O que fazer em Londres esta semana? (30/09-06/10)

Enquanto você lê este post eu provavelmente estou fechando nossas malas, a caminho do aeroporto, ou, quem sabe, já voando rumo a Londres (Roma antes, mas descarta a informação). AHAM. Chegou o dia do nosso embarque. Por isso mesmo o blog andou meio mortin semana passada. Sácoméné?, um monte de coisas pra arrumar, ajustes de última hora pra fazer, etc. etc. etc. 🙂

Mas, enfim, só falei isso pra dizer que o próximo post vem direto da nossa lovely London!! =D

Qual será o tema? Não faço a mínima ideia. Que tal me ajudar deixando um comentário dizendo o que você quer ver tipojá aqui? Ficarei muito lisonjeada com a sua sugestão, viu? 🙂

Tá, mas chega de enrolação porque são 1h da matina e logo eu tenho que estar de pé pra embarcar feliz da vida. Vamos às dicas do que fazer em Londres esta semana?

Londres-Bob-Dylan-Face-Value

No fim de novembro Bob Dylan invadirá o Royal Albert Hall para uma curta temporada em Londres. Os ingressos já estão à venda (sonhomeu,sonhomeu,eupossotudoqueeusonhar) e podem ser comprados aqui. Porém, enquanto o músico não sobe ao palco dá pra gente curtir outra faceta deste super artista visitando a National Portrait Gallery.

É que está em cartaz lá a exposição “Bob Dylan: Face Values”, que reúne retratos de pessoas reais e fictícias feitos por Dylan, tipo este:

Bob-Dylan-Face-Value

Que tal?

Você tem até 5 de janeiro (2014) para ver as obras feitas por Bob Dylan na National Portrait Gallery. A entrada da exposição é gratuita.

Se interessou e quer saber mais? Clique aqui.

E um clássico dele pra fechar a dica com chave de ouro.

<3

Londres-Richard-Rogers-Inside-Out-Pra quem curte arquitetura a exposição Richards Rogers: Inside Out, em cartaz na Royal Academy até o próximo dia 13 (com ingressos a £8) é simplesmente imperdível. 

Ela celebra o trabalho deste grande arquiteto britânico que é responsável por criar prédios como o Lloyd’s of London, na City de Londres, e o Centre Georges Pompidou, em Paris…

Londres-Richard-Rogers-Inside-Out

Mas apesar de ser conhecido mais por conta dessas duas construções o trabalho dele vai muito além. Este post do Londonist é uma prova disso.

Animou? Programe-se!

Londres-Laura-Marling

laura-marling

Nesta quarta-feira (02/10) tem Laura Marling cantando suas músicas delicinhas no O2, em Londres, com ingressos custando a partir de £22,50. 

Olha aqui os ingressos.

😉

Londres-London-Restaurant-FestivalSe tem uma coisa bombando em Curitiba são os festivais gastronômicos. Tem o do Batel Soho, o do Alto Juvevê (Alto Juvevê? Aigente.), o da Augusto Stresser e assim por diante.

E, pow, isso é muito legal. Uma oportunidade e tanto pra conhecer restaurantes novos sem ter que ir à falência pra isso. =D

E pelo visto não é só a terra das araucárias que está apostando nesse tipo de evento. Começa dia 03, em Londres, o o London Restaurant Festival, que nada mais é do que um super festival gastronômico que vai até dia 21 (ADOREI!).

Londres-london-restaurant-festival-

E é isso. Não há muito o que falar sobre o evento a não ser: fuce o site, encontre restaurantes legais pra aproveitar as promoções e SIJOGUE, amigo! 😉

Londres-FlipSide

Londres-FlipSide-

Nos dias 4, 5 e 6 deste mês uma pequena cidade do interior da Inglaterra, localizada a apenas duas horas de Londres, será sede de um festival que celebra a literatura, a música e a arte brasileira: o FlipSide.

O FlipSide é um desdobramento da FLIP (Feira Literária Internacional de Paraty) e vai trazer ao Reino Unido diversos artistas brasileiros. Te interessa? Clique aqui para saber mais e se programar! 😉

Londres-Picture-this Aigente, achei o máximo esta exposição. Basicamente, ela apresenta reinterpretações feitas por ilustradores de 10 livros clássicos da literatura infantil do século XX. Tipo assim:

Londres-Picture-This-Childrens-Illustrated-Classics

Essa belezinha fica em cartaz até 24 de janeiro na British Library e na programação da exposição tem eventos gratuitos e pagos. Vale a pena clicar aqui para saber mais e se programar para conferir.

o-que-fazer-emLondres-Luiz-Melodia

E a sugestão pra encerrar a semana é brazuca: Luiz Melodia na Union Chapel, em Londres.

Ingressos aqui e mais informações aqui.

Aproveite! 😉

 

 

Bastante coisa boa, nénão?

Agora você já sabe, né? Bata sua agenda com as sugestões e curta Londres da melhor maneira possível. 😉

 

Nos vemos por aí.

 

Beijobeijo,

Nah.

 

 

Eieieiiiiii, com a nossa nova temporadeenha na cidade sai na frente quem assina nossa newsletter. Faça isso DJÁ! 😉

[mc4wp-form]

O que fazer em Londres esta semana? (23-29/09)

Enquanto os países do hemisfério Sul recebem a Prima Vera (aprendi a piadinha com a minhã mãe, sorry), lá pra cima quem chega é o Outono, que traz consigo as ruas cheias de folhas nas calçadas e o friozinho característico. Eu adoro. E tentei levar isso em consideração ao escolher as sugestões de “o que fazer em Londres esta semana”. 🙂

Espero que você goste de tudo que selecionei e que consiga encaixar pelo menos uma coisinha ou outra na sua programação.

Ah, só mais uma coisinha antes de ir ao que interessa: que tal se cadastrar na nossa newsletter? Estamos preparando ações especiais para quem é cadastrado. 😉

[mc4wp-form]

Vamos lá? 🙂

O que fazer em Londres - ZSL Animal Photography Prize

Eu vou confessar uma coisa pra você: eu ADORO um zoológico. Acho até que já falei sobre isso em outro post, mas repito: quando o zoo é bom, dá pra ver que os animais são muito bem tratados, e esta é uma forma de garantir que eles continuem entre nós, nénão?

