Northern – preta, Jubilee Line – cinza), Southwark (Jubilee Line – cinza) e Elephant & Castle (Bakerloo – marrom, Northern Line – preta)
      • Nossa sugestão: vá a pé do Big Ben. É uma caminhadinha suuuper gostosa de cerca de 20 minutos. :)
  • Quando: Entrada gratuita 
  • Post completo: Imperial War Museum – histórias de guerra contadas em um museu de Londres
  • Saiba mais: http://www.iwm.org.uk/

Veja bem de pertinho algumas das obras de arte mais lindas do mundo

The National Gallery - London

Mas se o que você quer é ver belas pinturas, de artistas renomados, uma das melhores opções é programar uma visita à National Gallery. Quadros de pintores como Van Gogh, Leonardo da Vinci e Monet estão espalhados pelas belíssimas salas dessa galeria que já é uma obra de arte por si.

Não vá com a pretensão de ver tuuudo que há em cada ambiente da National Gallery, mas com o objetivo de explorar da melhor forma possível cada obra que observar. Vale cada centavo não investido – é que a entrada é gratuita. Dãr. hehe

  • Onde: No coração da Trafalgar Square
    • Como chegar de metrô? A estação Charing Cross – Northern (preta) e Bakerloo (marrom) Lines – fica do ladinho! Mas também tem um montão de ônibus que passa por ali, inclusive o famoso “9”, que é oferece praticamente um tour pela cidade
  • Quanto: Entrada gratuita
  • Post completo: A incrível National Gallery de Londres

“Namore” Londres curtindo a vista incrível do prédio mais alto da cidade

Tower Bridge - foggy London

Ver Londres do topo de um prédio alto, de um parque que fica em uma região elevada da cidade, da janela do avião que sobrevoa o Tâmisa é uma das melhores coisas da vida – na minha opinião, é claro.

Ao longo dos seis anos de blog, já apresentei algumas sugestões de como admirar a cidade “lá de cima”, mas para este post, como dica para você curtir este mês, separei a que nos reservou a melhor das surpresas: uma cidade encoberta por seu característico “fog” (névoa que é emblemática dessa terra): o The Shard, prédio mais alto da Europa ocidental.

  • Onde: 
    • Como chegar? O The Shard fica coladinho à estação London Bridge, que é atendida pelas linhas Jubilee (cinza) e Northern (preta) do metrô e tem serviço de trem também.
  • Quanto: Se você comprar seu ingresso antecipadamente (pelo site, com no mínimo 24 horas de antecedência), paga £25.95; se comprar na hora, paga £30.95. Crianças entre 4 e 15 anos pagam £19.95 na compra adiantada e £24.95 no dia.
  • Post completo: The Shard – Pra Ver Londres BEM do alto
  • Saiba mais: http://www.theviewfromtheshard.com/en/

Brinque de ser Harry Potter por um dia visitando a famosa plataforma 9 3/4

Carrinho, malas e gaiola da coruja hoje compõem o cenário perfeito para uma foto na vibe Harry Potter

Um carrinho de mala atravessando uma parede. É isso que você vê quando chega na plataforma 9 3/4 na estação de King’s Cross. E qual é a graça disso? É que essa é a plataforma que o Harry Potter usava para pegar o trem pra Hogwarts, oras! :D

Tirar uma foto ali não custa nada (a não ser que você queira pagar pelas profissas que a equipe da lojinha tira na hora) e é bem divertido brincar de Hermione por uns segundos.

  • Onde:  Na estação King’s Cross St. Pancras, que tem as seguintes linhas do metrô: Victoria (azul clara), Northern (preta), Hammersmith & City (rosa), Circle (amarela) e Metropolitan (bordô). Além disso, dali saem trens para destinos dentro e fora do Reino Unido. Se você se perder não tem problema, basta perguntar para qualquer funcionário onde fica a plataforma do Harry Potter que eles saberão te ajudar. ;)
  • Quanto: Para tirar foto com sua máquina você não paga nada. Só paga se quiser comprar a foto tirada pela equipe
  • Post completo: Harry Potter em Londres: plataforma 9 3/4
  • Saiba mais: https://www.harrypotterplatform934.com

Encante-se pelo mercado de flores que colore os domingos de Londres

Columbia-Flower-Market-London

“Há flores por todos os lados, há flores em tudo que eu vejo…”

A música dos Titãs é perfeita para um dia de rolê no Columbia Road Flower Market, o belíssimo mercado de flores de Londres, que tem o poder de colorir até o mais cinza dos domingos!

Aproveite o que há de melhor em Brick Lane

Brick Lane - London - people-pb

E se você for começar seu domingo passeando pelo mercado de flores, sair de lá e ir para Brick Lane é uma ótima ideia. Você pode curtir o mercado de rua, comer uns quitutes deliciosos de diferentes partes do mundo, apreciar os graffittis espalhados pela região, tomar boas cervejas e cafés… enfim, ter um dia bem agradável andando por ali!

