The Spaniards Inn: gastropub em Hampstead, um dos bairros mais charmosos de Londres

Por Rafa Maciel, do blog Guri in London

Hampstead é uma área linda que não fica muito longe do centro de Londres (está um pouco mais ao norte, depois de Camden Town). Quem visita o bairro se apaixona assim de início. A atmosfera é única, as casas são bonitinhas e também não faltam pubs bacanas!

bairros de londres- hampstead

Minha dica de gastropub é exatamente um dos que estão por lá e que tem uma atmosfera que lembra muito a dos pubs do interior do país – bem aconhegantes e com frequentadores locais: o Spaniards Inn.

Ele é uma ótima opção pra quem visita a cidade uma segunda vez ou busca algo fora do tradicional ou “turistão” – apesar de não gostar da etiqueta.

gastropub em Londres - The Spaniards Inn

As definições de “pubs clássicos” foram atualizadas 🙂

O Spaniards Inn não possui nenhuma grande cervejaria por trás, e isso faz com que seu menu seja ainda mais autêntico, servindo pratos tradicionais de pubs de forma incrementada. Daqueles que alimentam os olhos também, sabe?

fish and chips em pub de Londres

O preço é uns £ 2 ou £ 3 acima da média, mas vale a pena pra quem busca um jantar mais sofisticado e num pub.

E olha que legal: em 2007 ele ganhou o prêmio de “Best Food Pub” e ficou em 4º colocado no concurso de melhor roast do Reino Unido – aquele prato que tanto amo com carne, Yorkshire Pudding, vegetais, batatas e caldo de carne. Precisamos questionar alguma coisa?

the spaniards inn gastropub

Além disso, o Spaniards Inn também é bom de histórias. Ele figura, por exemplo, no livro The Pickwick Papers, de Charles Dickens. Que tal? 🙂

Quando visitar? Quando quiser!

No verão você pode usar a (gigante) área externa, enquanto no inverno as mesas próximas às lareiras vão agradar mais. O que importa é a bebida no copo e uma boa comida no prato, e nisso te garanto que ele não decepciona.

pubs de Londres - Spaniards Inn

E aí, partiu?

Saiba mais

  • Endereço: Spaniards Road, Hampstead, NW3 7JJ
  • Visite o site: The Spaniards Inn
  • Fotos: The Spaniards Inn

100 restaurantes em Londres

Que delícia de dica, hein, Rafa? Vamos ter que testá-la logo mais. 😀

Obrigada por apresentar o Spaniards Inn pra nossa tchurma. Tenho certeza de que do outro lado da tela tem alguém (ou “alguéns”) que já acrescentou ele na sua listinha de pubs de Londres a conhecer. 😉

Por falar nisso, se você, como a gente, é o louco/a louca dos pubs e ainda não baixou o guia 100 restaurantes em Londres, não sabe o que está perdendo! Dois capítulos (o nosso e o do Rafa!) são dedicados a apresentar pubs sensacionais espalhados pela cidade. Enquanto ele reuniu dez gastropubs – um desses é o Spaniards Inn -, a gente falou sobre pubs com excelentes cartas de cerveja artesanal e, claro, cardápios incríveis. Baixe seu e-book e confira! 🙂

Leia também

O que fazer em Londres em julho de 2016

Metade do ano já ficou para trás! Chegou a hora de planejar o SÉTIMO mês de 2016.

E dessa vez quem tá na área para dar as dicas de Londres não é a Fran. Sou eu, Nah. 🙂

É que enquanto escrevo este post, dona Francine tá chegando em Tóquio. E ela não tá indo a passeio, não. Vai morar lá do outro lado do mundo. :O

Aliás, vamos fazer um coro para incentivá-la a escrever sobre a vida nova – seja aqui no blog ou em um canal próprio? Ia ser demais, não? Aniiiima, Fran! <3

Ok, conversinhas iniciais feitas, vamos ao que interessa? Minhas dicas para este julho em Londres, é claro! 😀

E eu resolvi fazer algo diferente: vasculhei o blog de cabo a rabo e tirei de posts recentes e velhiiinhos 31 belíssimas sugestões do que fazer na amada Terra da Rainha nas próximas semanas. Que tal?

Vamos lá?

Passe um dia em um campo de lavanda

mayfield lavender - campo de lavanda em londres-10

A temporada de lavandas começou! Aproveitar o mês de julho para conhecer o Mayfield, um dos campos mais próximos do centro de Londres, é uma ótima pedida.

  • Onde: Croydon Lane, Banstead, SM7 3BE
    • Como chegar: Na estação de London Bridge, busque um trem que tem como destino “Tattenham Corner Rail Station”. Mas não vá até o ponto final, desça em “Woodmansterne” (até lá são cerca de 35 minutos). Saia da estação pelo lado esquerdo dela e vire na primeira rua à esquerda. Ali, na frente de um mercadinho local, tem um ponto de ônibus. O 166 passa ali. Entrando nele, a “viagem” leva mais 15 minutos. Desça no ponto Oak Park e aproveite!
  • Quando: Até 15 de setembro 
  • Quanto: £1 por pessoa (que pode ser “recuperado” se você fizer compras de pelo menos 5 libras na loja) – visitantes de até 16 anos não pagam
  • Post completo: Já pensou em visitar um campo de lavanda em Londres?
  • Saiba mais: http://www.mayfieldlavender.com/ 

Explore (por dentro!) o Palácio de Buckingham

Buckingham Palace - London

Existe um ditado que diz “quando os gatos saem, os ratos fazem a festa”, não é mesmo? Em Londres, esse ditado se encaixa perfeitamente ao período de férias da vovó Beth – sim, sou íntima. Como não, né? hihi

Enquanto ela e o Duque de Edimburgo curtem suas férias em terras vizinhas, o Palácio de Buckingham, residência oficial da monarca em Londres, abre para visitação de súditos e turistas. No ano passado, eu aproveitei essa oportunidade e AMEI. Que tal você se programar para fazer o mesmo este ano? A “janela Real” se abre ainda este mês!

Viva a experiência de um Grand Slam de tênis

Sim, teve isso. Já chegamos lá! ;)

Na semana passada, contei, em um post detalhadíssimo, como foi minha experiência no Grand Slam de tênis que acontece em Londres anualmente. Ele já está na reta final, mas você ainda pode conseguir um ingresso!

  • Onde: The All England Lawn Tennis Club, Church Road, Wimbledon, London SW19 5AE
    • Como chegar? 
      • De metrô: Desça na estação de Southfields (District Line – linha verde) e aí ande cerca de 15min (você não vai se perder, o CLIMA vai te levar pra lá. Garanto!) – ou, então, pegue o ônibus 493 (e desça junto com o resto da tchurma que tem cara de que vai ver jogo de tênis!)
      • De trem: Desça na estação de Wimbledon e aí pegue o ônibus 493
  • Quando: Até 10/07
  • Quanto: Ingressos a partir de £8
  • Post completo: Wimbledon – como viver a experiência incrível de um Grand Slam de tênis em Londres
  • Saiba mais: http://www.wimbledon.com/

Visite a Beefeater – tradicional fábrica de gin

fábrica de gin em londres - tour em londres

Gin & tonic é um dos drinks mais clássicos de Londres. Mas não é só isso. O gin, principal ingrediente dessa bebida famosa, tem sua história intimamente ligada à história de Londres. Por isso mesmo, visitar uma fábrica de gin na cidade pode ser um programa cultural bem legal. A gente curtiu – e contou tudo no post sobre o tema! 😉

Passeie de caiaque pelo Regent’s Canal

passeio de caiaque em londres - london kayak tours - turismo em londres-12

Gente, como é divertido fazer um passeio de caiaque no Regent’s Canal! Uma forma completamente diferente de conhecer um pouco mais da história de Londres e um programa mega divertido. Com o clima gostoso de julho, fica ainda melhor. Anima?

Faça um tour pelo Stamford Bridge – o estádio do Chelsea

chelsea stamford bridge tour - pra ver em londres-2

O Brasil se diz o país do futebol, mas na verdade mesmo, o esporte é “bretão”. Então, outra bela sugestão do que fazer em Londres é conhecer alguns dos estádios mais bonitos/modernos/clássicos da cidade – tipo o do Chelsea, que tem um tour bem completinho (rola visita à sala de imprensa, aos vestiários – do time da casa e do visitante, à entrada dos jogadores e assim por diante).

  • Onde: Fulham Road, London, SW6 1HS
    • Como chegar: A estação “Fulham Broadway” do metrô (District Line – verde) fica a poucos metros dali
  • Quanto: Há diferentes formatos de tour. O clássico, que é o que a gente fez, custa £19 para adultos (acima de 16 anos), £13 para crianças (entre 5 e 15 anos). Menores de 5 anos não pagam. Esses preços são para compra pela internet – neste link.
  • Post completo: Por dentro do estádio do Chelsea em Londres
  • Saiba mais: http://www.chelseafc.com/

Tenha uma noite de bons drinks num bar temático superlegal

cahoots - bar em londres - pra ver em londres-6

Uma carta de drinks maravilhosa, um ambiente delicioso, uma viagem no tempo. O Cahoots oferece tudo isso. Excelente para um “esquenta” de sexta-feira, um bom drink e bom papo no sábado ou para uma a noite entre amigas/amigos em qualquer outro dia. 😉

Aproveite a combinação deliciosa de café bacana + gatinhos lindos

lady dinah cat cafe - london

Eu sou gateira assumida (com muito orgulho e muito amor, por sinal) e não posso ver um gatinho que ficou loucona. haha

Isso pode me fazer suspeita para falar sobre um café em que as grandes estrelas são os felinos, mas essa dica não podia ficar de fora. Afinal, tomar um bom café na companhia deliciosa de vários gatinhos ronronantes é uma sugestão boa demais. <3

Conheça uma das mais belas bibliotecas do mundo

British Library - Pra Ver Em Londres (1 de 1)-17

Eu nunca vou esquecer o que senti quando entrei pela primeira vez na British Library. Lembro de sentir que meus olhos estava brilhando, sabe? Era tanta preciosidade reunida bem ali, na minha frente, que eu até fiquei emocionada.  E gente, é um baú de tesouros GRATUITO! Eu, se fosse você, tirava um dia deste mês para conhecer.

Dê um rolê de barco pelo Rio Tâmisa

Thames Clippers - transporte público em londres

Ir a Londres e não ver o Rio Tâmisa não é ir a Londres. E TENHO DITO! 😀

É que assim, se você quiser, você “foge” do Palácio de Buckingham, do Big Ben, da London Eye, da Piccadilly Circus. Mas do Tâmisa… aaah, é muito difícil fugir. Porque vai ter alguuuuma coisinha nos arredores dele que você vai querer explorar. Ou melhor, você vai querer ver vááárias coisinhas nos arredores da “maior avenida” de Londres. Não tenho dúvidas. 🙂

Pois é, o rio que corta a cidade é O cara. E uma das melhores formas de aproveitá-lo é usando o “ônibus aquático” que atende por Thames Clippers. Ele é um modal de transporte público, mas ao mesmo tempo é um passatempo e tanto.

Curta uma boa noite de jazz em um bar clássico de Londres

Ronnie Scotts - jazz in london

Londres é uma cidade que agrada os mais variados gostos musicais. E quando o assunto é jazz, um dos melhores lugares para sair feliz da vida é o Ronnie’s Scott, que já foi palco de shows de grandes artistas como Ella Fitzgerald, Amy Winehouse e Jimi Hendrix, e também apresenta pocket shows de nomes menos conhecidos, mas ao mesmo tempo muito talentosos.

Tenha um dia diferente visitando uma fazenda no meio de Londres

Surrey Docks Farm - Pra Ver em Londres

Sim, tem uma fazenda no meio de Londres. E sim, visitá-la é muito legal! \o/

Pode esperar vários animaizinhos lindos, um café delicioso e uma fuga da correria da cidade grande – sem ter que sair do centro dela!

Explore a herança dos tempos de Shakespeare

O teatro!

Shakespeare sabia escrever boas histórias e deixou um grande legado para a dramaturgia mundial. E em Londres, seu legado ganha novo fôlego dia após dia com artistas dando vida aos seus personagens mais marcantes em remontagens de peças como Macbeth, Rei Lear e, claro, Romeu e Julieta no Shakespeare’s Globe, teatro construído nos mesmos moldes dos “shakespereanos”.