Mas, enfim, não quero entrar em uma discussão filosófica aqui, o fato é que o Zoo de Londres é lindão (não, ainda não fizemos post. Mas logo faremos! ;). Ou seja, pra quem curte ver de perto animaizinhos e animalzões é sempre uma boa pedida. Quando há uma exposição de fotos bacana incluída no preço (caso desta semana – e até 02/12!), fica melhor ainda. 🙂

Isso mesmo. Até 02 de dezembro o ticket de entrada do zoo de Londres (que custa £21.50 na compra pela internet e £23.50 na compra direto lá – detalhes dos preços você encontra aqui) dá direito a ver a exposição “The ZSL Animal Photography Prize”, que dentre tantas imagens bonitas inclui estas:

O que fazer em Londres - Animal Photography Prize

Demais, né? 🙂

Se você ficou afim de aproveitar esse 2 em 1, sugiro que clique aqui, saiba mais sobre o zoo e sobre o evento e programe sua visita.

Londres - Astronomy Photographer of the Year

Aceita outra sugestão de exposição fotográfica para conferir em Londres? Que tal uma em que você vai poder fotos tipo as aí de baixo?

O que fazer em Londres - Astronomy

Pois é, eu sei que é sensacional. 🙂

“Astronomy Photographer of the Year” está em cartaz no Royal Observatory e fica por lá até fevereiro do ano que vem.

Precisa de mais para se empolgar pra ver essas e outras imagens incríveis bem de pertinho? Assiste a este vídeo:

Gostoso “conhecer” quem está por trás de algo tão legal, né? 🙂

Saiba mais e programe sua visita clicando aqui.

Uma tarde e uma noite no museu

 Tenho dois motivos para convencê-lo a dar uma passadinha no Science Museum nesta quarta-feira:

1) Exposição Only in England (que fica em cartaz até março do ano que vem e cuja entrada custa £8), que apresenta registros da Inglaterra dos anos 60.

O que fazer em Londres - Only in England

2) Science Lates

À noite (entre 18h45 e 22h) tem mais uma edição do Science Lates, que este mês tem como tema “Fotografia” – casando perfeitamente com as outras duas primeiras sugestões desta semana, hein? 🙂

A programação parece bem legal (veja com os próprios olhos), e é gratuita. Repito o que disse em outra ocasião: é, com certeza, algo bem diferente e interessante para fazer em Londres. Não perca a oportunidade!

This other London

This-other-LondonComo qualquer cidade grande, Londres tem muuuitos cantinhos lindos que são pouco explorados por seus moradores e pelos turistas que a visitam. Porém, cada vez mais pessoas que já descobriram esses tesouros escondidos dedicam seu tempo a popularizá-los.

É o caso de John Rogers, autor do livro recém-lançado “This Other London” que estará na Belgravia Books nesta quinta-feira, às 18h30, para falar sobre sua obra e bater um papo sobre “esta outra Londres”.

O evento é gratuito, mas é preciso se cadastrar antecipadamente. Se interessou e quer saber mais? Clica aqui!

 O que fazer em Londres - Brazilian Film Festival

Entre sexta (27) e terça (01/10) rola no Odeon Covent Garden o 5° Brazilian Film Festival of London, um festival de cinema que trará à capital da Inglaterra alguns dos melhores filmes brasileiros lançados no ano passado e neste ano.

Ao longo dos cinco dias de festival, 25 produções brasileiras serão exibidas, sendo 13 longas e 12 curtas. As sessões serão sempre seguidas de um debate com um representante do filme em questão. Na noite de encerramento, o filme que receber mais votos do público ganhará o prêmio “Lente de Cristal”.

Entre os destaques da programação (que você confere na íntegra aqui) estão: Heleno, Faroeste Caboclo, Somos tão jovens, Santos: 100 anos de futebol arte e Colegas. Se interessou? Você pode comprar ingressos (que custam a partir de £5) aqui.

Partiu?

Brazilian-Film-Festival

O que fazer em Londres - Fall in love with the city

Um dos objetivos dos governantes de Londres é fazer com que até 2013 a cidade seja uma das mais amigáveis na Europa para caminhadas. E o evento “Walk in London – Autumn Ambles Weekend” faz parte deste trabalho.

A história é a seguinte: nos dias 28 e 29 de setembro (sábado e domingo), o Transport for London (TfL, órgão de transporte da cidade) promoverá mais de 30 caminhadas gratuitas pela cidade.

Os roteiros são super bacanas e podem ser conferidos aqui. Tem pra tudo quanto é gosto: os mais “de boa”, que duram cerca de 2h, até para os mais fortes, com passeio de 9h. AHAM. 9h caminhando por Londres e sabendo mais sobre a cidade. Tá duvidando? Clica aqui pra ver como eu não tô mentindo. haha

Gostei muito deste. Deve ser bem legal percorrer esse caminho a pé.

E aí, anima? 🙂

Fall-in-love-with-the-city

International London Tattoo Convention

london_tattoo_convention_2013Pra quem curte  tatuagem os dias 27, 29 e 29 deste mês serão incríveis em Londres. Isso porque vai rolar na cidade a London Tattoo Convention, que com certeza vai reunir milhares de tatuagens lindonas além de 250 tatuadores, shows de música, performances de circo e muito mais.

Anima? Todos os detalhes estão aqui.

 

 

E aí, o que achou das minhas escolhas? 🙂

 

beijobeijo,

Nah.

 

Como o home office está nos levando de volta pra Londres

Quando os seis meses que passamos em Londres acabaram, em outubro de 2010, falamos pra nós mesmos: vamos voltar um dia!

Acho que todos que passam por uma experiência fora do país acabam falando isso. Mas o problema é que falar é fácil. Fazer, não é tão simples assim. Ao menos pra nós não foi…

Londres vai fazer com que você um dia volte
Londres vai fazer com que você um dia volte

Em Curitiba, após Londres, a vida seguia, mas o tal itchy feet e a depressão pós-Londres, que a Nah já contou aqui, incomodavam.

Tanto que fomos morar por quatro meses em Buenos Aires pouco depois que voltamos pra casa. A vida porteña foi o estalo que faltava para percebermos que a tal coceira nos pés pra viajar era algo muito forte.