  • Onde: Shoreditch High Street é a mais próxima (Overground), mas Liverpool Street também está a uma distância tranquila para ir a pé (e lá tem Central Line, Metropolitan Line, Hammersmith & City Lines e Circle Line – ufa!).
  • Post completo: Brick Lane – compras em Londres e muito mais

Deguste algumas das melhores cervejas do mundo na BrewDog

brewdog shoreditch

Cerveja boa não falta em Londres! E um dos melhores lugares para se apaixonar pela carta cervejeira é no bar da BrewDog, cervejaria escocesa que fabrica coisas lindas como Punk IPA, Jack Hammer, Tokyo e tantas outras boas birras. E a boa notícia é que não existe apenas UM bar da BrewDog em Londres, mas seis – além de uma loja em King’s Cross. Basta achar o mais perto de você e aproveitar!

–> Emendei essa dica na sugestão de Brick Lane porque há uma BrewDog em Shoreditch, nas redondezas de Brick Lane! ;)

Conheça o cemitério onde Karl Marx está enterrado

highgate-cemitery-karl-marx2

Eu sei, visitar um cemitério não é a coisa mais normal do mundo. Mas esse é diferente. Karl Marx tá enterrado ali e Douglas Adams – autor da série O Guia do Mochileiro das Galáxias – também – além, é claro, de muitas outras pessoas – célebres ou não. E não é um cemitério macabro, sabe? Pelo contrário, é bem bonito. O que você acha de dar uma chance pra ele? :)

Curta um dia delicioso no belo bairro de Hampstead

bairros de londres- hampstead - flask walk

E como o Highgate Cemetery fica próximo ao bairro de Hampstead, uma boa ideia é aproveitar o dia para curtir essa região tão linda e que no verão fica ainda melhor de explorar. Dê uma olhada na nossa sugestão de roteiro a pé pelo bairro e aproveite! ;)

Refresque-se nas águas dos lagos do Hampstead Heath

Aperitivo... Pra você ter uma pequena ideia do que é o Hampstead Heath

E é ali em Hampstead que fica um dos nossos parques preferidos de Londres: o Hampstead Heath, que tem três lagos em que os encalorados podem mergulhar, dar aquela refrescada e curtir a natureza. Fora que a vista do parque também é lindona. Ou seja, um programão para dias quentes e ensolarados – sim, isso existe em Londres. ;)

Explore uma das áreas mais turísticas de Londres a pé!

Roteiro a pé em Londres - Tower of London (1 de 1)

Na onda dos roteiros a pé, um que eu gosto muitão é este que tem a Tower of London como ponto de partida. Ele faz você percorrer uma região turística – e linda – de Londres sem gastar muito (dinheiro, porque sola de sapato até que vai bastante. :). O mapinha ficou bem completo e explicativo. É só baixar e aproveitar!

Ande de bondinho e curta uma vista diferente da cidade

Ó lá o The Dome/O2 Arena visto do bondinho.

É, Londres também tem teleférico! E além de levá-lo de um lado ao outro do rio pertinho da O2 Arena, o bondinho da Terra da Rainha proporciona uma vista do alto diferente das turísticas – o que é bem legal.

Explore um dos bairros mais lindos de Londres

sunset at richmond - london

Outro pedacinho de Londres que merece sua visita neste mês é o bairro de Richmond, que tem um belíssimo parque, um ar interiorano delicioso, uma vista incrível do Rio Tâmisa e, para nós, é um dos melhores lugares para ver o pôr-do-sol na cidade. <3

Faça uma superviagem cervejeira sem sair de Londres

Um dos bares da lista! ;)
Um dos bares da lista! ;)

Por último, quero convidá-lo a fazer uma viagem cervejeira este mês em Londres. Na verdade, essa é uma dica 5 em 1, porque recomendo cinco bares de cerveja artesanal que levam você para Itália, Alemanha, Japão e Bélgica, e um último que o faz viajar na cena cervejeira local.

E aí, o que achou das dicas? Se colocar alguma delas em prática, não deixe de comentar ou de enviar uma foto – pelas redes sociais ou para o nosso e-mail (contato@praveremlondres.com.br). Vamos adorar saber que o ajudamos a aproveitar melhor a cidade. ;)

Até o próximo post!

Beijobeijo,

Nah!

 

Acompanhe a gente nas redes sociais!

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Google+   |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

Museus de Londres – Post índice

Londres é uma cidade repleta de bons museus. Tem museu gratuito, tem pago. Tem museu para quem curte arte, para quem curte história, para quem curte curiosidades, para quem quer só se divertir… Tem museu em todos os cantos da cidade! Então, para encontrar um que agrade o seu perfil, basta fazer uma boa pesquisa. E nossos posts podem lhe ajudar nessa missão!

Reunimos aqui todos os museus de Londres que já apresentamos . Além disso, sempre que publicarmos uma nova resenha atualizaremos a lista, para facilitar sua busca. E para tornar esse post-índice ainda mais útil para você, no fim tem um mapa que mostra onde fica cada um dos museus citados aqui. Assim, você pode programar sua visita com mais facilidade. Que tal?

Vamos lá?