Se você não quiser ou não puder assistir a uma apresentação, mas mesmo assim tiver vontade de conhecer o Globe Theatre, pode fazer o tour pelo teatro, que foi o que a gente fez – e adorou!

Tome uma boa cerveja em um dos pubs mais antigos de Londres

Melhores pubs de Londres - The Olde Cheshire

Em 1666, Londres foi praticamente devastada por um grande incêndio que teve início na região da City of London, coração da cidade. Depois disso, muitos estabelecimentos tiveram que ser reconstruídos e recomeçar sua trajetória. Foi o caso do pub Ye Olde Cheshire Cheese, que é considerado um dos pubs mais antigos de Londres e que oferece uma experiência sensorial muito legal – a impressão que se tem é que o tempo parou lá dentro. Um lugar pra lá de bacana pra tomar uma boa cerveja e comer quitutes típicos da culinária de pub.

Viaje pela história do rock’n’roll britânico de van em Londres

London Rock Legends Tour - VisitBritain

Falei há pouco que Londres é uma cidade que agrada amantes de vários estilos musicais, certo? Pois é, mas tem uma “tribo” (ai, que coisa de velha) que sai ganhando quando o assunto é pequenos-grandes prazeres é a dos apaixonados por rock. Sim, porque algumas das bandas de rock mais icônicas do mundo nasceram por essas bandas do mundo – caso de Beatles, Rolling Stones, The Who, The Clash, etc. E uma das melhores formas de explorar essa história toda é fazendo o tour London Rock Legends Tour.

  • Onde/Quando: Entre 28 de março e 01 de novembro o tour acontece diariamente, com a van saindo do Original Tour Information Centre (15/17 Cockspur Street, Trafalgar Square, London SW1Y 5BL) às 14h, e entre 04 de novembro e 27 de março o tour acontece aos sábados, domingos, terças, quartas e quintas, sempre às 13h. A estação mais próxima do ponto de encontro é a Piccadilly Circus (linhas: Piccadilly – azul escura – e Bakerloo – marrom)
  • Quanto: Adultos pagam $48 (dólares mesmo!) e crianças (até 13 anos) pagam $31
  • Post completo: London Rock Legends Tour: uma viagem de van pelo rock britânico
  • Saiba mais: http://bit.ly/29j7CMD

Explore a pé o bairro que marca o centro do mundo

greenwich park - londres

Quem é que não lembra da professora de Geografia que contou que existia um tal de Meridiano de Greenwich, que dividia o mundo no meio e que possibilitava a medição da longitude entre dois pontos? Todo mundo, né? 🙂

Então, esse tal de Meridiano de Greenwich fica em Londres. E no bairro em que ele está localizado há muita, muita coisa legal para ver e fazer. Dá para passar um dia inteiro (ou dois, três, quatro…) explorando a pé essa região que além de superlegal, é muito linda. Bora planejar esse passeio este mês?

Conheça o barco-museu que conta a história da rota do chá

cutty sark - museu londres

E já que estamos falando de Greenwich, uma sugestão extra para você acrescentar no seu roteiro pelo bairro é aproveitar para visitar o Cutty Sark, um museu que fica dentro de um barco ancorado por ali. O museu é bem interessante, bonitão e guarda um monte de relíquias dos tempos em que a rota do chá entre a China e o Reino Unido era um negócio mega lucrativo.

Entenda tudo por trás das grandes guerras visitando um museu superbacana

Canhões como este foram os principais armamentos de 22 navios a partir de 1912. Pesando cerca de 100 toneladas (!), eles tinham capacidade de disparar bombas de até 876kg a uma distância de 29km. UAU, né?

Outro museu bacanérrimo (e gratuito) de Londres, excelente opção para quem curte História e gosta de entender tudo que há por trás dos grandes conflitos mundiais é o Imperial War Museum. Ele é pesado, doído, mas ao mesmo tempo muito esclarecedor. Uma verdadeira aula de “mundo”.

  • Onde: Lambeth Road SE1 6HZ
    • Como chegar:
      • Estações de metrô mais próximas: Lambeth North (Bakerloo Line, marrom); Waterloo (Bakerloo – marrom, Northern – preta, Jubilee Line – cinza), Southwark (Jubilee Line – cinza) e Elephant & Castle (Bakerloo – marrom, Northern Line – preta)
      • Nossa sugestão: vá a pé do Big Ben. É uma caminhadinha suuuper gostosa de cerca de 20 minutos. 🙂
  • Quando: Entrada gratuita 
  • Post completo: Imperial War Museum – histórias de guerra contadas em um museu de Londres
  • Saiba mais: http://www.iwm.org.uk/

Veja bem de pertinho algumas das obras de arte mais lindas do mundo

The National Gallery - London

Mas se o que você quer é ver belas pinturas, de artistas renomados, uma das melhores opções é programar uma visita à National Gallery. Quadros de pintores como Van Gogh, Leonardo da Vinci e Monet estão espalhados pelas belíssimas salas dessa galeria que já é uma obra de arte por si.

Não vá com a pretensão de ver tuuudo que há em cada ambiente da National Gallery, mas com o objetivo de explorar da melhor forma possível cada obra que observar. Vale cada centavo não investido – é que a entrada é gratuita. Dãr. hehe

  • Onde: No coração da Trafalgar Square
    • Como chegar de metrô? A estação Charing Cross – Northern (preta) e Bakerloo (marrom) Lines – fica do ladinho! Mas também tem um montão de ônibus que passa por ali, inclusive o famoso “9”, que é oferece praticamente um tour pela cidade
  • Quanto: Entrada gratuita
  • Post completo: A incrível National Gallery de Londres

“Namore” Londres curtindo a vista incrível do prédio mais alto da cidade

Tower Bridge - foggy London

Ver Londres do topo de um prédio alto, de um parque que fica em uma região elevada da cidade, da janela do avião que sobrevoa o Tâmisa é uma das melhores coisas da vida – na minha opinião, é claro.

Ao longo dos seis anos de blog, já apresentei algumas sugestões de como admirar a cidade “lá de cima”, mas para este post, como dica para você curtir este mês, separei a que nos reservou a melhor das surpresas: uma cidade encoberta por seu característico “fog” (névoa que é emblemática dessa terra): o The Shard, prédio mais alto da Europa ocidental.

  • Onde: 
    • Como chegar? O The Shard fica coladinho à estação London Bridge, que é atendida pelas linhas Jubilee (cinza) e Northern (preta) do metrô e tem serviço de trem também.
  • Quanto: Se você comprar seu ingresso antecipadamente (pelo site, com no mínimo 24 horas de antecedência), paga £25.95; se comprar na hora, paga £30.95. Crianças entre 4 e 15 anos pagam £19.95 na compra adiantada e £24.95 no dia.
  • Post completo: The Shard – Pra Ver Londres BEM do alto
  • Saiba mais: http://www.theviewfromtheshard.com/en/

Brinque de ser Harry Potter por um dia visitando a famosa plataforma 9 3/4

Carrinho, malas e gaiola da coruja hoje compõem o cenário perfeito para uma foto na vibe Harry Potter

Um carrinho de mala atravessando uma parede. É isso que você vê quando chega na plataforma 9 3/4 na estação de King’s Cross. E qual é a graça disso? É que essa é a plataforma que o Harry Potter usava para pegar o trem pra Hogwarts, oras! 😀

Tirar uma foto ali não custa nada (a não ser que você queira pagar pelas profissas que a equipe da lojinha tira na hora) e é bem divertido brincar de Hermione por uns segundos.

  • Onde:  Na estação King’s Cross St. Pancras, que tem as seguintes linhas do metrô: Victoria (azul clara), Northern (preta), Hammersmith & City (rosa), Circle (amarela) e Metropolitan (bordô). Além disso, dali saem trens para destinos dentro e fora do Reino Unido. Se você se perder não tem problema, basta perguntar para qualquer funcionário onde fica a plataforma do Harry Potter que eles saberão te ajudar. 😉
  • Quanto: Para tirar foto com sua máquina você não paga nada. Só paga se quiser comprar a foto tirada pela equipe
  • Post completo: Harry Potter em Londres: plataforma 9 3/4
  • Saiba mais: https://www.harrypotterplatform934.com

Encante-se pelo mercado de flores que colore os domingos de Londres

Columbia-Flower-Market-London

“Há flores por todos os lados, há flores em tudo que eu vejo…”

A música dos Titãs é perfeita para um dia de rolê no Columbia Road Flower Market, o belíssimo mercado de flores de Londres, que tem o poder de colorir até o mais cinza dos domingos!

Aproveite o que há de melhor em Brick Lane

Brick Lane - London - people-pb

E se você for começar seu domingo passeando pelo mercado de flores, sair de lá e ir para Brick Lane é uma ótima ideia. Você pode curtir o mercado de rua, comer uns quitutes deliciosos de diferentes partes do mundo, apreciar os graffittis espalhados pela região, tomar boas cervejas e cafés… enfim, ter um dia bem agradável andando por ali!

  • Onde: Shoreditch High Street é a mais próxima (Overground), mas Liverpool Street também está a uma distância tranquila para ir a pé (e lá tem Central Line, Metropolitan Line, Hammersmith & City Lines e Circle Line – ufa!).
  • Post completo: Brick Lane – compras em Londres e muito mais

Deguste algumas das melhores cervejas do mundo na BrewDog

brewdog shoreditch

Cerveja boa não falta em Londres! E um dos melhores lugares para se apaixonar pela carta cervejeira é no bar da BrewDog, cervejaria escocesa que fabrica coisas lindas como Punk IPA, Jack Hammer, Tokyo e tantas outras boas birras. E a boa notícia é que não existe apenas UM bar da BrewDog em Londres, mas seis – além de uma loja em King’s Cross. Basta achar o mais perto de você e aproveitar!

–> Emendei essa dica na sugestão de Brick Lane porque há uma BrewDog em Shoreditch, nas redondezas de Brick Lane! 😉

Conheça o cemitério onde Karl Marx está enterrado

highgate-cemitery-karl-marx2

Eu sei, visitar um cemitério não é a coisa mais normal do mundo. Mas esse é diferente. Karl Marx tá enterrado ali e Douglas Adams – autor da série O Guia do Mochileiro das Galáxias – também – além, é claro, de muitas outras pessoas – célebres ou não. E não é um cemitério macabro, sabe? Pelo contrário, é bem bonito. O que você acha de dar uma chance pra ele? 🙂

Curta um dia delicioso no belo bairro de Hampstead

bairros de londres- hampstead - flask walk

E como o Highgate Cemetery fica próximo ao bairro de Hampstead, uma boa ideia é aproveitar o dia para curtir essa região tão linda e que no verão fica ainda melhor de explorar. Dê uma olhada na nossa sugestão de roteiro a pé pelo bairro e aproveite! 😉

Refresque-se nas águas dos lagos do Hampstead Heath

Aperitivo... Pra você ter uma pequena ideia do que é o Hampstead Heath

E é ali em Hampstead que fica um dos nossos parques preferidos de Londres: o Hampstead Heath, que tem três lagos em que os encalorados podem mergulhar, dar aquela refrescada e curtir a natureza. Fora que a vista do parque também é lindona. Ou seja, um programão para dias quentes e ensolarados – sim, isso existe em Londres. 😉

Explore uma das áreas mais turísticas de Londres a pé!

Roteiro a pé em Londres - Tower of London (1 de 1)

Na onda dos roteiros a pé, um que eu gosto muitão é este que tem a Tower of London como ponto de partida. Ele faz você percorrer uma região turística – e linda – de Londres sem gastar muito (dinheiro, porque sola de sapato até que vai bastante. :). O mapinha ficou bem completo e explicativo. É só baixar e aproveitar!

Ande de bondinho e curta uma vista diferente da cidade

Ó lá o The Dome/O2 Arena visto do bondinho.

É, Londres também tem teleférico! E além de levá-lo de um lado ao outro do rio pertinho da O2 Arena, o bondinho da Terra da Rainha proporciona uma vista do alto diferente das turísticas – o que é bem legal.