La Boca, Buenos Aires
La Boca, Buenos Aires

Um estilo de vida

Esses 10 meses que passamos fora do Brasil entre 2010 e 2011 nos fizeram muito bem.

No clichê: amadurecemos como cidadãos e profissionais. Nos tornamos um casal mais unido. E sabíamos que essa coisa de viajar era pra sempre!

Foi aí que começamos a sonhar em viver algo que hoje tento chamar de um estilo de vida semi nômade. Mas como?

Como viver fora do país sem ter que encarar os chamados sub-empregos? Nada contra, sério! Respeito e admiro demais quem rala pra ganhar a vida de forma honesta e dedicada, seja na área que for!

Tento explicar: tanto eu como Natasha nos formamos jornalistas. E somos apaixonados por essa arte de juntar letrinhas.

Ver o mundo, tentar aprender um pouco de muito e muito de pouco. Transmitir informação e conhecimento. Ajudar pessoas a partir de coisas que você gosta e entende! Isso é um pouco do que resume o Jornalismo pra mim. E seria muito triste, tanto pra mim como para a Nah, ficar longe de tudo isso.

Como conseguimos exercer nossa profissão nessa condição viajante?

Foi em 2010, poucos meses antes de embarcarmos para Londres, que nossa vida de jornalistas autônomos começou. E foi aí que o home office entrou em nossas vidas.DSC_0102

Eu era assessor de imprensa de uma consultoria de investimentos. A Nah produzia conteúdo para o blog de uma revista, também do mercado financeiro. Trabalhávamos em Curitiba, de casa.

Sem muito pensar, planejar ou temer que a grana não daria levamos nosso escritório para o Velho Continente. Aviso: planejamento é fundamental. Mas vai dizer isso pra dois jovens recém formados e doidos pra cair na estrada?

Em Londres, trabalhávamos muito! E o fuso prejudicava, pois precisávamos estar conectados de acordo com o horário da BMF & Bovespa e todas as suas agudas e eternas crises.

Com o pregão fechando às 18h em São Paulo, em Londres, era só lá pelas 23h que começávamos a fechar o escritório.

Apesar das jornadas de trabalho por vezes dignas da Revolução Industrial, essa experiência foi demais! Na época não havíamos percebido, mas Londres nos proporcionava ao maior estilo inglês de ser, discreta e eficiente, uma nova forma de vida!

Nascia o estilo de vida semi nômade

Morávamos em Londres. Trabalhávamos para empresas brasileiras. E funcionava!

A lição que ficou foi: atender clientes oferecendo serviços jornalísticos, com qualidade, em qualquer lugar do mundo, era possível.

Em nossas cabeças não fazia mais sentido correr atrás de um emprego com carteira assinada sendo que podíamos ter o mundo como jardim.

London, baby
scilla, calábria, itália
Por do sol em Scilla, na Calábria. Vivemos lá por 15 dias com o escritório a plenos vapores

O Desafio

Estava em nossas mãos criar os mecanismos pra fazer isso acontecer. Foi nesse contexto e alguns outros projetos freelas depois, que surgiu a LondonPress. A empresa que hoje é corresponsável por nos levar ao UK novamente.

Em dois anos de atividade ralamos e penamos muito. Continuamos fazendo isso, claro. Mas, hoje, com clientes satisfeitos, reconhecimento e respeito do mercado e, acima de tudo, realizados profissionalmente!

Grana é parte ou consequência disso tudo. Ela pode não vir sempre, mas  manter o foco no que você é bom ajuda e atrai!

DSC_0868

A LondonPress

Levamos Londres no nome da nossa empresa pela mais óbvia e honesta homenagem que poderíamos fazer. Nossas vidas passaram por uma completa ruptura a partir daqueles seis meses de 2010. A cidade nos uniu, nos fez crescer, nos mostrou que poderíamos trabalhar juntos e ter mais qualidade de vida. Devíamos essa homenagem a Londres. 😉

Agora, estamos voltando pra lá por uns meses para dar uma atenção maior ao Pra Ver Em Londres – e para você que nos acompanha há tanto tempo.

Vamos fazer valer nossa missão de ajudar pessoas a viajar mais, melhor e gastando menos! Com a LondonPress na mala junto com a saudade do Piva.

Pivair, o nosso Piva, em uma dura tarde de trabalho

Faltam poucos dias para o embarque! Um novo tempo de descobertas e desafios gigantes vem aí!

Até lá, fica aquela estranha sensação do medo combinado com a ansiedade e a perspectiva de ver novos sonhos acontecendo, além do pensamento “tem tudo pra dar certo, mas na pior das hipóteses teremos passado mais alguns preciosos meses de nossas vidas na cidade mais incrível do mundo”. E isso, por si só, vale a viagem! =)

Londres
Londres acontecendo…

Por que escrevi esse texto

Gosto muito de conhecer histórias inspiradoras de gente que foi na contramão do tradicional pra ser mais feliz.  Como as contadas nos vídeos do continuecurioso.

E sei que tem muita gente que sonha em viver de forma remota. Ou viver viajando.

Eu e a Nah temos o privilégio de ter cursado Jornalismo, que, apesar de não ser a profissão mais lucrativa do mundo, é capaz de proporcionar isso tudo que estamos vivendo hoje. Mas a tecnologia é aliada de todos. É possível que você possa atuar de forma remota em sua área. Estude, bote a cabeça pra funcionar e mãos à obra.

Um grande sonho move sua vida! Cabe a você ter calma, sabedoria, paciência, foco e determinação pra fazê-lo acontecer!

E desencana desse negócio de “chegar lá”, “alcançar o sucesso”. Isso é bobagem. Correr atrás disso é que é a grande diversão da vida.

Seja a mudança que você quer ver no mundo

Dicas de Home Office

O GoHome reúne muita informação sobre home office. Foi criado pelo André Brik e pela Marina Sell Brik, um casal aqui de Curitiba. Ele designer, ela jornalista. Eles começaram com um blog há algus anos e hoje têm livro publicado sobre o assunto e fazem muitas coisas legais! Certamente podem te ajudar e te inspirar. O André escreveu o artigo 7 coisas que todo mundo precisa saber sobre home office. Vale a leitura!