Imperial War Museum

O Imperial War Museum conta a história das batalhas que aconteceram desde a Primeira Guerra Mundial e das vidas afetadas pelas forças bélicas de lá para cá.

Dividido em diferentes áreas e usando personagens reais como ponto de partida para apresentar os fatos, este museu ensina ao mesmo tempo em que comove e nos faz entender e compreender alguns dos traços que permanecem até hoje nas características dos londrinos, dos ingleses, dos britânicos e até mesmo dos europeus de uma forma geral.

Um museu com uma carga emocional pesada, mas com muita informação interessante, boas histórias e reflexões.

–> Os detalhes sobre o museu e estão neste post.

Imperial War Museum - Change Your Life - London

London Transport Museum

A história do transporte público de Londres se confunde com a própria história da cidade. Por isso, visitar o London Transport Museum é fazer uma verdadeira imersão no passado, no presente e no futuro da capital inglesa.

Ao visitar o LTM você vai descobrir, por exemplo, que por muitos anos o Tâmisa foi a grande avenida de Londres (antigamente os barcos eram verdadeiros meios de transporte na cidade), que os primeiros ônibus terrestres da cidade eram puxados por cavalos, que no começo o metrô não era muito bom para a saúde dos usuários e muito mais. E você vai descobrir tudo isso de maneira muito divertida, dinâmica e didática. O museu é encantador!

–> Contamos tudo sobre a experiência de visitar o LTM aqui.

london-transport-museum-

Museum of London

Se tem um museu que os fascinados por Londres precisam visitar é, com certeza, o Museum of London – que, como o nome sugere, é 100% focado na cidade. Nele, o visitante conhece a história de Londres desde o tempo em que os romanos dominavam tudo, até os dias de hoje, passando pelo período do grande incêndio (1666), pela era das grandes pragas e mais. Além disso, é possível passear por uma réplica da Londres vitoriana, ver de pertinho a carruagem que o Mayor of London usa até hoje e assim por diante.

–> Nosso relato completo sobre a visita ao Museum of London pode ser lido aqui.

museum-of-london1

Shakespeare’s Globe

A réplica do teatro shakespeariano é muito mais do que um simples museu. É praticamente um teletransporte para a Era Shakespeariana. No Globe, você vai poder conhecer toda a história do autor de Romeu & Julieta, Hamlet e tantos outros clássicos da literatura, e também poderá entrar no teatro e sentir-se parte de uma realidade que permanece viva em Londres graças a esse teatro/museu que de quebra fica em uma das regiões mais bonitas da cidade.

–> Confira nossa cobertura completa da visita ao Shakespeare’s Globe.

National Gallery

No coração da Trafalgar Square (a praça mais conhecida de Londres) está a National Gallery, um dos museus com a maior quantidade de grandes obras de arte de artistas famosos por metro quadrado do mundo! Tem Van Gogh, Monet, Manet, Cézanne, Michelangelo, Da Vinci e muitos outros. Além das obras incríveis, as salas são lindas, a lojinha tem um monte de coisas legais, o café é uma delícia… Dá para passar boas horas curtindo tudo isso.

–> Quer saber mais? Leia este post.

The National Gallery - London

National Portrait Gallery

A National Portrait Gallery, que fica nos fundos da National Gallery, conta a história do Reino Unido por meio de retratos de reis, rainhas, príncipes, princesas e súditos. E, olha, que bela maneira de aprender, hein? Os quadros são belíssimos, há muita informação interessante à disposição dos visitantes e, de certa forma, até mesmo os ambientes ajudam a contar as histórias.

Além dos retratos de época, há, também, vários retratos de personalidades atuais – a princesa Kate ganhou seu quadro há pouco tempo, o ex-primeiro ministro Tony Blair está eternizado lá e até a diva Amy Winehouse tem um quadro para chamar de seu. Muito legal!

–> Os detalhes da nossa visita à NPG estão aqui.

British Library

Talvez este seja o museu menos conhecido desta lista, mas definitivamente ele merece sua atenção. Há cerca de 200 relíquias guardadas na British Library – como o original de Alice no País das Maravilhas, Yesterday (a música dos Beatles) manuscrita (entre outras composições do fab four), a Bíblia de Gutenberg (o cara que inventou a prensa moderna, que tornou a produção de livros em massa possível), peças originais de Shakespeare e muito, muito mais!

–> Nosso post completo sobre a British Library está aqui.

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)

Victoria and Albert Museum

Abrimos o post que escrevemos sobre o Victoria and Albert Museum assim:

Mais de 4 milhões de objetos estão expostos no Victoria and Albert Museum (o V&A, para os íntimos), o maior museu de artes decorativas do mundo! São 145 galerias, espalhadas por mais de 50 mil metros quadrados (o que equivale a mais de cinco campos de futebol!), com artefatos milenares que representam as culturas europeia, norte-americana, asiática e norte-africana!

É porque os números e informações impressionam mesmo. Mas o V&A não é grandioso só nos números. O que impressiona mesmo são as obras de arte que podemos ver no museu e a variedade de temas trabalhados de maneira tão brilhante.