Explore um dos bairros mais lindos de Londres

sunset at richmond - london

Outro pedacinho de Londres que merece sua visita neste mês é o bairro de Richmond, que tem um belíssimo parque, um ar interiorano delicioso, uma vista incrível do Rio Tâmisa e, para nós, é um dos melhores lugares para ver o pôr-do-sol na cidade. <3

Faça uma superviagem cervejeira sem sair de Londres

Um dos bares da lista! ;)
Um dos bares da lista! 😉

Por último, quero convidá-lo a fazer uma viagem cervejeira este mês em Londres. Na verdade, essa é uma dica 5 em 1, porque recomendo cinco bares de cerveja artesanal que levam você para Itália, Alemanha, Japão e Bélgica, e um último que o faz viajar na cena cervejeira local.

E aí, o que achou das dicas? Se colocar alguma delas em prática, não deixe de comentar ou de enviar uma foto – pelas redes sociais ou para o nosso e-mail (contato@praveremlondres.com.br). Vamos adorar saber que o ajudamos a aproveitar melhor a cidade. 😉

Até o próximo post!

Beijobeijo,

Nah!

 

Acompanhe a gente nas redes sociais!

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Google+   |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

5 bares de cerveja em Londres para viajar pelo mundo

Tomar uma cerveja na Bélgica. Depois, pegar um trem até a Alemanha para comer um curry wurst de responsa. Insatisfeito, partir para a Itália para emendar aquela pasta inesquecível de primo piati (a salsicha alemã era só aperitivo, né?). Sonhando em poder experimentar uma cerveja artesanal, sei lá, do Japão, andar só mais um pouquinho para realizar essa vontade. E voltar para a realidade, em Londres, para fechar o dia com uma IPA bem lupulada.

Parece um sonho? Vou te contar que nem é. É algo que a vida em Londres proporciona.

Tomadas as devidas proporções, obviamente.

A Bélgica, no caso, é o Belgo. A Alemanha, o Bavarian Beerhouse. A Itália, o più bello The Italian Job. O Japão, o Beer & Buns. E a realidade, aaaah, minha gente, a realidade está por todos os lados – mas o escolhido de hoje é o bar da fábrica de uma das melhores cervejarias dessa Londres, a Beavertown. <3

Do que essa louca tá falando?

Eu tô falando de bares de Londres que fazem você viajar cervejisticamente falando sem precisar sair da “terra da Rainha”, meus amigos. Aliás, cervejisticamente falando e gastronomicamente falando também, porquené, uma coisa anda junto com a outra. 🙂

Quer conhecer esses bares e programar uma passadinha em cada um deles? Vem comigo!

Bavarian Beerhouse

Você não precisa ir para a Alemanha para viver a verdadeira experiência de um beer garden bávaro. Em Londres, o Bavarian Beerhouse faz isso por você! (Tá certo que é um bar fechado, mas a proposta é a mesma, pode ter certeza!)

bavarian beer house - cerveja artesanal da alemanha em londres

A começar, claro, pelo ambiente. As meses são do tipo “compartilhe com a galera”, as televisões espalhadas pelo bar estão sintonizadas em canais alemães (Bundesliga, o campeonato de futebol local, movimenta as torcidas de Bayern, Borussia e afins) e a equipe veste trajes típicos.

Indo para o lado alcoólico, além de degustar algumas das melhores cervejas alemãs (exemplares de marcas como Erdinger e Krombacher estão disponíveis tanto em garrafa quanto em chopp), lá, você vai poder saborear pratos típicos da culinária dessa que é uma das regiões mais cervejeiras do mundo. Então, prepare-se para testar algumas das harmonizações entre comida e cerveja mais clássicas (e deliciosas, claro)!

Tem desde o clássico “curry wurst” (salsicha alemã com molho curry, por £7.50), passando por bons pretzels (a partir de £1.95), até o tradicional joelho de porco (por £15.90). Combine tudo isso com uma bela Dunkel ou com uma Weizenbier e faça uma bela viagem culinária e cervejeira sem ter que comprar uma passagem para a terra da Oktoberfest.

→ Há dois endereços na cidade. Visite o site para encontrar o mais perto de você: http://www.bavarian-beerhouse.co.uk/london/

Belgo

Dá pra dizer que este é o templo da cerveja belga em Londres. Você vai poder degustar desde as belgas de larga escala, como Stella Artois e Leffe, mas também (e principalmente) encontrará algumas das melhores do mundo, como a Duchesse de Bourgogne, que o gosto remete ao aceto balsâmico (e vai surpreender seu paladar), e a Kwak, que é servida em um copo que torna a experiência inesquecível.

belgo - cerveja belga em londres

Mas o Belgo não é apenas um bom bar de cerveja artesanal. Ele é também um restaurante que tem como grande estrela de seu cardápio as moules frites, ou mexilhões com batata frita (vários sabores por £13.50 por pessoa). Mas se essa iguaria não agrada seu paladar, saiba que há diversas opções de carnes, risotos, peixes, entradas e petiscos para dividir.

→ Há cinco endereços na cidade. Visite o site para encontrar o mais perto de você: http://www.belgo.com

The Italian Job

A culinária italiana dispensa apresentação. O que talvez você não saiba é que as cervejas que vêm da terra da pasta e do dolce far niente, também merecem sua atenção.

The italian job- cerveja artesanal da italia em londres

A proposta do Italian Job, um pequeno (mas incrível!) bar na região de Chiswick, é justamente esta: combinar o que a Itália tem de melhor em termos de bebes (cervejísticos, obviamente) – na trave, SÓ TEM cerveja italiana – e comes. Mas a ideia não é que você saia de lá “rolando”. O cardápio oferece petiscos (como azeitonas – £4, mozzarella de búfala e presunto de parma – £11 e afins) que harmonizam com as boas birras que vêm direto da fonte. Mas como os italianos sabem agradar a (quase) todos, também há uma variedade de hambúrgueres (a partir de £9.50), caso você prefira sair saciado.

Beer & Buns

Há alguns dias, procurando um restaurante diferente para jantar, encontrei uma resenha que fez meus olhos brilharem. Ela dizia que na City of London, “berço” de Londres (onde fica o Monument, tema deste post do João), um restaurante combinava a maior carta de cerveja artesanal japonesa (isso mesmo!) com uma culinária moderna do mesmo país (e uns toques vindos da Coreia do Sul também, porquenãoné?).

beer and buns- cerveja artesanal do japão em londres

Eu achava que seria legal. Mas não foi. Foi tipo UAU!!! Sério, que lugar bacana. Música EXCELENTE (parecia até que o João que tinha feito a playlist. haha), comida deliciosa (edamame por £2.95, “sanduichinhos” com um pão muito, muito macio, por £3.95 – dois por £7.50 e apimentadíssimas asinhas de frango por £4.50 – a cada duas, BEM GRANDES!) e, olha, cervejas japonesas bem interessantes. Saímos de lá sorrindo – pelas cervejas e pela experiência. 🙂

  • Endereço: 3 Appold Street – London – EC2A 2AF
  • ATENÇÃO: O Beer & Buns fica EM CIMA do K10. A porta é a mesma, mas você tem que subir a escada para chegar lá. Embaixo, é um restaurante japonês basicão. O “tchan” tá lá em cima!
  • Estação mais próxima: Liverpool Street (Linhas: Central, Metropolitan, Hammersmith & City e Circle + trem)
  • Site: http://www.beerandbuns.co.uk

Beavertown

beavertown brewery - cerveja artesanal em londres

Na nossa opinião, a Beavertown é a melhor cervejaria de Londres! Lá, são produzidas cervejas com sabor impecável e com muita personalidade. Cervejas inesquecíveis! Dificilmente um apreciador irá se decepcionar degustando uma das opções apresentadas pela marca.

Apesar de ser possível encontrar as cervejas da Beavertown em diversos pubs de Londres e de outras cidades (a gente viu para vender em Bordeaux, França, e em Galway, Irlanda, recentemente), é no bar da cervejaria (o chamado tap room), que fica junto à fábrica, que se tem a melhor experiência possível. Aos sábados, das 14h às 20h, dez torneiras de chopp – com meio-pint custando £2 (ótimo preço, para os padrões londrinos) – fazem a alegria de quem vai até Tottenham Hale curtir um dia cervejeiro. Além disso, sempre há bons quitutes para quem não quer apenas tomar umas. Os fornecedores mudam a cada fim de semana, mas para você ter uma ideia, na primeira vez que fomos tinha porção de fritas (£2.50) e três tipos de hambúrguer (entre £6 e £7). Ou seja, pode esperar clássicos de pub. Vai sem medo!

  • Endereço: Units 17 & 18 – Lockwood Industrial Park – Mill Mead Road – Tottenham Hale – London N17 9QP
  • Estação mais próxima: Tottenham Hale (Victoria Line + trem), no norte de Londres
  • Site: http://www.beavertownbrewery.co.uk/home/

Partiu?

Depois de visitar esses cinco bares, saborear as delícias dos países que eles representam e degustar suas cervejas, talvez você tenha que rever sua resposta para a pergunta “você só ficou em Londres nessas férias?”, hein? 🙂

E aí, curtiu as dicas? Espero que sim. E que possa aproveitá-las em breve.

E se você conhecer outros bares que seguem essa linha, não deixe de comentar dando sua indicação. Ela pode tornar a viagem de outros leitores ainda mais completa. 😉

Cheers!

Até a próxima,

Nah

Quer mais dicas de bons pubs em Londres para tomar as melhores cervejas possíveis? Sugiro que leia estes posts:

Planeje sua viagem para Londres ou qualquer cidade

Faça suas reservas de carro, hotel, seguro viagem e atrações com nossos parceiros. Você compra com segurança, bons preços e ajuda o blog  se manter firme e forte. A cada vez que você finaliza a compra a partir de um clique no blog a gente ganha uma comissão e você não paga mais por isso.

Acompanhe a gente nas redes sociais! Dicas direto de Londres em tempo real!    

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

10 programas para casais em Londres

João e eu fazemos (quase) tudo só nós dois. Claro que a gente adoooora encontrar os amigos, mas, ao mesmo tempo, a gente se basta, sabe? Nos divertimos bastante juntos e os programas nem precisam ser mega românticos para termos bons momentos juntos.

Assim, pra gente, qualquer programa é programa “para casal”. E por isso, foi difícil selecionar dez posts com essa pegada entre os quase 300 que já publicamos por aqui. Afinal, tudo é pra casal, certo? 🙂

Porém, depois de passar algumas boas horas analisando vááários de nossos posts, cheguei a uma listinha que acho que ficou bem bacana (mas espero sua confirmação!). Tem lugar pra ver Londres do alto, tem parque, tem restaurante, tem pub (como não, né?), tem mercado de rua… enfim, tem dez programas toptop pra fazer com quem você ama aqui em Londres.

Olha só:

1) Café da manhã: Towpath

Todo dia começa com um bom café da manhã, não é mesmo? Mas e se vocês fizessem dessa refeição obrigatória não apenas um momento de comer algo gostoso e nutritivo, mas também de diversão a dois? 🙂

Para isso, a gente recomenda MUITO o Towpath, um cafezinho delicioso que fica no Regent’s Canal (outra delicinha, aliás – já roubei e incluí um item extra na lista. Eeeelaiá. haha). Eu comi o melhor sanduíche de queijo da minha vida lá. E o chocolate quente era excepcional também. Maridones foi de iogurte com granola (moço saudável) e disse que estava excelente.

Contamos todos os detalhes sobre o Towpath (inclusive como chegar até lá) neste post.

A cozinha em um dos toldos, o balcão em outro, uma área com mesas no terceiro. Este é o Towpath. Simples, mas surpreendente. Você já vai ver!
A cozinha em um dos toldos, o balcão em outro, uma área com mesas no terceiro. Este é o Towpath. Simples, mas surpreendente. Você já vai ver!

2) Pra agradar a amada/o amado que gosta de flores: Columbia Road Flower Market

Pertinho do Towpath (20 minutos caminhando, segundo o Google Maps), todo domingo rola um mercado de rua diferente; um mercado dedicado às flores. É o Columbia Road Flower Market. Um lugar que encanta pela quantidade de cores e aromas que reúne em poucos metros de barraquinhas alinhadas. Uma excelente pedida para ir a dois no domingão. Que tal?

Columbia-Flower-Market-London

 

Neste post contamos tudo sobre o Columbia Road Flower Market. Leia e programe-se para visitá-lo logo mais! 😉

3) Mercado de rua: Covent Garden

Londres tem muitos, muuuitos mercados de rua bacanérrimos. Já falamos sobre dois deles aqui (Brick Lane e Notting Hill) e, ainda, apresentamos em vídeo um pouquinho do que eu acho mais romântico: Covent Garden.