Também recomendo a leitura do livro Trabalhe 4 horas por semana. É uma espécie de manual da vida remota. Bastante inspirador! O Efetividade tem um post bem legal sobre a obra.

O que fazer em Londres esta semana? (16-22/09)

Oláolá, minha gente. Começo a semana confessando uma coisinha pra vocês: foi fácil demais fazer a seleção do que fazer nos próximos dias em Londres. Sabe por quê? Tinha muuuita coisa legal programada. Fiquei desejando poder aproveitar todas as minhas dicas que nem você vai fazer (né? :). haha

Antes mesmo de você rolar a tela eu já adianto: tem exposição de fotos da Amy Winehouse, film quiz em um pub, muita cultura em uma biblioteca, showzinho com novos nomes da música, balada no museu, corrida de gorilas (!), exposição de fotos reunindo Beatles e Rolling Stones <3 e um bônus track imperdível.

Se animou só com o teaserzinho? Acompanhe as descrições e me ame muito. haha

O que fazer em Londres - Amy Winehouse - for you I was a flame

Se estivesse viva, Amy Winehouse teria feito 30 anos no sábado (dia 14). E como boa diva, mesmo não estando mais “entre nós” Amy continua sendo lembrada e festejada – principalmente em Londres, sua terra natal, e especialmente em Camden, bairro em que cresceu e que sempre mostrou amar (e como não amar, né?).

Como boa fã, claro que eu não podia deixar de recomendar pelo menos um programinha relacionado à ela esta semana. E a dica é beeeem legal: “Amy Winehouse: For you I was a flame”, exposição fotográfica sobre a vida da cantora que fica em cartaz até dia 06 de outubro na Proud Gallery.

Visitando a exposição você vai ver fotos do início da carreira de Amy, quando ela ainda era uma menininha com vozeirão <3 e também fotos tiradas no auge da sua carreira. Porém, mesmo os registros mais recentes da cantora mostram o lado feliz de Amy, como você pode ver nestas que selecionei aqui:

O que fazer em Londres - Amy Winehouse - for you I was a flame-
Ow, mulher linda!

Além das fotos, ainda será possível ver pinturas e desenhos doados pela família da cantora, grafites feitos por artistas locais e muito mais.

Saiba mais e programe sua visita clicando aqui.

Ah, e a Amy Winehouse Foundation está organizando outros eventos para lembrar o nome da cantora em setembro. A programação está aqui.

O que fazer em Londres - Film quiz night

film quiz nightQue tal fazer algo totalmente diferente nesta terça-feira? É, nada de ficar em casa/no hostel/no hotel à noite descansando pro dia seguinte. Bora participar de um film quiz! Calma, calma, já explico essa história…

Todo mês (ou seja, dica pra esta terça-feira que vale “pra sempre”) rola em quatro pubs/bares de Londres, em quatro datas diferentes, o film quiz “You’re gonna need a bigger boat” (sabe a que filme pertence a citação que dá nome ao quiz? Então você precisa participar dele!), que pelo que percebi dando uma boa vasculhada no site parece super divertido. A galera monta suas equipes (que não têm tamanho limitado), responde às perguntas (você pode ter uma ideia do que esperar clicando aqui) e concorre a prêmios que qualquer cinéfilo adoraria ganhar. Bacana, né? 🙂

A edição desta terça-feira rola no pub Hackney Attic, a entrada custa £4 e o agito começa às 19h30. Clique aqui, saiba mais e anime-se para participar!

O que fazer em Londres - Wiener Library

The_Children_Who_Cheated_the_NazisDois eventos super legais estão programados para esta quarta-feira, 18/09, na Wiener Library, em Londres.

O primeiro, que acontece entre 11h e 12h, é uma comemoração ao segundo aniversário da mudança da biblioteca para a Russel Square e permitirá que os visitantes explorem algumas das novas aquisições da biblioteca e saibam mais sobre os projetos dela. O evento é gratuito, mas você precisa confirmar sua presença antecipadamente. Saiba mais aqui.

Já às 18h30 os visitantes da Wiener Library poderão assistir ao filme “The children who cheated the nazis”, que conta a história de como 10.000 (!) crianças escaparam do holocausto. A “sessão de cinema” também é gratuita e para participar você também precisa confirmar sua presença antecipadamente. Tudo o que você precisa saber para programar sua ida à Wiener Library você encontra aqui.

Fechou? 😉

O que fazer em Londres - Be on the scene- Bots Live

Pra quinta-feira, dia 19, minha sugestão é musical. Tem Be On the Scene: Bots Live no Madame Jojo’s, no coração do Soho, às 19h30. A ideia do evento é apresentar novos talentos da música. E o espetáculo desses caras, só desta vez, é gratuito…

E, mais uma vez, confirmar sua presença antecipadamente é fundamental. Tá tudo aqui.

O que fazer em Londres - London Transport Museum

Nesta sexta-feira tem Friday Lates no London Transport Museum. Isso mesmo, a boa da sexta 20 é curtir um museuzin à noite.

Entre 18h45 e 22h o London Transport Museum tem uma programação toda especial para os visitantes notívagos que vai desde coquetéis até tour guiados pela exposição “Poster Art 150” (sobre a qual falamos neste post). Como sempre, ainda tem música e bar. Well, well, cultura e diversão em um só programa. Não é bom demais?

As entradas custam £8 e dá pra reservar antes por aqui. Se interessou e quer saber mais antes de programar a ida? Dá uma olhadinha aqui.

O que fazer em Londres - London Transport Museum-

O que fazer em Londres - Great Gorilla Run

great gorilla runSábado é dia de loucura em Londres. Milhares de gorilas sairão correndo pelas ruas da cidade lutando para preservar a espécie. Ouyeah, é uma corrida beneficente em prol dos gorilas, que estão ameaçados de extinção.

 O percurso da corrida é de 7km e ainda dá tempo de se inscrever e ser um dos doidões correndo por Londres vestido de gorila. haha. Ficou afim? As informações detalhadas podem ser encontradas neste link.