–> Saiba mais sobre o Victoria & Albert Museum acessando este link.

Pra Ver em Londres -V & A Museum (1 de 1)-54

Ripley’s Believe it or not

O museu de curiosidades Ripley’s Believe it or not (acredite se quiser) pode não ser o melhor para quem quer aproveitar a visita a Londres para se abastecer de conhecimento útil, mas tem um tantão de conhecimento inútil ensinado de maneira muito divertida lá, viu? haha. É um museu para entreter – e cumpre muito bem essa missão. São seis andares com curiosidades divididas em diferentes temas e estilos, além de um labirinto de espelhos e uma “guerra contra lasers”. Dá pra sair de lá sorrindo!

–> Apresentamos diversas curiosidades do Ripley’s Believe it or not e contamos tudo que você precisa saber para programar sua visita neste post.

Pra Ver em Londres - Ripley's Believe it or Not

Madame Tussaud’s

Já pensou encontrar Paul McCartney, John Lennon (aham), George Harrison (aham2) e Ringo Starr e poder tirar foto com eles? Ou, ainda, cumprimentar a Rainha Elizabeth II e trocar uma ideia com Boris Johnson, o prefeito de Londres? Isso é possível no Madame Tussaud’s. Quer dizer, mais ou menos, né? Esse povo todo (e mais um monte de gente) está lá em formato “boneco de cera”. Tem quem ame, tem quem odeie.

–> Se amar e quiser saber mais, leia este post. 

Se não curtir a ideia, não precisa bater no amigão que quer abraçar a gata da Julia Roberts, ou na amigona que quer tirar uma lasquinha do Cristiano Ronaldo, bater um papo com “a bonequinha de luxo”. É só não ir! ;)

madame tussauds

Tate Modern

Mais de cinco milhões de pessoas visitaram a Tate Modern no ano passado!

Lá, elas puderam ver obras de arte moderna e contemporânea, incluindo peças de renomados artistas como Picasso, Monet, Dalí, Matisse e muitos outros.

–> Nos apaixonamos pela Tate Modern em nossa segunda visita. Neste post, contamos por quê. Não deixe de ler!

A Tate fica em um prédio que até 1982 era sede de uma usina elétrica - a Banskide Power Station. Por isso a cara "industrial".

Cutty Sark

Em Greenwich, um dos bairros mais encantadores de Londres, há um barco “flutuando”. É o Cutty Sark, que hoje funciona como um incrível museu que conta como funcionava a rota do chá entre a Inglaterra e a China no século XIX.

O museu é muito legal! Superinterativo, com muita informação bacana e, além de tudo, MUITO bonito. A gente recomenda demais a visita em um dia explorando o bairro do meridiano, do parque bonitão, do mercado de rua e de tantas outras coisas bacanas! :)

–> Nosso post completo (que tem texto, fotos e vídeo) está aqui.

cutty sark - museu londres

Museus de Londres no mapa

Já decidiu quais museus de Londres quer visitar com base nas nossas sugestões? Então agora é a hora de programar a visita dando uma olhadinha no mapa abaixo.

Recapitulando:

Agora é com você! Escolha os museus que mais te agradam e aproveite!

Mas não esqueça que essa lista será atualizada sempre. Fique de olho aqui para conhecer novas outros museus que merecem sua atenção.

Nah e João

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Vem aí: palestra gratuita sobre Londres!

No fim do ano passado recebemos um convite inédito: dar uma palestra sobre Londres. =D

Obviamente, curtimos muito a ideia, mas bastou terminarmos de ler o e-mail para nos olharmos e, quase juntos, soltarmos: “que tarefa difícil!”. O problema estava no tamanho estipulado para o vídeo: uma hora. Não, não é muito, não. É pouco. Pouquíssimo!

Pensa comigo: temos mais de 100 posts sobre Londres aqui no blog (todos aqui), pelo menos uns 50 outros já “apurados” e aguardando a edição e publicação, centenas de lugares para visitar na cidade e escrever sobre… como é que conseguiríamos resumir tudo que amamos na cidade em menos de 60 minutos?

Nem um pouco fácil.

Mas resolvemos encarar o desafio e participar do Congresso Nacional de Destinos de Viagem – Edição Europa. :)

Congresso Nacional de Destinos de Viagem - Londres

Assista a palestra!

Quebrando a cabeça juntos, chegamos a um consenso: a melhor opção seria dividir a palestra em temas, escolher tópicos dentro desses temas e focar neles.

Foi assim que nasceu nosso primeiro vídeo roteirizadinho sobre Londres. <3

A noite de gravação foi longa, mas divertidíssima! :)
A noite de gravação foi longa, mas divertidíssima! :)

E, modéstia à parte, ficou bem bacana, viu?