A área é bonita, tem vários bons restaurantes, volta e meia tem músicos fazendo um sonzinho gostoso, tem muita lojinha legal… enfim, Covent Garden entra no top 10 programas para casais em Londres porque, na minha opinião, exaaaala romantismo. 🙂

caovent garden

O post com o vídeo e com os detalhes de como chegar lá é este aqui.

4) Bairro: Richmond

Olha só o por do sol que tivemos a sorte de curtir em Richmond:

sunset at richmond - london

E garanto pra você que não é um privilégio só nosso, não. As chances de você ir pra lá em um dia de sol e ver algo assim são grandes.

Do topo do bairro (que fica no oeste de Londres, na zona 4), logo em frente ao pub Roebuck (que entrou numa lista de pubs que achamos que você precisa conhecer), a visão que se tem é privilegiada. Muita natureza, o Tâmisa fazendo curva e um pedacinho da cidade que tanto amamos. <3

Com uma garrafa de vinho (de cerveja, de suco, de água…) e um por do sol desses, não preciso de mais nada para ser feliz com meu marido. 🙂

E você?

O post sobre Richmond está aqui. Fizemos um vídeo bem bacana lá. Está nesse link também. 😉

5) Parque: Kew Gardens

E se você quiser aproveitar a viagem para os lados de Richmond para curtir um parque bacana, a sugestão, que também é ótima para casais, é ir ao Kew Gardens, o jardim botânico real. Ele é lindão, tem muita história e, como eu disse no post, é de encher os olhos.

Casal de senhores só no romantismo no Kew Gardens. Oin. :)
Família também pode curtir momentos de romantismo, né? 🙂

Tudo que você precisa saber para programar sua visita ao Kew Gardens está aqui. O post também tem vídeo!

6) Pub: The Hawley Arms

Se você acompanha o blog faz tempo, já deve ter percebido que qualquer pub que sirva boas cervejas é um pub para João e eu irmos a dois, né? haha

Mas, claro, alguns parecem receber melhor os casais que querem tomar umas, mas não querem o agito de um pub cheio de bêbados pra lá e pra cá. 🙂

The Hawley Arms (o pub preferido de Amy Winehouse quando era viva) é um desses pubs.

The Hawley Arms - London - Amy Winehouses favorite pub-edited

Tá certo que não é o melhor pub de Londres em termos de cervejas artesanais (este, este e este são beeeem melhores para isso!), mas o resto compensa: a galera do bar é gente fina, sempre tem uma música boa rolando e o ambiente é divino. Sério. Lindão!

Clique aqui para ler o post completo e, claro, programar sua ida até lá. 😉

7) Pra ver Londres do alto: Vertigo 42

Londres é uma cidade excelente para quem, como eu, curte vistas do alto. Já apresentamos algumas opções aqui no blog (The Shard, Emirates Air Line e London Eye) e, sinceramente, acho todas excelentes. Porém, já que o propósito deste post é apresentar programas para casais, indico o Vertigo 42. Um Champagne Bar que fica no topo de um prédio de 42 andares (óbvio. haha). O João me levou lá de surpresa para comemorar meu aniversário em 2013 e a gente AMOU!

Nah e JG - Vertigo 42

Contamos por que neste post (que também tem vídeo). E os detalhes para programar sua visita também estão no post, claro. 😉

8) Musical: ao gosto do freguês 🙂

Nem todo mundo gosta de musicais (maridones é um dos que, quando pode, evita), mas se você encontra um que tem alguma coisa extremamente relacionada à história do casal (lua de mel na Grécia? Mamma Mia! Férias na Disney? Lion King! Casal curte dançar? Dirty Dancing! – e assim por diante), pode ter certeza que esse será um programa memorável para os dois.

No nosso caso, o musical que causou esse impacto foi Let it be, o musical dos Beatles em Londres. É que a gente curte demaaaais o fab four. No nosso casamento, por exemplo, contratamos uma banda que SÓ tocava Beatles!

Nós, nossos amigos de fé, irmãos camaradas, e a Liverpoolgas (banda que embalou a festa) lá atrás. <3
Nós, nossos amigos de fé, irmãos camaradas, e a Liverpoolgas (banda que embalou a festa) lá atrás. <3 Saudade desse dia. Saudade da nossa galera.

E o musical é um verdadeiro show dos Beatles. Incrível, incrível, incrível!

Se você se animar para ver, o post com todos os detalhes tá aqui.

9) Restaurante: Trattoria Mondello

Restaurante bom é outra coisa que não falta em Londres. Mas pra um casal com raízes italianas (quer dizer, o marido é que é cidadão italiano, mas eu já me sinto meio ragazza também), nada melhor do que jantar uma boa pasta.

Dentre vários italianos bons que já experimentamos em Londres, a Trattoria Mondello se destacou por sua autenticidade. Até uma briga entre familiares a gente presenciou! hahaha

Ah, e os familiares eram os donos do restaurante. Imagina a bagunça? <3 <3

Mas, brigas à parte, a comida é deliciosa. huhu. Então tá aí a indicação!

Restaurante em Londres - Trattoria Mondello_pratos
HUMMM… Me leva lá hoje, maridoooo? =D

Quer saber dos detalhes, né? Estão aqui! 😉

Buon appetito!

10) Pra fechar a noite: Ronnie Scott’s Jazz Club

Um bom jazz fecha com chave de ouro uma programação de casal em Londres, na nossa opinião. E um bom jazz é o que vocês vão curtir no Ronnie Scott’s Jazz Club, uma casa de jazz tradicionalíssima em Londres!

bass and drum - Ronnie Scotts - London

É só escolher um vinho ou um bom drink e curtir os excelentes músicos que se apresentam ali. Você vai voltar para casa ainda mais apaixonado/apaixonada… 🙂

O post completo tá aqui.

Como disse no começo do post, não foi fácil fechar essa lista. Temos muitos posts que são perfeitos para casais. hehe

Mas se você gostou dessa ideia e quer que a gente apresente mais sugestões perfeitas para quem vem a Londres acompanhado do amor da vida, deixa um comentário que a gente pensa numa série especial pra vocês. Que tal?

Bom, agora é com vocês, né? Comecem a programar o roteiro do casal na cidade e, se precisarem de ajuda extra, contem com a gente. 😉

Beijobeijo e até o próximo post,

Nah

Acompanhe a gente nas redes sociais! Dicas direto de Londres em tempo real!    

Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Google+   |   Pinterest

Snapchat (praveremlondres)  |  Youtube  | Periscope (praveremlondres)

 

Londres a pé: roteiro Tower of London e arredores

general_350x200_PorEu sei, eu sei, não tá fácil. Libra a mais de R$ 6 (jan/2016) não é coisa de Deus. Mas, calma, se você está planejando uma viagem pra Londres logo mais não precisa se desesperar (quer dizer, um pouquinho pode) e muito menos desistir da viagem (isso não pode mesmo!). Nessas horas, é bom lembrar de algumas coisinhas que acalmam o coração. Que coisinhas? Eu chamei de “motivos que valem a ida a Londres mesmo com a libra nas alturas”.

O tema que abre essa série de posts é uma das maiores verdades para quem viaja (vale para Londres e para qualquer outro canto do mundo): bater perna é de graça!

Pois é, se ainda não te contaram, eu conto: bater perna é um programão para se fazer em Londres.

Claro que muito provavelmente você não vai conseguir sobreviver sem gastar com transporte público, mas organizando bem os roteiros de cada dia que você vai passar na cidade dá pra gastar bem pouco, sim.

Para comprovar isso, selecionei três regiões diferentes da cidade e montei um roteirinho para cada uma delas para você fazer a pé! A ideia é que você vá até o nosso ponto de partida de transporte público e passe o dia curtindo as atrações que ficam por aquela região sem ter que entrar em um ônibus/metrô/trem até o fim da rota!

O roteiro de hoje tem como ponto de partida a Tower of London – um museu incrível que vale a visita (mas, se você não quiser pagar para entrar, vale a pena ao menos admirar por fora).

Alugar uma bike do transporte público é uma boa forma de economizar com transporte. Se você pedalar por até trinta minutos não precisa pagar nada! No fim do post tem o link para o site do programa.
Alugar uma bike do transporte público é uma boa forma de economizar com transporte. Se você pedalar por até trinta minutos não precisa pagar nada! No fim do post tem o link para o site do programa.

Antes do roteiro, porém, alguns comentários…

1) A lista de sugestões do que fazer em um dia partindo da Tower of London ficou BEM grande. Ou seja, provavelmente você não vai conseguir fazer tudo o que eu sugeri em um único dia. Você tem, então, duas opções: analisar bem todas as dicas que estão no mapa abaixo e incluir no seu roteiro o que mais agrada a você (não vá só pela minha opinião, hein?) ou reservar dois dias para essa área. Se você tiver vários dias na cidade pode ser uma boa ideia.

2) Apesar de a lista de dicas ser extensa, há muito mais o que se fazer nessa região. Use meu roteiro como ponto de partida para explorar a área, não como regra, ok? Aliás, deixei já marcado no mapa, com pontinhos em vermelho, opções de paradas extras.

3) Eu simplesmente detesto que me digam que eu devo fazer tal coisa às “x” horas, ficar “y” minutos lá, sair de lá e ir pro lugar tal, tirar uma foto em frente ao monumento “z” (porque não vai dar tempo de entrar. OI?) e assim por diante. Por isso, meu roteiro pra você não é assim. Peço desculpas se você preferia que fosse, mas eu acho, sinceramente, que cabe a você decidir o que exatamente incluir no seu roteiro e como incluir.

Prometo me esforçar pra ajudar na decisão fornecendo bastante informação sobre cada sugestão. Beleza? (Ah, às vezes vou linkar outros posts nossos, pois se já escrevemos detalhadamente sobre a atração anteriormente não tem por que eu deixar esse post ainda mais gigantesco, né?)

Roteiro a pé em Londres - Milenium Bridge (1 de 1)

4) Como a fome vai bater ao longo dessa caminhada, abaixo do mapa revelo quais das paradas podem ser boas opções baratas para os momentos de barriga roncando. Mas, é claro, há muitas outras opções (às vezes até mais baratas) pelo caminho. Revelo o que você pode encontrar pertinho de algumas das atrações também na lista de indicações. São os pins pretos do mapa!

5) A princípio você pode achar que é uma caminhada pesada. Mas lembre-se que é para curtir em um dia todo. E nenhuma parada é obrigatória. Você pode pular as sugestões que não fazem seu tipo, claro. Essa é apenas uma forma de te ajudar a programar um dia econômico (vai fazer tudo a pé) e gostoso em uma das regiões mais bonitas de Londres. As decisões finais ficam por sua conta. Ok? 😉

Agora sim, vamos ao roteiro!

O que fazer a pé em Londres tendo a Tower of London como ponto de partida

Assustado com a quantidade de pins no mapa? Calma, calma. Apresento cada um a partir de agora! 🙂 

A ordem que você vai ler abaixo é a que sugiro como roteiro. Os itens que estão no mapa, mas não estão citados na lista, são extras. Se não der tempo de ver tudo, não se desespere. O importante é curtir bem o que você conseguir ver. Fechou?

Como disse, não vou dizer que horas você tem que chegar em cada atração, mas para a primeira recomendo que seja CEDO, ok? Se você for visitar a Tower of London, seria legal chegar um pouquinho antes do primeiro horário (de terça a sábado abre às 09h. Domingo e segunda abre às 10h), porque costuma formar fila.

Vamos lá?

1) Tower of London  

Um dos museus mais incríveis de Londres, a Tower of London já foi um castelo, mas hoje conta parte da história da cidade e do país de uma forma brilhante. Tem jóia da coroa, tem ambientes que serviram de prisões, tem ambientes da época… tem muita coisa bacana. Não vou entrar em detalhes porque esse não é o objetivo do post, mas adianto que é INCRÍVEL!

Como é uma atração paga (£24.50 para quem compra na entrada), vale a pena dar uma boa olhada no site deles (link no fim!) para ver se é sua cara antes de decidir incluir no roteiro. Se você chegar ali com fome e quiser tomar um café da manhã gostosinho, minha dica é o Costa que tem logo ao lado da bilheteria e proporciona uma vista bacana da área (pin preto no mapa). 😉 Amo o chai latte deles acompanhado de uma boa torrada.