Mas se você não quiser correr, quiser só ver os gorilas correndo por aí, não tem problema, pode ser divertido também. No trajeto os corredores passarão por cartões postais da cidade a partir das 10h30. Clique aqui, mantenha-se informado e dê seu apoio aos defensores da causa gorilesca! 🙂

 

O que fazer em Londres - Great Pop Prom 50th Anniversary

The Great Pop Prom 50th anniversary exhibitionNo dia 15 de setembro de 1963 os Beatles e os Rolling Stones se apresentaram no Royal Albert Hall, em Londres, em um dia que ficou marcado para sempre na história da música e recebeu o nome de “Great Pop Prom”.

50 anos depois, uma exposição de fotografias nunca antes exibidas daquela data acontecerá no mesmo local. Pra quem curte essas duas bandas é com certeza uma excelente pedida. A exposição fica em cartaz só até 22 de outubro e é gratuita. Tipoassim, não vai perder, vai?

Saiba mais, anime-se para ir e programe sua visita clicando aqui.

bonus track

Como falei no post da semana passada, sábado e domingo (21 e 22) ainda tem Open House London, oportunidade única de visitar alguns dos mais importantes edifícios de Londres e que normalmente têm acesso vetado a gente como a gente.

As principais atrações necessitavam de reserva antecipada, mas há muitas outras opções que basta você chegar, ficar na fila (quando há fila) e visitar. No site oficial do evento você sabe quais são essas atrações e pode programar sua visita. A-P-R-O-V-E-I-T-E!

Não disse que a programação desta semana estava incrível? 🙂

Agora é com você. Aproveite o que der e depois me conte o que achou. Vou ficar feliz em saber. 😉

Beijobeijo e uma ótima semana,

Nah.

Ei, não vai embora sem antes assinar nossa newsletter! 😉

[mc4wp-form]

Que tal viajar para Londres sem sair de casa?

timelapses de Londres

Desde que escrevi o post “8 dicas para lidar com a depressão pós-Londres” e percebi que há um montão de doidos que acompanham este blog (desculpae, gente, mas cês são todos malucos – e a gente também, claro =D) venho pensando em maneiras de ajudar essa galera a se tornar mais normal. hahaha

E aí que ontem, logo no comecinho da manhã, deparei-me com esta beleza:

Welcome to London – A Short Hyperlapse Film from Mattia Bicchi Photography on Vimeo.

<3 <3 <3 Lindo demais, né? <3 <3 <3

Pra mim, foi um teletransporte pra cidade amada. Foi a melhor forma de começar a minha quinta-feira.

Assim que o vídeo acabou, pensei: “pô, como é que não incluí os timelapses na minha lista de dicas para lidar com a depressão pós-Londres? Eu tô sempre babando nesses videozinhos”. E foi assim que nasceu o post de hoje. Que nada mais é do que a décima dica do que fazer para amainar a dor da volta de Londres – a nona foi levar um pedacinho da cidade para sua casa, lembra?

Preparado para assistir  filmes lindos mostrando cantinhos ainda mais lindos da nossa liiiiinda Londres? 🙂

Vem comigo!

1) London Landmarks

Muito amor, né?

Só me pergunto se o Coldplay dá uma grana por fora para os produtores de timelapses de Londres para que sempre usem as músicas deles. huhu

2) Outro lado de Londres

Menos “uhu” e mais artístico, este aí eu acho que muita gente pausou antes do fim. Há, peguei no flagra, né? Mas, sério, insiste um pouquinho, vai, ele mostra uma Londres que pode ser que você não veja tanto quanto a Londres dos outros dois, mas que é bonita igual. 😉

3) A vida acontecendo

Adorei este, gente. É muito “diário do dia em Londres”, nénão? Só acho que o moço podia ter escolhido uma musiquinha mais animada, mas tudo bem. 🙂

4) Vida com trilha sonora rocks

Mais um pra lista dos meus preferidos. Música legal, cenas bonitas, rolê de metrô. Dorei. E você?

5) Classic London

Uma coisa linda dessas precisa descrição? Acho que não, né?

E aí, deu pra se sentir um pouquinho mais perto de Londres? Espero que sim, porque por aqui até friozinho eu senti assistindo essas belezas – e olha que tá um calorzão na minha Curitiba de guerra. 🙂

Pra encerrar, deixo um timelapse sensacional que você pode operar. É, é um timelapse 360 graus, basta mexer o mouse para mudar de ângulo e ver diferentes cantinhos de Londres. É quase um teletransporte MESMO.

Infelizmente não rola postar o vídeo no blog. Para assistir, você tem que clicar aqui. Mas, sério, não deixa de fazer isso. Vale MUITO a pena. 😉

Desse jeito todo lindo eu desejo pra você um fim de semana incrível. Que você o aproveite muitão e que possa começar a planejar uma viagem, porque não há nada melhor no mundo do que isso.

Aliás, para quem não entendeu a dica do post de quarta-feira, aqui vai a notícia oficial: logo, logo estaremos em Londres para mais uma temporadeenha na cidade. A gente vai curtir muito, claroclaro, mas pode ter certeza que você também vai.

Detalhes? Em breeeeve! 😉

Beijobeijo,
Nah (e João – que tem reclamado que vocês só falam comigo. haha, entreguei.)

O que fazer em Londres esta semana? (09-15/09)

Levanta a mão quem está em Londres ou planejando ir logo para a cidade e adoraria receber umas boas sugestões do que fazer na cidade. \o/

Aeeee, vi um montão de interessados. #alouca.

Okok, então é pra você que levantou a mão que eu passei a noite de domingo selecionando umas diquinhas bacanudas para os próximos dias e até mesmo para os próximos meses “na terra da Rainha” clichê detected.

Bora saber quais são as recomendações de hoje?

O que fazer em Londres

Victoriana- The Art of Rivaval

Victoriana- The Art of Rivaval - Londres

A Era Vitoriana (1837-1901), período em que o Reino Unido foi comandado pela Rainha Vitória, foi marcado por muita paz e prosperidade. Por conta disso, é até hoje lembrado pelos britânicos com muito carinho.

No sábado (07) estreou na galeria de arte Guildhall, em Londres, a exposição Victoriana: The Art of Revival, que celebra esta época por meio de obras de arte contemporânea (tem trabalhos de design gráfico, cinema, fotografia, cerâmica, mobiliário, artes plásticas e muito mais).

Com certeza uma ótima forma de entender melhor esse importante período para a história do Reino Unido e saber qual a influência dele nos dias de hoje.