Pra assistir, tudo que você tem que fazer é acessar este endereço e cadastrar seu e-mail (é gratuito). Aí amanhã (sábado, 31/01), basta você voltar lá às 20h (horário de Brasília – 22h em Londres) e, pronto, nos assistir! :)

ATENÇÃO: Nossa palestra foi a mais votada para ser reexibida. Então hoje, 05/02, ela será apresentada novamente. Às 21h! Cadastre seu e-mail aqui e esteja com a gente lá! ;)

Vamos ADORAR ter você na plateia! ;)

Chamamos nossa palestra de “o melhor dos melhores de Londres”. Selecionamos um trechinho pra você ter uma ideia do que vai ver:

Que tal?

Não vou dar mais detalhes pra não estragar a surpresa. :)

Ah, e por falar em surpresa, temos mais uma bem especial pra quem assistir a palestra…

Guia Pra Ver em Londres: O melhor dos melhores

book1Todo mundo que assistir nossa palestra tem direito a baixar gratuitamente nosso primeiro mini-guia! =D

Um e-book gratuito que reúne todas as informações que você precisa para, depois de assistir a palestra, seguir nossas dicas e curtir “o melhor dos melhores em Londres”. Este aqui ao lado, que a princípio será apenas para quem assistir a palestra –>

Legal, né? :)

Um bom motivo pra acessar http://www.cndv.com.br/ neste sábado, às 20h, não?

Esperamos você lá!

Beijobeijo,

Nah e João

PS: Temos ouuuutras novidades para anunciar em breve. Vale a pena assinar nossa newsletter (gratuita!) para conhecer as belezinhas que vêm por aí em primeira mão. Para isso, basta preencher este formulário:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Imperial War Museum: histórias de guerras contadas em Londres

Imperial War Museum - Change Your Life - LondonRecentemente, conhecemos uma família que nos contou uma série de histórias interessantes (e ao mesmo tempo extremamente tristes) sobre a vida em Londres em um dos períodos mais difíceis da história: o da Segunda Guerra Mundial. Os “Allpress” eram em mais ou menos 12 – mãe, pai e cerca de 10 filhos (margem de erro de dois para mais ou para menos. hehe), e tinham um milhão de histórias para contar…

Textos, fotos, áudio e ambientes inspirados nos da época não apresentavam apenas a realidade desta família na Londres da primeira metade do século XX, mas também a realidade de todos aqueles que moravam aqui (e no Reino Unido como um todo) nesse período.

Ligando os pontos dessa história talvez você já tenha entendido onde quero chegar. Conhecemos a família Allpress não nas ruas de Londres, mas dentro de um dos museus mais incríveis da cidade, o Imperial War Museum (Museu de Guerra Imperial), que desde 1920 conta a história das batalhas e das vidas afetadas pelas forças bélicas desde a Primeira Guerra Mundial.

Dividido em diferentes áreas e contando diferentes histórias, o Imperial War Museum ensina história ao mesmo tempo que comove e nos faz entender e compreender alguns dos traços que permanecem até hoje nas características dos londoners, dos ingleses, dos britânicos e até mesmo dos europeus de uma forma geral. E é o museu de Londres que apresento hoje para você…

Change!

A visita ao Imperial War Museum começa antes mesmo de entrarmos nele.

No jardim em que o incrível prédio do museu fica, um pedaço do Muro de Berlim grita: “Change your life!”

Mude sua vida!
Mude sua vida!

E é um ótimo ponto de partida para tudo o que se vê da porta para dentro do museu. Afinal, chega de guerra, né? :)

Além disso, ainda fora do museu se observam estes dois canhões:

Canhões como este foram os principais armamentos de 22 navios  a partir de 1912. Pesando cerca de 100 toneladas (!), eles tinham capacidade de disparar bombas de até 876kg a uma distância de 29km. UAU, né?
Canhões como estes foram os principais armamentos de 22 navios a partir de 1912. Pesando cerca de 100 toneladas (!), eles tinham capacidade de disparar bombas de até 876kg a uma distância de 29km. UAU, né?

É, pra convencer os indecisos a entrarem de uma vez. :)

Vamos lá, então?  

Por dentro do Imperial War Museum de Londres

Desde o ano passado o Imperial War Museum de Londres está passando por uma mega reforma, e algumas de suas áreas não estavam abertas ao público nessa nossa última visita. Aliás, é importante frisar que no momento TODO o museu está fechado. Ele será reaberto em julho deste ano (2014).

Mas não podia deixar essa dica para depois, porque saímos de lá com tanta coisa na cabeça e refletindo sobre tudo que precisávamos falar sobre ele logo. :)

Ao todo vimos seis exposições, dentre as quais destaco quatro:

  • War Story: Supplying Frontline Afghanistan – mostra como é a vida dos soldados britânicos que estão no Afeganistão na chamada “guerra contra o terror” por meio de fotos e dados. É uma exposição bem pequenininha, dá pra ver em uns 15/20 minutos.