Roteiro a pé em Londres - Tower of London (1 de 1)

Comprar seu ingresso antecipadamente é uma ótima forma de diluir os gastos da viagem e também de evitar ter que pegar fila para entrar. Como parceiros do VisitBritain (o órgão de turismo do Reino Unido), somos comissionados pelos ingressos que você compra no site deles – e você não paga nada mais por isso. Para garantir já seu ingresso para a Tower of London (e nos ajudar!) clique aqui ou no banner abaixo.

atraction_728x90_Por

2) Tower Bridge

Juntiiiinho da Tower of London está a ponte mais linda do mundo (nem tente questionar). Você pode cruzá-la a pé e, se quiser, pode pagar umas librinhas para fazer uma visita ao seu interior e à passarela que proporciona mais uma vista do alto (a partir de £4.50 para adultos). Mas não dá para não admirá-la.

pra ver em londres - melhores fotos de londres - tower bridge

O VisitBritain também vende ingressos para a Tower Bridge Exhibition. Compre o seu aqui!

general_728x90_Por

3) The Draft House

Cruzando a Tower Bridge para o lado Sul do Tâmisa está o primeiro pub da rota: The Draft House. Nosso post sobre ele está aqui. Se você passou algumas horas visitando a Tower of London, essa pode ser uma parada estratégica para um almoço, já que o cardápio está recheado de delícias. A carta de cervejas é IMPECÁVEL!

<3 <3 <3
<3 <3 <3

The Draft House - o que comemos

4) The Shard

O prédio mais alto de Londres proporciona “A” vista da cidade. Contamos nossa experiência aqui. Mas o preço do ingresso (£32.95 + uma taça de champagne para adultos com mais de 18 anos) pode afastar os turistas mais econômicos. Se esse é o seu caso, fique de olho na dica número 12 (Vertigo 42), que pode encaixar melhor no seu orçamento.

pra ver em londres - melhores fotos de londres - the shard
Ver Londres do topo do The Shard, por exemplo, é INCRÍVEL, mas o ingresso é salgadinho. Há outras opções de vistas do alto mais baratas. As que já testamos, aprovamos e escrevemos sobre estão reunidas neste link.

London - fog - Shard

Já sabe que quer incluir o The Shard na sua programação? Garanta já seu ingresso (e ajude o Pra ver em Londres!) comprando por este link. Você não paga nada a mais e a gente é comissionado. 😉

offers_728x90_Por

5) The Barrowboy & Banker

Se a vontade de mais uma cervejinha bater depois desses primeiros metros de caminhada, The Barrowboy & Banker é uma boa pedida. O pub é LINDO e é assinado pela cervejaria Fuller’s, o que garante uma boa carta de cervejas.

Roteiro a pé em Londres -The Barrowboy and banker

6) Borough Market

Curte mercados de rua? Curte comidinhas deliciosas por preços camaradas? Encaixe uma paradinha estratégica no Borough Market no dia em que seu roteiro a pé por Londres passar por ali. Tem muita delícia nesse pedacinho de paraíso em Londres. Nosso post completo sobre o mercado está aqui.

IMG_9902

7) Shakespeare’s Globe

Seguindo a caminhada você logo vai encontrar a réplica de um teatro shakesperiano que é sensacional. Contamos neste post como é a visita. Pra quem viaja economizando centavos o ingresso pode ser meio salgadinho (£13.50). Mas antes de decidir se quer ou não incluir no seu roteiro dá uma lida no nosso post. 😉 E, de qualquer forma, vale admirá-lo por fora!

Ao lado do Shakespeare’s Globe tem um Starbucks (sinalizado em preto no mapa), se a vontade de um outro café já tiver batido.

O teatro!
O teatro!

Clique aqui e compre seu ingresso para o Shakespeare’s Globe Theatre and Tour Exhibition.

atraction_728x90_Por

8) Tate Modern

Estamos com um post sobre a Tate Modern quase pronto. Mas, enquanto ele não vem, adianto que essa galeria/museu é meio que um ame-ou-odeie de Londres. Isso porque ela abriga algumas obras de arte que para alguns parecem loucas demais (prometo nosso veredito em breve!). A entrada para as exposições fixas é gratuita. E de uma das varandas do museu se tem uma vista liiiinda da região!

Roteiro a pé em Londres - Tate Modern (1 de 1)

9) Millenium Bridge

Quase em frente à Tate Modern está a ponte que apareceu em um dos filmes da série Harry Potter e que foi construída para marcar a passagem do milênio. Obviamente, você não precisa pagar para atravessá-la. Rende fotos bacanas!

Roteiro a pé em Londres - Milenium Bridge

10) St. Paul’s Cathedral

Logo do outro lado da Millenium Bridge está a St. Paul’s Cathedral, que para quem curte igreja é imperdível. Nela, casaram-se Lady Di e Príncipe Charles. A visita em “dias aleatórios” é paga, mas em dias com missa você pode entrar para participar da celebração e, claro, fazer um turisminho básico. Há, ainda, a opção de subir ao topo dela. Nunca fizemos isso, mas dizem as boas línguas que a vista é bacana (se bem que temos outra sugestão de vista do alto pra logo mais. Aguarda aí!). Nos arredores da igrejá há vários restaurantes bacaninhas e também um mercado (se você preferir comprar algo mais barato para comer). São os pins em preto no mapa! Se você clicar neles vai ver o que escrevi sobre cada!

st pauls

Dá para comprar ingresso para o tour pela St. Paul’s Cathedral por este link!

general_728x90_Por

11) Museum of London

Um pouquinho mais acima está o Museum of London (temos post sobre ele. Leia aqui!), o museu que conta a história da cidade. A visita é gratuita (para as exposições fixas. Exposições temporárias costumam ser pagas) e ele é incrivelzão!

A história de Londres é contada da melhor maneira possível no Museum of London.
A história de Londres é contada da melhor maneira possível no Museum of London.

12) Vertigo 42

Um Champagne Bar que fica no quadragésimo segundo andar de um prédio na City of London parece uma boa, não? É uma excelente, garantimos. 🙂 A consumação mínima é de 10 libras por pessoa (é preciso reservar com antecedência!), sai mais barato que a visita ao Shard e a vista é bem lindona também. Tem post aqui!

Uma excelente maneira de encerrar nosso primeiro roteiro a pé por Londres! 😉

Todo mundo senta de frente pra vista. Não tem mesa que não seja encostada na janela. Desconfiamos que a melhor forma de garantir as vistas mais tops seja reservando para um horário mais cedo...
Todo mundo senta de frente pra vista. Não tem mesa que não seja encostada na janela. A melhor forma de garantir as vistas mais tops é reservar um horário mais cedo e reforçar para o atendente que você quer uma mesa com vista para o The Shard, por exemplo.

E aí, curtiu? Espero que sim! 🙂

Os pins extras também são dicas excelentes. Analise-os antes de fechar seu roteiro direitinho. 😉

Pra encerrar, repito aqui o mapa, para tudo ficar mais claro:

O que fazer a pé em Londres tendo a Tower of London como ponto de partida

Abaixo, deixo mais posts que podem auxiliar quem quer planejar uma viagem não muuuito cara e, ainda, apresento os links que levam aos sites das atrações. Tudo para facilitar sua vida.

Partiu Londres?!

Beijobeijo e até o próximo post,

Nah

*Política de transparência:

Como parceiros do VisitBritain, somos comissionados por toda compra que nossos leitores fazem usando os links que reunimos neste post. Porém, você não paga nada a mais por isso. Ou seja, você agiliza sua viagem ao mesmo tempo que ajuda a gente. Que tal? E o VisitBritain oferece ingressos para muitas atrações bacanas de Londres. Clique no banner abaixo, faça suas buscas e, na hora de fechar a compra, saiba que você estará nos ajudando a manter o blog firme e forte. Desde já, agradecemos sua contribuição. 😉

general_728x90_Por

Links úteis:

Quer saber as nossas novidades em primeira mão? Assine nossa newsletter (gratuita) preenchendo o formulário abaixo:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Um dos pubs mais antigos de Londres: Ye Olde Cheshire Cheese

Um segredinho antes do texto: O post de hoje é uma pequena amostra do que você vai ler no guia de pubs de Londres que estamos escrevendo. Vamos reunir dezenas de dicas de pubs cuidadosamente selecionadas para você que deseja ter uma imersão na cultura cervejeira londrina. A produção está a plenos vapores. Em algumas semas ele será divulgado.  Se quiser mais leia o post Vem aí: Guia de pubs de Londres e nossa primeira cerveja. 

A placa ao lado de fora do pub localizado em um beco que poderia ser o cenário perfeito para um crime de Jack, o Estripador anuncia que você está prestes a entrar em um ambiente mágico! O Ye Olde Cheshire Cheese foi REconstruído em 1667, após o Grande Incêndio de Londres de 1666. Não sei você, mas só de imaginar algo assim já me dá vontade de sair correndo pra lá conhecer.

Ainda mais quando você descobre que antes da reconstrução o prédio abrigou um mosteiro no século XIII e outros pubs com nomes diferentes até o Grande Incêndio rolar e mudar a história de Londres.

A gente já havia falado sobre o pub quando recomendamos cinco pubs em Londres, mas hoje ele voltou porque fizemos um vídeo (fim do post).

Pra Ver em Londres - pubs de londres - Ye Olde Chesire Cheese

Há uma disputa intensa entre alguns pubs de Londres que dizem ser o mais antigo da cidade. Como aqui não somos donos da verdade pra dizer se é esse ou aquele, garantimos apenas que o Cheshire impressiona em todos os aspectos e vale muito a sua visita.

O pub é uma viagem. A serragem espalhada por boa parte do chão vai te fazer crer que um cavalo acabou de passar por ali. O espaço é todo de madeira, bem como antes do incêndio. Imagino como deve ter sido consumido rapidamente pelo fogo. A combinação madeira/serragem/cerveja, aliás, garante um cheiro único ao ambiente.

Pra Ver em Londres - pubs de londres - Ye Olde Chesire Cheese

O casarão é dividido em várias salas, umas um tanto elegantes e outras mais focadas na bebedeira. Seja onde você acabar, estará em boas mãos. Cada cantinho do Cheshire tem seu charme garantido. Mas “cuidado” pra não se perder após umas e outras. É tanta escada e tanta sala que é fácil perder o rumo. Ou bater a cabeça no teto. =)

Pra Ver em Londres - pubs de londres - Ye Olde Chesire Cheese

Pelo lado cervejeiro, prepare-se para se deliciar com diversos rótulos da Samuel Smith’s, uma pequena cervejaria da região de North Yorkshire, fundada em 1758, que é excelente. Ela é vendida tanto on tap (chopp) como em garrafas. Sugiro que desça até a adega subterrânea para beber nas mesas comunais. Uma experiência e tanto.

Uma coisa legal da Samuel Smith’s é que até hoje eles mantêm os métodos de preparo utilizados no início de sua história. Isso vai desde contar com seu próprio tanoeiro, um cara exclusivamente dedicado a produzir barris de madeira, até fazer entregas próximas em uma carroça conduzida por dois belos cavalos.

Pra Ver em Londres - pubs de londres - Ye Olde Chesire Cheese

Passar algumas horas no Ye Olde Cheshire Cheese é garantia de beber bem e vivenciar uma aula de História. Programa certeiro pra todas as horas!

Pra mostrar melhor o pub por dentro editamos um trecho da palestra que fizemos recentemente no Congresso Nacional de Destinos de Viagem em que falamos sobre esse pub. Tem várias imagens legais pra você passear por dentro desse que é um dos mais históricos pubs de Londres.

ONDE FICA

Endereço: 145 Fleet St, London EC4A 2BU

Site: Não tem

Estação de metrô mais próxima: Blackfriars (District line – verde e Circle Line – amarela)

Dica: Vai sem erro no Fish and Chips e aproveite para conhecer os diversos rótulos da Samuel Smith’s.

QUANTO CUSTA UMA PINT

A partir de £4.

COMIDA

Comer em pubs é sempre uma incógnita. Às vezes a comida é deliciosa, às vezes asquerosa. Mas no Cheshire poder comer tranquilo e feliz.  O fish and chips, por exemplo, é delicioso.