Se animou? Você tem até 08 de dezembro para conferir a exposição. Os ingressos custam £7 para adultos e menores de 16 anos e residentes de Londres não pagam. Para saber mais e programar sua visita clique aqui.

Laura Knight Portraits - Londres

Outra exposição que parece super legal e que está rolando em Londres (esta em cartaz até 13 de outubro na National Gallery) é a Laura Knights Portraits, que reúne mais de 40 retratos pintados pela artista britânica do século XX. A entrada custa £7,00 e tudo o que você precisa saber para se animar ainda mais para ver o belo trabalho de perto e para programar sua visita você encontra aqui.

Laura Knight Portraits - O que fazer em Londres

Retratos são MUITO amor, né? 🙂

Partiu?

Cinema ao ar livre

Para a quarta-feira desta semana (dia 11) minha sugestão é que você se programe para assistir a Skyfall em um cinema ao ar livre em Londres. Aham. Neste cinema aqui, ó:

Free Film Screenings At The Scoop

Demais, né?

E, ó, a sessão de cinema é gratuita e não é preciso reservar ingresso antes, não. Basta chegar lá (começa 19h30!), pegar seu lugar e aproveitar. 🙂

Se você não puder ir na quarta, tente ir nos outros dias. Olha só a programação:

  • 12/09: Crouching Tiger, Hidden Dragon

  • 13/09: Frankenweenie

  • 18/09: Back to the Future

  • 19/09: The Good, the Bad and the Ugly

  • 20/09: Les Miserables

  • 25/09: Amour

  • 26/09: The Birds

  • 27/09: Grease

Quer saber mais para poder se programar? Clique aqui.

London Art Book Fair - Londres

London Art Book Fair -

 

Começa na quinta-feira e vai até domingo a London Art Book Fair. O nome diz tudo, né? É uma super feira de livros de arte. A programação está aqui. Vale a pena dar uma olhadinha e programar uma visita. Com certeza muita coisa linda poderá ser encontrada por lá.

A feira rola na Whitechapel Gallery. O “como chegar” tá aqui.

Open House London - Londres

Essa dica é especial para os supersticiosos que não querem sair de casa na sexta-feira 13. Dá pra fazer um programão sem por os pés para fora de casa/do hotel/do hostel nesta sexta-feira. É que este é o último dia para se inscrever para as visitas especiais do Open House London 2013 (o evento que permite que você entre em prédios da cidade que nem sempre estão abertos a visitação) para escolher o que você vai curtir nos dias 21 e 22 deste mês.

Pra quem já conhece muuuita coisa de Londres e quer ampliar o cardápio é uma excelente pedida. Clique aqui, saiba tudo sobre o Open House Londom 2013 e aproveeeeite! 😉

Open House London -

London Design Festival - Londres

London Design Festival

Entre 14 e 22 de setembro tem London Design Festival (evento anual que fortalece o nome de Londres como uma das grandes capitais mundiais do design) rolando em várias partes da cidade. O Time Out London reuniu os principais destaques da programação neste post. E aqui você confere a programação completa – e tudo mais que você precisa saber para estar lá – onde quer que este lá seja. 😉

Que tal?

Kings Place Festival - Londres Domingo é um dia tradicionalmente chato e sem graça, nénão? Mas pra quem está em Londres nesta semana o domingones 15 não precisa ser assim. Tem Kings Place Festival rolando, e a programação (que começa na sexta, 13!) tem mais de mais de 100 eventos musicais e artísticos cada um custando apenas £4,50. Clique aqui, saiba do que eu tô falando e anime-se pra sair de casa também no domingão. 😉

Não animou AINDA? Escuta a seleção de músicas feita pelo pessoal dos eventos e mande a preguiça embora!

E aí, fechou a programação da semana?

Por hoje é só. Tomara que você aí possa aproveitar minhas dicas sobre o que fazer em Londres nesta semana  e depois volte pra me contar como foi! 😉

Beijobeijo e uma ótima semana,

Nah.

 

Couch Surfing: acomodação gratuita; experiência que vale ouro!

pravernomundoNo topo da nossa lista de planejamento de uma viagem costumam estar passagem e acomodação. Afinal, são os itens que normalmente custam mais caro e, também, sem eles não se faz uma viagem (é preciso chegar e ter onde ficar pra tudo acontecer, né? :).

Quase sempre a gente fica em hostel, pousadinha ou hotel simples, mas na nossa lua de mel resolvemos fazer algo diferente: incluímos um hotel (em Milão, lembra?), várias casas de amigos (no Sul da Itália, em Genebra e em Munique), um hostel (em Praga), um apê alugado (em Berlim) e um sofá de casa de estranho (em Berna).

Isso mesmo. Vivemos a experiência do Couch Surfing na belíssima Berna (já viu os 10 motivos pelos quais eu acho que você deve conhecer a capital da Suíça? NÃO? Tá aqui!). E é sobre essa experiência que eu vou falar hoje…

Como tudo começou

“A Suíça é muito cara”. Acho que essa foi a frase que mais ouvi quando disse que estávamos pensando em incluir duas cidades deste país no nosso roteiro de lua de mel. Por esse motivo mesmo decidimos que Genebra seria uma delas. Lá era certeza que tínhamos lugar pra ficar. O João tem uma amiga que mora na cidade há anos e disse que a gente podia ficar na casa dela. Não podia ter sido melhor. Mas isso é assunto pra outra hora. 😉

Aí, na pesquisa pré-viagem me encantei com tudo que vi sobre Berna e a assim que estabelecemos que, ok, começaria a realizar meu sonho de conhecer a Suíça visitando Berna e Genebra, partimos para a parte do “tá, e onde vamos ficar em Berna?”.

O Couch Surfing apareceu rapidamente como uma opção interessante porque hotéis eram todos caros e até os hostels eram acima da média de preços que a gente curte pagar. Demos uma olhada nas experiências de outros blogueiros de viagens e vimos que a quantidade de gente falando bem dos sofás alheios (e da experiência como um todo) era muito maior do que a quantidade de gente falando mal e resolvemos fazer nosso perfil.

Ó nós aí! =D Adiciona a gente lá! ;)
Ó nós aí! =D Adiciona a gente lá! 😉

A busca

Logo de cara nos deparamos com um “problema”: havia MUITA gente oferecendo um lugar em sua casa em Berna.