British soldiers

Além das fotos, há vários murais com informações sobre a vida dos soldados britânicos no Afeganistão espalhados por esta sala. Alguns números surpreendem. Olha só:

  • Em 2010, 3500 toneladas de munição foram transferidas do Reino Unido para o Afeganistão;
  • No mesmo ano, mais de 200.000 sacolas contendo correspondências foram enviadas do UK pro Afeganistão e de lá pra cá . Bastante coisa em tempos de internet e telefone, né? Mas é que para quem está em campo de batalha as cartas ainda são o único meio de comunicação;
  • Em 2011, as tropas britânicas consumiam 7.5 toneladas de batata por semana;
  • Em 2012, a equipe de profissionais enviados do Reino Unido pro Afeganistão era de mais ou menos 9.500 pessoas!;
  • Também em 2012, mais de 2.700 veículos britânicos circulavam em território afegão;
  • 150.000 litros de combustível são consumidos diariamente pela equipe britânica no Afeganistão.

E para viver seu dia a dia no Afeganistão, um soldado britânico leva consigo “só” isso:

british soldier - Afhganistan

Não quero entrar aqui no mérito da guerra em si (mas é bom dizer que sou contra qualquer tipo de guerra), mas o fato é que não tem como não se comover com tudo o que a gente vê nesse pequena parte do museu. E não só com a parte emocional, mas também com a financeira. Pare e pense: 7.5 toneladas de batata por semana. Só com isso já vai umas boas Rainhas, não é mesmo? E tudo isso para uma guerra que vai trazer o que de benefício para a humanidade?

Impossível não se questionar…

Supplying frontline Afhganistan

  • A family in wartime – “No dia 03 de setembro de 1939 a Grã-Bretanha declarou guerra contra a Alemanha. Para as famílias britânicas, a vida nunca mais seria a mesma. Esta exposição apresenta os Allpresses, uma família real que vivia no Sul de Londres quando a guerra começou”

Esta foi minha exposição preferida. Adoro aprender por meio de imersão, e é o que “A family in wartime” proporciona. Ao mesmo tempo em que o tema é pesado, a história das pessoas traz uma leveza. Levamos cerca de uma hora para ver tudo, mas passou muuuito rápido porque era tudo muito interessante.

Logo na entrada da exposição a gente conhece cada um dos integrantes da família Allpress. Depois, os caminhos de todos eles são apresentados. É legal demais ver o "papel" de cada um deles durante todo o período em que Londres foi afetada pela II Guerra Mundial.
Logo na entrada da exposição a gente conhece cada um dos integrantes da família Allpress. Depois, os caminhos de todos eles são apresentados. É legal demais ver o “papel” de cada um deles durante todo o período em que Londres foi afetada pela II Guerra Mundial.
Na "casa" dos Allpresses, dezenas de quadros preenchem as paredes. Não são quadros quaisquer; são quadros que também retratam cenas da época. Muuuito legal!
Na “casa” dos Allpresses, dezenas de quadros preenchem as paredes. Não são quadros quaisquer; são quadros que também retratam cenas da época. Muuuito legal!

The Blitz - Imperial War Museum - London

Recadinho do governo: quer comer em tempos de guerra? Melhor plantar em casa!
Recadinho do governo: quer comer em tempos de guerra? Melhor plantar em casa! [Não tá fácil pra ninguém, companheiro]
Uma boa parte da exposição é dedicada a mostrar as funções exercidas pelas mulheres no apoio ao lado britânico da guerra. Achei bem legal!
Uma boa parte da exposição é dedicada a mostrar as funções exercidas pelas mulheres no apoio ao lado britânico da guerra. Achei bem legal!
A sua tá fácil? Bom se cuidar, hein? O Hitler não avisa quando vem! =/
A sua tá fácil? Bom se cuidar, hein? O Hitler não avisa quando vem! =/
Dá pra se sentir na casa dos Allpress, não? :) A melhor parte é a mensagem lá no fundo: "a guerra tinha acabado. A gente mal podia acreditar". Para eles, a melhor parte é que a guerra acabou e a família toda resistiu - inclusive os irmãos que representaram o Reino Unido nos campos de batalha.
Dá pra se sentir na casa dos Allpress, não? :) A melhor parte é a mensagem lá no fundo: “a guerra tinha acabado. A gente mal podia acreditar”. Para eles, a melhor parte é que a guerra acabou e a família toda resistiu – inclusive os irmãos que representaram o Reino Unido nos campos de batalha.
aaa
Apesar de a família Allpress ter passado ilesa pela guerra (só em termos de vida, porque de cicatriz emocional com certeza todos foram feridos), outros mais de 60.000 britânicos foram mortos por ataques inimigos; durante o período conhecido como Blitz (informações aqui) 2.25 milhões de pessoas perderam suas casas; 46% das crianças de Londres foram “evacuadas” – ou seja, enviadas para outros cantos do país para que ficassem mais seguras. Há histórias e relatos chocantes dessas crianças na exposição.

Enfim, não tem como não se imaginar na pela dos Allpresses. A família deles podia ser a nossa, e isso torna a compreensão dos fatos muito mais simples. Recomendo muito!