DESTAQUE

Em meio a tanta história e fatos curiosos é difícil escolher um destaque sobre esse pub, mas vale dizer que Charles Dickens era frequentador da casa. Seu clássico A Tale Of Two Cities (Um conto de duas cidades) tem trechos que se passam no pub. Além disso, o Cheshire Cheese também inspirou o clássico da literatura infantil inglesa The Cheshire Cat, o gato profético que disse à Alice uma das mais famosas frases da literatura: Se não importa aonde vai qualquer caminho serve.

Pra Ver em Londres - pubs de londres - Ye Olde Chesire Cheese
Como sempre, nosso perfil no Google Plus reúne fotos que não entraram no post. Clica na foto para ver o álbum

 

E aí, gostou? É mais ou menos isso que você pode esperar do nosso guia de pubs que em breve será lançado. Além de reunir sugestões de alguns dos melhores pubs de Londres, sempre com várias fotos e descrições detalhadas, cada dica trará fatos curiosos e boas histórias para tornar sua viagem ainda mais rica e produtiva.

O guia ainda terá muitas dicas extras, mas por enquanto essa amostra que dei hoje tá de bom tamanho, né?

Outros pubs e cervejarias que já apareceram aqui

4 cervejas de Londres que você precisa conhecer

Que a gente curte muito uma boa cerveja você já deve estar careca de saber, né? Já fizemos vários posts sobre pubs (estão todos reunidos neste link), volta e meia aparece por aqui foto da gente segurando uma cerveja nas mãos, falamos de cerveja o tempo todo… enfim, provas de que somos “cervejeiros de carteirinha” não faltam.

Ei, gente, Nah na área! =D Escolhi essa foto não pelo marido mais lindo do mundo, JURO, mas porque o doguinho que o João falou tá aí. Achou? :)
Bebendo boas birras em Milano, no incrível Birrificio Lambrate (post aqui. Leia que vale a pena. É uma dicona!)
Draft House
E em Londres, a Draft House tem seeempre boas cervejas pra saborear… Olha o post aqui!

*Spoiler alert: vem novidade cervejeira por aí. Aguarde e verás. huhuhu*

Por isso, depois de produzir uma série de posts sobre cervejas inglesas para o incrível blog Entretenha-me (da minha amiga Thalita Uba, que escreveu para a gente a série “Act like a local” – tudo aqui!), pensei que devia trazer as indicações de lá pra cá. Quem mais além de você que tá sempre por aqui merece dicas tão boas? 🙂

As escolhidas foram quatro delicinhas que são presenças constantes na nossa geladeira – e que também estão entre as nossas escolhidas nos pubs (as provas estão nas fotos, que, como você vai ver, foram retiradas dos nossos perfis no Instagram).

A boa notícia é que dá para encontrá-las no Brasil também. Ou seja, são excelentes pedidas para quem está em Londres (e vai encontrá-las por uma bagatela!) e também para quem está planejando visitar a cidade logo (pra começar a se sentir na cidade mesmo de sair do nosso país).

Bora saber quais são as selecionadas?

London Pride: como não se orgulhar?

Inicio apresentando uma das cervejas mais clássicas de Londres (talvez A mais clássica), que pode não ser a melhor da cervejaria que a produz (Fuller’s), mas que com certeza faz por merecer toda sua pompa: a London Pride.

Home is where your heart is. #london #londonpride #beer #cerveja #europa #eurotrip

A photo posted by Natasha Schiebel (@nah_schiebel) on

Descrevo-a assim… Com uma London Pride na mesa (e já servida no copo – que não pode ser de requeijão, por favor!), feche os olhos e se imagine em um antigo pub no subúrbio de Londres. Lá pela zona 4, 5. Isso, um pub em que o dono sabe de cabeça qual “pint” você vai pedir e até mesmo quantas pints vai beber em uma hora.

Tipo no nosso “local pub”, em Blackheath…

Imagine a sua London Pride chegando, com dois dedos de uma espuma branquinha. Aproxime o copo da sua boca e, antes de beber, sinta os aromas de lúpulo floral (variedades Target, Challenger e Northdown, de acordo com a própria cervejaria), frutado e caramelado.

Dê o primeiro gole ainda de olhos fechados e procure sentir no paladar o caramelo e o delicioso armagor frutado que fica na boca. Hummm…

Feels like home!

A photo posted by Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) on

Chegou a hora de abrir os olhos e apreciar sua cor acobreada e saborear golinho por golinho o orgulho de Londres! Bom demais, né?

Apesar de ser uma cerveja não muito encorpada (eu costumo preferir as “gostosonas”), a London Pride tem uma ótima drinkability (conceito subjetivo que mede quanto a cerveja é “bebível” e agradável ao paladar) justamente por não ser tão enjoativa, e o final amargo saboroso vai te conquistar.

Como uma boa cerveja de pub, a London Pride harmoniza bem com salsichas, linguiça, grelhados e costelinhas. Tudo muito light, né? =D

Agora é com você!

Experimente o orgulho de Londres, escolha bem o acompanhamento e se torne um fã dela e da marca. Por falar em marca, três comentários:

– Fizemos o tour pela cervejaria, que fica em Chiswick, e ADORAMOS. O post ainda está fermentando, mas logo sai dessa torneira de chopp aqui. hehe Olha o caminhão que vimos saindo de lá:       

Uma missão de vida! Valeu por mais essa, London! Te vejo logo! #fullers #londonpride #madeoflondon A photo posted by Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) on

EUQUERO! =D

– Sugiro uma visita ao site da Fuller’s, para você conhecer as outras cervejas produzidas por eles – a London Porter muito me agrada).

– O Facebook deles é cheio de conteúdo bacana. Clique aqui para curtir a página e ficar de olho.

Matando a saudade #londonpride #fullers #pint #beer

A photo posted by Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) on

Young’s Special London Ale: uma “Real Ale” especial

No final da década de 1960, iniciou-se no Reino Unido um movimento independente e sem fins lucrativos chamado CAMRA – Campaign for Real Ale (Campanha pela Autêntica Ale – clique aqui para conhecer), que nada mais era do que uma forma de protesto contra a diminuição da qualidade das cervejas britânicas da época.

O CAMRA lutava não apenas pelas cervejas, mas também pela cultura dos pubs, dos pequenos produtores e dos direitos dos consumidores. Os anos se passaram, o CAMRA cresceu e continua apresentando aos consumidores as verdadeiras Ales, aquelas que são produzidas com ingredientes de qualidade, passam por processos de fermentação em boa parte naturais e que preservam as características tão importantes desse estilo de cerveja tipicamente britânico.

E é uma “real Ale” a minha segunda indicação de cerveja londrina que você precisa beber. Estou falando da Young’s Special London Ale.

Bastou um gole para a Special London Ale me conquistar.

Bastante maltada, mas também com boa quantidade de lúpulo, ela é o equilíbrio (quase) perfeito em termos de cerveja. Com um aroma delicioso (que não sei descrever, experimenta para entender!) e sabor frutado, ela vai te conquistar, não tenho dúvidas disso.

O teor alcoólico é de 6,4% e oficialmente a Special London Ale é descrita como encorpada, macia, levemente condimentada e complexa.

Vai uma aí? 🙂 

Já provamos outros rótulos da Young’s e recomendo demais a Double Chocolate Stout. Conheça o site oficial (aqui) e curta a página no Facebook (aqui) para ficar por dentro de tudo o que rola na cervejaria.

Stout feita com Cadbury. Mil pontos na escala de amor da melhor das mulheres. Te amo @nah_schiebel A photo posted by Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) on

Meantime Chocolate Porter: pra passar o inverno feliz

Há alguns anos, bastava o friozinho chegar para eu trocar uma cerveja por um vinho. Achava eu que cerveja era só para o calor. Ai que boba. hihi

Isso mudou quando eu descobri que o mundo das birras ia bem além de Pilsen e Lager. E, ah, que mudança…

Hoje na minha taça, amanhã no Entretenha-me! Cheers! #beer #meantime #chocolateporter

A photo posted by Natasha Schiebel (@nah_schiebel) on

Claro que não abandonei os bons vinhos Malbec, Cabernet Sauvignon e outros tantos tintos da vida, mas juntei a eles excelentes cervejas tipo Porter, Stout, Dunkel, etc. Afinal, uma cervejinha escura também esquenta, minha gente. =D

E Londres, como uma terrinha conhecida por ser gelada, possui ótimos exemplares de cervejas aquece-corpitcho. Caso da minha terceira sugestão, a Meantime Chocolate Porter.

Logo de cara, ao derrubar os primeiros “mls” na minha tulipa, encantei-me com o aroma dessa cerveja. Sério. É sensacional e difícil de descrever. Senti bastante o aroma característico do chocolate amargo, mas também os maltes torrados clássicos de uma boa Porter.

Essa é pra você, vó! A photo posted by Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) on

No primeiro gole, foi essa deliciosa combinação de malte torrado + chocolate amargo que me conquistou e me fez entender por que essa cerveja já foi premiada em grandes competições – como o a International Beer Competition de 2005 (quando levou pra casa a medalha de bronze).

Dizem os experts que a Chocolate Porter da Meantime possui notas pronunciadas de baunilha que fundem o malte ao chocolate, deixando uma sensação sedosa e reconfortante ao paladar. A parte da baunilha eu confesso que não senti, mas a suavidade dessa cerveja, que proporciona a sensação descrita acima, é realmente impressionante.

Harmoniza bem com caçarolas, carnes assadas e comida mexicana, e vai muito bem com sobremesas de frutas ou pudins. Dá para imaginá-la combinando com um brownie caprichado ou um petit gateau bem feitinho. Ô, delícia! <3

Meantime Chocolate Porter: taqueospa que #cerveja boa. Vindo direto da fonte, então, melhor ainda. Ai, #Londres… <3

A photo posted by Natasha Schiebel (@nah_schiebel) on

Pois é, eu sei, é incrível demais. Mas, ó, não é cerveja pra tomar porre, viu? Dá pra dizer “um é pouco, dois é bom, três é demais!”. E não tô falando isso por causa do teor alcoólico, não, os 6,5% não são impeditivos para repetir a dose, mas é que essa combinação, apesar de deliciosa, pode enjoar se consumida em excesso.

Lembre-se disso antes de sair bebendo todas pra depois não vir me xingar. Não é à toa que muitas cervejarias adotam o lema “beba menos e beba melhor” – e a gente também, aliás. 🙂

Fuller’s London Black Stout: embarque sem medo!

Londres é uma cidade de muitos ícones. Nem é preciso conhecer a cidade pessoalmente para saber que existe um tal Big Ben, que na beira do seu imponente Rio Tâmisa há uma roda gigante que apresenta uma bela vista da cidade, que tem uma Rainha que “comanda” tudo por lá há mais de 60 anos, etc. etc. etc.

E dentre tantos símbolos, os do transporte também são reconhecíveis. Quem nunca viu o logo do metrô da cidade? Ou, então, não assistiu Notting Hill e de cara reconheceu os ônibus vermelhos de dois andares? Junto a eles existe ainda o black cab, táxi característico da cidade que circula mostrando que TUDO naquela cidade é peculiar, é único.

E foi justamente para homenagear esse último ícone, o black cab, que em 2011 a cervejaria Fuller’s (a mesma que produz a London Pride) lançou a London Black Stout, cerveja “made in London” que encerra as recomendações de hoje.

The perfect taste. #fullers #blackcab #stout #london #praveremlondres A photo posted by Joao Guilherme Brotto (@joao_brotto) on

Confesso que foi uma escolha difícil, porque “a terra da Rainha” oferece muitas boas cervejas, mas bastou um gole dessa belezinha para eu ter certeza que não podia deixar de apresentá-la…

A humilhação já começa pelo rótulo. Além do táxi, que dá nome à cerveja, dá para identificar London Eye, Big Ben, St. Paul’s Cathedral e até o Pepinão (The Gerkin) no fundo.

Aí você abre a garrafa, serve seu copo (se for sua English Pint, melhor) e a experiência começa. Com uma boa formação de espuma, uma cor bem escura e um aroma delicioso, essa dry stout da Fuller’s no copo lembra muito a clássica Guinness – aliás, houve até quem dissesse (Chris Hall, da revista Rum & Reviews) que a Fuller’s London Black Cab Stout seria o motivo para você deixar de beber Guinness. JURO. Clique aqui para ler.