Não, não, obviamente este não era o problema. O problema era decidir para quem pedir arrego duas vaguinhas.

E aí vem a primeira boa dica pra você: faça uma lista de prioridades. A nossa era assim:

  • Ser um casal (porquené, a gente é um casal, então seria mais legal trocar ideias com quem também é um casal);
  • Ter mais ou menos a nossa idade (o que também facilita a interação);
  • Falar inglês (o idioma oficial de Berna é alemão, gente, e eu só sei falar Gutten Tag nesta língua. Sorry!);
  • Morar em uma região central – ou pelo menos com transporte público por perto;
  • Ter boas avaliações – Acho que este deve ser o principal fator de decisão. Tá certo que não dá pra ter certeza se as pessoas foram ou não 100% sinceras em um depoimento, mas lendo com atenção dá pra perceber se vale ou não a pena investir naquele gentil emprestador de sofá. 🙂

Levando isso em consideração ficamos com 3 boas opções. E mandamos nossa solicitação pra todas.

Jamais imaginávamos que os três iam aceitar nos receber, mas foi isso que aconteceu. Pois bem, tivemos que escolher, e optamos por ficar na casa do Phillipe e da Manuela simplesmente porque fomos muito com a cara deles…

E como não ir com a cara desses fofos? :) Sério, se morássemos na mesma cidade acho que eu ia ser BFF da Manu. #exagerada Mas, sério, amei ela. Delicadeza em pessoa. <3
E como não ir com a cara desses fofos? 🙂 Sério, se morássemos na mesma cidade acho que eu ia ser BFF da Manu. #exagerada Mas, sério, amei ela. Delicadeza em pessoa. <3

A experiência

Alguns dias antes da nossa viagem trocamos várias mensagens e eles nos explicaram o que e como deveríamos fazer para ir da estação de trem à casa deles. Era tudo muito simples, claro, mas obviamente tivemos dificuldadezinhas iniciais (a máquina de tickets do metrô estava em alemão e demoramos para entender como trocava para inglês) e pagamos um miquinho inicial chegando SUPER TARDE (tipo 23h!) na casa do Phil e da Nani (não lembro por que o apelido dela é Nani se o nome é Manu, mas tudo bem).

Mas isso não foi um problema. O Phill nos recebeu super bem (a Nani já estava dormindo, ela entra cedão no trabalho), nos ofereceu algo para comer e nos apresentou a sala onde íamos ficar (e a gatinha fofa do casal).

A casa era uma graça. A sala em que ficamos tinha um sofá (o João dormiu nele) e um colchão (onde eu dormi), além de muitos jogos de videogame, dvds, quadros de filme, etc.

A gente até fez fotos da sala adaptada para nos receber - tinha um colchão de solteiro ao lado do sofá, mas a bagunça que conseguimos fazer em menos de 24 horas era TANTA que eu fiquei com vergonha de postar a foto. Sério! Então tá aí a imagem disponibilizada pelo casal no perfil deles do Couch Surfing. ;) Cantinho agradável, né?
A gente até fez fotos da sala adaptada para nos receber – tinha um colchão de solteiro ao lado do sofá, mas a bagunça que conseguimos fazer em menos de 24 horas era TANTA que eu fiquei com vergonha de postar a foto. Sério! Então tá aí a imagem disponibilizada pelo casal no perfil deles do Couch Surfing. 😉 Cantinho agradável, né?

No dia seguinte, assim que acordamos tomamos um banho (chuveiro ótimo!), o Phill nos deu uns mapinhas da cidade para ajudar no nosso passeio, algumas boas dicas de como podíamos curtir Berna e nos avisou: à noite ia ter fondue. E cabia a nós estar lá às 19h. E só! Pois é, perguntamos se devíamos comprar alguma coisa, mas que nada, o casal queria nos oferecer a experiência suíça completa. A gente aceitou, claro.

Acredita que essa trilhinha fofa aí era tipo ATRÁS da casa deles? Tô falando, Berna é MUUUUITO AMOR!
Acredita que essa trilhinha fofa aí era tipo ATRÁS da casa deles? Tô falando, Berna é MUUUUITO AMOR!

A verdadeira pira do Couch Surfing

E foi nesse jantar que entendemos por que o Couch Surfing é uma opção tão legal de acomodação e que fez meu título-clichê fazer tanto sentido. 🙂

Gente, foi tudo muito legal. O jantar estava delicioso, eles compraram cervejas artesanais suíças porque viram no nosso perfil que a gente curtia (!), trocamos muuuitas ideias (nos explicaram sobre a realidade invejável da Suíça, quanto eles pagam de aluguel, quanto viajam, etc. etc.) e posso assegurar com toda certeza do mundo que foi uma noite memorável.

O MELHOR FONDUE DA VIDA. Achei meio louco que tinha pera pra misturar com queijo e outros itens diferentes do "nosso" fondue jaguara, mas, poutz, excelente. Pode querer voltar no tempo e comer só mais um pouquinho? :)
O MELHOR FONDUE DA VIDA. Achei meio louco que tinha pera pra misturar com queijo e outros itens diferentes do “nosso” fondue jaguara, mas, poutz, excelente. Pode querer voltar no tempo e comer só mais um pouquinho? 🙂

Pode ser que a gente tenha tido muita sorte, mas a impressão que tenho hoje analisando a comunidade do Couch Surfing é que de maneira geral é esse mesmo o perfil de quem está disposto a receber alguém na sua casa. A galera quer apresentar sua cultura, conhecer outras culturas, interagir e facilitar a vida de quem tem o mesmo sonho lindo de explorar tudo o que o nosso mundão tem a oferecer.

A gente testou, adorou (cinco estrelas no critério Schiebel Brotto de qualidade), oferece o nosso sofá pra quem quiser visitar Curitiba e pretende repetir a dose. Entonces, #ficadica. 😉

estrelinhas2

Beijobeijo,

Nah.

 

O que fazer em Londres esta semana? (02-09/09)

Finalmente chegou setembro. Um mês que a gente aguardou ansiosamente porque lááá no finzinho dele tem início a nossa próxima grande viagem! =D

Pois é, pois é, vem trip (booooa) aí, mas sobre essa viagem eu conto outra hora. O assunto de hoje é a programação da semana em Londres.