  • Holocaust – como o nome diz, é a exposição que apresenta a história do holocausto e de todo o terror causado por Hitler e sua turma contra judeus e várias outras minorias. É, sem dúvidas, a parte mais pesada do museu – inclusive crianças são aconselhadas a não entrar. Não é permitido fotografar a exposição, mas eu posso garantir que ela é MUITO completa. Estivemos também no museu do Holocausto em Berlim e a exposição do Imperial War Museum é quase tão intensa quanto aquela – que está no lugar onde tudo começou, né? Uma hora, uma hora e meia do seu dia no Imperial War Museum deve ser dedicado à esta exposição.
  • Secret War – explora os temas espionagem, forças especiais e aí por diante, e é muuuito interessante. O que se vê lá é a ação dos 007 da vida real. Porém, o espaço em que ela fica é meio apertado, e como há bastante informação para ser lida ao longo da exposição às vezes acumula um monte de gente em uma “janelinha”, o que dificulta bastante a leitura. Essa exposição por si só ocupa mais de uma hora da visita.

Secret War - Imperial War Museum - London-

Secret War - Imperial War Museum - London

No fim da exposição, esta bandeira do Reino Unido. A importância dela? Ela foi encontrada nos destroços do World Trade Center, em NY, depois do atentado de 11/09/2001. Não tem como não se emocionar...
No fim da exposição, esta bandeira do Reino Unido. A importância dela? Ela foi encontrada nos destroços do World Trade Center, em NY, depois do atentado de 11/09/2001. Não tem como não se emocionar…

Sobre as outras exposições do IWM

Ainda vimos uma exposição fotográfica de guerra e outra que… desculpa, mas não lembro. Já estávamos bem cansados (é bastante informação pra assimilar, e informação pesada, minha gente) e não demos bola pra ela, confesso.  =/

Além disso, estava em cartaz uma exposição paga que, segundo uma das monitoras do museu, era mais voltada pra crianças – Spies: Horrible Stories e alguns tanques, jipes de guerra estavam espalhados pelo prédio do museu. Isso porque normalmente a área central do Imperial War Museum concentra esse tipo de coisa, mas está temporariamente fechada para a reforma que citei no começo do post.

Não vou mentir. Foi meio decepcionante ver os vículos de guerra simplesmente estacionados aqui e ali. Queria que a área central do museu estivesse aberta para ver o jipe do lado do avião, do lado do tanque... Mas, tudo bem. Fica pra próxima! :)
Não vou mentir. Foi meio decepcionante ver os vículos de guerra simplesmente estacionados aqui e ali. Queria que a área central do museu estivesse aberta para ver o jipe do lado do avião, do lado do tanque… Mas, tudo bem. Fica pra próxima! :)

Também não pudemos ver as famosas galerias “Second World War”, que promovem uma experiência sensorial em uma Londres bombardeada. Uma pena. :( 

Imperial War Museum: veredito final

No nosso ranking estelar, o Imperial War Museum de Londres mereceu 4 estrelas!

ranking-estelar-IWM

Por que não 5? Porque estava em reforma, oras. Mas isso não será problema pra você que planeja visitá-lo depois de julho. Afinal, quando ele reabrir no verão deste ano estará já prontiiinho. E aí, meu caro, cinco estrelas com certeza. :)

Só preciso fazer mais algumas observações…

Você deve ter reparado que falei em tempo para ver as exposições, certo? É que para aproveitar ao máximo o museu é preciso ler. E ler muito. Todas as exposições estão muitooo detalhadas em texto. E isso, claro, toma tempo. Então é bom programar umas 3, 4 horas para visitar o Imperial War Museum com calma.

E se você não tem paciência para ler, o melhor talvez seja nem ir ao museu. Ou só ver a parte dos veículos de guerra mesmo. ;)

Gostou e ficou afim de começar a planejar sua visita? Se liga no serviço:

  • Entrada: Gratuita – exceto para algumas exposições pontuais
  • Site: http://www.iwm.org.uk/
  • Horários: das 10h às 18h, diariamente (fechado 24, 25 e 26 de dezembro)
  • Onde fica: Lambeth Road SE1 6HZ
  • Estações de metrô mais próximas: Lambeth North (Bakerloo Line, marrom); Waterloo (Bakerloo – marrom, Northern – preta, Jubilee Line – cinza), Southwark (Jubilee Line – cinza) e Elephant & Castle (Bakerloo – marrom, Northern Line – preta)
  • Nossa sugestão: vá a pé do Big Ben. É uma caminhadinha suuuper gostosa de cerca de 20 minutos. :)


View Larger Map

Bom passeio!

Beijobeijo,

Nah

Assine nossa newsletter!

Eieiei, não vá embora sem antes assinar nossa newsletter. Você vai passar a receber os posts novos do blog por email! ;)

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)

O que fazer em Londres esta semana? (26/08-01/09)

Heyhey, galeura. Aqui estamos nós para mais um “O que fazer em Londres esta semana?”. E olha, não é por nada não, mas a lista de hoje tá linda por demais da conta. =D

Tem festival de jazz abrindo a semana, “exposição” (gratuita) ao ar livre de esculturas lindonas, evento noturno (gratuito!) no Science Museum e muito mais. Espero que o sinhozinho Malta e sinhazinha Malta que se encontram em terras inglesas aproveitem nossas sugestões. E, quem curtir qualquer coisinha que seja, que não se esqueça de vir aqui contar pra gente depois. Vocês não sabem o poder de um comentariozinho na motivação destes que vos escrevem. hehe

Blablabla inicial de sempre concluído, vamos ao que interessa. Preparado para uma programação de fazer você querer sair de casa/do hotel/do hostel/da casa de família tipojá?