E quer saber? A gente assina embaixo! 🙂

O júri técnico apresenta as seguintes informações sobre ela:

  • Teor alcoólico: 4,5%
  • Elaborada com cinco tipos diferentes de malte: Ale Malt, Imperial Malt, Crystal, Chocolate Malt e malte de aveia
  • Os lúpulos utilizados foram os ingleses Fuggles e Goldings
  • Seu final é seco

Como apreciadora, eu digo: que cerveja boa! Quando a saboreamos pela primeira vez, tínhamos comprado apenas uma garrafa e ficamos na vontade de mais umas três. PELO MENOS! =D

Essa é uma daquelas cervejas que tem tudo na medida certa, sabe? Amargor, toque de café, toque de chocolate… é tudo bem equilibrado. Como se não bastasse, ela ainda é linda. Uma garrafa pra guardar na estante e admirar sempre que se quiser pensar em uma boa stout que venha de Londres. Um táxi para embarcar sem medo!

Pra beber em Londres e em qualquer lugar do mundo

London Pride

Como post inaugural sobre cerveja, acho que temos aqui uma ótima seleção. Concorda? Mas poderíamos indicar vááárias outras birras tipicamente londrinas que valem o gole.

Então, encerro o post perguntando: posso continuar a fazer posts assim? Deixa um comentário com sua opinião e, também, com cervejas que gostaria de ver “resenhadas” por aqui. Se o retorno de vocês for positivo, farei mais posts assim.

Cheers!

Nah

 

London London – guia para conhecer Londres utilizando o metrô

Em uma terça-feira de dezembro de 2013, em uma sapecada no Instagram, João Guilherme se deparou com a seguinte notícia: o jornalista Rodrigo Rodrigues (o RR, que na ocasião apresentava o Bate-Bola segunda edição, da ESPN Brasil) tinha desembarcado na terrinha para uma temporada de #chineLondon (como ele apelidou sua viagem).

Despretensiosamente, meu excelentíssimo comentou na primeira foto do RR na área: “tenho um blog sobre Londres. Espero que possa ser útil” e, claro, deixou nosso link. Foi a deixa para o carioca gente boa mandar: “pow, vamos marcar um pub”. (e pensar que às vezes a gente fica meses tentando marcar um encontro com um amigo de longa data, né?)

Assim, na sexta-feira seguinte, nos mandamos para Shepherd’s Bush no começo da noite para tomar umas boas birras com esse canalha que nem bebe cerveja no pub da Brew Dog que fica ali na região. 🙂

Logo de cara ele nos contou o propósito de ficar dois meses na cidade: escrever o primeiro guia para conhecer Londres utilizando o metrô.

Bela sacada, né?

Aí no ano passado o London London chegou às livrarias:

London London - guia para conhecer Londres usando o metro

E também a nossa casa:

Além da dedicatória super fofa, estamos nos agradecimentos e o Pra Ver em Londres está na bibliografia. Nos sentimos muito honrados, RR! :) Obrigada pelo prestígio!
Além da dedicatória super fofa, estamos nos agradecimentos – e o Pra Ver em Londres na bibliografia. Nos sentimos muito honrados, RR! 🙂 Obrigada pelo prestígio!

Devorei o livro em horas e posso garantir: é um guia e tanto!

Em resumo: RR selecionou 40 estações do metrô londrino e, para cada uma, reuniu belas dicas do que fazer nos arredores. Arrasou! Útil demais tanto para marinheiros de primeira viagem, como para quem já conhece bem Londres – até porque sempre tem uma regiãozinha que a gente ainda não explorou, né?

Pensando em apresentar um pouco melhor o guia e garantir que você termine a leitura do post louco pra clicar aqui (para comprar o guia impresso) ou aqui (para comprar o digital), resolvi selecionar três das estações apresentadas por RR, falar um pouco sobre o que ele destacou e, claro, dar os pitacos Pra Ver em Londrísticos – porque é pra isso que estamos aqui! 🙂

Vamos lá?

→ No fim tem um concurso cultural para premiar um dos nossos leitores com um exemplar. Não vai perder, vai?

Camden Town

Camden Town - London London

Passear em Camden Town é um dos nossos programas preferidos em Londres. Mas, não sei por quê, há pouquíssimo conteúdo aqui no blog sobre a região. Por isso mesmo, achei que era uma boa ideia aproveitar o guia do nosso amigo RR para dar uma amenizada nesse problema.

Primeiro, o guia revela: a linha do metrô com parada em Camden Town é a Northern (preta). Além disso, o alerta vem já de cara: desça lá para Camden Market, Camden Lock Village, The Hawley Arms (o pub preferido da Amy Winehouse. Apresentamos aqui!) e Roundhouse.

The Hawley Arms - London - Amy Winehouses favorite pub-edited
A carta de cervejas do The Hawley Arms não é a melhor do mundo, mas o pub vale muito pela atmosfera gostosa, pelo histórico de ter sido o pub preferido de ninguém menos que Amy Winehouse e, também, por estar em Camden Town!

Para cada uma dessas paradas, RR revela o caminho das pedras (tem instruções tipo “saindo da feirinha às margens do lago e virando à direita na Castlehaven Road” – aham, informações bem detalhadas! #pontopromenino), conta histórias bacanas e dá dicas preciosas.

Mas não é só isso. Nas quatro páginas dedicadas à estação, Mr. Rodrigues revela por que essas paradas são quase que obrigatórias na região, dá outras ótimas dicas (tem loja boa pra quem curte artigos em couro, barraquinha de comida brasileira pra quem não dispensa uma boa coxinha e até um fato curioso sobre a história de Highway to Hell, do AC/DC) e, claro, fornece as informações que você precisa para otimizar seu tempo por ali. Uma mão na roda!

Camden Town - London

Camden Town - London

O capítulo se encerra com uma sugestão de trilha sonora para o momento. Sugiro que você continue lendo o post só depois de dar o play:

Amy Winehouse sempre vai bem, né? 🙂

Ah, e por falar em trilha, esse, para mim, é um dos destaques do guia: todo capítulo tem uma sugestão de trilha sonora. Well, do fundador da banda Soundtrackers a gente não podia esperar menos, né? hehe

Nesse capítulo, também queria acrescentar que a gente recomenda muuuito um rolê pelo Regent’s Canal pegando a “entradinha” que fica ali no Camden Lock, hein? Explicamos por que neste post. Além, claro, do fish and chips do Poppie’s pra quem tá mais afim de rango local (nossa avaliação está aqui). 😉

Outro dos nossos programas preferidos em Londres: curtir as belezas naturais batendo um bom papo no Regent's Canal... <3
Outro dos nossos programas preferidos em Londres: curtir as belezas naturais batendo um bom papo no Regent’s Canal… <3

Esse, claro, é apenas um apertivo do roteiro sugerido em London London pra quem para em Camden Town. Mas diz aí: já deu vontade de se mandar praquelas bandas, não? 🙂

North Greenwich

North Greenwich - London London

Isso mesmo, North Greenwich, uma estação não muito badalada, é a segunda presente no guia do Rodrigo que trago para cá. Isso porque a gente tem um apego especial por essa parada da Jubilee Line (a linha cinza). É que essa era a estação de metrô mais próxima da nossa última casa na cidade… <3

No capítulo, RR fala sobre a O2 Arena (que fica colada à estação – e sobre a qual falamos neste post) e, também sobre o British Music Experience, que ERA um museu bem legal sobre a música britânica. Porém, contudo, entretanto, ele não existe mais. 🙁

A gente teve a oportunidade de conhecê-lo e, olha, era muuuito legal e interativo. Mas, enfim, blablau. =/

Diz que eles estão procurando outro lugar para realocar as exposições (quando isso se confirmar avisamos aqui!), enquanto isso, porém, a O2 Arena vale pelos vários shows programados (agenda aqui!), por ter um cineminha, boas opções de restaurante… por ser um mini shopping menos muvucado.

O2-Arena-London-

A cara da "vilinha" da O2 Arena.
A cara da “vilinha” da O2 Arena.

Além disso, acho que quem para em North Greenwich precisa também aproveitar para andar de bondinho! =D

Falamos sobre o Emirates Air Line neste post super feliz. haha

Pra Ver Londres - Emirates Air Line

Ó lá o The Dome/O2 Arena visto do bondinho.
Ó lá o The Dome/O2 Arena visto do bondinho.

Você pode comprar o seu ticket para o bondinho por este link e ajudar o Pra Ver em Londres – a gente ganha comissão a cada venda! 😉

Ah, e também dá pra tomar uma boa cerveja no The Pilot, pub top top que fica a duas quadras da estação e que entrou neste post em que apresentamos cinco pubs ótimos para quem procura cervejas artesanais em Londres. 😉

Melhores Pubs de Londres - The Pilot

Bom roteiro, hein? 🙂

Old Street

Old Street - London London

E a terceira estação que selecionei do livro London London foi a Old Street, em que o RR apresentou um restaurante bacana (o Fifteen, do Jamie Oliver, que, segundo ele, tem atendimento bom e preços razoáveis) e três baladas: o Mother Bar, o Roadtrip e o Zigfrid von Underbelly.

Como balada não é nosso forte, aproveitar o guia do amigo para dar algumas indicações me pareceu uma ótima ideia. hehe

E foi isso que RR contou no guia:

“Voltando à Old Street, mais precisamente ao número 333, fica uma das baladas mais descoladas da cidade, o Mother Bar. O lugar é meio pub, meio danceteria com DJs moderninhos fazendo a trilha eletrônica da noite. Tem ainda o Mother Live, uma espécie de porão com espaço para shows ao vivo. Reza a lenda que o lugar é famoso pela bebida baratinha, servida em copos de plástico.

No 243 da mesma rua fica o Roadtrip, espaço também variado: funciona como casa de shows, bar e restaurante; a comida é bem boa. Eu curto o Tuna club sandwich. Aos fins de semana, eles servem o clássico Full English Breakfast. Já no 11 da Hoxton Square, uma praça lotada de bares, está o Zigfrid von Underbelly com uma pegada parecida: Bar com DJ, restaurante e música ao vivo. A filosofia da casa é “free your mind and your ass will follow”. Então tá, vamos nessa.”

Da nossa parte, acrescentamos ainda o deliciooooso café temático de bike “Look Mum No Hands” (que está detalhado neste post), um rolê por Brick Lane (post aqui!) e, claro, uma paradinha na nossa amada Brew Dog de Shoreditch para uma pint de Punk Ipa. 😉

Cheers!
Cheers!

Partiu Old Street?

Pra pensar…

Caro amigo, viu quantas boas dicas extraímos de apenas três capítulos do guia London London? Não preciso falar mais nada, né? É uma ótima leitura para quem planeja visitar a cidade logo mais. Tá tudo bem explicadinho, há dicas ótimas, o texto é super bem escrito… se joga! 🙂

Esta é a avaliação rigorosa do ranking Pra Ver em Londres:

ranking-estelar-ronnies-bar-londres

Mas se você ainda não está 100% convencido a adquirir o seu, A Faro Editorial, que editou o guia do Rodrigo, disponibilizou um trecho do London London gratuitamente aqui. Vale a pena dar aquela olhada para entender melhor a lógica do livro.

Depois, claro, você pode adquirir seu exemplar impresso (aqui!) ou a versão digital (aqui!). 😉

Ou você pode levar o seu no nosso concurso cultural!

Depois de ler e curtir o guia, resolvemos presentear um dos nossos queridos leitores (oi, gente! 🙂 com um exemplar. Compramos direto com o Rodrigo e já estamos com ele em casa. 🙂

Pra esse exemplar ser seu, tudo que você precisa fazer é deixar um comentário aqui em baixo respondendo a seguinte pergunta:

Como seria o seu dia perfeito em Londres? Responda nos comentários!

A resposta mais criativa (de acordo com nossos critérios pessoais, claro), leva! 😉

Aceitaremos respostas até o fim do mês (mais precisamente até 30/01). Avaliaremos todas as respostas até lá e no comecinho de fevereiro atualizamos o post para falar quem foi o vencedor (que também receberá um e-mail, para que possamos pedir o endereço de envio). 