Nunca é demais lembrar que apesar de eu selecionar aqui programas para você aproveitar nos próximos dias, algumas das sugestões valem não só para esta semana, mas até mesmo pelos próximos meses. Então, não interessa se você está hoje em Londres ou se vai só em dezembro pra lá, o importante é saber o que eu tenho pra recomendar. Bora lá? 🙂

Ah, e ainda hoje tem envio da nossa newsletter mensal. Quer receber? Preencha o formulário abaixo. 😉

[wysija_form id=”1″]

Bora saber o que tem esta semana?

All Eyes on Us - O que fazer em Londres

All Eyes on Us é um curta-metragem que conta a história de quatro deficientes físicos que participaram da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Londres (2012). O trailer abaixo mostra como deve ser interessante o filme completo:

Bacana, né?

Pois você pode assistir a esta filme HOJE em duas sessões no BFI. A primeira acontece ao meio-dia e meio e a segunda às 13h30. A entrada é gratuita, mas você precisa reservar seu lugar antecipadamente aqui e aqui.

Porque abrir a mente para enxergar além das aparências é sempre uma boa forma de repensar nossas próprias atitudes e buscar ser alguém cada dia melhor. #ficadica

Para saber mais e se programar para estar lá logo mais clique aqui.

Extinction- not the end of the world - O que fazer em Londres

Extinction- not the end of the world

Esta é a última semana para você conferir a exposição Extinction: not the end of the world? no Natural History Museum.

Como o nome diz, a exposição propõe uma reflexão sobre o papel da extinção na evolução da vida. Pra quem curte entender o ciclo da vida, é com certeza uma exposição imperdível.

O vídeo abaixo mostra um pouquinho do que você pode esperar ver por lá:

Animou? A entrada custa £9,00 e você só tem até domingo (08) para conferir. Para saber mais e programar sua visita acesse o site do museu.

The Discovery of Paris - O que fazer em Londres

Outra exposição que parece muuuito legal e que tá quase chegando ao fim é a do título acima, que está em cartaz até o dia 15 no The Wallace Collection e que tem entrada gratuita.

Nela, você verá nada menos do que 70 aquarelas, gravuras, estampas que mostram a Paris do século XIX.

Selecionei algumas imagens para deixar você com vontade de ver a exposição, ó:

The Discovery of Paris - O que fazer em Londres-

Muito amor, né?

 Tudo que você precisa saber sobre a exposição e sobre o museu (para poder programar sua visita) você encontra aqui. Bora lá?

Carnaby Echoes - O que fazer em LondresEntre 05 de setembro e 20 de outubro a Carnaby Street celebrará 100 anos de música com o projeto “Carnaby Echoes”, pensado pela artista Lucy Harrison.

Basicamente, placas azuis (tipo estas) estarão espalhadas por alguns prédios da região e um walking tour com fones de ouvido contará histórias que relacionam música e a região…

Não entendeu direito? Nem eu. haha. Porém, como um passeio pela Carnaby Street é sempre uma ÓTIMA pedida (pra ver coisas bonitas, gente bonita, etc.), e o Carnaby Echoes é gratuito, não custa nada você guardar um tempinho para passar por lá e entender qualé desse projeto. 😉

Fechado?

thames festival - o que fazer em londres

thames festival

Começa dia 06 de setembro o The Mayor’s Thames Festival. E até o dia 15 muita coisa legal vai rolar em Londres por conta deste festival. Basicamente, o objetivo deste festival é homenagear o Rio Tâmisa, um importante personagem da história da cidade. Na programação (que você confere clicando aqui) estão inclusas exposições artísticas, apresentações musicai, desfiles de barco… tudo em volta do grande Thames.

Pra quem curte receber as informações de mão beijada este post do Time Out London, com o que o timão deles considera os destaques do festival, é leitura obrigatória.

Partiu Tâmisa? 🙂

The Great River RaceO primeiro grande evento do Thames Festival 2013 é a The Great River Race, uma corrida de barcos pelo Tâmisa que este ano contará com mais de 300 equipes de diversos países. Assim como acontece na Corrida de São Silvestre, além dos competidores que estarão lá para vencer, há muitos que levam a corrida como brincadeira, vestindo fantasias e trajes inusitados, como você pode ver no vídeo abaixo, que mostra um pouco da edição do ano passado da corrida.

Muito legal, nénão? 🙂

Pois então clique aqui, saiba por onde os competidores vão passar e anime-se para ver de pertinho mais esse super evento londrino.

Meatopia - O que fazer em LondresmeatopiaTambém no sábado rola em Londres um enooorme churascão. haha. Não achei melhor maneira de descrever o festival Meatopia. É isso aí mesmo. Um festival em homenagem à boa carne de gado só pode ser considerado um churrascão! =D

Mais de 20 chefs de ponta de Londres e arredores estarão servindo suas delícias. Animou? Os ingressos (que não são muito baratos, confesso!) podem ser adquiridos aqui, e o site conta em detalhes o que você pode esperar (não tem só carne, não. Tem música também! hehe).

Curtiu a ideia?

Chrisp Street Festival

No domingones tem Chrisp Street Festival, que tem na programação pop-up cinema, workshops de arte, carros clássicos, música ao vivo, comes e bebes, uma parada e até um Routemaster tradicional. haha

Muita coisa boa reunida e ainda por cima com entrada é gratuita. Imperdível, hein?

O evento rola entre 11h e 21h30 e a melhor forma de saber mais, entender onde é e como você chega é clicando aqui.

Meia maratona de Londres

run to the beat

Também no domingo tem London Run to the Beat Half Marathon – ou simplesmente Meia Maratona de Londres. 🙂

O legal dessa corrida é que ela é musicada. Ao longo de todo o trajeto há música para animar os atletas – e também quem está apenas assistindo a galera correr.

Bom programa pra encerrar a semana, né? Clique aqui, saiba qual é o trajeto e prepare-se para acompanhar a corrida. 😉

Pois é, falei que iam ser sete sugestões e acabei me empolgando e dando duas extras. Que tal? 🙂

Agora é com você. Organize sua agenda e aproveite as dicas desta semana.

 Beijobeijo,

Nah.