Highgate Jazz with soul festival

Semana que começa com jazz de qualidade é semana que começa bem, certo? Pois então a dica para esta segunda-feira de feriado em Londres não podia ser melhor. O Highgate Jazz with soul festival tem vários shows super legais programados para hoje. As apresentações começam às 13h e se estendem pelo dia todo. Os ingressos custam a partir de £5.

Se interessou? Clique aqui, saiba mais e programe-se! ;)

Sculpture in the city

Desde junho nove esculturas estão espalhadas pela “City” em Londres. Elas fazem parte do projeto “Sculpture in the City”, que está em seu terceiro ano e que tem como objetivo espalhar arte pelas ruas dessa região da cidade. Obviamente, esta é uma exposição gratuita. As esculturas merecem sua atenção…

Fotos: José Farinha
Fotos: José Farinha

Né? :)

Você encontra o mapa com a localização das esculturas aqui. Para entender melhor o projeto clique aqui.

Science Museum Lates - Science of Food and Drink

Toda última quarta-feira de mês o Science Museum promove um evento gratuito, noturno e temático para adultos com shows de ciências, pub quiz, djs, bar e muito mais nos três andares do museu. O vídeo abaixo é uma mostra do que pode rolar.

É, com certeza, uma experiência completamente diferente de tudo o que você já viu em Londres. Confira a programação completa do evento deste mês e anime-se para aproveitar tudo que ele tem a oferecer clicando aqui.

Horrible Histories- Spies

Quem gosta de História e de boas histórias não pode deixar de visitar a exposição Horrible Stories: Spies, em cartaz no Imperial War Museum até 04 de janeiro de 2015 (é, tem tempo! haha).

A mostra, que é baseada no livro homônimo de Terry Deary, revela como era vida dos espiões durante a Segunda Guerra Mundial. Ao visitar a exposição você conhecerá segredos dos espiões, técnicas usadas por eles, acessórios que carregavam para cima e para baixo em suas missões, os principais truques utilizados e muito mais.

Ao que tudo indica, a exposição é bem interativa e agrada principalmente o público infantil, como mostra este vídeo:

Mas não é porque os pequenos curtem que não é pra você, né? Os ingressos custam £6.20 para adultos, £3.30 para crianças entre 4 e 15 anos (até 3 anos não paga!) e há preços especiais para famílias. Quer saber mais e programar sua visita? Clique aqui.

Club to Catwalk- London Fashion in the 1980s

Nos anos 80, a moda em Londres percorreu o seguinte caminho: primeiro os jovens usavam nos clubes noturnos da cidade, depois a tendência ia para a passarela. E é a explosão criativa desta década e o resultado disso na cultura da capital inglesa que você vê de perto na exposição “Club to Catwalk: London Fashion in the 1980s”, em cartaz no Victoria & Albert Museum.

Só pra você ter uma ideia, a mostra reúne 85 looks da época, incluindo criações de estilistas como John Galliano, Vivienne Westwood e Katharine Hamnett.

club to catwalk - O que fazer em Londres

Animou? O site oficial do museu traz informações detalhadas. Programe-se! ;)

Para os mais interessados este vídeo da Crane.tv é imperdível:

Old Brewery

Pro sabadão a sugestão desta semana é especial pros cervejeiros amados que nos acompanham. Que tal se mandar pra Greenwich, curtir o dia por lá (parque, mercado, Cutty Sark, etc.) e depois se jogar na Old Brewery, da cervejaria Meantime (aquela linda)?

Foto: Scott Wishart
Foto: Scott Wishart

Não vou nem falar muito sobre ela, não. Você que se interessa por boas birras é que deve clicar aqui, saber qualé dessa sugestão e se jogar.

Cheers! ;)

Rainforest of the sea-

Assim que descobri a exposição “Rainforest of the Sea”, em cartaz no Horniman Museum, lembrei-me da Ariel, uma das minhas princesas Disney preferidas. Afinal, a Pequena Sereia queria muito sair do mar e vir para o mundo humano, mas o Sebastião (siri) bem que tentava mostrar a ela que é tão belo o fundo do mar que não havia motivos para ela querer mais…

 E são as belezas do mundo de Ariel que você vai ver em fotos incríveis nesta exposição (que só pode ser visitada até dia 15/09. Agilizaí!).

Clique aqui, saiba mais e bora lá! ;)

Diz aí, mandei ou não mandei bem demais na seleção de hoje? =D

Aproveeeeeite!

Beijobeijo,

Nah.

Eieiei, antes de ir embora assine a nossa newsletter. A segunda edição vem aí (e ainda por cima você vai começar a saber das novidades do blog sem ter que vir aqui todo dia. UHU!).

[wysija_form id=”1″]