No fim das contas, decidimos premiar três leitores. São eles:

–> Guilherme

–> José Júnior

–> Tamires Ito Ferreira

Parabéns, pessoal. 🙂

Beijobeijo,

Nah!

Assine nossa newsletter

Gosta de promoções? Logo mais, assinantes da nossa newsletter (que é gratuita!) terão acesso a promoções exclusivas. Assine já e não perca nada! 😉

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)







Uma cerveja, um café e um passeio pelo canal no leste de Londres

Nossa caça às melhores cervejas de Londres já nos rendeu algumas boas surpresas.

Em um sábado qualquer de inverno seguimos rumo a Hackney pra conhecer a Crate Brewery.

Fiquei sabendo da cervejaria batendo um papo com um cara da Utobeer, uma espetacular loja de cervejas no Borough Market – que já te apresentamos aqui. Ele me confidenciou seus lugares preferidos pra tomar uma boa artesanal Londres adrento. Dica melhor que uma dessa não há, certo?!

A Crate vale a visita já antes de você chegar. Descemos do overground em Hackney Wick, área industrial meio abandonada meio alternativa no leste londrino. Quando saímos da estação parecia que estávamos em uma cidade fantasma…

hackney wick - londres - street

Um ‘senhor’ vento gritando no ouvido, quase ninguém na rua e um ‘pra que lado vamos?’ no ar. Talvez em um dia de semana a região seja mais movimentada, mas é sempre legal encontrar esses lugares meio largados em Londres.

hackney wick - londres

hackney wick - londres - nah

Grandes depósitos e oficinas mecânicas dividem o espaço com gente criativa que vive em barcos e se diverte colorindo muros e fachadas.

A Crate Brewery

A Crate fica à beira do Lee River que, ao menos por ali, é um calmo canal e está a 20 metros de uma bela vista para o Estádio Olímpico. Um pôr do sol naquela região é daquelas coisas que fazem a vida valer a pena.

À direita, na foto de cima está a Crate. Do outro lado, o Estádio Olímpico
À esquerda, na foto de cima está a Crate. Na foto de baixo, do outro lado da ponte que fiz a foto, o Estádio Olímpico

Já na Crate, que estava bombando, nos sentamos ao lado de uma jovem família com uma pale ale local na mão.

Há algumas mesas, uma pequena sala com um sofá e uma área comunal.
Há algumas mesas, uma pequena sala com um sofá e uma área comunal. O bar fica em uma antiga fábrica e as características cruas permanecem. Pé-direito alto, janelões, colunas de sustentação no cimento, móveis feitos de materiais reaproveitados e por aí vai.

Antes de ir pra lá eu havia pesquisado que a pizza dos caras seria digna de um Cinco Estrelas no Guia Pra Ver Em Londres de qualidade.

E era!

A pizza faz a visita valer mesmo pra quem não curte cerveja. Massa fininha, molho muito saboroso e vários sabores no menu. Eles assam ali mesmo em um grande forno de pedra. A cozinha está no mesmo ambiente do bar .

crate brewery - londres - beer and pizza
A fachada é discreta, mas o que tem dentro…
Vista de uma das entradas do bar
Vista de uma das entradas do bar

crate brewery - londres - bar

A Crate leva cinco estrelas no nosso crítico grau de avaliação por todo o conjunto da obra: cerveja bueníssima, comida, ambiente e astral. Vai sem erro! Os pints ficam entre £3.50 e £4. As pizzas, se não me falha a memória, entre £11 e £15. Em tese são individuais, mas quebram um  bom galho pra um casal.

ranking-estelar-ronnies-bar-londres

Quer fazer um tour de pubs em Londres dedicado à cerveja artesanal?

A gente criou a “Rota da cerveja artesanal em Londres”, um tour guiado pela gente em que visitamos alguns pubs incríveis que a gente selecionou a dedo pra você degustar algumas das melhores cervejas de Londres e do mundo! O tour combina os pubs com um passeio a pé pelos arredores da Tower Bridge. No trajeto, contamos curiosidades e fatos históricos sobre a cidade. Para saber mais detalhes dá o play no vídeo ou clica aqui.

Um passeio diferente pelos arredores do Parque Olímpico

Voltando à Crate: Se você não ficar ali por horas tomando todas, o que é bem tentador, vale esticar o passeio pelo canal pra admirar a região, cheia de arte nas ruas e casas-barco no rio. Quem nunca quis morar numa dessas, hein?

A uns 15 minutos de caminhada pelo canal a partir da Crate (mapa no fim do post) você chega ao Stour Space, uma galeria de arte/espaço dedicado a empresas criativas em desenvolvimento.

Lá dentro fica o café The Counter, onde você pode tomar um bom café coado na hora com grãos especiais e saborear um bolinho de cara para o Estádio Olímpico. E com preços bastante justos.  Uma coisa muito legal de lá é que eles fazem a torra do café ali mesmo quase que diariamente. Se você gosta de café em um nível elevado como eu vai curtir demais!

Pode incluir sem medo esse ‘tour’ na agenda pra curtir um dia diferente e cheio de coisa boa feita em Londres e para Londres.

the counter cafe - londres

the counter cafe_2 - londres

canal - pra ver em londre

Como chegar

Crate BreweryThe White Building, Unit 7, Queen’s Yard, E9 5EN,

The Counter Cafe 7 Roach Road Hackney Wick London E3 2PA

A forma mais fácil de chegar é via Stratford. A estação de Hackney Wick fica a uma parada da estação construída para atender a demanda das Olimpíadas. Os mapas abaixo ilustram o caminho.

Mas sempre vale a dica de usar a ferramenta do Transport for London (TfL) para traçar sua rota.

mapas

Enjoy!

The Hawley Arms: o pub preferido da Amy Winehouse em Londres

*Como já deu para ver pelo título do post, tem Amy Winehouse no Pra Ver em Londres hoje! E não tem como falar nessa diva sem usar algumas das músicas mais marcantes da sua (infelizmente) curta  carreira como pano de fundo. Pra começar, a trilha que abre nossos vídeos. Dá o play e vem conhecer o The Hawley Arms com a gente!*

Camden Town era a casa de Amy Winehouse em Londres.

Camden Town - London

Oficialmente, a diva da voz marcante, do inegável carisma e das tristes histórias envolvendo álcool e drogas morava no número 30 da Camden Square:

Casa da Amy Winehouse - Londres - Camden Square

Mas quem conviveu com ela afirma que quase dava para chamar de sua casa o número 2 da Castlehaven Road. É nesse endereço que fica The Hawley Arms, pub que ela sempre afirmou ser seu favorito em toda Londres.

Como fãs da eterna diva (vê-la ao vivo foi um dos momentos mais especiais das nossas vidas), num sábado chuvoso de dezembro do ano passado João e eu resolvemos fazer um tour “Amy” em Camden.

Passamos alguns minutos parados na frente da casa dela pensando em como seria louco se ela ainda vivesse ali e estivesse curtindo uns drinks lá dentro enquanto a gente tietava na porta e, na sequência, fizemos a pé (em cerca de 15 minutos) o trajeto que ela deve ter feito um milhão de vezes, nos mais diferentes estados mentais: rumamos para o Hawley Arms.

The Hawley Arms - London - Amy Winehouses favorite pub-edited

O pub

Por mais que Amy fosse conhecida por suas loucuras, basta assistir a vídeos antigos dela para perceber que a doidona tinha em sua essência um lado pacato, sereno e encantador.

E seu pub preferido em Londres também é assim. Apesar de movimentado, com os clássicos barulhos de bar (pints sendo servidas, brindes sendo feitos, boa música rolando, etc.), The Hawley Arms é um pub aconchegante e com uma atmosfera calma quase surpreendente.

London - Hawley Arms - Pub

A decoração intimista, a luz baixa, as “luzinhas de Natal” que dão um ar romântico ao pub, as flores espalhadas pelas mesas e pelo balcão… Tudo isso contribui para que em pouco tempo no The Hawley Arms qualquer um entenda por que ele era o pub preferido de Amy Winehouse.

Ah, e lá ela não era só cliente, não. Frequentadores assíduos do bar contam que muita vezes ela passou para “o lado de lá” do balcão e serviu bebidas aos clientes como se fosse uma bartender qualquer. Além disso, não foram poucas as vezes que ela decidiu dar uma canja no seu pub do coração.

Já pensou ir tomar uma cervejinha despretensiosa no bar e, sem mais nem menos, ver Amy Winehouse no palco? Pois é, lá isso era possível… #suspiros

... e se sua cerveja fosse tirada por ela? Acho que eu não bebia. Eternizava em uma garrafa. haha #alouca
… e se sua cerveja fosse tirada por ela? Acho que eu não bebia. Eternizava em uma garrafa. haha #alouca

Mas o que mais chama a atenção no The Hawley Arms o é a maneira como os donos do bar lidam com a fama que Amy trouxe ao pub. As homenagens à cantora são discretas. Uma foto autografada aqui, uma bonequinha ali, um milhão de mensagens nas portas dos banheiros (várias em Português, inclusive) e… só. Não há abuso da figura da cantora para se promover. E a gente achou isso muito digno.

Sabe como é, né, sempre tem quem queira se promover usando a imagem dos outros. Mas isso não rola ali. E isso dá ao pub uns pontos extras. 🙂

Também justificam pontos extras na escala de avaliação do Pra Ver em Londres os diferentes ambientes do The Hawley Arms. A cada andar (e a cada passo) uma surpresa. Por mais que o objetivo seja ir lá para bater um papo e tomar uma cervejinha você acaba se entretendo com tudo. E isso é muito legal!

Pub Hawley Arms - Londres_1

Pub Hawley Arms - London

Pra Ver em Londres - Hawley Arms - Pub - Amy Winehouse

Pub Hawley Arms - Londres

E como se não bastasse tudo isso, no fim (quer dizer, pra nós foi no fim, porque só observamos na saída) Amy ainda dá aos visitantes do The Hawley Arms o seu tchau…

Amy Winehouse - The Hawley Arms - London
Perdão pela qualidade da foto, gente, mas tava chovendo e eu apressei o marido fotógrafo porque não queria tomar chuva. haha Perdoados? 🙂

Demais, né? Eu quase chorei quando a vi ali. Para os desatentos, #ficadica: ela tá na primeira janela da esquerda, no alto! 😉

Mas nossa passagem pelo The Hawley Arms foi rápida. Isso porque apesar do ambiente agradável e da energia booooa, esse não é o melhor pub das redondezas para quem curte boas cervejas. Lá você só encontra as comerciaizonas.

The Hawley Arms - beers on tap -pb

Pra quem faz parte da nossa tribo (a dos que curtem cervejas artesanais), ali pertinho tem um bar da Brew Dog (detalhes neste post) e um da Camden Town Brewery (tema deste post). A nossa dica é: vai ao Hawley Arms, faz um brinde à eterna diva e se quiser boas birras se manda pra algum desses dois outros bares. Lá você vai ser feliz cervejeiramente falando. 😉

Aliás, temos outras dicas de bons bares com cervejas artesanais na região de Camden, mas isso é assunto para outros posts. Pode esperar.

Gostou do The Hawley Arms e quer visitá-lo? Tá aqui o mapa pra você chegar lá de boooa – já com a casa da Amy marcada também (aproveite para observar como as estações “Camden Town” – Northern Line, preta – e Camden Road – Overground – ficam pertinho dali):

Ah, e já que você vai estar na área, aproveite para curtir Camden Town como um todo (o bairro é cheio de coisa bacana pra ver, comprar, comer!) e, se ainda tiver disposição, passear também pelo Regent’s Canal. Vale muuuito a pena! 🙂

canal_bridge

canal_fb

Viu só? O post que era pra ser a dica de pub da Amy Winehouse acabou virando um roteiro de um dia. 🙂

Acho que o ideal mesmo é inverter as bolas: faz primeiro o tour por Camden, pelo canal e depois se manda para o pub e para os bares para fechar o dia com chave de ouro. Que tal?

Só não esquece de colocar Amy Winehouse na playlist, hein? 😉

Cheers!

Até o próximo post.

Beijobeijo,
Nah

Assina a nossa newsletter antes de ir embora, vai? 🙂

Com ela você sabe de tudo que rola aqui no blog em primeiríssima mão!

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e receba novidades!

Digite seu nome e e-mail. Você receberá um pedido para efetivar o cadastro. =)